As mais bizarras tradições do mundo

Cada povo possui suas tradições e as pratica como algo comum, mas às vezes quando elas são observadas de fora, por outras culturas, algumas delas podem parece bizarras e até abomináveis. Como essas tradições que vamos conhecer, que para nós parecem estranhas, mas são praticadas como algo comum por seu povo:




Enterro Celestial

0aGzY-600x400

Praticada pelo povo do Tibet, o Enterro Celestial é uma tradição onde os mortos são oferecidos para animais. Os parentes do falecido picam o corpo e colocam em campo aberto, onde normalmente as aves de rapina o devoram, deixando apenas os ossos.

Isso é feito por que a crença deles diz que as pessoas reencarnam, dessa forma não existe sentido nenhum em conservar o corpo, sendo assim é um ato de generosidade dar os restos mortais para outros seres vivos.




Seppuku

seppuku

Mais conhecida como Harakiri, o Seppuku é uma tradição praticada pelos japoneses, que consiste em cortar a própria barriga com uma espada para se livrar da desonra, para evitar ser pego pelo inimigo na batalha ou mesmo por lealdade.

O interessante é que existe todo um ritual de purificação antes de se matar. E, também não basta apenas se cortar de qualquer jeito, a espada deve entrar na esquerda e rasgar toda a barriga até a direita, para expor as vísceras, depois ainda tem que se fazer um corte para cima, como um golpe de misericórdia. Mesmo sendo uma técnica extremamente dolorosa de morte, não se pode demonstrar dor nem medo na hora de realizar o Harakiri.




Foot Binding

Foot-Binding-2-76d2c74a-4

É uma tradição chinesa extremante bizarra, onde as mulheres, desde muito novas, amarram seus pés e usam sapatos bem pequenos para que eles não cresçam, dessa forma acabam ficando deformados. Segundo a cultura chinesa, quanto menor o pé da moça, maior o status.




Sacrifício humano

sacrificio_humano

Durante muito tempo, diversas religiões, seitas e povos tinham como parte de sua cultura o sacrifício humano. Alguns matavam pessoas para acalmar os deuses, ou agradá-los quando algo bom acontecia, outros povos matam simplesmente para adular seu Rei ou mesmo para que uma pessoa que morreu antes tivesse alguém para servi-la na outra vida.

Felizmente esse tipo de pratica foi abolido em quase todo o mundo, poucas seitas ainda se utilizam dela, mas normalmente escondidos da lei.




Comer pessoas mortas

An aghori drinking water from a skull-another of their strage rituals

Essa é com certeza umas das tradições mais bizarras do mundo. Ela é praticamente abertamente por uma tribo hindu chamada Aghoris. Eles se alimentam da carne de mortos crua, simplesmente pegam um corpo e comem a vontade. Essa seita é conhecida por não ter limites, por isso eles bebem e comem qualquer coisa, inclusive se drogam.

  1. Rodrigo Freyre

    18 de fevereiro de 2014 em 23:22

    Engraçado foi o: Inclusive se drogam. kkkkk depois de tudo isso se drogar nao é nada de mais bixo

  2. Nátalie Jaded

    14 de fevereiro de 2013 em 18:16

    São culturas, é estranho para nós?! Sim! .. Mas não se pode julgar, acho até bem legal/Interessante … Vivemos em um pais onde pessoas cometem tantas atrocidades, q chega a ser engraçado ver gente se espantando com coisas assim

  3. Misa Toshiro

    18 de novembro de 2012 em 00:48

    Sabe o que é mais bizarro? 
    O fato de você só saber criticar tais culturas e tradições.
    Você nunca poderá conviver em um grupo, não sabe respeitar, logicamente se não sabe respeitar também não sabe valorizar, as tradições e culturas de diferentes lugares do mundo. Sabe apenas viver com sua própria cultura (se é que tem uma), sem conhecer outras.

    • Rodrigo Freyre

      18 de fevereiro de 2014 em 23:21

      O cara so expressou a opinião dele pô, danosse o.O

  4. Washington Feitosa

    19 de outubro de 2011 em 20:09

    Foi dito que Seppuku e Harakiri são a mesma coisa mas não são quer dizer eles são rituais de suicidio mas o harakiri é um tipo considerado desonroso e feito como descrito a pessoa se cortava sozinha.Já no seppuku a pessoa optava por isso como punição e redenção além do corte na barriga que ela desferia-se outra pessoa se encarregava de cortar sua cabeça tambem o suicida sofria assim uma morte honrosa. 

