5 tecnologias criadas para a guerra que usamos diariamente

A guerra é algo que todos nós odiamos, mas foi durante este período que foram criadas algumas das mais brilhantes tecnologias que usamos nos dias de hoje. Por este motivo, separamos uma lista com algumas invenções que surgiram em tempos de guerra e são usadas diariamente.
Confira:




Comida enlatada

Esta é uma das melhores maneiras de conservar os alimentos, e durante a guerra se tornou uma necessidade para alimentar as tropas. Esta tecnologia surgiu nos tempos de Napoleão, mas foi durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial que chegou ao seu ápice, mais especificamente com a invenção da carne em lata, uma invenção uruguaia. Hoje você pode encontrar comida enlatada na maioria dos supermercados. Ela faz parte da dieta básica de milhões de pessoas.




GPS

GPS significa Sistema de Posicionamento Global (“Global Positioning System”) e é basicamente o mesmo sistema desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, no início dos anos 90. A tecnologia tornou-se aberta ao público consumidor em 1996, depois que o presidente Bill Clinton aprovou a ideia.




Lâmpada UV

As crianças de Berlim começaram a ficar doentes e a malformação óssea começou a preocupar as pessoas. Foi neste momento que o Dr. Huldschinsky Kurt notou que seus pacientes tinham algo em comum: todos eles estavam pálidos.

Isso o levou a realizar um experimento em 1918, com um grupo de quatro crianças que se submeteram ao tratamento com lâmpadas de quartzo que emitem luz ultravioleta. Depois de um tempo as crianças apresentaram uma melhora significativa e, em seguida, descobriram que a luz ultravioleta estimula a vitamina D, sendo importante para construir ossos mais fortes. Atualmente essas lâmpadas ainda são usadas ​​em muitos tratamentos, spas, etc.




Drones

Muitos pensam que esta é uma tecnologia do século 21, mas a Marinha dos Estados Unidos utilizava os drones desde o século passado. Existem muitos debates sobre o uso destes dispositivos, pois podem ser utilizados para várias coisas, como vigilância e a invasão de privacidade. Mesmo com essas questões, o seu uso comercial o tornou uma das tecnologias mais bem sucedidas atualmente.




Aço inoxidável

Nós temos que agradecer Harry Brearley por nos dar um dos materiais mais utilizados na indústria da metalurgia e que revolucionou o mundo. O aço inoxidável é o resultado da busca por melhores materiais para serem utilizados em armas, pois o calor do fogo causava o mau funcionamento de armas e canhões. Harry encontrou a resposta para este problema, ele adicionou aço cromado em suas armas e embora acreditasse que havia falhado, ele não fazia ideia que mudaria a história.

  1. Hagner

    29 de janeiro de 2016 em 01:33

    Miojo também

  2. Gabriel Frigini

    28 de janeiro de 2016 em 04:15

    queria um drone

  3. Um cara qlqr q vaga por esse blog

    27 de janeiro de 2016 em 20:08

    magina as tecnologia q vao vir na terceira guerra?

    • Luciano Lobato

      27 de janeiro de 2016 em 20:26

      Provavelmente vamos retroceder se sobrar alguma coisa

  4. Rap­osa Furry

    27 de janeiro de 2016 em 20:06

    Outra tecnologia não citada ( e que pelo menos eu uso bem mais que drone :v ) é o computador, usado ou para calculo de trajetória de projeteis ou para quebrar criptografia

  5. kobe charlles

    27 de janeiro de 2016 em 14:20

    egua… sumiu a opçao de curtir daqui do site, era a unica maneira de mostrar que eu gostei do post

  6. Eduardo Azrael

    27 de janeiro de 2016 em 11:06

    Hã… não sei se não prestei atenção direito ao texto ou se foi só impressão minha, mas a lâmpada UV NÃO foi criada para a guerra, e sim para tratamento médico das crianças e outras pessoas com carência de Vitamina D… acho que ela deveria ser retirada do tópico.

    • Seth Mesquita

      27 de janeiro de 2016 em 23:52

      Mas isso foi na época da Primeira Guerra (1914-1918). Só achei que podiam explicar de onde veio a doença.

    • Luciano Lobato

      27 de janeiro de 2016 em 20:32

      A falta de vitamina D aconteceu pela guerra pois as pessoas se escondiam em lugares aonde não viam a luz do sol e a malformação óssea em decorrência das condições de alimentação precárias das pessoas e das mulheres gestantes.

    • Gabriel Santos

      27 de janeiro de 2016 em 15:48

      É que as crianças poderiam estar protegidas das guerras e de bombas em locais fechados, sem luz do sol, e isso causaria a falta de vitamina D, já que o Sol é o principal sintetizador dessa vitamina. Ou seja, foi criado para a proteção do seu povo na guerra, pode ser visto como que criado para a guerra.

    • Lenyyfla lenyy

      27 de janeiro de 2016 em 14:11

      vdd…

    • Eduardo Azrael

      27 de janeiro de 2016 em 12:09

      Ou então mudarem o nome do Tópico: “4 tecnologias criadas para a guerra e 1 tecnologia criada para a medicina que usamos diariamente”

      • Willyam Ricardo

        27 de janeiro de 2016 em 12:20

        vdd…

  7. Paulo Cezar

    27 de janeiro de 2016 em 00:45

    Claro eu uso Drones o dia inteiro

    • ultramen Tiga

      27 de janeiro de 2016 em 02:12

      Pervertido kkkk

  8. Samuel Panico

    27 de janeiro de 2016 em 00:19

    Harry Brearley achou que tinha falhado na criação de um metal mais resistente porque ele queria descobrir como era a criação do ferro usado pelos otomanos na conquista de Constantinopla (e realmente falhou na descoberta),ferro que era encontrado na índia e forjado em bagdá que foi considerado um mistério até o século XX. Também até o seculo xx (se não me engano) foi considerado o ferro mais resistente já forjado.

  9. André Silva

    26 de janeiro de 2016 em 22:47

    Show!

17 Comentários
mais Posts
Topo