Caminhando para o progresso ou para a extinção mundial?

planeta-tierra-clima-y-especies-en-extincion

Em um estudo recente foi constatado o que mais temíamos: Uma nova extinção em massa vem por aí.

O novo estudo, publicado no dia 19 de junho, na revista Science Advance, adverte que estamos sofrendo em níveis extremamente elevados de perda de espécies em todo o planeta. Não estamos falando apenas de um urso polar aqui e uma onça pintada ali, mas de mais da metade das espécies hoje conhecidas pelo homem. Essa contabilidade sugere que dentro dos próximos anos cerca de 41% de todos os anfíbios e 26% dos mamíferos sejam extinguidos da Terra, o que culminará em uma grande perda da biodiversidade.

Com a falta dessa diversidade em um ecossistema, as fontes por alimentos se tornam escassas: um sapo em extinção, pode levar as aves que se alimentam dele ao desaparecimento, assim como os carnívoros que comem essas aves e assim por diante. Isso é chamado de efeito cascata, ou efeito dominó, antes que possamos perceber as cadeias e teias alimentares entram em colapso e as taxas de extinção tornam-se absurdas.

2002112114528

“A perda da biodiversidade é um dos problemas ambientais atuais mais críticos, ameaçando serviços de ecossistemas valiosos e o bem-estar humano”, escrevem os pesquisadores. “Um crescente corpo de evidências indica que as taxas de extinção de espécies atuais são mais elevadas do que a taxa normal de extinção pré-humana, com centenas de extinções antropogênicas de vertebrados documentadas em tempos pré-históricos e históricos”.




No Estudo

Para o estudo, foram coletados grandes quantidades de dados que sugerem a extinção das espécies que excedem as taxas de extinção típicas. Porém, é inegável que as atividades humanas estão diretamente ligadas a essa catástrofe.

“Nós avaliamos, usando premissas extremamente conservadoras, se as atividades humanas estão causando uma extinção em massa”, afirmam os pesquisadores.

Como primeiro passo, foi utilizada uma estimativa recente de que a taxa normal de extinção seria de duas extinções de mamíferos por 10 mil espécies em 100 anos (2 E/MSY, corresponde a essa unidade), que é duas vezes maior do que as estimativas anteriores. Logo em seguida, essa taxa foi comparada a taxa atual de perda dos mamíferos e vertebrados – taxa essa ainda bastante baixa, porque listar uma espécie como extinta exige o cumprimento de critérios rigorosos. “Mesmo sob nossas suposições, que tenderiam a minimizar evidências de uma extinção em massa incipiente, a taxa média de perda de espécies de vertebrados no último século é até 114 vezes maior do que a taxa normal”, confirma um dos pesquisadores.

Ser-humano-sexta-extincion4

O número de espécies que tiveram sua extinção no século passado, dependendo da classificação dos vertebrados, considerando a taxa normal de 2 E/MSY, teria levado entre 800 a 10 mil anos para desaparecer. Esse cálculo revela uma perda extremamente rápida da biodiversidade ao decorrer dos últimos séculos, apontando que uma sexta extinção em massa já está em andamento. “Evitar uma deterioração dramática da biodiversidade ainda é possível através de esforços de conservação intensificados, mas esta janela de oportunidade está se fechando rapidamente”, advertem os pesquisadores.

Uma extinção em massa ocorre quando há uma perda de mais de 75% das espécies do planeta dentro de um milhão de anos ou menos. Ao longo da vida na Terra, nesses 4,5 bilhões de anos, esse evento ocorreu 5 vezes, sendo a extinção dos dinossauros  como o mais conhecido popularmente. Havendo evidências de que foram mortos pelas duas explosões consecutivas de mega-vulcões na Índia e pela colisão de um enorme asteroide com o Golfo do México, há 65 milhões de anos atrás.