  5. Hugo Barbosa

    14 de julho de 2011 em 10:31

    Michael jackson foi sracrifico humano Los illuminados TROLOLOLOLOLOLOLO EITA DORGASSSS

  6. ricardo carvalho

    30 de junho de 2011 em 16:13

    bastou a descrição de todo o ritual do   Harakiri para pensar que é preciso ser muito maluca para cometer tal ato


    Pearl Jam Even flow Live at the garden the vid…

  7. Anônimo

    27 de junho de 2011 em 19:47

    Nojo0000000000000000000000 essa ultima é um horror eu preferia ser sacrificado do que comer carne humana EKAA!!!!!!!!!!

    • Matheus Mark

      23 de outubro de 2012 em 02:30

      c… q menina boa do caramba  apaichonei

  8. Suki

    14 de maio de 2011 em 01:53

    Tem um
    tempo que não venho aqui, mas só pra constar, qualquer coisa útil (como doação
    de órgãos, doação para universidades e afins) que seja feita com o cadáver é
    melhor do que enterrar num caixão de MADEIRA. O canibalismo é um IDEAL, não
    aplicável a nossa cultura, pois, já a princípio desencadearia o canibalismo predatório,
    ou seja, a caça humana para o mero prazer da ingestão, sendo que minha idéia
    defende apenas o reaproveitamento do cadáver.

  9. Castiel

    27 de março de 2011 em 10:25

    Clap,Clap,Clap….eu não estou sem argumentos,o que disse e que,para mim,não acreditar em Deus e coisa de Ateu.A verdade e que coisas ruins acontecem para todos,mas a coisas piores em larga escala que são mais terríveis em outro lugares.Eu não disse que  as tragédias acontecem em países que não se acreditam em Deus,eu refleti se não somos nós mesmo que provocamos nossos próprios males,e o Japão e África foram apenas dois exemplos.Não me refiro a apenas em crenças,mas em tudo de um modo geral.Não acreditar em Deus e um modo,assim como outras coisas que nós mesmos causamos.Aquecimento global,assassinatos,estrupos,pedófilia,pais que matam os filhos,filhos que matam os pais,e por ai vai.E ninguém está a salvo disso,sendo que há(eu disse há)padres pedofilos,pastores desonestos e outras coisas mais.E eu não estou sem argumentos,véio.E que acho essas coisa de religião e complicado demais para se comentar,e vou deixar essa para de lado ,porque logo,logo,vou acabar dizendo algo  que possa deixar alguém de outra religião aqui furioso(a).(Não q a culpa seja dele, mas sim dos que acreditam nEle e se julgam superiores por isso …isso) que vc escreveu está certo,cara.Mas e aquela coisa,por causa de um tipo mal,todos acabam pagando o pato.Mas quem sou eu para questionar essas coisas.

  10. Castiel

    25 de março de 2011 em 14:36

    Mas,enfim,encerro o assunto,porque essa coisa de religião não se discute,mas o fato e que a maioria dessas ditas religiões que estão nessa matéria,na verdade são,sim,seitas.E a uma diferença muito grande entre as duas.

    • EDSON

      27 de março de 2011 em 09:56

      Realmente, a maioria são seitas e algumas tradições são chocantes pra quem vê de fora. Mas a Inquisição foi a maior brutalidade q uma religião cometeu contra pessoas de outras crenças e foi em nome de quem ???

  11. Castiel

    25 de março de 2011 em 14:34

    Mas uma vez,pensamentos de um legítimo ateu.Agora,concordo que o povo japones e realmente educado e todas aquelas coisas de filosofia oriental,mas pra que vou me preocupar em doar coisas para eles,se já faço isso aqui,para o povo do meu país,que com certeza precisa mais disso do que eles lá?Foi uma tragedia terrivel o que aconteceu por lá,mas é aquela coisa:E um país de primeiro mundo,onde não se tem fome,analfabetismo e a mortalidade infantil.Eles tem pernas mais fortes para se levantar por si proprio.Se a gente desviar os olhos só um pouco para o lado,verá que a tragedia no japão não e nada se comparado ao que o brasilerio vive faz tempo:Sem um lugar para morar ou um prato de comida para comer.E quando digo que o povo brasileiro são gente boa,não me refiro a todos,e sim a uma parte que é realmente assim.

