Minilua

A ilha perdida de Atlântida

Vocês conhecem a lenda de Atlântida, não é mesmo? Mas vocês sabem como ela surgiu? Qual seria a origem desse mito que até hoje inspira filmes, teatros e histórias?

Tudo começa na Grécia antiga, por volta do século IV a.C., quando o filósofo Platão citou a ilha em suas obras Timeu e Crítias. Segundo ele, a ilha era mais como uma potência naval, que ficava após as Colunas de Hércules. As Colunas representam o estreito de Gibraltar que, segundo a mitologia grega, foi aberto por Hércules em um de seus doze trabalhos, unindo assim o Mar Mediterrâneo ao oceano Atlântico. Cada lado do estreito é uma Coluna.

Platão dizia que a cidade perdida existiu há cerca de 11500 anos, e que havia colonizado grandes partes da Europa e da Ásia, mas que, ao fracassar em invadir Atenas, a cidade afundou no mar, graças a um terremoto. Há quem diga ainda que a ilha pode ter sido atingida por um cometa ou até mesmo por uma era glacial que foi responsável por submergir o lugar.

Durante sua existência, diz-se que a ilha era um verdadeiro paraíso na Terra que pertencia a Poseidon, deus dos mares. No centro da ilha, vivia uma jovem, Clito, por quem Poseidon se apaixonou, mas para poder habitar o mesmo lugar que o de sua amante, o deus ergueu colunas e muros feitos de água em volta da casa de Clito. O que pode ter originado a lenda de Atlântida ser uma cidade submersa, além disso, Poseidon teria tido com Clito cinco pares de gêmeos, sendo o primeiro a nascer, Atlas, a quem seu pai, posteriormente, concedeu a supremacia da ilha, já que ele havia dividido-a entre seus dez filhos. Daí o nome Atlântida.

Ainda existem muitas especulações sobre a ilha perdida, muitos estudos já foram realizados por diversas pessoas do mundo inteiro, mas o que existe são somente teorias, mas nenhuma delas possui 100% de certeza. Antes de tentar descobrir a localização da Ilha perdida de Atlântida, seria melhor saber se ela realmente existiu.

Assista aos vídeos e desvende alguns dos mistérios da ilha perdida de Atlântida:

Me adicione no Facebook: Nandy Martins

Adaptado do Wikipédia.