Apocalipse real: Big Rip #4

99% de todas as espécies que um dia viveram em nosso planeta já foram extintas pelas grandes forças da natureza. Meteoros, vulcões, raios gama, enfim, o Universo parece ter uma luta constante contra a vida, mostrando que, a qualquer momento, o apocalipse pode se tornar real:




No início dos tempos

big-bang

A Teoria aceita pelos principais cientistas e associações científicas sobre o início do Universo é o polêmico Big Bang. Segundo essa ideia, nosso Universo, no início de seu tempo, era apenas um ínfimo ponto, infinitamente denso e quente. Por alguma singularidade, esse pequeno ponto iniciou uma expansão, que acabou criando tudo que existe.

A Teoria do Big Bang não explica de onde veio, nem porque a matéria que compõem o Universo estava confinada naquele ponto. Nem tenta explicar a origem antes do início dos tempos. Ou seja, o Big Bang só explica o que aconteceu após o início da expansão do Universo, o que aconteceu antes é uma outra história.




Como sabemos disso?

big_rip_crunch_death_of_universe_black_hole

Durante muito tempo, a origem do Universo era explicada apenas por religiões e crenças místicas. Até que a Teoria do Big Bang surgiu e se tornou uma das mais bem fundamentadas, pois consegue explicar muito bem a situação atual do Universo. Nós sabemos que o Universo está em estado de expansão. Ou seja, ele está crescendo conforme o tempo passa. Quando essa descoberta foi feita, a Teoria de que ele se expandiu a partir de um ponto ganhou força.

Imagine que, antes do Big Bang, o Universo fosse uma balão totalmente vazio e encolhido. A partir do momento em que sua expansão se iniciou, seria como se alguém estivesse soprando ar para dentro do balão. E quanto mais o tempo passa, mais o balão se expande, exatamente como o Universo.

Quando o entendimento da expansão universal aconteceu, muito cientistas acreditaram que ela deveria ficar mais lenta, como uma bola que vai perdendo força conforme avança. Porém o contrário acontece, criando um futuro negro para a humanidade.




Big Rip

big_bang

Como a expansão Universal continua acelerando a toda o vapor, daqui há alguns bilhões de bilhões de anos, chegará um momento em que existirá tanto espaço, para tão pouca matéria, que tudo que restara no Universo será espaço vazio e escuridão.

A cada dia, os espaços que existem no Universo aumentam, enquanto as galáxias se distanciam e abrem vazios espaciais intransponíveis. Até o ponto em que a quantidade de gravidade necessária para manter as coisas juntas será insignificante para todo o espaço e o fim gelado do Universo destruíra todos os vestígios do que um dia aqui existiu.

  1. CAROL

    22 de agosto de 2015 em 14:57

    oi

  2. CAROL

    8 de maio de 2015 em 10:39

    LEGAL

  3. Vinicius Vianna

    5 de maio de 2015 em 08:27

    Antes de nosso planeta se distanciar do Sol o suficiente para morrer num inferno gelado, o proprio homem ja terá extinguido a vida na Terra.

  4. VanDrak SubZero

    4 de maio de 2015 em 13:53

    daqui pra lá, nem sei se estarei mais aqui… então que se Floudaaaaaaa :p

  5. Ophelia Dilaurentis Soares

    3 de maio de 2015 em 00:40

    Nossa como é triste o final dessa teoria 🙁

  6. Gênesis

    2 de maio de 2015 em 12:17

    Minha teoria acadêmica leva meu nome e diz que o universo é minúsculo para outro ser, assim como somos gigantescos para átomos. Podemos ser parte do sistema circulatório de um outro ser gigantesco (ao nosso ponto de vista) que como não é “orgânico” tem como fontes do equilíbrio de sua existência as galáxias, como se fossem células ou neurônios. Nunca saberemos se existem outros universos inteligentes e minúsculos dentro de nós mesmos, pois eles se compõem em um outro tipo de organização física.

    • Khal Drogo

      2 de maio de 2015 em 20:18

      Eu já vi uma teoria parecida num site, chamada de “Loop infinito entre os espaços”. Consiste que super pequenas partículas em nossos átomos são universos, assim como o nosso é uma partícula em outro, o que gera um Loop eterno (estamos dentro de um universo, e há universo dentro do nosso, e dentro desse universo há outro, e por aí vai…)

  7. Blue

    2 de maio de 2015 em 08:33

    Existe um limite para a expansão? Existe algo além? Se está se expandindo, está se expandindo em que espaço? Um espaço que não existe? O universo é confuso…

  8. willyam ricardo

    1 de maio de 2015 em 18:35

    Interessante …infelizmente a raça humana n vera isso nunca …:l

    • Leonardo Henrique

      5 de junho de 2016 em 00:07

      E se isso acontecer a gente já vai tar tudo morto

  9. Nicolau Figueredo Paulino

    1 de maio de 2015 em 17:13

    as galaxias estão se distanciando ?? achei que a energia escura estava segurando elas

  10. Miroslau

    1 de maio de 2015 em 16:59

    nós somos um programa de computador alienígena e seremos deletados ashusahu

  11. Wyvern Björk

    1 de maio de 2015 em 11:12

    AnTeDeGuEmOn!

