Uma breve história da Terra #3

Nem milhares, nem milhões, a Terra tem bilhões de anos e sua história começou muito antes de qualquer criatura viva estar por aqui:




Final do Proterozoico

Positions_of_ancient_continents,_550_million_years_ago

Após ter vencido sua primeira grande batalha contra o frio, a vida na Terra floresceu e se tornou mais complexa do que antes. Durante o período final do Proterozoico, os primeiros seres com mais de uma célula apareceram no planeta. Foi nessa época que vermes segmentados e folhagens simples apareceram pela primeira vez no registro fóssil.




Paleozoico

6622595899_f5a310a616_z

O Paleozoico é um longo período na Terra, que vai de 500 milhões a 250 milhões de anos atrás. Ao contrário das Eras passadas, nas quais pouca informação sobreviveu, esse momento do planeta era mais amigável e suas transformações menos radicais. Isso fez com que muito material acabasse sobrevivendo, ajudando os cientistas a entenderem exatamente o que ocorreu por aqui.

O Paleozoico é dividido em seis partes, por isso vamos começar pela primeira:




Cambriano

Anomalocaridido

Quando o Cambriano entrou em cena, a Terra ainda não era nada parecida com a atual. Até esse momento, a vida fora dos mares era quase inexistente. Somente uns poucos microrganismos viviam na praia e os primeiros moluscos começavam a deixar para trás seu lar.

A coisa mais diferente dessa época era a formação dos continentes. Nesse período, havia um supercontinente chamado Pannotia, que espremia toda a terra seca do planeta no sul, subindo em direção ao norte em apenas um pequeno trecho. Isso criou um oceano gigantesco no centro do globo:

Blakey_500moll

Tal fenômeno contribuiu para a distribuição da vida em todos os cantos, pois não haviam obstáculos.

A vida florescia lentamente na Terra de clima ameno, mas eis que algo aconteceu e o que era um crescimento lento se tornou uma explosão, mudando o rumo de nossa história para sempre:




Explosão Cambriana

Animais-do-Cambriano

Quando a Terra completou seus 4 bilhões de anos, mais precisamente há 542 milhões de anos, algo incrível aconteceu. A vida, que se resumia a seres com poucas células ou apenas vermes rastejantes, ganhou um novo fôlego, gerando seres mais complexos. A biodiversidade cresceu a uma taxa espantosa em pouco mais de 80 milhões de anos e ninguém sabe como isso aconteceu…

A ideia da Explosão Cambriana é muito controversa por diversos motivos. O primeiro é que houve uma mudança muito drástica na evolução dos seres e parece não haver nada que justifique isso. Também existe outro grande problema, que é o próprio registro fóssil. Muitos cientistas acreditam que a Explosão Cambriana não tenha durado algumas dezenas de milhões de anos, mas sim centenas de milhões. Como a geração de um fóssil é algo extremamente raro de ocorrer, alguns pesquisadores acreditam que a Explosão Cambriana possa ter sido um engano causado por um buraco no registro fóssil. Porém, tenha ela durado pouco ou muito tempo, a Explosão Cambriana de fato ocorreu.

Deixando de lado a discussão de como ou quanto tempo durou, a Explosão Cambriana foi o período da Terra onde a vida deixou de ser oceânica e foi para a Terra. Nesse momento surgiram os primeiros filos, que deram origem a tudo que é vivo hoje em dia.

Nessa época surgiram os principais filos que compõem a fauna atual. O filo é uma divisão de seres vivos que fica “logo abaixo” do reino. Milhões de espécie formam um filo, que por sua vez formam as classes e assim vai até as espécies. Um filo é extremamente abrangente, por isso é uma classificação meio arbitrária, contando com animais como crustáceos e aracnídeos no mesmo grupo.

Apesar de todos os problemas, mistérios e dificuldades, a vida na Terra parecia ter encontrado seu caminho. Aquele planeta cheio de água e terra marrom começava a ser coberto por vida.

