Apenas uma tirinha… e uma história emocionante #11

As vezes realmente uma imagem vale mais do que mil palavras, mas o post de hoje vai te surpreender ainda mais! Afinal, quem poderia supor que meros quadrinhos poderiam conter uma história tão emocionante?!

01




02




03

Gostou? Então não esqueça de compartilhar esse post com seus amigos!

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/Minilua

E se inscreva em nosso canal para acompanhar nossos vídeos semanais clicando na imagem abaixo!

minilua.jpg

  1. Guilherme

    19 de dezembro de 2014 em 01:12

    Que história triste =/

  2. Little Uchiha™

    16 de dezembro de 2014 em 22:18

    Ta difícil de ver pelo cel.

  3. chopper

    16 de dezembro de 2014 em 21:29

    Eu tenho hoje 17 anos, quando o meu pai morreu eu tinha 8. Uma cirurgia bariátrica que não deu muito certo, mas ele não morreu na sala de operação, quem dera eu. Ele viveu meses agonizando com os pontos no umbigo que teimavam em infeccionar e não fechavam. Eu com 8 anos de idade tinha maturidade suficiente para entender que ele não viveria muito mais, e mesmo assim, eu o ajudava a tomar banho, a andar, a comer, a quase tudo. Ele morreu em uma terça-feira. Minha mãe chegou em casa e colocou eu, minha irmã e meu irmão no sofá, e simplesmente disse “ele morreu”. Nós choramos, claro, e em 20 minutos, a casa estava lotada de parentes para chorar conosco. Hoje eu já não choro, de fato, é até difícil lembrar da voz dele, e é por isso, que dia após dia eu me sinto mal, pelo fato de não me sentir mal. Eu já não sei se eu o amava, ou se como na tirinha, eu sofri de um luto prévio, mas hoje, quando eu olho fotos, eu não consigo sentir nada ao ver o rosto dele, nem um sentimento qualquer, e é por isso que eu me culpo. Eu não sei se eu sou uma má pessoa por isso.

  4. PlayStation

    16 de dezembro de 2014 em 18:12

    Poha, as imagens tão cortando aki no celular, ajeita esse treco programador!!!

  5. P Pierrot

    16 de dezembro de 2014 em 09:58

    Puxa é veridico a narrativa ai hein.
    A vida familiar tem muitas faces, tem aqueles que desfrutam de uma relação com os pais das melhores e tem aquelas que infelizmente enfrentam problemas.

  6. Luís Felipe

    15 de dezembro de 2014 em 23:33

    Muito bom. Gostei da história, passa bem o ponto de vista do autor.
    Quando ele citou “Brown”, eu fiquei pensando “mas qual Brown?”.
    Tive um alívio ao perceber q era o Brown q eu qria q fosse.

  7. O Carnificina

    15 de dezembro de 2014 em 23:31

    A história no meu entendimento, passa um sentimento de remorso e ódio misturados pela morte do pai. Não entendi bem a moral. Me perdi na metade;

  8. Gabriel Frigini

    15 de dezembro de 2014 em 22:36

    Droga caiu uma lágrima aqui

  9. Gugu Gamer

    15 de dezembro de 2014 em 19:23

    Essa história não tinha cachorro, mas me fez chorar do mesmo jeito ;-;

    • Jeff Dantas

      15 de dezembro de 2014 em 21:55

      Hahahaha não seja por isso, eu coloco uma com gatos! heheehheheeh

  10. chapolim do mal

    15 de dezembro de 2014 em 19:05

    Mais triste que a tirinhs está a situação dos comentários, eu estsva olhando e percebi que dos últimos 20 posts apenas 11 superaram a marca de 20 comentarios, tá bem fraco o movimento de pessoas com contas dispostas a comentar.

  11. Adriano Hidden®

    15 de dezembro de 2014 em 18:23

    Alguém já viu a tirinha do Homem que Colecionava Perguntas e o Homem que Colecionava Respostas de Kostas Kiriakakis? Não vou linkar pq não tô afim…

  12. Terrorista

    15 de dezembro de 2014 em 18:12

    #RIPLEVYFIDELIX
    QUE DEUS O TENHA GRANDE HOMEM QUE CRIOU AEROTREM E XINGOU OS GAYS TAMBEM ERA UM POETA
    NAO SABIA QUE SE CHAMAVA ZEZINHO SOARES(SERA QUE TEM ALGUM PARENTESCO COM O JO?)
    ENFIM, GRANDE HOMEM QUE ESTA AO LADO DO SENHOR

    • chopper

      19 de dezembro de 2014 em 13:24

      #rip Levi, sempre nos lembrando que órgão excretor não reproduz…

    • chapolim do mal

      15 de dezembro de 2014 em 19:06

      Morreu o vilão do sonic, o seu barriga brasileiro?

  13. Wagner

    15 de dezembro de 2014 em 17:48

    Num achei lá essas coisas.

