O Brasil contra o mundo… da música #8

Britney-Spears-Toxic_166

Muitas canções internacionais marcam época, seja pela melodia marcante, pela letra ou pelo sucesso na indústria fonográfica, de tal forma que se torna um ultraje ou engraçado de ouvir quando regravam a música distorcendo todo o sentido original da mesma e com uma letra com conteúdo totalmente diferente do original.

Se você gosta de forró, talvez goste das regravações abaixo, mas se você não gosta, prepare-se para se retorcer de raiva.




Fergie – Big Girls Don’t Cry




Calcinha Preta – Garotas Não Choram




Britney Spears – Toxic




Forró da Veia – Dona do Prazer




Bryan Adams – Everything I Do (I Do It For You)




Moleca 100 Vergonha – Prova de Amor




Queensryche – Silent Lucidity




Desejo de Menina – O Poema




Hanson – I Will Come To You




Noda De Caju - Universo Se Rende




A-ha – Crying In The Rain




Forró Balancear – A Chuva Cai

  1. Horácio Felipe

    26 de dezembro de 2014 em 13:59

    esses artistas de forro deviam todos morreram bando de safados sem vergonha nenhum presta.

  2. Vinicius de Oliveira

    4 de setembro de 2014 em 10:18

    funk e uma bosta e forro eu nem sei o que é isso

  3. Blue

    31 de agosto de 2014 em 13:30

    🙂 eu quero assistir o fogo queimando através da pele deles e quero ouvir os gritos de dor e sofrimento 🙂
    #voltabarrapradireita

  4. Gabriele Gomes

    31 de agosto de 2014 em 12:44

    essa do A-ha me surpreendeu, como essas pessoas tem coragem de destruir uma canção da minha banda preferida?

  5. Gabriel Frigini

    31 de agosto de 2014 em 10:59

    Noda de Caju?

  6. Romulo De Souza Roque

    30 de agosto de 2014 em 22:17

    Bom, considerar essas bandas como forró é a mesma coisa que dizer que reestart é rock… Essacalcinha preta e as outras que aparecem aí não tem nada de forró.

  7. Lhama Charmosa

    30 de agosto de 2014 em 18:31

    QUEENSRYCHE – SILENT LUCIDITY

    li Queen e pensei: PQP! ñ acredito!
    Dpois li Sryche: Ah.. deixa pra lá..
    huehuehue

  8. Rafael Santos

    30 de agosto de 2014 em 12:19

    Essas versões em português não são de todo o mal, entendam elas possuem alguma letra ao menos. E digo para alguns que reclamam do Brasil que o Brasil possui muitas músicas (também incluo essas versões) boas sim!
    O que fode com o Brasil é que temos uma grande parte da população que só fica escutando funk merda, forró bosta entre outros estilos fudidos de ruins. E possuimos uma outra grande parte que se dizem possuir mais cultura que os que citei anteriormente, e estes com mais “cultura” só ouvem música internacional que as vezes só fica repetindo a palavra guarda-chuva (alguns devem saber do que estou falando); estes dois grupos dão na mesma e só baixam ainda mais a cultura musical brasileira. Temos sim cantores bons -em sua maioria antigos-, também música e REGRAVAÇÕES boas sim, e muitas vezes é melhor mostrar um ritmo bom em uma regravação com uma letra legalzinha que um brasileiro entenda que ficar falando, por exemplo: “Que ridiculo a música memorias da Malta, mil vezes melhor a come wake me up do rascall, vou depois até fazer um cursinho de inglês para entender o que eles cantam”.

  9. Carlos Souza

    30 de agosto de 2014 em 10:21

    minha reação ao ouvir as versões br: http://i.giflike.com/pnyKmsG.gif

  10. Adriano Saadeh

    30 de agosto de 2014 em 10:10

    Na maioria bandinhas de “forró”

    • Terrorista

      30 de agosto de 2014 em 16:58

      Na verdade não gosto de forró também não, porque é música de nordestino viado que não bebe água. O gênero mais foda mesmo é o sertanejo de raiz. Daí depois vem esses lixos aí de rock, forró, pop e etc.

  11. Daniel Lopes

    29 de agosto de 2014 em 22:59

    To começando a detestar mais forro do que funk…funk pelo menos pega uma letra do zero e já vem estragada….agora forro ta estragando algumas musicas boas por ai..como já vimos em outros post dessa serie…
    pau no cú do forro 🙂

    • Adriano Saadeh

      30 de agosto de 2014 em 10:11

      Criatividade desses grupos zero

  12. DCemblemático

    29 de agosto de 2014 em 21:07

    Tem músicas ai que não fazem nenhuma diferença, americana ou brasileira são bem merdas he-he-he

  13. Jeff Dantas

    29 de agosto de 2014 em 20:47

    Tai, uma das músicas que eu mais gosto: Silent Lucidity… 🙂

    • Raquel Lisboa

      31 de agosto de 2014 em 16:15

      Muito linda mesmo

  14. Raul Seixas

    29 de agosto de 2014 em 20:28

    Engraçado é complexo de vira lata,eu ODEIO forró,funk e etc,mas observamos os gringos se divertindo a beça com essas musicas aqui,na minha opinião,quando uma coisa é estrangeira(brasil-EUA e vice-versa) acaba interessando mais,bom essa é minha opinião,

  15. Terrorista

    29 de agosto de 2014 em 20:18

    Ficaram melhores que as originais.

    • ultramen Tiga

      30 de agosto de 2014 em 12:20

      é realmente te alguma boas regravações tipo aquela do Chitãozinho e xororó

    • Zeref

      29 de agosto de 2014 em 20:26

      Nem ouvi todas,só ouvi algumas,nem ouvi as versão forró pq geralmente sai merda e……COMO ASSIM A-HA SEM TAKE IT ON ME

      • Terrorista

        29 de agosto de 2014 em 20:34

        oi
        do que c tá falando?

        • Zeref

          30 de agosto de 2014 em 13:47

          Eles colocaram o A-HA mas não colocaram a Take it one me

          • Gabriele Gomes

            31 de agosto de 2014 em 12:42

            é Take On Me
            anda bem que não existe nenhuma versão dela (eu acho), uma vez ouvi uma versão de Hunting High And Low cantada pela Ivete Sangalo… que era uma merda

          • Zeref

            31 de agosto de 2014 em 20:15

            É a única musica deles(era só um cara?) q eu conheço,eu vi no Family Guy e curti essa música

          • Raquel Lisboa

            31 de agosto de 2014 em 16:14

25 Comentários
mais Posts
Topo