O Cambriano se despedia, depois de dar a Terra toda a vida. A frente vinha uma nova era, mas sua história não seria tão bonita:




Ordoviciano

ordoviciano

Essa era se iniciou com uma catástrofe: Extinção. A Terra estava vivendo seus primeiros momentos tendo a vida estabelecida como algo importante em seu sistema e eis que o destino tenta mudar tudo. Há 488 milhões de anos, uma grande extinção acabou com diversas classes, diminuindo drasticamente o número de espécies e freando a Explosão Cambriana. Porém esse era apenas o vento que anuncia a verdadeira tempestade.

Recém o ecossistema tinha se recuperado dos problemas iniciais do Ordoviciano e outro golpe foi desferido contra a vida. Durante toda sua história, a vida na Terra lutou bravamente para se manter em pé. Nos últimos 500 milhões de anos, cinco grandes eventos de extinção em massa ocorreram no planeta. O segundo maior deles devastou o Ordoviciano.




A grande extinção do Ordoviciano

45

Naquela época, a Terra tinha dois grandes continentes, sendo o Gondwana um deles (o outro era a Laurásia). Acredita-se que a movimentação de Gondwana tenha afetado o clima do planeta de uma maneira drástica, causando uma queda rápida da temperatura por todos os cantos. O resfriamento fez o nível do mar diminuir drasticamente, destruindo as plantas e seres que viviam a beira da água. Isso destruiu praticamente todas as formas de vida existente em solo, deixando apenas o mar como sustentáculo.

Nos oceanos, mais de 60% dos seres invertebrados marinhos foram extintos. Dois terços de outras espécies aquáticas deixaram de fazer parte da história.

A luta pela vida era uma batalha diária para aqueles seres vivendo em um mundo hostil. Mas o tempo passou e as coisas começaram a voltar ao normal. O mar se estabilizou, as temperaturas subiram e a primeira grande batalha entre a vida e o Planeta se encerrou com uma grande vitória para os seres vivos. Uma era de prosperidade estava à frente e havia chego a hora da vida se tornar, finalmente, a dona do Planeta Terra.

  1. Ulysses Silva

    31 de julho de 2014 em 20:58

    “A biodiversidade cresceu a uma taxa espantosa em pouco mais de 80 milhões de anos e ninguém sabe como isso aconteceu” Os cientista mesmo percebem que existe uma enorme lacuna em explicar Explosão Cambriana. Já que do ponto de vista histórico do dia para noite a vida complexa pululou e depois disso estacionou. A explicação é que houve um enorme “salto” nessa era evolutiva do dia para noite e depois estacionou sem explicação. Para mim é mais lógico que alguém programou e não estamos sozinhos.

  2. Matheus Santhiago

    29 de julho de 2014 em 10:54

    que merda os animais mais legais tão tudo extintos e hoje vc tem animais como a muriçoca, formiga docera, barata, pombo e funkeiro…
    tá de sacanagem seleção natural ?

  3. Soriano

    23 de julho de 2014 em 01:34

    Bem poético esse texto, bacana pra kct

  4. Riddle Boy®

    22 de julho de 2014 em 18:26

  5. T mil

    22 de julho de 2014 em 16:22

    Td Bobagem!!!

  6. Dr.V

    22 de julho de 2014 em 13:59

    Interessante 😛

  7. Lucas Rodrigues

    22 de julho de 2014 em 08:41

    Aguardando ansiosamente a próxima edição.

  8. Felipe Bleichvel

    22 de julho de 2014 em 01:43

    eu de férias, e vcs me vem com isso??
    quando vai sê a prova?
    não q eu n goste de aprender + … não nas horas q quero descontrai :3

    • Lucas Rodrigues

      22 de julho de 2014 em 08:42

      Ah tá, como se o site fosse obrigado a postar coisas que você deseja na hora em que você bem quer…. é cada uma que aparece viu e.e

      • Felipe Bleichvel

        26 de julho de 2014 em 23:31

        eu usei a analogia com as férias, apenas para exemplificar o fato dessa matéria ter enchido meu saco, e q acesso esse tipo de site para descontrair :3 e q o conteúdo era inútil pra mim
        PS1: usei uma analogia apenas pra não usar palavras tão grossas
        PS2: além disso, o q a minha opinião vai mudar na sua vida, pra vc estar tão preocupado com o q eu comento?

      • Wagner

        22 de julho de 2014 em 08:57

        É tipo quando oc perturba o Jeff pra postar seus contos.

