Minilua

O amor pode matar de verdade

É muito normal ouvirmos as pessoas falarem que morreram de amor por outra e coisas desse gênero, mas agora descobriu-se que o amor realmente pode matar uma pessoa!

Cardiomiopatia de Takotsubo

Quando nós temos um enfarto ou ataque cardíaco, nosso coração sofre um sério dano devido à falta de oxigênio em alguma parte, normalmente causada pelo bloqueio de uma artéria. Assim aquele parte afetada morre, causando muita dor e as vezes até mesmo a morte da pessoa.

Só que pode existir um outro tipo de enfarto, o qual não é causado por um interrupção do fluxo do sangue, ele é causado por uma espécie de cansaço em uma parte do coração, que ocorre por causa de uma sobre carga de adrenalina.

Todo mundo sabe que, quando o corpo solta uma dose de adrenalina, ficamos todos elétricos e prontos para ação, só que quando essa dose passa dos limites, ocorre o contrário, deixando a gente “meio mole”. E quando essa dose é solta por muito tempo, pode causar a cardiomiopatia de Takotsubo, quando uma parte do coração recebeu tanta adrenalina que ela para de funcionar.

Ah, o amor!

Isso mesmo! Uma dor de amor pode causar uma cardiomiopatia de Takotsubo e levar uma pessoa, em casos extremos, a morte. Para nossa sorte, o corpo tem lá suas defesas contra esse problema, só que mesmo assim, se a dor do amor for tão grande, o estresse pode chegar a níveis extremos, liberando tanta adrenalina que você pode acabar batendo as botas. Tudo por causa de um coração partido, ou melhor, paralisado.

Então pense bem antes de sair de apaixonando por aí ou o amor pode te colocar em um caixão.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/