Minilua

Alemanha desenvolve robô que reproduz sentimentos humanos

Com o desenvolvimento de novas tecnologias as máquinas estão superando sua funcionalidade a cada dia que passa, não é de se admirar que algumas ações humanas estejam sendo substituídas por elas.

Uma obra artística desenvolvida por Nikolas Schmid-Pfähler e Carolin Liebl, denominada Vincent and Emily, propõe afirmar que podem haver sentimentos de amor e ódio entre estruturas robóticas. O projeto é definido como “Dois robôs obstinados estão em um conflito bizarro entre si e os seus arredores”, pelos seus inventores. Quem visita a galeria onde está a obra observa alguns traços comportamentais semelhantes aos das pessoas, porém, os robôs precisam se utilizar de botões, sensores, luzes, motores e alto-falantes para expressar suas emoções. Todas as ações dos bonecos foram previamente programadas: Um impulso para cima e para baixo, indica positividade; quando não conseguem se comunicar claramente, podem acabar se desentendendo, pois isso é interpretado como um ponto negativo. Fatos que ocorrem no cotidiano de muitos casais.

Para conferir a obra, você deve clicar aqui: Vincent & Emily

Os visitantes ainda observaram que o “casal” briga demais, chegando a viver uma relação de gato-e-rato., suas atitudes são imprevisíveis e devido a um mecanismo de motores e dispositivos podem partir da calmaria para a agitação em segundos.

Qualquer semelhança com os humanos não é mera coincidência.