  1. Inteligência Espiritual

    26 de julho de 2015 em 11:32

    Alvo de descaso.
    Muitos profissionais, e grande maioria dos trabalhadores, principalmente no Brasil, sentem-se alvo de descaso pelas empresas onde trabalham, onde por sua vez os empresários também se sentem ser alvo de descaso pelo poder público, gerando constante descompensação, tanto dos empresários quanto dos seus trabalhadores.
    Como compensação.
    Descompensadas, a maioria normalmente das pessoas buscam a religião, se apropriam das crenças provenientes de seitas religiosas onde depois textualizam seus argumentos com citações bíblicas, e emitem opiniões como se isso fosse um conhecimento, mas esquecem, por ingenuidade ou por ignorância, que todo conhecimento tem que ter uma base científica.
    O livro “A PROVA QUE DEUS EXISTE COM BASE CIENTÍFICA” é o 1º livro de uma trilogia, que traz em si uma revolução poderosa para o Homem atual, que durante milhares de anos ficara na expectativa que a ciência encontrasse um método (científico) que pudesse provar FISICAMENTE se existe ou não, um Criador.
    O autor do livro, Fernand Pontes, que levou mais de 40 anos de trabalho no campo da pesquisa, não só encontrou o método científico, como também, nos ensina através da leitura, “A PROVA QUE DEUS EXISTE COM BASE CIENTÍFICA”, para que os leitores possam aprender como provar fisicamente que Deus existe.
    Como o assunto é de interesse mundial, uma vez que ele vem de encontro com a necessidade dos anseios de toda humanidade, que durante milhares de anos, aguardou que alguém conseguisse provar fisicamente que Deus existe, significa que esse momento chegou como fato histórico, e que todos nós podemos fazer agora parte, participando, da história da humanidade.
    O Livro, “A PROVA QUE DEUS EXISTE COM BASE CIENTÍFICA” pode ser encontrado na Livraria, LEITURA, em todo o Brasil. Mas caso vc. não encontre na livraria LEITURA da sua cidade, peça então pela livraria LEITURA do BH SHOPPING, Tel: Telefone:(31) 3263-2700
    1. Endereço: Loja 51 BH Shopping – BH Shopping – BR-356, 3049 – Belvedere, Belo Horizonte – MG, 30320-900
    Telefone:(31) 3263-2700

  2. Priscila SLA

    2 de julho de 2015 em 23:58

    Resta a esperança de que alguns milhões (ou bilhões) de anos se passem e a terra volte a ter seus dias de glória.
    A terra já passou por muitas mudanças, talvez essa seja apenas mais uma delas (que os hamanos apenas aceleraram), se algo catastrófico não acontecer, a terra vai apenas reciclar o “lixo” em algo melhor…

    • Luciano Saádeh

      6 de julho de 2015 em 23:53

      A preocupação maior, ao meu ver, é com a humanidade e suas ‘ecointereção’. Se a Terra tiver que passar por mais uma enorme catástrofe natural, ou artificial, whatever, que assim seja. obviamente sobreviverão os mais adaptos, e os prontos pra evoluir a partir disso. Então, ou literalmente morre todo mundo, ou dão um jeito de evoluir a tecnologia com o princípio de salvar essa naba.

  3. Andre F Maquine

    1 de julho de 2015 em 12:59

    o que falta nas pessoas é se lembrar que somos apenas uma espécie de animal no meio de tantas milhares de espécies. Os humanos tem a estúpida ideia de q somos mais especiais ou importantes q outros. Toda e qualquer espécie de ser vivo está fadada à morte. Toda e qualquer espécie um dia acaba. Nosso tempo na Terra simplesmente está acabando. Apenas isso. Está acabando para daqui alguns milhões de anos, uma nova espécie surgir e ser superior a nós. Se der tempo de surgir.

  4. Patrick Oliveira

    1 de julho de 2015 em 12:33

    E o pior de tudo isso, é que são muito poucos os que se importam com extinção, mal sabem que isso tem grande influência sobre nós, realmente degradante.

  5. Alex Schoenardie

    1 de julho de 2015 em 11:29

    Realmente nos humanos somos um câncer para o planeta.

