Minilua

A linguagem cuti-cuti melhora o relacionamento

Nada mais insuportável que presenciar casais que se tratam o tempo todo com esse palavreado chicletão:

“Neném, eu tava com xaudadi de você! Agóla, bebê vai bincá com a mamãe! Quem é o bebejinho que quer amorzinho?…”

Realmente, soa exagerado para quem escuta e certamente solteiros odeiam a ideia de serem tratados dessa maneira cuti-cuti.

Por outro lado, a primeira impressão que fica desse casal manhoso é a de serem realmente muito felizes e sem problemas conjugais. A explicação para tanta felicidade está em deixar de lado o jeitão “adulto-normal-cheio-de-responsabilidade” e assumir um papel “romântico-abobado”, fazendo com que isso crie uma atmosfera mais íntima entre o casal.

Nos EUA, foi proposto a alguns casais que passassem a utilizar o estilo meloso para tratar com o seu parceiro. O resultado dessa afetuosidade toda foi um aumento da satisfação sexual, segurança no relacionamento e maior intimidade entre os casais.

A conclusão é que falar fofuras para o seu amor traz muitos benefícios ao casal, não importa a idade. Onti

E você, como ficaria ao ser tratado com todo esse mel?