Afinal, qual a importância da música?

MUSICA

Quantas vezes por dia você costuma escutar música?

Incluindo as músicas de mau gosto que seu vizinho escuta ou aquelas que quase lhe matam de sono na sala de espera do dentista. Certamente, ninguém passa um dia sequer sem que esteja escutando algum tipo de música.

Existe música para toda e qualquer atividade que realizamos ao longo de um dia ou seja, nossas emoções precisam de algo mais que simplesmente palavras para poder ser expressa. Esta forma de arte está presente nas mais variadas sociedades e sua prática é tão antiga quanto nossos ancestrais. O Homo Sapiens surgiu há cerca de 150 mil anos atrás, sendo que há mais de 200 mil os hominídeos já se divertiam com sons emitidos por algum artefato criado para gerar música. Mas, podemos nos questionar para que serviria a música em uma época na qual a tensão dominava, pois a chance de ser devorado a qualquer momento por uma fera era grande, e também, qual a finalidade da música nos dias de hoje, sendo que além da fala, existem diversos meios para comunicação?

Charles Darwin concluiu que a música determina a escolha de parceiros sexuais, estando ela diretamente ligada ao comportamento entre homens e mulheres. Não convencidos de que essa tal teoria possa explicar de forma coerente a verdadeira influência da música em nossas vidas, cientistas dos dias de hoje evidenciam que sons musicais também são importantes para a organização de uma sociedade, em outras palavras, como o ser humano precisava de colaboração grupal na hora da caçada, existiu a grande necessidade de organização social e comunicação, tendo sido a música um fator relevante na execução destas ações exercendo assim, uma função primordial na formação e sobrevivência dos grupos e para amenizar conflitos.

A música pode ter surgido a partir da exteriorização de uma emoção, assim como o choro ou o riso ou também pode ter sido uma tentativa de imitar os sons emitidos pelos animais. Lutando pela sobrevivência, os hominídeos começaram a fazer sons que ameaçavam os predadores, de modo a afastá-los, fato que lhes concedeu o controle sobre o aparelho fonador e assim, precedeu a música e a linguagem.

hominídeosQuem veio primeiro, a música ou a linguagem? As duas são aptidões universais, porém, a linguagem pode ter sido desenvolvida primeiro devido à sua relação com a comunicação. 

Em contrapartida, quando somos bebês, os primeiros indícios de sons emitidos por nós são balbucios musicais, pois nosso aparelho vocal ainda não está desenvolvido e isso gera uma certa divergência em relação aos nossos antepassados, pois suas pregas vocais ainda não estariam completamente prontas para falar, mas eles podiam emitir sons ritmados e a partir de então, ter surgido a música.

A expressão musical serve para extravasar as emoções que não damos conta de transmitir somente com a fala, e, tem relação direta com todas as vivências históricas que ficaram registradas geneticamente, desde os tempos mais remotos, quando éramos presas fáceis, pois o cérebro processa em regiões diferentes cada som, seja ele amistoso ou ameaçador.

A música não só traduz sentimentos como também ajuda o cérebro a funcionar melhor, pois faz com que regiões diferentes sejam ativadas, melhorando também a capacidade de memória e raciocínio de quem toca algum instrumento ou canta. Um grande exemplo disso, são as musiquinhas ensinadas para memorizar fórmulas dificílimas, fica mais fácil decorar quando são cantadas, não é mesmo?

  1. Cibeli Silva

    15 de maio de 2013 em 21:29

    Música pra mim é algo que faz parte do meu existir.. uso dizer que amo mais que todos a música!

  2. King Bradley

    5 de abril de 2013 em 07:34

    http://www.youtube.com/watch?v=5A-EkV3pGJ8 musica pra acabar com todos os funkeiros

  3. Super

    4 de abril de 2013 em 18:28

    eu não entendo que tem gente que não gosta de musica..

  4. Altair Ibn-La'Ahad

    4 de abril de 2013 em 18:19

    “sons musicais também são importantes para a organização de uma sociedade”
    O funk vai gerar o caos O.O

    • Aline Santos

      6 de abril de 2013 em 10:59

      Isso é preocupante, não só o funk, como também o “sertanojo” universitário, tem uma que diz assim:
      Pra que quebrar cabeça com vestibular
      Se papai tem dinheiro pra gente gastar
      Quem não tem dinheiro tem que estudar
      Se não, não tem diploma pra comemorar.

      O que isso quer dizer???????? Eu fiquei mt revoltada qd fui obrigada e escutar essa pérola, pois tenho uma vizinha que escuta e deixa o filho dela escutar esse lixo!! O que vai ser de uma criança que cresce influenciada por essas porcarias?? Escandalizam quem é preconceituoso (em relação a músicas), mas me digaa por favor, por que nos obrigam a escutar esse tipo de coisa, por quê????

  5. lucas rodrigues

    4 de abril de 2013 em 18:06

    Faz tempo que eu não escuto uma boa música, tem músicas que me deixam deprê, tem músicas que aumentam minha baixa auto-estima, tem músicas que me fazem chorar, mas o que está faltando hoje são músicas que nos façam refletir sobre nossos sentimentos, nosso futuro e nossas vidas. A música hoje não é levada a sério por causa de cantores que sequer tem conhecimento musical formado e não vou me dar ao trabalho de dar exemplos, porque todos sabem quais são os cantores que fazem sucesso com músicas sem conteúdo. Música é uma arte que tem que ser bem conduzida por pessoas que sabem fazer um bom trabalho e que fazem questão de agradar seu público, infelizmente a música vive uma fase ruim, sonho com o dia em que possamos escutar uma música bacana no futuro, não essas músicas chicletes que estouram nossos ouvidos e sim músicas de verdade que ensinem lições de vida, que façam o ouvinte criar um aprendizado que ele pode levar pra sua vida toda e passar de geração pra geração.

