5 disfunções mentais mais controversas da psiquiatria #2

Ao longo da história, a ciência ou a pseudociência, juntamente com algumas linhas de pensamento psiquiátrico, tem sido utilizada para estigmatizar e controlar as pessoas, principalmente os que expressam o seu pensamento livre ou os que são contra determinado sistema social ou político.

Vamos apresentar uma lista com os 5 transtornos mentais controversos e que já foram apoiados por cientistas.




1 - A Histeria Feminina

hysterical-1

Este era um diagnóstico comum dado a mulheres briguentas e desobedientes, que vem desde a Grécia Antiga. Filósofos como Hipócrates e Platão consideravam o ventre como uma criatura viva que vagava pelo corpo da mulher e que muitas vezes causavam a doença. A palavra histeria vem da palavra grega que designa útero.

Insônia, nervosismo, irritabilidade, perda de apetite, retenção de líquidos, espasmos musculares e muitos outros sintomas foram ditos resultados do “ventre errante”: a histeria. Este era um diagnóstico comum para freiras, virgens e viúvas por toda a Idade Média, mas foi no século 19 nos Estados Unidos e Europa que os diagnósticos de histeria explodiram, criando um amplo mercado de vibradores, duchas e outros dispositivos similares. Os médicos costumavam receitar para as pacientes relações sexuais e masturbação, geralmente realizado pelo próprio médico, até que a paciente apresentasse o Paroxismo Histérico (orgasmo).




2 - Homossexualidade

Doenca-mental-960x500

A homossexualidade era e ainda é em alguns países considerado um transtorno mental. A Associação Americana de Psiquiatria desclassificou a homossexualidade como doença em 1973, na China até 2001 os gays eram considerados doentes mentais. Em várias partes do globo os homossexuais são considerados insanos e imorais, e os seus atos passíveis de punição que incluem prisão e até mesmo a morte.




3 - Drapetomania

tumblr_msmskayMTL1rwjpnyo2_400

Drapetomania era uma “doença mental” descrita pelo médico americano Samuel Cartwright em 1851, e segundo ele esta doença fazia com que os negros escravos sentissem vontade de fugir, e como medida preventiva para tal doença era aconselhado chicotear o escravo sem que houvesse um motivo para isto.




4 - Disestesia Etiópica

lincoln end slavery

Outra “doença” diagnosticada pelo Dr. Samuel Cartwright, que era um transtorno mental que assolava principalmente os negros livres, levando eles a vagabundagem e malandragem. E mais uma vez o diagnóstico salvador para este mal eram várias chicotadas no “paciente” - um completo show de absurdos!




5 - Transtorno Afetiva Sazonal

Transtorno afetivo sazonal

Esta desordem moderna sugere que a pessoa que sentir-se triste no inverno e alegre no verão tem um distúrbio de ordem mental (?). Para combater tal doença recomenda-se o uso de luzes especiais para a simulação de luz solar e até antidepressivos.

Fonte: Jornal Ciência

Curtiu? Comenta aí!

  1. Ione Vitória

    25 de novembro de 2015 em 20:46

    INJUSTIÇA?

  2. Leonam

    24 de novembro de 2015 em 10:50

    Achei que ia constar na lista o assunto pedofilia. afinal, tem especialista que diz que é um distúrbio, doença, e outros que não.

    • Luciano Saádeh

      25 de novembro de 2015 em 10:46

      Posso procurar sobre. Valeu

    • Transã1 da America

      24 de novembro de 2015 em 15:16

      Isso é falta de vergonha na cara, e falta de moral, não doença..

      • Leonam

        25 de novembro de 2015 em 08:23

        Negativo, é um distúrbio que deveria ser levado mais a serio em busca de algum tratamento, embora ja existem tratamentos experimentais.
        O que leva as pessoas a negarem que é uma doença, distúrbio é o medo de que se for reconhecido como doença os culpados por crimes fiquem impunes por serem doentes.
        mas é preciso separar uma coisa de outra, existem pedófilos e abusadores, muitas vezes se fazem a pergunta “mas com tanta mulher por ai”, aqui esta a diferença, o pedófilo não sente atração nenhuma por mulheres adultas, por mais bela que seja, não lhe desperta nenhum interesse, seu foco são crianças, ja o abusador é diferente, este ate tem um comportamento sexual adulto com adultas/os mas também pode vir a molestar crianças, este segundo caso eu ate diria que é falta de moral, falta de vergonha, etc, mas o primeiro caso é mais complexo.
        Ha, usei a palavra abusador mas nao sei se este seria o termo correto, mesmo porque existem pedófilos que chegam a cometer crimes e alguns que passam pela vida toda sem chegar a fazer vitimas.