    • EDSON

      27 de março de 2011 em 09:52

      – Como vc diz q eu sou ateu se eu mesmo disse que não sou? Falar as coisas só para provocar as pessoas é o 1º passo pra demonstrar que o estoque de argumentos é limitado. 

      – Bem, eu disse q deveria se preocupar em doar as coisas pra eles, pois eles não tem ngm q olhe por eles (já que Buda não é um deus, como vc acredita por ser cristão). Já que os brasileiros q estão morrendo de fome acreditam no Deus cristão eu deixo q Ele cuide da situação e ajudo os que não crêem nele e estão “Sozinhos”. Engraçado é q num país onde não se acredita em Deus o povo se recupera rápido, tem perseverança, honestidade e força de vontade pra virar uma das maiores potências depois de sofre o ataque bélico mais covarde da história (ataque esse cometido por cristãos) e num país onde Deus é cultuado o povo cruza os braços e fica esperando um anjo descer do céu e arrumar a bagunça causada por uma simples enchente (simples enchente comparada aos tsunamis).

      – Lá no seu 1º comentário tem uma parte q eu não comentei: Vc disse que as tragédias acontecem em lugares onde não se acredita em Deus e citou a África e o Japão. Pois bem, nesse país em q vivemos temos milhões de pessoas com fome, doentes, morrendo de frio e sendo assassinadas, mas pq isso acontece se elas acreditam em Deus e os políticos q as governam tbm acreditam nEle? E pq os maias, astecas, incas e todos os outros povos nativos da américa foram dizimados pelos europeus crentes em Deus ??? (isso sem citar os africanos escravizados). Acho q há muita coisa q vc’s têm que questionar antes de falar q a culpa é de quem não acredita em Deus. Não q a culpa seja dele, mas sim dos que acreditam nEle e se julgam superiores por isso …

  12. Castiel

    24 de março de 2011 em 19:56

    1-Me diga onde eu escrevi que sinto prazer com a desgraça dos outros?2-Se no nordeste as pessoas sofrem com a fome e a seca,os culpados não são os homens que governam o país,ou seja,o homem?
    3-Você mostrou o que é e o que pensa um Ateu.
    4-A maior poder de Lúcifer é enganar pessoas com capacidade intelectual religiosa nulas e fazé-las acreditar que ele não existe.
    5-Garanto que,apesar de todos os problemas que afetam nosso país,como corrupção,crimes,saúde,economia,essas coisas,o povo brasileiro poe no chinelo países mais desenvolvidos financeiramente quando o assunto é humildade,bom coração e fé.

    • EDSON

      24 de março de 2011 em 20:21

      Vou começar pelo seu final. “humildade, bom coração e fé”.
      ? Não vou falar de fé, pois esse item não influencia o caráter de uma pessoa (perdi a fé e meu caráter é reconhecido por todos q me cercam. Ngm tem nda pra falar de mim a não serem boas coisas)
      ? Bom coração? Tá bom cara. Vá achando q brasileiro é assim mesmo. Todos reclamam do governo corrupto, mas sempre dizem: “Se eu fosse ele eu faria igual”. Reclamam do chefe carrasco, mas ganham um carguinho de gestão e pisam nos subordinados só por vingança. Ama um feriado, brigam por folgas, mas não têm coragem de ir à câmara pra cobrar os políticos (coração nota 0).
      ? Humildade? kkkkk … Brasileiro não é humilde. Brasileiro é capacho. há uma grande diferença entre humildade e aceitar humilhação. Humilde são os japoneses. Esses sim mostram oq é humildade pela forma de falar, de agir e no tratamento aos indefesos (crianças e idosos). Brasileiro só se mostra humilde perante o q tem poder, qdo fala com um do mesmo patamar ou inferior sempre demostra ser o dono do mundo.

