Minilua

Bandas que marcaram época: Cranberries #14

Linger, Ode To My Family, Just My Imagination e Dreams. Na certa, você se lembrará de pelo menos uma dessas canções. Elas fazem parte da carreira de uma das mais importantes banda do cenário internacional, os Cranberries. No post abaixo, você confere um pouco da biografia do grupo.

Curiosidades

– A banda foi formada no final dos anos 80, mas especificamente em 1989, através dos irmãos Noel e Mike Hogan.

– Um ano mais tarde, em 1990, era a vez de Fergal Lawler (baterista) e Dolores O’ Riordan entrarem para o grupo.

– Em uma primeira etapa, o grupo irlandês foi chamado de “Cranberry Saw Us”. O complemento, por sua vez, fazia uma espécie de trocadilho com a palavra “souce” (molho em inglês).

– Após alguns ensaios, a banda decide investir na gravação de uma fita demo. O trabalho, por sua vez, seria enviado para uma série de gravadoras.

– Após alguns convites, seus integrantes, decidem, enfim, assinar contrato com a chamada Island Records.

– No mesmo período, a canção “Linger”, primeiro single do grupo, conquista fama e prestígio em diferentes partes do mundo.

– A música, segundo Dolores O’ Riordan, refletia um período de transição em sua vida, que culminaria, aliás, em seu primeiro beijo.

– Ainda sobre a trilha, ela faria parte do álbum de estreia dos Cranberries, “Everybody Elses is Doing It, So Why Can’t We”, de 1993.

– O trabalho, composto por 12 faixas, contaria com outro grande clássico da banda, “Dreams”.

– No ano de 1994, uma mudança significativa passa a ocorrer dentro do grupo. Dolores, por exemplo, se casaria com Don Burton, gerente da turnê da banda.

– Paralelamente a isso, no período, é lançado o segundo álbum de estúdio dos Cranberries, “No Need to Argue”,

– Entre as composições, destaque para “Zombie”, uma crítica contundente sobre a disputa entre católicos e protestantes na Irlanda.

– No mesmo trabalho, outras duas canções conquistariam o público: “Ridiculous Thoughts” e “Ode To My Family”.

– A partir de então, são realizados diversos shows. No mesmo período, começam a surgir rumores sobre uma possível separação do grupo.

– Para a sorte dos fãs, isso não chegaria a ocorrer, e três anos depois, a banda entraria em estúdio para gravar seu quarto álbum, “Bury The Hatchet”.

– O álbum, aliás, seria permeado de hits, entre eles: “Animal Instinct”, “Promises”, “Just My Imagination” e “You and Me”.

– Na década seguinte, apenas mais um trabalho seria lançado, “Wake Up and Smell The Coffee”. Deste álbum, destaque para as faixas “Analyse” e “This is The Day”.

– Dolores O’ Riordan, por sua vez, lançaria um trabalho solo, "Are You Listening", de 2007.

– A banda segue na ativa, e prepara, já para os próximos meses, o lançamento de um novo álbum.

Discografia

Everbody Else is Doing It, So Why Can’t We (1993)

No Need to Argue– (1994)

To The Faithful Departed (1996)

Bury The Hatched– (1999)

Wake Up and Smell The Coffee– (2001)