Minilua

Biografia Minilua – Edir Macedo #2

Como citado no post anterior, a infância e a adolescência de Edir Macedo foram permeadas por mudanças. Uma das mais significativas, por exemplo, aconteceria aos 16 anos, quando sua família se transfere para a região do Morro do Catumbi, no centro do Rio de Janeiro. Foi lá, aliás, que o futuro líder da Igreja Universal concluiria o ginásio. Pouco tempo depois, ele já conquistava um emprego em um escritório administrativo, ganhando o equivalente a um salário mínimo. O valor conquistado era utilizado no custeio de seus estudos, além das despesas de sua casa. Esforçado, ele ainda concluiria o chamado curso cientifico o equivalente ao ensino médio de hoje.

 

Funcionalismo público

No ano de 1963, Edir Macedo inicia uma bem sucedida carreira no funcionalismo público carioca. Ele se tornaria continuo na Loterj (Loteria do Estado do Rio de Janeiro), tendo como principal incentivador, o governador da época, Carlos Lacerda (foto acima). O político, por sua vez, nutria uma forte amizade com o pai de Edir, Henrique Francisco Bezerra, o qual já havia trabalhado anteriormente em suas campanhas eleitorais. Foi graças a essa amizade, aliás, que o líder religioso conquistaria a vaga. Entre as atribuições do jovem Edir estava a de servir café da manhã para a diretoria da instituição. Seu trabalho de meio expediente, aos poucos foi chamando a atenção dos demais funcionários da Loterj, tanto que seus superiores, após 10 anos, lhe entregariam um diploma de bons serviços prestados. Edir Macedo ainda conquistaria diversas promoções dentro da entidade, até chegar ao posto de tesoureiro, cargo de confiança do presidente da instituição. Na Loterj, ele permaneceria por 16 anos, até pedir demissão da estatal para fundar, certo tempo depois, a organização que daria origem a Igreja Universal do Reino de Deus.

 

Cursos

Na época, uma das maiores pretensões de Edir Macedo era conquistar um diploma universitário. Para tal, até diante de sua facilidade com os números, ele ingressaria na Universidade Santa Úrsula, no Rio, e cursaria matemática por 02 anos. Logo deixaria a instituição, se transferindo para a Universidade Federal Fluminense, em Niterói, onde estudaria por mais algum tempo.

 

A Juventude

        

Nas poucas horas de lazer, o líder religioso se dedicava ao futebol e aos namoros. No caso específico do futebol, botafoguense de coração, ele passaria a frequentar o estádio do Maracanã quase que semanalmente. Entre seus ídolos estavam os craques Garrincha (foto acima), Gérson, Carlos Alberto e Nilton Santos. Já em relação aos namoros, diga-se de passagem, ele era inequivocadamente um namorador nato. Vaidoso por excelência, ele cultivava na época uma vasta cabeleira, lisa e comprida, fato este, que fazia de Edir Macedo um rapaz bastante desejado pelas mulheres. Dentro desse contexto, parecia inevitável sua iniciação sexual. Ela, aliás, aconteceria aos 16 anos, numa farra com os seus colegas de escola. “Foi antes do casamento, antes da minha conversão. Foi num bordel em frente ao colégio em que eu estudava á noite”, revela Edir Macedo.

 

Cristão evangélico

            

Enquanto se divertia na adolescência, um medo passaria a atormentá-lo: ir para o inferno após sua morte. Diante dessa perspectiva, ele enfrentaria, já nos meses seguintes, uma nova realidade. Elcy, sua irmã mais velha, constantemente era acometida por crises de bronquite asmática e falta de ar. Sua mãe, Eugênia, preocupada com a situação, chegaria a levar a filha em diversas igrejas católicas e centros espíritas, tudo em vão. Tudo parecia fadado ao fracasso, até que em uma noite, após ouvir um programa de rádio apresentado por um pastor canadense, a família decide procurar ajuda especializada. Na atração, o religioso convidava seus ouvintes a visitarem uma igreja, a chamada Nova Vida. Alguns dias depois, impressionada com o discurso do orador, a irmã de Edir Macedo decide visitar o local. Após algumas reuniões, seus ataques de asma cessariam por completo. Intrigado com o fenômeno, Edir decide também procurar ajuda espiritual. Em um primeiro momento, visitando uma missa católica, e logo em seguida, passando a meditar sobre passagens bíblicas. Algumas semanas se passam, e a convite de sua irmã, ele começa a frequentar os cultos da Nova Vida. As reuniões aconteciam na sede da Associação Brasileira de Imprensa, no centro do Rio de Janeiro, onde se reuniam aproximadamente 500 pessoas. Com o passar dos meses, através do suporte de um pastor da entidade, Edir Macedo passa a se inteirar um pouco mais sobre teologia e ensinamentos cristãos.

Continua…