      Respeito a crença de todo mundo, mas na minha opinião a burguesia criou deus pra por medo nos pobres e inventou o capeta pra fazê-los adorarem o desconhecido, pois se só inventassem deus, os pobres logo se tocariam q deus permite o mal, então criaram o capeta como bode espiatório. Deus e o capeta nada mais são dq a sorte e o azar, a bondade e a maldade do coração humano. Acredito numa força maior, mas não a vejo como misericordiosa e muito menos justa.

      Não sou ateu. Não sei definir oq sou, mas me enquadro mais no campo do agnosticismo. 

      Pra terminar eu não disse que vc sente prazer. A 1ª palavra da frase foi “PARECE”, isso deixa bem claro q é apenas uma opinião minha. Se vc não sente prazer, deveria se preocupar em doar roupas e comidas aos vitimados e esquecer a diferença religiosa por apenas 1 segundo. 

  13. Castiel

    24 de março de 2011 em 19:10

    Concordo(em certas partes),com a suzana.Mas penso eu que se o corpo não serve mais para nada,em vez de dar para os animais comerem,seria mais nobre para o “Cadáver”que se retirassem seus orgãos e os doacem para quem realmente precisa.Agora,um ser humano comer a carne de um outro ser humano é uma coisa abominável,não só para mim,mas para Deus.Mas esse assunto me fez refletir.Apesar de certas coisas me deixarem triste,será que tudo de ruim que se acontece no mundo,não somos nós mesmos que provocamos?Exemplos:Seitas macabras,adorações a deuses,vodu,canibalismo.Crenças tipícas de países africanos,onde o povo sofre por causa da fome.
    O Harakiri,que nada mais é do que suicidio(na bíblia,tirar a própria vida e condenado e imperdoável),uma crença japonesa,onde houve esse terrível terremoto.Não que eu goste dessas tragédias,mas cada vez mais sei que tudo que é desgraça que acontece no mundo,nós,os seres humanos são sempre os culpados

    • EDSON

      24 de março de 2011 em 19:28

      NÃOOOO … NÃOOOOO

      Eu juro q não posso acreditar que li a a segunda metade desse comentário. Eu até tava concordando com o cara, doação de órgãos é algo muito nobre, mas começou a falar de outras religiões e mostrou oq é e oq pensa um cristão. Desculpe falar assim, mas esse pensamento de “TÁ NA BÍBLIA” atrasa a humanidade. Parece até q sentem prazer em ver povos de outras religiões se ferrando. É por isso q eu me livrei disso e descobri q o mundo é um lugar muito melhor sem a alienação religiosa e deísta. 

      Me explique como pode o povo do nordeste morrer de fome e sede sendo que lá se acredita em deus. Por esse lado o teu pensamento fica meio contraditório. E pra ficar TOTALMENTE contraditório, eu digo q os países com mais ateus são de 1º mundo onde a mortalidade infantil, a fome e o analfabetismo praticamente não existem … 

  14. jairison de lima silva

    22 de março de 2011 em 09:01

    Isso não é usado mais? cara vc vive numa caverna? sacrificio humano é o tema principal de uma seita chamada cristianismo

  15. PYRAMID HEAD

    16 de janeiro de 2011 em 16:53

    Humm. Agora eu entendi.Tem um jogo que o cara enfia a espada na própria barriga e fala “Seppuku”
    Eu nem sabia o que é isso 😛

  16. Caitin FR

    6 de janeiro de 2011 em 16:42

    eu sou o gordinho????

  17. Messengerlivee

    6 de janeiro de 2011 em 04:40

    A Suzana ta certa,o que é um corpo ja sem o folego da vida,apenas algo material,não me importaria se depois de morto fosse alimento para alguma animal.

  18. killed by death

    2 de janeiro de 2011 em 13:51

    acabei de identificar uma psicopata, um gay, uma canibal, um gordinho, e um inteligente dando comentários cada vez mais tensos    .-.

  19. Dark

    30 de dezembro de 2010 em 02:46

    Identifiquei uma psicopata, um gay, uma canibal  , e  um gordinho HSAUSHASUSHAUSHUAHU,  eu  tbm prefiro   cremação (Y)

  20. Lenon Cristian

    29 de dezembro de 2010 em 13:49

    acabei de identificar uma psicopata!