        • Lucas Rodrigues

          22 de julho de 2014 em 09:01

          Só que já não me importo mais se o Jeff demora ou não para postar os contos, principalmente os meus, portanto estou mais paciente do que outrora.

    • DCemblemático

      22 de julho de 2014 em 07:34

      Leu porque então? He-he-he

      • Felipe Bleichvel

        26 de julho de 2014 em 23:19

        vamos seguir sua lógica intão.. DC emblemático

        se vc n se identificou com meu comentario, ” leu por que então?” ou melhor “por que respondeu?”

  9. Cacuety Comment

    21 de julho de 2014 em 22:31

    Cara, muito épico esses post…

  10. Litzen Vampiro

    21 de julho de 2014 em 22:29

    Legal fazia um certo tempo que não lia algo relacionado a isso, ótima matéria Diego…

  11. Apenas um Poodle

    21 de julho de 2014 em 21:38

    O National Geographic (é assim que se escreve?) fala sobre isso um pouco, ou pelo menos falava ‘anonimo’ ^^

    • DCemblemático

      21 de julho de 2014 em 21:44

      Antigamente os canais eram melhor, o history, Discovery eo national viviam falando sobre a vida na terra. A evolução teorias, astronomia que eram muito massa, hoje em dia são raros eles falarem sobre isso he-he-h

      • Adriano Saadeh

        24 de julho de 2014 em 15:05

        Concordo, hoje em dia demora muito tempo para sair um realmente interessante

      • cara anonimo

        21 de julho de 2014 em 21:47

        Tinha um programa do History que falava de brigas de Dinossauros, meu deus adorava aquele programa ! ^^

        • Allen Walker

          21 de julho de 2014 em 23:16

          Nem lembrava mais desse programa lembro-me de assistir alguns episodios não sei porque cancelaram era muito bacana.

        • Forasteira

          21 de julho de 2014 em 21:59

          O History e o National Geographic (acho que tinha mais um ou dois canais interessantes, tirando os de séries, claro) eram a única coisa que me fazia gostar de ter TV à cabo. Agora eu não tenho merda nenhuma pra assistir e internet lenta é osso.

          • Diabo

            21 de julho de 2014 em 22:48

            ñ reclame da sua net, a minha é tão ruim q eu ñ posso abrir mais de duas abas pq trava, e com duas abertas fica mais lerda q tartaruga, pelo pc ser lento ñ tenho nenhum jogo instalado e só posso jogar jogo online sem baixar, é triste ;-;

          • Litzen Vampiro

            21 de julho de 2014 em 22:50

            Jogos de Browser se diz, joguei vários no meu antigo pc que era meio ruim mas dava pra jogar, o meu atual ate roda alguns mas com lag ´—-´…

          • Diabo

            22 de julho de 2014 em 21:12

            cara, o pró pio minilua já trava meu pc, eu mexo aqui de teimoso

          • Litzen Vampiro

            22 de julho de 2014 em 21:20

            O loco a situação está ruim ae…

          • Diabo

            23 de julho de 2014 em 21:31

            Nem imagina hueheuheu

          • Emmanov Kozövisck

            21 de julho de 2014 em 22:06

            Ora, eu ainda acho o History e o National Geographic excelentes canais, embora a programação de ambos não tenha a mesma qualidade se comparada ao programas do ano passado. Além desses dois canais, gosto muito do Discovery Channel, Discovery Science e, às vezes, do Animal Planet.

          • chapolim do mal

            22 de julho de 2014 em 12:29

            No history e no discovery tá chegando uma programação nova que fala mais sobre as grandes guerras, alguns mistérios e especialmente no discovery vai passar arquivos confidenciais, eu assisti um e gostei muito, recomendo.

        • Litzen Vampiro

          21 de julho de 2014 em 21:55

          eu queria ter assistido esse programa, mas sempre que eu colocava no history ele tava acabando ´–´…

          • cara anonimo

            21 de julho de 2014 em 21:56

            Que pena, era muito legal !