  12. Gabriel Frigini

    1 de maio de 2015 em 00:57

    O loko!

  13. Wayne Griffin

    1 de maio de 2015 em 00:27

    Pelo que eu sabia o Big-Rip não é isso, o big rip tem mais a ver com uma expansão que é super acelerada e desintegraria as galaxias até sobrar até o próprio átomo fragmentado. Na hipótese em que o universo congelaria é diferente( é também a mais plausivel) mas nela as galaxias não se afastam aceleradamente, ela consiste em um desequilíbrio entre a gravidade vs a força da expansão do big-bang onde a expansão vence com o auxilio da “energia escura” .

  14. Mutley

    30 de abril de 2015 em 21:57

    Eu não sei se entendi direito , mas segundo a teoria do Big Rip o Universo se expande muito rápido ao ponto da criação de novas galáxias e outros corpos não conseguirem acompanhar certo ?(ou errado?) , só que o que eu não entendi é que como vai ocorrer o fim de tudo,digo, se as galáxias se distanciam cada vez mais é porque elas se movem , então como um imã perto de um metal cada vez que estão mais longe um do outro vão perdendo sua ”atração magnética” , em outras palavras , isso fará com que o ”trem saia dos trilhos”.

    • Khal Drogo

      2 de maio de 2015 em 20:15

      Não, meu amigo. Imagine bolas em um elástico.
      Você estica as extremidades do elástico em direções opostas, e isso faz com que as bolas neste elástico se distanciem uma das outras e seus espaços aumentem. É a mesma coisa.
      Agora, se você esticar infinitamente o elástico, as bolas irão se repartir, fragmentarem, apenas para acompanharem a dilatação do elástico (estimando-se que ele não arrebentasse).
      É o que eu acho xD

  15. Greengineer

    30 de abril de 2015 em 21:34

    Sou mais a teoria dos egípcios onde o universo surgiu de um deus que se chupou…

    [img]https://i.imgflip.com/kwbfu.jpg[/img]

    E está expandindo até hoje.

    • Kuzan

      2 de maio de 2015 em 09:49

      Ele bateu uma e criou o universo, imagina se ele tivesse transado, ia criar infinitos universos paralelos.

    • willyam ricardo

      1 de maio de 2015 em 18:32

      Esse é o deus mais BIZARRO de todos os tempos…putz kkkkkk

      • Greengineer

        1 de maio de 2015 em 19:33

        Repare nos dois pés esquerdos dele…

    • chapolim do mal

      1 de maio de 2015 em 10:43

      Apesar de ser bastante escondido, existem muitas pinturas egípcias que mostram homens com pênis avantajados, agora eu me pergunto, por quê?

  16. chapolim do mal

    30 de abril de 2015 em 21:14

    Ai depois quando o universo atingir um limite existencial, irá se encolher e a matéria se juntará novamente teremos provavelmente mas uma época de infinitos corpos que depois irá se encolher e colidir tudo. Isso foi o que eu acho que aconteceu antes do nosso universo e, como o Galactus, quem sobreviver a próxima implosão, verá um novo universo surgir.

    • Mutley

      30 de abril de 2015 em 22:08

      Fico me perguntando , se o Universo esta em expansão , o que esta além do Universo ? nada ?, outros Universos ? e se eles se colidirem ? qual o tamanho da m**** que daria ?

      • Kuzan

        2 de maio de 2015 em 09:48

        O universo ta meio que “esticando” não se expandindo, não há como sair do universo e não tem nada fora dele.

      • Wyvern Björk

        1 de maio de 2015 em 12:06

        Mas tipo, eu já pensei nisso e cheguei a conclusão que o processo de destruição demoraria para acontecer pelo simples fato do irreal não se misturar com os fatos demonstrados pelas industrias que produzem marketing oficialmente e exclusivamente direcionados á população menos favorecida do mundo. Encaixando isso no contexto do universo estaríamos dando brecha a varias situações não fundamentadas sobre uma nova forma de vida, ou seja, aliens. Segundo a bíblia, todo homem deve se reproduzir e nunca se suicidar, pensando assim, essa regra valeria também para os aliens? será que os ovnis realmente existem? Será que a Bíblia expõe fatos verídicos? #VivaACheGuevara

        • chapolim do mal

          1 de maio de 2015 em 14:50

          Você fumou do cachimbo da paz, ó irmão esquedalha.

  17. Bru No

    30 de abril de 2015 em 21:12

    A influência de uma galáxia em um planeta é praticamente desconsiderável. O que poderia causar uma extinção por privação de luz seria um afastamento do planeta em relação à estrela que orbita, mas essa distância cresce muito lentamente, de maneira que os organismos deveriam adaptar-se às mudanças climáticas e falta de luz decorrentes de tal afastamento.

28 Comentários
mais Posts
Topo