Coisas comuns, perguntas difíceis

Nós convivemos com milhares de coisas todo os dias, mas apesar delas serem comuns para gente, muitas vezes deixam a ciência de cabelo em pé.




Vivo ou morto?

76641_ext_arquivo

Os vírus são alguns dos maiores inimigos dos seres humanos, trazendo doenças que se espalham por todos os cantos. Durante muito tempo, todos acreditavam que eles eram pequenos seres vivos, até que uma pesquisa mudou tudo.

Em 1930, pesquisadores da Rockfeller University conseguiram, pela primeira vez na história, “olhar dentro” de um vírus e o que viram foi surpreendente. Ao contrário dos outros seres vivos, que possuem um metabolismo, os vírus não possuem. Como essa é a característica chave para decidir se alguma coisa é viva ou não, os vírus perderam sua classificação de seres vivos.

Mas aí foi descoberto que os vírus evoluem, se recuperam de machucados, se multiplicam e criam mais proteínas. Isso tudo são características exclusivamente de seres vivos. Contudo, os vírus só conseguem fazer essas coisas em uma situação: quando estão dentro de algum outro organismo vivo.

Isso cria a maior discussão no mundo científico, afinal os vírus estão vivos ou não? Ou só são vivos quando estão dentro de alguma coisa? Ou eles roubam a viva de seus portadores, sendo assim uma espécie de zumbi, meio vivo, meio morto?




Por que envelhecemos?

women-people-monochrome-old-people-children-_2379-44

Os dias passam, os meses se vão e os anos batem a nossa porta. Quando paramos para pensar estamos velhos e acabados. Mas porque será que tal coisa acontece?

A cada renovação celular, nossos músculos ficam mais fracos, as células cerebrais perdem suas capacidades e, no geral, as células em nosso corpo se tornam menos eficientes. Isso parece ser um processo natural e lógico, mas não é.

Alguns cientistas defendem a ideia de que nosso corpo envelhece devido a absorção de coisas ruins do exterior, como raios ultravioletas e alimentos ruins. Outros acreditam que o envelhecimento é algo programado por nossa genética. Contudo, o real motivo do envelhecimento ainda é um mistério.

Além disso, existe outro problema do envelhecimento que ninguém entende direito. Cada parte de nosso corpo parece envelhecer de maneira diferente. Por exemplo, os tecidos das mamas femininas são, em média, três anos mais velhos do que o resto do corpo. Ao mesmo tempo, o coração humano parece envelhecer bem mais lentamente do que o corpo que o carrega. Tudo isso é um grande mistério e talvez a descoberta dele possa ser a chave para nos fazer viver mais.




De onde vieram os cachorros?

1e2af042-de0e-4305-a447-563dbb635f1d

Dos lobos, você pode ter pensando. E essa resposta estaria correta. Mas a questão aqui é onde e quando os seres humanos começaram essa relação com esses incríveis animais?

Estudos feitos em busca dessa resposta chegaram a conclusão que o envolvimento entre cachorros e humanos começou no intervalo entre 34 mil e 9 mil anos atrás. Ou seja, o que foi descoberto é bastante inconclusivo, afinal vai desde que o homem que ainda vivia nas cavernas, até o início da agricultura e civilização.

Uma pesquisa conduzida pela Univesity of Turku revelou que os mesmos animais que viviam entre humanos há 33 mil anos, não tem relação com os cachorros atuais. Usando DNA, eles foram capazes de determinar se os cachorros/lobos que viviam entre humanos na Groenlândia eram antepassados dos cães atuais. Mas a resposta foi negativa, ou seja, não foi desse lugar e época que vieram os animais que tanto amamos.

Sinais de cachorros sendo domesticados existem na Ásia, Oriente Médio e Europa, porém ninguém sabe se essa febre de domesticação começou nesses lugares ao mesmo tempo, ou se um deles foi o primeiro e ter a ideia, que depois se espalhou. Assim, a origem de nossos amados cachorros continua sendo um estranho mistério.

  1. Rodrigo Pontes

    1 de agosto de 2015 em 05:02

    Mufasa era um sábio mesmo rsrs

  2. Nicolau Figueredo Paulino

    3 de fevereiro de 2015 em 12:07

    esqueceram de colocar que envelhecemos também por conta do efeito que o oxigênio tem em nosso corpo através dos radicais livres.

