99,9% de tudo que você vê não existe

Os átomos são as pequenas partículas que formam “tudo” que existe em nosso Universo. Qualquer pessoa ou animal é simplesmente um enorme amontoado de átomos, o mesmo serve para uma pedra ou uma estrela. Tudo que nós conseguimos ver no Universo é feito de átomos e essas pequenas coisas são mais bizarras do que parecem.




O que são?

É possível traçar um paralelo entre o átomo e o Sistema Solar. No centro de nosso sistema, nós temos o grande Sol, no átomo, nós temos o núcleo que possui carga positiva. Conforme nos afastamos do centro, nós encontramos planetas orbitando o Sol e no átomo ocorre a mesma coisa, só que em vez de planetas, nós temos os elétrons, que são partículas negativas.

De maneira similar ao que ocorre no Sistema Solar, os elétrons também ficam orbitando em volta do núcleo do átomo. O núcleo possui algo em torno de 99,94% de toda a massa, ou seja, os elétrons formam a menor parte da massa dos átomos.

O significado literal da palavra átomo é “uma partícula que não pode ser dividida”, mas atualmente se sabe muito bem que além dos componentes como elétrons, prótons e nêutrons, os átomos são formados por dezenas de partículas subatômicas, que estão sendo estudadas atualmente no Grande Colisor de Hádrons.

Apesar do simples fato de nós sermos formados por essas coisinhas minúsculas, milhões de vezes menores do que um milímetro, ser algo totalmente estranho, o mais bizarro de tudo é que um átomo “praticamente não existe”.




Somos nada

atom-light-640x360

99.999999999999% de tudo que forma um átomo é espaço vazio. Isso mesmo, entre as partículas que formam os átomos existe muito espaço e tudo que resta é uma quantidade mínima de matéria. Ou seja, tudo que você vê e pensa que toca (já explico isso) nada mais é que espaço vazio.

A única razão pela qual nós não enxergamos através dos átomos que formam objetos, é que os átomos refletem fótons, ou seja, a luz que bate nos átomos acaba sendo refletida e nossos olhos acabam vendo a matéria. Se não fosse por isso, você, o dispositivo que está usando para ler esse post e o resto do Universo seriam invisíveis.

Para deixar as coisas ainda mais estranhas, existe o fato de que nós nunca tocamos em nada, pois os átomos não se tocam, eles se repelem. Todo mundo sabe como dois ímãs se repelem quando dois polos iguais tentam ser aproximados. Exatamente a mesma coisa ocorre com átomos, eles não se tocam devido a força magnética. Ou seja, quando você pega algo com sua mão, os seus átomos não estão encostando nos átomos do que está segurando, existe sempre um minúsculo espaço entre os átomos.

Graças a essa força que repele os átomos que nossa mão não passa por dentro de uma parede ou qualquer objeto, pois como os átomos são basicamente espaço vazio, se não houvesse essa força se repelindo, tudo que é feito de átomo poderia passar por dentro de qualquer coisa.

  1. Toxic Waste ! ~~

    12 de março de 2016 em 06:01

    Lagou aqui, lagou aí?

  2. Blue

    20 de fevereiro de 2016 em 04:50

    Ainda existe muita coisa pra estudar em respeito a essa parte da ciência, nada é realmente certeza e existem muitas teorias e hipóteses diferentes, mas em se tratando da existência ou não da matéria, eu gosto da maneira como os gregos antigos viam o universo, para eles o universo se originou do caos, tudo veio do caos e tudo vai para o caos, pois a origem do tudo e do nada é o caos.

  3. Cavaleiros da Poltrona

    20 de fevereiro de 2016 em 02:06

    Bem estou digitando como anonimo, mais gostaria de ressaltar sobre a teria das cordas, que de uma forma muito simplesmente explicada diz que tudo é formado por pequenas cordas, como já foi dito as partes do átomo são pequenas porem devido a vibração que ocorre nessa corda se forma a matéria, é meio confuso falar sobre isso mais é como ver um bom bole em pé rodando em seu eixo vertical, se ele rodar rapidamente você vera uma esfera, não vou criar textão por que ai ninguem vai querer ler sugiro que tentem pesquisar sobre isso, e que também se deve levar em consideração a matéria escura
    entra ai no meu canal
    https://www.youtube.com/channel/UCWaFCWOaEvQ46deIlo6CWaQ

