Biografia Minilua – João Paulo II

y199403312638952

Nesta semana, o Minilua apresenta a trajetória de uma das figuras mais queridas da história recente, João Paulo II. Confira entre outros assuntos, a sua chegada ao pontificado, sua popularização dentro da Igreja Católica, além é claro, das visitas realizadas por ele ao Brasil. Uma boa leitura!




Histórico pessoal

image

Karol Józef Wojtyła, seu verdadeiro nome, nasceu em Wadowice, Polônia, em 18 de maio de 1920. De família pobre, ele crescera tendo como principais incentivadores, o pai, Karol, de quem herdara o nome, e o irmão, José. Ainda na adolescência, passa a nutrir forte interesse pelo teatro, pela música e literatura. Ainda nessa fase, entraria em contato com a chamada Comunidade Judaíca da Cracóvia. Paralelamente a isso, assistia a intensificação da Segunda Guerra Mundial, perdendo nesse período, diversos de seus amigos e colegas. Atleta, o futuro Papa, chegaria a atuar como jogador de futebol em um pequeno clube de Wadowice. Certo tempo depois, ele já demonstrava o seu dom para a religiosidade. Tanto isto é verdade, que ele seria responsável pela criação da chamada Congregação Mariana em seu colégio. O fato, aliás,seria peça importante, para que meses depois, em 01 de novembro de 1946, fosse ordenado sacerdote católico.




Passagem pela universidade

image

Na década de 50, Karol ingressaria no meio acadêmico. Foi docente de Ética na Universidade de Jaguelônica e posteriormente em Lublin, na Universidade Católica daquela localidade. Em 1958, é nomeado bispo auxiliar da cidade de Cracóvia. Diante dos bons serviços prestados, quatro anos mais tarde, em 1962, chega ao cargo máximo naquele diocese. Em 1963, nova conquista, e é apontado pelo então Papa Paulo VI como arcebispo de Cracóvia. Na nova função, o futuro Papa teria papel determinante no Concílio Vaticano II, tendo colaborado na redação dos documentos que daria origem, meses depois, a chamada “Declaração Sobre a Liberdade Religiosa” (Dignitatis Humanae) e a “Constituição Pastoral da Igreja no Mundo Moderno” (Gaudium et Spes). No final daquela década, em 28 de junho de 1967, seria elevado a cardeal pelo Papa Paulo VI.




João Paulo II

image

Após a morte do Papa João Paulo I, em setembro de 1978, se fez necessário a convocação do conclave para escolha de seu sucessor. Para a realização do processo, todos os cardeais com menos de 80 anos de idade, deveriam a partir de então, se encerrar na Capela Sistina. Lá, permaneceriam até que o novo pontífice fosse escolhido. Entre os papabile, dois nomes chamavam a atenção, a do ultraconservador Giuseppe Siri e a do liberal Giovanni Benelli. Apesar da forte disputa interna, no final do processo, Karol Wojtyła, então arcebispo de Cracóvia, seria aclamado como novo representante da Igreja Católica. Para tal, até como homenagem ao seu antecessor, o novo Papa deixava de lado o nome Karol, e passara a ser chamado de João Paulo, Giovanni Paolo II, em italiano.

E não perca amanhã, a segunda parte deste especial sobre a vida do Papa João Paulo II. Até lá!

  1. Cleriston Rodrigues Farias

    17 de setembro de 2011 em 20:16

    O melhosim papa que ja pasou

  2. Lucere et Fovere

    23 de maio de 2011 em 11:28

    O Papa marcou a vida de muita gente e marcará ainda durante muitos anos. Um exemplo de vida.

  3. Santiago Junior

    17 de dezembro de 2010 em 12:49

    O Papa João Paulo II sem duvida mudou totalmente o coração de muitas pessoas!

  4. Nivaldo Jr

    16 de dezembro de 2010 em 22:56

    John Frusciante!!!To esperando.

    • Jeff Dantas

      16 de dezembro de 2010 em 23:00

      Oi Nivaldo, tudo bem? Prometo que a próxima biografia será do John Frusciante. xD

      • Nivaldo Jr

        16 de dezembro de 2010 em 23:32

        Beleza.Vlw cara.

6 Comentários
mais Posts
Topo