  6. Rey Mysterio

    30 de junho de 2015 em 23:23

    É triste , mas as pessoas não estão nem ai pra natureza. Um simples papel jogado na rua pode nao ser tao importante, mas imaginem varios papéis . O que realmente falta é a consciência

    • Luciano Saádeh

      1 de julho de 2015 em 02:02

      Né, o início de tudo é a reeducação das massas…

      Quanto mais conhecimento, menos merda fazem

  7. Hotarius Hilarius Repugnants

    30 de junho de 2015 em 17:25

    o importante é ter capim, daí temos vacas e podemos comer sua carne hueaheuaehuae ah os vegetarianos… bah fodam-se!!! husaueahuea

    • Luciano Saádeh

      30 de junho de 2015 em 23:15

      hsauhsuashua
      [img]http://www.troll.me/images/empathetic-shark/there-there-its-all-gonna-be-okay.jpg[/img]

  8. Avp

    30 de junho de 2015 em 13:24

    Me lembrou uma tirinha…
    [img]http://img0.joyreactor.com/pics/post/demotivation-posters-auto-266374.jpeg[/img]

  9. Jeff_Silveira

    30 de junho de 2015 em 09:51

    “26% dos mamíferos sejam extinguidos da Terra”
    Destes 26% estão inclusos nós humanos…

    • Luciano Saádeh

      30 de junho de 2015 em 11:45

      Exatamente, eu como estudo biologia, serei o biólogo da crise, segundo meu professor. huauhasuhas

  10. Julie Ramires

    30 de junho de 2015 em 07:21

    Nem parece que somos a única espécie que tem “consciência” das consequências dos seus atos.

    • Luciano Saádeh

      30 de junho de 2015 em 11:55

      Infelizmente a solução hoje em dia seria parar com a palhaçada a força. Como tudo em todo o caso envolve um enorme jogo de interesses onde o que se concentram são manipulação da boa vontade alheia e logicamente, MUITO DINHEIRO, o poder nos falha, a final quem paga consegue o que quiser… 🙂

  11. Velloz_ Wolf

    30 de junho de 2015 em 02:58

    A extinção mundial já seria um enorme progresso. Continuo contando os dias pra isso tudo acabar 🙂

  12. Eduardo Liskoski

    30 de junho de 2015 em 00:12

    A humanidade é o câncer do planeta, enquanto não der uma merda bem grande, as pessoas vão continuar destruindo o próprio lar…

  13. Pamela Schaiana

    30 de junho de 2015 em 00:07

    Só espero que Deus me leve logo.

  14. Elyel Mello

    29 de junho de 2015 em 23:53

    Nossa, mano. ._.

  15. meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

    29 de junho de 2015 em 20:39

    O mundo está sendo destruído, mas não se preocupem, o céu ainda não vai cair sobre nossas cabeças, o apocalipse é muito mais de política e degradação moral, o homem não pode acelerar o armagedom.

    • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

      29 de junho de 2015 em 20:41

      E Adriano isso é nepotismo? ou o luciano não tem nada a ver com vc?

      • André Silva

        1 de julho de 2015 em 03:33

        Eu nem tinha me ligado que o irmão dele que tinha postado essa matéria, pelo estilo do texto eu pensei que tivesse sido o Diego.

        • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

          1 de julho de 2015 em 16:24

          Eu também pensava que era do Diego, por isso fui ver quem tinha postada, mas não sabia que esse cara era irmão do Adriano.

  16. Douglas

    29 de junho de 2015 em 19:32

    Existem milhares de ONGs focadas em proteger animais entao porque em vez delas agirem sozinhas fazendo um trabalho aqui e outro ali elas poderiam se juntar e assim conseguir fazer trabalhos de maior expressão e assim fazer mais diferença. mas como diz aquele famoso ditado ”As Pessoas Só Dão Valor quando Perdem´´ se eu disse alguma besteira me corrijam por favor.

    • L

      30 de junho de 2015 em 06:55

      Na verdade eles não formão uma ONG gigante pelo fator cultural se eles dexassem o orgulho de lado poderião fazer

  17. Miroouuww

    29 de junho de 2015 em 19:32

    Já estamos fadados ao terrível fim
    Só acho U-U

  18. Lenyyfla Lenyy

    29 de junho de 2015 em 19:27

    sinto que se formos depender da dilma para proteger a biodiversidade de algum pais iremos perder toda a biodiversidade……..

    • Douglas

      29 de junho de 2015 em 20:56

      Se dependermos da boa vontade da dilma para proteger alguma coisa estaremos fudidos ela faz uma coisa ou outra de vez em quando para se gabar na campanha. e olha que o mandado dela so acaba em janeiro de 2019.