  14. Sabrina

    15 de dezembro de 2014 em 17:44

    Por que é tão difícil compreenderem que a morte é algo natural, e não algo que devemos temer? Só pelo fato de não saber o que vem depois dela?

    • Blue

      15 de dezembro de 2014 em 20:58

      Prefiro ter uma vida curta e feliz do que ter uma vida longa e triste, não sei o que vem depois da morte, mas sei que quero aproveitar o máximo que puder.

    • André Silva

      15 de dezembro de 2014 em 18:20

      Não, mas por tudo o que deixaremos em vida e a saudade e tristeza que deixaremos em algumas pessoas.

      • Sabrina

        15 de dezembro de 2014 em 18:26

        E daí fica a questão André. O suicídio é um gesto egoísta ou somente para livrar essas pessoas do sofrimento que sentes e consequentemente as atinge?

        • André Silva

          15 de dezembro de 2014 em 18:35

          Acho que a pessoa se suicida pra se livrar de uma vida de sofrimento (afinal, tem que ter um motivo muito forte pra cometer o ato). Eu por exemplo temo a morte pois sei que tenho muita coisa pra fazer ainda, pretendo conhecer lugares, pessoas, aprender novas línguas, virar biólogo, entre outras coisas. E também penso no sofrimento que causaria à minha família. Meus pais são muito apegados comigo. Não temo a morte por não saber o que vai acontecer depois, e sim pelos motivos citados.

          • Sabrina

            15 de dezembro de 2014 em 19:03

            Compreendo. A morte é uma coisa muito pessoal que tende a ter opiniões diferentes mediante às suas perspectivas. Enfim, se um dia nasceu, irá morrer rs.

          • chapolim do mal

            15 de dezembro de 2014 em 19:30

            Não acho que essa seja uma regra, acho que um dia no futuro nós venceremos a morte mas isso acarretatá em muitos problemas.

          • Sabrina

            15 de dezembro de 2014 em 20:09

            Quem sabe… enquanto não chegamos à ele, continuaremos tentando “adivinha-la” baseando-se naquilo em que acreditamos.

          • Blue

            15 de dezembro de 2014 em 23:44

            A morte é natural, é impossível viver para sempre, sempre aparece mais uma doença, um assassinato, guerras, desastres, acidentes, a morte é simplesmente inevitável, uma hora acontece, só que ninguém sabe quando, e aqueles que sabem prefeririam não saber.

          • chapolim do mal

            15 de dezembro de 2014 em 23:58

            Ainda existe a possibilidade de traansferirmos nossas consciencias para robos indestrutíveis ou trazer pessoas dos mortos com fungos e muitos outros métodos.

          • Sabrina

            15 de dezembro de 2014 em 23:54

            Faço das minhas palavras, as suas.

  15. Frank the Rabbit

    15 de dezembro de 2014 em 17:42

    Gente, sem brincadeira…
    Depois do terceiro quadrinho eu me perdi completamente na história, alguém ajuda aí!!!

  16. chapolim do mal

    15 de dezembro de 2014 em 17:38

    No dia que a morte deixar de ser um problema para virar uma solução o homem será triste e a humanidade alegre porque ela sobreviverá.

  17. Romulo Augusto

    15 de dezembro de 2014 em 17:35

    BLASTOISEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  18. Sabrina

    15 de dezembro de 2014 em 17:22

    A morte é inevitável. Somente temos o poder de escolha de adianta-la. Às vezes, por mais que nos esforcemos, não podemos mudar a escolha da outra pessoa.

  19. Caciano Genz

    15 de dezembro de 2014 em 17:20

    “a vida é um jogo de cadeiras, onde os bons terminam de pé!”
    que foda essa frase. e agora a minha duvida:
    “O que nos podemos fazer por nos mesmos ou pelos outros? “

  20. André Silva

    15 de dezembro de 2014 em 17:19

    Rapaz, parei de ler na metade da tirinha porque comecei a ficar deprimido.

    • Caciano Genz

      15 de dezembro de 2014 em 17:21

      imagina como o autor se sentia então..

      • André Silva

        15 de dezembro de 2014 em 17:23

        Né? Dá até pena!

  21. rafael ferreira

    15 de dezembro de 2014 em 17:03

    [img]http://2.bp.blogspot.com/-QajdRl48eyI/TsayjjWGfEI/AAAAAAAAAak/849k5KB1Kfg/s1600/eu+tenho+um+blog+de+tirinhas+meme.png[/img]

    • chapolim do mal

      15 de dezembro de 2014 em 17:49

      A gata depois
      [img]http://https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSdAbFkTC05fp4RBNEReDXS8F4kbfbO5hNGJ9ve6VvbfqFr12Xq[/img]

      • Jeff Dantas

        15 de dezembro de 2014 em 21:56

        Hahahahah morri com a montagem! ^^

    • Caciano Genz

      15 de dezembro de 2014 em 17:17

      emocionante, historia de amor melhor que crepúsculo!

39 Comentários
Topo