15 anos sem os Mamonas Assassinas

mamonas-assassinas-desenho-1a43c

Na próxima quarta-feira, dia 02, completará 15 anos em que os integrantes dos Mamonas Assassinas nos deixaram. Relembre conosco, no post abaixo, um pouquinho mais sobre o grupo.




Curiosidades

mamonas p site

A história do grupo tem início no final dos anos 80, mas especificamente em 1989. Na época, Sérgio Reoli, então funcionário da empresa Olivetti, conhece Maurício Hinoto, irmão de Bento Hinoto.

Mauricio, sabendo que Sérgio tocava bateria, decide apresentá-lo ao irmão. A química foi tal, que semanas depois, eles já planejavam a criação de uma banda.

-Ainda no contexto, Samuel Reoli, irmão de Sérgio, é escalado para assumir o baixo. Nascia a partir de então, a primeira formação do chamado “Utopia”.

-O grupo, nada mais era, do que uma banda especializada em covers da Legião Urbana, Titãs e Rush.

Durante uma das apresentações, realizada em julho de 1990, os músicos entrariam em contato com Alecsander Alves (Dinho). Ele por sua vez, se comprometera a subir ao palco para cantar “Sweet Child O’ Mine”, do Guns N’ Roses.

mamonas-assassinas-hg-20100105

Através de Dinho, os demais integrantes conheceriam Júlio Rasec, que viria a ser o tecladista do Utopia.

Paralelamente a isso, o “Utopia” passa a se apresentar na periferia da cidade de São Paulo. Aos poucos, seus membros decidem abandonar os covers, introduzindo uma série de parodias nos shows.

Pouco após o lançamento do primeiro e único disco, entram em contato com o produtor Rick Bonadio. Aconselhados por ele, aliás, decidem mudar o nome do grupo para “Mamonas Assassinas do Espaço”.

-

Felizmente a ideia não vingou, e o nome adotado passou a ser “Mamonas Assassinas”.

Alguns dias depois, o grupo decide, enfim, enviar uma fita demo para as gravadoras Sony e Emi. No material, estavam contidas as músicas “Robocop Gay”, “Jumento Celestino” e “Pelados em Santos”.

-

Foi João Augusto Soares, então diretor artístico da EMI, o responsável pela contratação dos músicos.

Produzido por Rick Bonadio, é lançado então, o primeiro e único álbum dos Mamonas Assassinas. O trabalho seria composto de 14 faixas. Entre as principais estavam: “Pelados em Santos”, “Chopis Centis”, “Mundo Animal”, “Robocop Gay” e “Lá Vem o Alemão”.

-

O disco ainda contaria com a chamada “Vira-Vira”, uma espécie de “homenagem” ao cantor português Roberto Leal.

-

No auge do sucesso, a banda passaria a se apresentar em diversos programas da TV. Entre os principais estavam o “Domingo Legal” (SBT) e “Domingão do Faustão” (Globo). Na atração de Gugu Liberato, os músicos ainda participariam da chamada “Prova da Lama”.

-

Com o sucesso conquistado, os Mamonas seriam convidados para uma série de apresentações em Portugal.

Como se sabe, as apresentações não aconteceram. Dinho e os demais integrantes acabariam falecendo em um trágico acidente aéreo, no dia 02 de março de 1996.

Após a tragédia, diversas seriam as homenagens prestadas ao grupo. Uma delas, aliás, realizada com propriedade pelos Titãs.

-


Formação

afcb78d259b0d250f10e0a79a1d00f65648

                                Alecsander Alves (Dinho): Vocal

Bento Hinoto mamonas assassinas

                              Alberto Hinoto (Bento Hinoto): Guitarra, violão e vocal de apoio.

julio rasec

                              Júlio César (Júlio Rasec): teclados e vocal de apoio.

samuel_Reoli

                      Samuel Reis de Oliveira (Samuel Reoli): baixo e vocal de apoio.

Sérgio Reoli mamonas assassinas

                      Sérgio Reis de Oliveira (Sérgio Reoli): bateria e vocal de apoio.

  1. Matheus Ferreira

    15 de fevereiro de 2012 em 23:05

    Mamonas eternos em nossos corações!!!!!Grande banda!!!!!

  2. ter g ya

    26 de outubro de 2011 em 17:28

    Leva essas pohas de hoje e devolva nossos mamonas  *-*  PF !!

    Mamonas Forever  ?

  3. kiss stanley

    30 de agosto de 2011 em 06:51

    Saudades dos Mamonas, marcou o Brasil mesmo com suas musicas inesquecíveis. lol 

  4. Dylla chise

    11 de agosto de 2011 em 23:43

    mamonas, ainda hj com a fita cassete 
    foda
    rox xD

  5. Lucas Oliveira

    3 de março de 2011 em 17:08

    Esse caras fizeram minha infância, até hoje eu tenho o cd deles, todo arranhado mas tenho.

