Minilua

Clubes e seus mascotes #3

18- Tigre- Criciúma: No sul do país, um dos mascotes mais conhecidos. Em suas cores, os tradicionais preto, amarelo e branco.

19- Vovô- Coritiba: Popular no Paraná, ele representa um antigo torcedor do clube, Max Kopf. Sua introdução, a partir dos anos 50.

20- Mosqueteiro – Grêmio: Inspirado no mascote corintiano, ele é adotado desde de 1946. Seu responsável, o chargista Pompeu.

21- Timbu- Náutico: Ainda nos anos 30, o personagem ganharia destaque. Em sua representação, um simpático gambá de orelha branca.

22- Bicho Papão- Paysandu: No final dos anos 40, o clube receberia seu primeiro mascote. Apelidado de “bicho papão”, ele logo conquistaria a torcida, recebendo ainda, o título de “Papão da Curuzu”.

23-  Moleque Travesso- Juventus: Após vencer o Corinthians, na década de 30, o clube seria apelidado de “moleque travesso”. Tal escolha, aliás, realizada pelo jornalista Thomas Mazzoni.

24- Diabo- América: No Rio, a sua plena aceitação, seja pelos torcedores, como pela critica especializada.