    • Aline Santos

      6 de abril de 2013 em 10:52

      Verdade, Lucas, infelizmente, estamos rodeados de músicas de péssima qualidade e cantores que pensam que sabem fazer música… Eu senti vergonha quando chamaram o Usain Bolt pra dançar e cantar funk!!!!!

    • Shion .

      5 de abril de 2013 em 18:54

      Ainda existem alguns assim, estamos evoluindo! Porém são pouco aproveitados por cantores de Funk, Pagode, Sertanejo Universitário, =/

      • Shion .

        5 de abril de 2013 em 18:55

        Pouco aproveitados, perdendo para cantores de*

  6. Gabriele Gomes

    4 de abril de 2013 em 17:55

    a música é a única coisa que nos faz esquecermos de todos os nossos problemas

    • Aline Santos

      6 de abril de 2013 em 10:54

      Com certeza!

  7. Weon Kenedi (It's a Lion! Get in the car!!)

    4 de abril de 2013 em 17:35

    “Amo a música. Porque ela ouve o meu silêncio e ainda o traduz, sem que eu precise me explicar…”
    “A música é capaz de reproduzir em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria”
    A música é como uma extensão da alma e de nossos sentimentos…

  8. Xion

    4 de abril de 2013 em 17:18

    A música faz você se expressar,tem músicas que te fazem chorar(As temas do Final Fantasy)outras te fazem querer matar seu vizinho(Funk)outras te fazem dançar que nem um idiota(Gangnam style)outras te fazem lembrar de um alguém especial enfim,a música faz parte de nossas vidas desde que nascemos.

  9. Li Syaoran

    4 de abril de 2013 em 16:54

    A maior comprovação da importãncia da música está no fato de ela também estar presente em outros animais, como os pássaros. Outro fato interessante é que os macacos também se utilizam de ritmo para se comunicar com sua “linguagem”.

  10. William Santos

    4 de abril de 2013 em 16:49

    Acho que a música tem um grande potencial quando se trata de emoções
    ao ouvir Beethoven , Yuruma-maybe ,Ludovico Einaudi Le Onde entre outros
    posso sentir o pulsar do meu coração mais fortes , e minhas lágrimas descerem demoradamente pelo o meu rosto , ela realmente elimina toda a minha serotonina e me faz refletir de problemas precoces que me acompanham indesejadamente a minha juventude. Por entanto, acho que existe 40 cm entre o Paraíso e o Abismo ( Mente e Coração ) , a razão: que te mostra a realidade que se tem que ser vívida e o Coração: as emoções que pode te aprisionar , as influências em crianças engravidando e jovens não passando dos seus 23 anos mostram isso com a música de baixa qualidade nos nossos dias Atuais .

    • Aline Santos

      6 de abril de 2013 em 10:53

      Falou tudo!!

  11. lucas rodrigues

    4 de abril de 2013 em 16:47

    Excelente post, a música é uma arte eterna e revolucionária 🙂

  12. Shun

    4 de abril de 2013 em 16:30

    Sasuke, tu tá muito desafinado, véi

    • Bardock

      4 de abril de 2013 em 16:37

      A dois é igual a b dois mais c dois, teorema de pitagoras, o que sera que vem depois?
      aheauheuaheuaheuahue

      • Shun

        4 de abril de 2013 em 16:40

        auhsuahsuhas cateto oposto sobre hipotenuusa, adjacente sobre hipotenuusa, cateto oposto sobre adjacente é o seno, cosseno e tangeeente kkk

    • santos dumont

      4 de abril de 2013 em 16:37

      Emos não cantam bem

      • Shun

        4 de abril de 2013 em 16:42

        aushuhasuha e mesmo assim as mina retardada pira neles… (tipo a Sakura) 😉

  13. Bardock

    4 de abril de 2013 em 16:10

    Musica é vida. o/

  14. santos dumont

    4 de abril de 2013 em 16:05

    Para mim ela serve para vc refletir em algo,ou se divertir,aliviar seus problemas(qualquer tipo de música)
    Tbm serve para ficar com raiva e com vontade de ir para o campo(funk)

    • Renato Alves

      4 de abril de 2013 em 16:08

      Também existem músicas que te fazem querer espancar alguém, pular de um prédio de tanta euforia, sair correndo na rua só de meias(RHCP kkk’), cortar o cabelo do primeiro emo que você ver…

      • santos dumont

        4 de abril de 2013 em 16:12

        Pois é,imagino a tristeza de quando a humanidade ter aviões particulares (que nem carro qualquer drogado pode ter)e começar a passar esses aviões com essas músicas…

        • Renato Alves

          4 de abril de 2013 em 16:22

          se passarem aviões com essas músicas, provavelmente não perceberíamos, 😉 o avião teria de reduzir sua velocidade e, cá entre nós, isso não seria nada legal… você mais que ninguém deveria saber 😉

          • santos dumont

            4 de abril de 2013 em 16:25

            Pensando bem acho que,nenhum governo faria uma lei que permitiria isso,então acho que a humanidade não desevoluiu tanto assim 🙂

  15. Estudante

    4 de abril de 2013 em 15:56

    Se a música for considerada arte,então é inútil .-.

    • WJ

      5 de abril de 2013 em 15:39

      mas, heeiin? ²

    • Renato Alves

      4 de abril de 2013 em 16:24

      mas, heiin?

31 Comentários
mais Posts
Topo