  6. Neriel Evans

    28 de fevereiro de 2011 em 23:03

    Puts,que saudade dos mamonas :/

    Vira-Vira <3

  7. Leeh

    28 de fevereiro de 2011 em 17:57

    Não é quarta-feira que faz 15 anos? :s-
    Só tinha 4 meses quando eles morreram, mas mesmo assim amo muito eles. MAMONAS ETERNOS ²

    • Emily chicoli

      2 de março de 2011 em 18:10

      eu num tinha nascido ainda mas amo muitooooo elas

    • Jeff Dantas

      28 de fevereiro de 2011 em 18:33

      Leeh, você tem toda razão. Foi descuido meu! Obrigado pela correção!

  8. Guilherme Carvalho borges

    28 de fevereiro de 2011 em 17:48

    Eu ñ vivi essa época de uma forma intensa, mas chegar a dizer q Mamonas Assassinas é (era) a melhor banda brasileira já é burrice e idiotice de mais.O Rock sempre foi uma forma de expressão e não uma forma de deboche, essa banda pra mim é tão ruim quanto Restart, Hevo 84, Cine e etc. Legião Urbana sim é (era) a melhor banda brasileira, ela tinha uma mensagem pra passar, algo a dizer, algo a nos ensinar. Mas o Brasil não é um país de gente que gosta de aprender né.
    Essa é só minha opinião, agora que venham os fãs de uma coisa tosca e sem sentido.

    FLW

  9. thor

    28 de fevereiro de 2011 em 10:12

    eu tinha 7 anos quando eles morreram,

     lembro-me como se fosse ontem

  10. Osmar TrixXx

    28 de fevereiro de 2011 em 01:56

    Primeiramente, concordo com todos vocês a falta que os Mamonas assassinas nos faz é algo realmente lamentável.Lembro-me até hoje da banda, ouço sempre os seus sucessos e inclusive duas músicas inéditas que não chegaram a ser lançadas, chamada Joelho e a outra é uma sátira de um filme chamada não peide aqui baby, eu estudava no antigo segundo grau e já havia terminado a aula e um amigo dentro do ônibus ouvia uma fita k7 e ria muito, questionei o que esta ouvindo e ele retirou os fones e disse ouça, começamos a rir das letras e pedi a fita emprestada e fiz uma cópia e mostrei aos meus pais e eles riram muito também, e em pouco tempo já estavam nos principais meios de comunicação da TV, e rádios.
    A Rede Globo de Televisão, realizou uma homenagem bem interessante e eu assisti foi ao ar no ano passado e graças a Técnologia pude encontrar os episódios no site do youtube o qual estou deixando os respectivos links para quem quiser conferir.
    Parte 01: http://www.youtube.com/watch?v=4OFktAxQV70
    Parte 02: http://www.youtube.com/watch?v=ZIfaItl0A1E
    Parte 03: http://www.youtube.com/watch?v=jDyEWeEq_zE
    Parte 04: http://www.youtube.com/watch?v=oDVMqMTPft8
    Parte 05: http://www.youtube.com/watch?v=dvSwaKQuLMw
    Parte 06: http://www.youtube.com/watch?v=4Zqfz_iJpDk
    Parte 07: http://www.youtube.com/watch?v=E0NVJjigxpw
    Agradeço ao site Mini Lua por sempre colaborar com a nossa curiosidade postando matérias super interessantes aos mais variados tipos de publicos.
    Grato 
    Osmar.

  11. Paulo Afonso

    27 de fevereiro de 2011 em 23:43

    e pelos estilos dele , até hoje não existiu ninguem na mesma qualidade ou com mais qualidade.

  12. mariana santiago go

    27 de fevereiro de 2011 em 23:15

    “TUDO QUE É BOM SE VAI CEDO.”             

    Fato (y)

  13. mariana santiago go

    27 de fevereiro de 2011 em 23:13

    Pena eu não ter vivenciado essa época,Mamonas Assassinas com certeza a melhor banda brasileira ( concordo com você Gustavo).  Se eles estivessem vivos acho que fariam mais sucesso que o restart. Será que algum dia,alguma banda será foda como os Mamonas Assassinas foram ?  MAMONAS ETERNOS.

  14. Nice! =) #Parei com o Minilua

    27 de fevereiro de 2011 em 22:28

    Mto bom, Semprei Gostei, “Mamonas Forever” ^^ A Melhor banda Brasileira q eu acho ate hoje. [2]

  15. Maniacopelossimpsonsbr

    27 de fevereiro de 2011 em 21:53

    Caramba velho,essa é uma das maiores decepções dos meus quase 15 anos de vida tenho o cd original deles e sou muito fã quase chorei naquele por toda minha vida fazem muita falta,infelizmente hoje em dia quase não tem cantores nacionais que prestem.

  16. Santista

    27 de fevereiro de 2011 em 21:13

    Mamonas era phoda, última banda brasileira que eu gostei. Tenho o cd deles até hj.
    “Deus, te dou Cine, Restart, Hori e você só devolve Mamonas Assassinas, pode ser?”

    • Claudemir Soares

      28 de fevereiro de 2011 em 19:28

      Mamonas Forever!

20 Comentários
mais Posts
Topo