  19. Little Uchiha™

    29 de junho de 2015 em 19:03

    Caraca, esse papo me lembra do “dia depois de amanhã” em q o cara tenta alertar mas o vice pres. não ouve pq proteger o planeta custa caro.

    • Mutley

      30 de junho de 2015 em 11:03

      Eu gostava daquele filme até descobrir que ele tinha várias inconsistências científicas .

      • Little Uchiha™

        30 de junho de 2015 em 12:04

        Nunca quis buscar se tinha fundamento científico, mas acho um filme muito bom, quando não tiver nenhum filme inédito psssando dá pra assistir esse de boa.

  20. chapolim do mal

    29 de junho de 2015 em 19:01

    Nós vamos ficar na história, desde 1850, como a pior geração e a que mais matou diretamente o próprio planeta, pena que ninguém vai poder nos estudar.

    • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

      29 de junho de 2015 em 21:14

      Quem vai nos julgar? somos todos a humanidade.

      • Greengineer

        29 de junho de 2015 em 22:46

        Não, você é um dinossauro. E sim, sou um pato verde.

        • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

          30 de junho de 2015 em 00:06

          Não, não. isso é apenas um personagem, mas o seu erro é compreensível, já que uma vez eu conversei com uma pessoa do Acre.

          • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

            30 de junho de 2015 em 00:09

            É engraçado pq o Acre é o único estado com que eu posso fazer piada, uma vez que eu sou do Ceará.

          • L

            30 de junho de 2015 em 06:57

            Pensei que vc era gaucho

          • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

            30 de junho de 2015 em 11:34

            Não, mas aqui também tem umas gostosas. Embora eu não posso tirar proveito disso, não por ser gay, mas por incompetência.

        • chapolim do mal

          29 de junho de 2015 em 22:57

          E eu sou o chapolin de uma dimensão alternativa.

    • Elyane

      29 de junho de 2015 em 19:28

      Ainda há esperança, talvez alguma raça alienígena habite a terra e estude nossos fósseis assim como fazemos com os dinossauros. E quem sabe nos use para ilustrar e-books demonstrando até onde a ganância e o consumismo pode levar a extinção de uma civilização.

      • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

        29 de junho de 2015 em 21:14

        Isso não é papo de mulher, não tem todos aqueles ”batons” ”bolsas” maquiagens ”fofuras” que geralmente se encontram em comentários do sexo feminino.

        • chapolim do mal

          29 de junho de 2015 em 22:59

          Kkkkk, quanto sexismo num comentário, tá querendo que ela vá para o MDS de novo pelo mesmo motivo da semana passada.

          • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

            1 de julho de 2015 em 16:22

            Eu apenas queria começar uma guerra de gêneros, mas parece que isso nunca vai rolar :””(

          • Mutley

            30 de junho de 2015 em 09:21

            Não acho cara , eu juro que não tenho nenhuma intensão de começar uma treta , mas no geral as garotas que passaram pelo Minilua (a maioria) não acrescentava em nada nos comentários , realmente a única coisa que elas tinham era uma carinha bonita , ai quando aparece uma mina inteligente que realmente sabe dizer algo além de ”Que matéria legal” , ai nego fica espantado . (prevejo seguires delas falando que eu sou invejoso , hue) .

          • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

            1 de julho de 2015 em 16:21

            Forasteira o/ quero uma foto dela

          • Elyane

            30 de junho de 2015 em 19:58

            Obrigada pelo elogio, concordo com você a maioria das mulheres e até mesmo os homens tem medo de expor suas ideias por mais coerentes que sejam por temerem ser julgados, mas eu não me importo muito com essas convenções sociais, falo o que penso e se não gostarem tanto faz, já terei me expressado mesmo…kkk…

          • Mutley

            30 de junho de 2015 em 11:01

            *seguidores

          • Mutley

            30 de junho de 2015 em 09:32

            E é claro , pra eu não ser totalmente injusto , tem umas garotas (falando de presente e passado agora) , que tem medo de comentar algo mais complexo por achar que vão estar falando m**** , porque todo mundo vai achar que ela é burra, e outras também que tem medo de expor sua opinião por acharem que isso ”não é coisa de garota dizer ” .

48 Comentários
Topo