Minilua

Os climas mais extremos do planeta

Pelo fato de nós vivermos em locais de clima agradável, acabamos esquecendo que, apesar de dar suporte a vida, a Terra não é um lugar tão habitável assim. Grande parte do planeta está coberto de água e o que sobra tem seu tamanho diminuído pelas regiões de clima extremo, que são incapazes de suportar vida como a nossa:

O lugar mais seco do planeta

Se alguém lhe perguntasse onde fica o lugar mais seco de toda a Terra, sua resposta provavelmente seria algum dos desertos, como o Atacama ou o Saara. Porém essa resposta está muito longe de ser verdade. O lugar mais seco em nosso pequeno mundo está localizado no Norte da Antártica.

McMurdo Dry Valleys (Vales Secos de McMurdo) é uma região estranha. Ela representa 0,03% da Antártida e por ser cercada de grandes montanhas, um fenômeno faz com que nenhuma água “sobreviva” muito tempo por lá. As montanhas em volta criam algo chamado Vento Catabático e isso evapora cada gota de água, antes que ela tenha tempo de umidificar o solo de cascalho do local.

O vento catabático é algo que ocorre em montanhas em diversos lugares. Basicamente, o ar que está mais perto do topo da montanha tende a ficar mais frio e o que está lá embaixo mais quente. Como o ar frio é mais pesado do que o quente, a tendência é que ele desça a montanha e conforme vai chegando a lugares mais baixos, ocorre um aquecimento do mesmo. Criando assim, uma espécie de corrente de ar infinita que está sempre descendo a montanha.

No Dry Valleys esse vento é tão forte, que chega aos 320 km/h causando a evaporação instantânea de qualquer líquido que tente se infiltrar no local. Por isso, mesmo estando dentro do frio da Antártida, essa pequena região não possui neve e mais parece um lugar de outro mundo:

A vida

Apesar da falta total de água, ainda existe vida nesse local inóspito. Dentro de algumas rochas, que guardam umidade que não é destruída instantaneamente pelo vento, existem bactérias vivendo. Organismos anaeróbios (aqueles que não usam oxigênio) foram também encontrados nessa região.

Isso anima muito os cientistas, pois o Dry Valley é considerado como sendo o que temos de mais próximo a realidade de Marte no Planeta Terra, por isso, o local é um centro de estudo permanente e pode nos dar pistas para entender melhor a vida fora de nosso planeta.