Minilua

Até 2030 morrerão mais de cem milhões de pessoas vítimas do clima!

Conforme estamos presenciando no momento, a instabilidade do tempo é algo que está afetando ativamente nosso cotidiano.

As temperaturas continuam a subir constantemente. Isso se dá pela grande quantidade de gases lançados na natureza, causando uma verdadeira bagunça climática e, por isso, muitas vezes, em um dia ensolarado, somos surpreendidos por uma chuva torrencial. Sem falar nas plantações e animais que sofrem com a seca em algumas regiões onde a chuva seria essencial para a sobrevivência destes.

E as consequências desse rebuliço são o derretimento das geleiras, aumento excessivo de temperaturas, secas e elevação do nível do mar.

“Uma crise combinada carbono-climática deve custar 100 milhões de vidas entre agora e o final da próxima década”, segundo o parecer da Dara. O que significa que seremos afetados pelas condições do clima.

O PIB depende diretamente dos efeitos positivos ou negativos que as mudanças no clima apresentam, estando reduzido no momento, justamente pela escassez causada pela influência do clima.

A Dara, organização humanitária internacional, prevê que poderão morrer cerca de cem milhões de pessoas afetadas pelo clima extremo, sendo que uma grande porcentagem deverá ocorrer em países subdesenvolvidos, logo, esses países terão maiores quantidades de vítimas, pois há uma grande expansão industrial e faltam ações ambientais suficientes que possam conter a produção de gases no ar.

Cientistas e pesquisadores não descartam a possibilidade de haver um superaquecimento causado pela temperatura, que vem aumentando a cada dia.

Podemos contribuir para evitar algumas consequências, tomando atitudes tais como não desperdiçar energia elétrica, controlar o consumo excessivo de água, reciclar e não jogar lixo no chão, plantar uma árvore. Essas são pequenas ações, porém de grande valia, se cada um fizer a sua parte, fica bem melhor!

 

Não deixe de recomendar e espalhar este post para seus amigos!

Para me adicionar no Facebook, só clicar abaixo!

Aline Santos