          • Litzen Vampiro

            21 de julho de 2014 em 22:01

            Parecia ser, mas era incrível sempre que colocava estava acabando ou quase no fim, nunca consegui ver um episodio desde o inicio ou pelo menos metade dele…

  12. DCemblemático

    21 de julho de 2014 em 21:37

    Os finais eu leio com voz de narrador pro clímax ficar melhor he-he-he

  13. André Silva

    21 de julho de 2014 em 21:36

    Ótimo post!

  14. Dragão da Tim

    21 de julho de 2014 em 21:27

    Essa série também vai abranger as outras grandes extinções?
    Ou irá avançar para estágios mais recentes da “evolução” da Terra?

  15. Luís Felipe

    21 de julho de 2014 em 21:23

    Toda vez q leio algo assim, fico tentando imaginar quão longos são 1 milhão de anos. Enfim, eu n consigo.

    • chapolim do mal

      21 de julho de 2014 em 21:26

      Imagine que a humanidade em geral começa a mais ou menos 1 milhão de anos e já é muito tempo.

  16. chapolim do mal

    21 de julho de 2014 em 21:19

    Muito interessante e muito bem resumido, claro que a vida na Terra não vai durar para sempre mas nós temos que admitir que ela sempre foi muito durona e aguentou firme para que o ser humano pudesse existir. Será que foram os aliens que vieram no planeta e mudaram genéticamente os seres para que eles evoluissem do modo mais correto, claro estou só brincando masssss é bem plausível.

    • cara anonimo

      21 de julho de 2014 em 21:29

      Esse também é uma das teorias que as pessoas falam, mais são bem prováveis ! 🙂

  17. cara anonimo

    21 de julho de 2014 em 21:15

    Eu estava pensando, seria bom ver isso no History Channel mas eles só ficam falando de alienígenas ! ¬¬

    • Apenas um Poodle

      21 de julho de 2014 em 21:38

      O National Geographic (é assim que se escreve?) fala sobre isso um pouco, ou pelo menos falava ‘anonimo’ ^^

    • DCemblemático

      21 de julho de 2014 em 21:30

      Alienígenas? Eu só vejo fala sobre carros velhos, objetos velhos e caos, caçadores de relíquias que coisas chatas he-he-he

      • Chico Bioca

        26 de julho de 2014 em 13:35

        O nome do canal é HISTORY Channel, então tudo que é relacionado a história sendo ciência ou não passa lá. Além disso passam uns documentários até que interessantes sobre história também.

      • cara anonimo

        21 de julho de 2014 em 21:32

        Acho que objetos velhos tem historias ! ^^

        • DCemblemático

          21 de julho de 2014 em 21:35

          Então porque tem falando que eles só fala sobre alienígenas?

          • cara anonimo

            21 de julho de 2014 em 21:40

            Porque a maioria dos programas do History fala sobre aliens !

          • DCemblemático

            21 de julho de 2014 em 21:46

            Correção falavam, hoje é bem raros eles falarem sobre aliens! He-he-he

          • Emmanov Kozövisck

            21 de julho de 2014 em 22:01

            Realmente, pois atualmente eu encontro muito mais o programa Trato Feito (que ainda sim gosto muito) do que Alienígenas do Passado.

    • Jeff Dantas

      21 de julho de 2014 em 21:21

      Ah.. isso, com certeza! Sem contar o “Estradas Mortais”. 🙂

      • cara anonimo

        21 de julho de 2014 em 21:56

        Ei Jeff eu tive uma Ideia, porque você não faz um post igual ao “melhores comentários da semana”, que se chama ” AS MELHORES RESPOSTAS DA SEMANA ” ?

        • Eren Jaeger

          22 de julho de 2014 em 01:25

          As respostas também aparecem no “melhores comentários da semana” …

  18. cara anonimo

    21 de julho de 2014 em 21:12

    Post interessante Diego ! ^^ continue com posts assim !.

    • DCemblemático

      21 de julho de 2014 em 21:39

      Agora a pergunta, será que essa semana vai ter algum post de religião? He-he-he

      • cara anonimo

        21 de julho de 2014 em 21:40

        Se tiver vai ter muitas tretas ! O_O

        • Adriano Saadeh

          24 de julho de 2014 em 15:04

          sempre terá

        • Forasteira

          21 de julho de 2014 em 21:57

          Com certeza. Acho que o povo já tá com abstinência de treta.

56 Comentários
mais Posts
Topo