    • Leandro De Oliveira

      29 de dezembro de 2010 em 15:28

      Acabei de identificar um Gay, concordo com a Suzana em genero e grau, depois que a alma abandona o corpo, é só entulho, odeio cemitérios, prefiro a cremação, mas vai de cada um e devemos respeitar as opniões, sem julgamentos.

  21. Suki

    29 de dezembro de 2010 em 13:43

    Não acho que oferecer os corpos aos animais seja bizarro, é muito nobre pra falar a verdade. O corpo já não tem vida, não faz sentido gastar dinheiro e madeira com enterro e caixões.
    E o fato de comer um ser da mesma espécie, também não me parece tão bizarro assim. Desde que não matem as pessoas pra isso e, apenas, coma os que morreram de forma natural.

    • Patrícia LaBelle

      29 de dezembro de 2010 em 14:21

      Menina vc acha legal se vc morrer e ser comida por animais ate ficar só o osso? E diz que é nobre isso vc virar fezes de um animal qualquer? kkk Ah se nao é bizarro comer defunto vamo sair por ai comendo mortos quando vc tiver com fome vá pra o cemiterio mais proximo e se delicie!
      Cada um tem sua opiniao. Será que carne humana tem gosto bom? Na hora da fome vale tudo… =)

      • barack obama

        18 de janeiro de 2011 em 19:21

        ela ja vai estar morta ,nao podera achar nada sua burra

      • EDSON

        30 de dezembro de 2010 em 20:40

        Dãrrrrrr … “E diz que é nobre isso vc virar fezes de um animal qualquer?” … E quem é enterrado vira fezes de minhoca. Não dá no mesmo ??? 

        Eu até havia achado bizarro msm qdo li a matéria, mas qdo li o comentário da Suzana até achei nobre tbm. Já não serve pra nada msm … e, além do mais, os humanos matam os animais pra comer … ficamos quites então …

        PS: Aqui no Brasil tbm se pratica isso. O Bruno ofereceu a Elisa pros Hottweiler, não foi ? 

        • Suki

          30 de dezembro de 2010 em 22:44

          Quem bom que vc concorda =D
          “PS: Aqui no Brasil tbm se pratica isso. O Bruno ofereceu a Elisa pros Hottweiler, não foi ?”
          Me senti culpada por rir disso =X

          • EDSON

            4 de janeiro de 2011 em 16:59

            Concordo sim. Nem vejo isso como algo bizarro mais. Só não teria coragem de ficar vendo um parente sendo devorado por animais e nem qro isso pro meu corpo depois q q eu abandoná-lo … 8P …

            OBS: Se vc sentiu culpa por ler, imagina oq eu não sinto por ter escrito uma barbaridade dessas oO’ … uehueheuheu … Mas fazer oq neh? Foi isso q aconteceu. 

      • Levy Medeiros

        29 de dezembro de 2010 em 14:52

        Não, não é isso que ela quis dizer!
        Do que vale um corpo morto para os parentes, ou para o morto já q ele irá reencarnar? E corpos envoltos a madeira degradam o ambiente, de para os q precisam! O mesmo para os q comem mortos – nojento – mas, por que fazem isso é o mais importante para julgarmos sua bizarrice.
        Alias, carne humana tem o gosto levemente amargo. (Não me olha assim! Apenas li na revista mundo bizarro)

        • Suki

          29 de dezembro de 2010 em 15:20

          Estudos antigos dizem que os antropófagos afirmavam que tem
          gosto parecido com a carne de porco. E, bom, quando te enterram você vira
          comida de qualquer jeito, a única diferença é o tipo de animal que vai te
          comer.

          Não to falando que devemos comer carne humana, só digo que não acho condenável.
          Pior que isso é jogar papel na rua e comprar madeira ilegal. E ninguém faz cara
          de nojo quando vê uma cena dessas.

          Enfim, não passa da minha opinião, não tem valor nenhum pra quem não tem
          interesse.

  22. Lohan

    29 de dezembro de 2010 em 02:18

    sobre comer os mortos
    “…bebem e comem qualquer coisa, inclusive se drogam.”
    claro, pra come gente morta só com muita dorga msm

  23. Alex Vieira

    29 de dezembro de 2010 em 02:15

    Todos “bizarrezimos” como diria Zé graça e todos muito nojento Fuck Tutancano do hell atomico pantanozo do palhaço do satanas 

37 Comentários
mais Posts
Topo