Minilua

Por que beijamos de olhos fechados?

É tão natural fecharmos os olhos quando estamos beijando alguém que nem notamos que sempre fazemos isso. Mas será que existe algum motivo especial para tal reação corporal?

Sentidos

Nosso cérebro é uma máquina poderosa, capaz de lidar com coisas complexas de todos os tipos, mesmo assim, ele possui suas limitações. Com todos os sentidos que temos, é bastante fácil sobrecarregar nosso órgão pensante, fazendo com que ele simplesmente “desligue” algumas funções que acha menos importante.

Exatamente isso acontece na hora em que estamos beijando. Um estudo chamado “Human Perception and Performance”, publicado no “Journal of Experimental Psychology”, mostrou que a visão é um dos sentidos que mais demanda poder de processamento do cérebro e ela pode afetar demais os outros sentidos.

No beijo

Quando estamos beijando alguém, tudo que importa é o que está acontecendo na boca e com as mãos. A visão se torna menos importante, até porque não temos muito para ver nessa situação. Por isso, fechamos os olhos naturalmente. Isso faz com que o cérebro fique livre para processar as questões relacionadas com o tato e o beijo acaba sendo melhor sentido pelo corpo.

Com os olhos abertos, o cérebro tem que se dividir para processar o tato e a visão. E o estudo revelou que quanto mais intensa é a visão que temos de algo, menos os outros sentidos funcionam.

O estudo usou voluntários vendo cenas agitadas e cheias de informação, enquanto liberava pequenos tremores em suas mãos. Conforme a cena ficava mais complicada de se entender, os voluntários simplesmente perdiam o tato e não sentiam mais nada.

Por isso, se você quiser realmente aproveitar o beijo, feche bem seus olhos e deixe seu tato se tornar o principal sentido.