  4. Ribeiro Neto

    20 de fevereiro de 2016 em 00:55

    Gostei da matéria. Vale ressaltar o seguinte: O espaço pode estar intimamente ligado com átomos também na chamada matéria escura. Talvez o que permeia a eletrosfera de um átomo possa ser mais que vácuo ou um espaço vazio, pode simplesmente ser algo que ainda não tenhamos tido a capacidade para medir, por isso tomamos o conceito de não haver nada. Vale ressaltar também que até pouco tempo estudávamos a água como sendo incolor, insípida e inodora, no entanto todos sabemos que água não tem nada de insípida, até porque se tomamos água, sabemos que estamos tomando água e não qualquer outro tipo de líquido. Da mesma forma pode se comportar o espaço vazio no átomo. Outro fator que pode preencher essa lacuna são as ondas proveniente da vibração das cordas que formam cada átomo existente (teoria das cordas). Então acho que estamos apenas engatinhando no que diz respeito aos corpos menos expressivos (tamanho) da nossa existência.

  5. KonaKona

    20 de fevereiro de 2016 em 00:36

    eu avisei .-.

  6. Julio.bibico

    19 de fevereiro de 2016 em 22:09

    buguei com essa matéria ótimo post

  7. Gui

    19 de fevereiro de 2016 em 18:35

    Matéria com conteúdo interessante mas foi feita por um ATEUZINHO vulgo sr diego, que usa indiretas para duvidar da existência de Deus e essa matéria é uma delas, que comece o mimimi dos ateuzinhos, vou nem dar papo.

    • Joel Alvarenga

      20 de fevereiro de 2016 em 14:13

      Concordo que antigamente as matérias do Sr. Diego eram deste jeito, porém esta matéria tem um caráter totalmente científico.

    • Tolerância Zero

      20 de fevereiro de 2016 em 12:57

      mimimi
      mimimi
      mimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimmi
      mimimi
      mimimi

  8. Mr. Zalgo

    19 de fevereiro de 2016 em 12:28

    Nem sei oque dizer
    Não tem como provar que isso e verdade
    Mas tambem não tem como provar que e mentira…

    • Joel Alvarenga

      20 de fevereiro de 2016 em 14:09

      Já foi provado que isso é verdade, pesquise sobre o experimento de Rutherford.

  9. Fabio Silva

    19 de fevereiro de 2016 em 07:46

    sem querer ser religioso…. Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível. (Hebreus 11.3)

    • Mr. Zalgo

      19 de fevereiro de 2016 em 12:28

      “sem querer ser religioso”

  10. Willyam Ricardo

    18 de fevereiro de 2016 em 23:48

    Acho meio utópico essa ideia de que não existimos, os pesquisadores e cientistas não sabe mau as informações a respeito do mar ( do oceano do nosso planete por completo ) quem dirá a respeito da realidade , da existência . É interessante ,mas meio utópico , agora o fato de nunca ter tocarmos algo , tem relevância. Só acho na minha opinião que a realidade (existência ) é algo muito ,mas muito complexo mesmo, para ser descrito .

  11. Manoel Corecha Neto

    18 de fevereiro de 2016 em 20:44

    uma coisa que é um espaço, não significa que ela não exista…o vazio ocupa a maior parte do universo

  12. Joel Alvarenga

    18 de fevereiro de 2016 em 19:29

    Parabéns Diego, está fazendo umas matérias bem interessantes ultimamente(bem diferente da época que se resumiam em tirar sarro do Cristianismo direta ou indiretamente haha).
    Acho que poderia melhorar a matéria fazendo uma comparação das dimensões do átomo com algo do nosso “mundo palpável”, pois assim como o Sistema Solar(nossa galáxia, nosso universo observável), creio que muitas pessoas não tem noção de quão “vazio” os eles são.

    • Hue Huedson

      20 de fevereiro de 2016 em 16:47

      Olá Joel, com relação à comparação das dimensões do átomo e outras coisas com o nosso mundo palpável, essa animação interativa é bastante interessante. Vale a pena dar uma olha: http://apod.nasa.gov/apod/ap140112.html

      • Joel Alvarenga

        20 de fevereiro de 2016 em 19:06

        Muito interessante, mas ainda não é disto que eu estava falando.
        Esta animação nos informa desde o Comprimento de Planck até o tamanho do Universo Observável, porém poucas vezes informa a enorme distância que existe entre partículas e entre astros.
        Para entender oque quero dizer, olhe está animação do Sistema Solar, com uma escala onde a Lua tem 1 pixel:
        http://joshworth.com/dev/pixelspace/pixelspace_solarsystem.html

  13. thedavidson1978

    18 de fevereiro de 2016 em 19:14

    Essa materia q nao existe. isso sim

19 Comentários
mais Posts
Topo