        este tipo de crime é uma realidade que deveria ser trabalhada mais pois so fazer campanhas e dizer que é crime não vai impedir que uma pessoa cometa este crime, vai mais além disto, o desejo do indivíduo é incontrolável, como um vicio, dai parte a necessidade de se estudar mais e buscar tratamentos, mas enquanto a sociedade insistir na tecla de que não é doença, pouco se faz para resolver o problema.

        ps. motivos os quais tenho certo interesse no assunto, tenho duas vitimas deste crime na família, (em épocas diferente) e também um criminoso destes na família, que nao foi o agressor das duas vitimas em questão, também ja participei de campanhas contra este crime, fiz parte de um grupo de combate a isto em 2007 e li alguns livros e documentos sobre o caso, de acordo com muitas informações que li, o numero de pedófilos espalhados na sociedade é muito maior do que os casos que acabam em uma delegacia ou nas paginas de um jornal, mesmo porque é um crime silencioso, que muitas vezes so vem a tona quando a vitima ja é adulta ou, nunca, e como disse, existem muitos pedófilos que jamais agrediram ou agrediram uma criança, mas os riscos são muito altos, dai se fosse considerado doença seria mais fácil haver um registro e ate monitoramento destes indivíduos.

        • Transã1 da America

          25 de novembro de 2015 em 08:26

          Pra mim nuca vai deixar de ser uma safadeza do krl, nem pra rapaseada da cadeia

          • Leonam

            25 de novembro de 2015 em 08:40

            ps, concordo com a cadeia, claro, qualquer indivíduo que ameaça a sociedade tem de estar afastado dela, talvez de forma perpetua.
            mas o que não mencionei corretamente é, se houvesse um tratamento poderia se tratar o indivíduo antes de ele cometer um crime, desta forma evitaria vitimas.
            um exemplo, na época do orkut me lembro de um homem que publicou um texto pedindo ajuda, ele dizia que tinha uma filha de sete anos e estava sentindo atrações pela menina, e isto esta se tornando incontrolável, a única coisa que ele obteve la foi criticas e palavrões, mas, o correto seria alguma ajuda psicológica, algum tratamento para evitar que ele desenvolvesse ainda mais estes desejos, não fiquei sabendo mais nada sobre isto, so espero que ele tenha tido controle sobre isto, tenha se afastado da criança.
            E existem casos de pedófilos que buscaram por conta própria ajuda, alguns chegaram ate a pedir a castração química por livre espontânea vontade reconhecendo o mal que poderiam causar.

            É o que disse, para mim estas campanhas de combate a este crime não tem quase efeito nenhum sobre o indivíduo que ja tem em mente o desejo de cometer o crime, apenas consciencializa a sociedade a denunciar, não ficar parada quando souber de alguma ocorrência.

  3. Lynn Rock

    24 de novembro de 2015 em 10:30

    Existe a doença inversa, como a Lana Del Rey diz Summertime sadness?

  4. Transã1 da America

    23 de novembro de 2015 em 23:40

    So disfunções verdadeiras, homossexualismo em primeiro lugar (Prevejo treta)

    • Luciano Saádeh

      26 de novembro de 2015 em 10:04

      Treta Fail

  5. André Silva

    23 de novembro de 2015 em 22:31

    Gays não são doentes mentais, mas devem ter alguma desordem.

    • Luciano Saádeh

      25 de novembro de 2015 em 10:46

      Pelo o que eu estudei ate agora, há sim desordens….

  6. Jessica Alencar

    23 de novembro de 2015 em 22:03

    Interessante essa parte né,
    “Os médicos costumavam receitar para as pacientes relações sexuais e masturbação, geralmente realizado pelo próprio médico, até que a paciente apresentasse o Paroxismo Histérico (orgasmo).”

    • André Silva

      23 de novembro de 2015 em 22:33

      Muito interessante ( ͡° ͜ʖ ͡°)

  7. chapolim do mal

    23 de novembro de 2015 em 20:25

    Esse Samuel é um grande charlatão e muitos acreditavam nele por ter este estilo de pensar horrível.

  8. Lenyyfla Lenyy

    23 de novembro de 2015 em 19:42

    no meu caso amigo… é todos os dias do ano… sou aquele que se diz…

    he.. he… -_-
    [img]http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2015/11/Transtorno-afetivo-sazonal_thumb.jpg[/img]

16 Comentários
mais Posts
Topo