  3. Gabriel Frigini

    29 de janeiro de 2015 em 18:01

    Diego Show

  4. Igor Zach

    29 de janeiro de 2015 em 09:29

    Outra pergunta bem difícil é como cresce e forma ossos no centra da mulher??? Um dia meu primo de 6 anos me pergunto isso, eu nem respondi

    • Igor Zach

      29 de janeiro de 2015 em 09:31

      Ventre*

  5. Matt SoothSayer

    29 de janeiro de 2015 em 09:04

    Minha teoria:
    1º: Vírus são hóspedes malditos que sugam a força vital, de forma lenta, para sobreviverem…
    2º: Envelhecemos porque… Não sei…
    3º: Os cachorros vieram do… também não sei…

  6. Blue

    29 de janeiro de 2015 em 00:41

    A origem dos cachorros é uma pergunta interessante, mas de onde vieram os gatos? alguém achou um filhote de tigre fofinho e decidiu ficar com ele? Os cães podem ter vindo de outros animais, talvez raposas ou coiotes, não sabemos, mas é bem provável que vieram dos lobos, são animais que caçam em bando, em algum momento humanos e lobos se encontraram e algo aconteceu, talvez um lobo perdido encontrado por humanos que cresceu em meio a um grupo de humanos teve filhotes que cresceram entre humanos e assim foi, lobos são espertos, um humano pode ter alimentado um lobo e eles criaram uma amizade, acontece com corvos.

    • Rafael Eduardo Souza

      6 de fevereiro de 2015 em 23:14

      Os animais, tanto os lobos ou felinos de pequeno porte, começaram a se aproximar dos seres humanos primitivos pelo motivo mais básico de todos: alimentação;
      Os antigos se alimentavam da caça e deixavam seus restos, que por sua vez, uma matilha de lobos, se alimentava. Esse ciclo, dado alguns anos, acabou por domesticá-los, pois a distância foi se encurtando até que esses animais passaram a andar por entre humanos. Isso acontece até hoje, quando se quer domar um cachorro, é na base da recompensa, ou seja, petiscos.
      Já os gatos, há relatos, principalmente na região do Egito, em que os felinos entravam nas casas, mais precisamente aonde se estocavam grãos, atrás de pequenos roedores. Mesma história, com o passar do tempo, foram se “acostumando” com os humanos.

  7. Doge

    28 de janeiro de 2015 em 20:03

    Nós que decidimos ajudar os humanos.

  8. Rodrigo Duarte

    28 de janeiro de 2015 em 19:06

    Nos envelhecemos porque tudo é evolução. As várias fases da vida, até depois da morte fazem parte de uma evolução cíclica, onde os seres vindouros vão se aperfeiçoando e se adaptando às condições de seu meio, estamos todos ligados nesse grande ciclo da vida. Fonte: O Rei Leão.

  9. chapolim do mal

    28 de janeiro de 2015 em 18:45

    Eu tenho 3 hipóteses:
    A 1° é que os vírus se alimentam da energia dos seres onde estão e quando estão fora no ambiente natural eles não podem fazer nada além de vagar por ai procurando um corpo e o encontrando por acaso.
    A 2° é que eu acho que as células usam a mesma energia que o cérebro manda para o corpo, com informação biológica e como energia necessita de uma fonte e ela acaba então ela morre aos poucos com as energias guardadas durante a época saudável.
    A 3° é os lobos evoluíram a partir do contato com os humanos, aqueles que tinham a coragem de interagir conosco teria mais confiança com o tempo e se tornariam os cachorros de hoje e os que não teriam seriam os lobos de hoje.
    Eu sei que é bem superficial mas são basicamente hipóteses.

  10. Tolerância Zero

    28 de janeiro de 2015 em 17:03

    Acho que, na questão do vírus, os cientistas deveriam redefinir o conceito de vivo. Porque apenas se possuir metabolismo?
    Aquela porra age em todo o mundo, em várias espécies, mata milhões de seres e ainda tem gente que diz: “tá morto”. Morto é o carai!

    • Eduardo Azrael

      1 de fevereiro de 2015 em 02:51

      Não é bem assim. Os vírus recebem esse nome justamente por essa definição de “não estarem vivos”: a palavra vírus vem do Latim e significa veneno. Isto porque, em essência eles se comportam como venenos: são inertes fora de um organismo, podem cristalizar (alguns vírus conseguem resistir durante anos em estado cristalizado fora de um organismo) e podem matar. A maior diferença dos vírus para um veneno normal é que eles conseguem se reproduzir, por isto que em geral os vírus, apesar dos pesares, são definidos como seres vivos, mesmo não tendo um organismo próprio.

  11. André Silva

    28 de janeiro de 2015 em 16:34

    Legal, ótimo post!

  12. Benny S.

    28 de janeiro de 2015 em 15:51

    Não Sabia que o minilua tinha se associado a globo, agora só tem putaria e coisas inúteis nunca mais vai ser como já foi o dia larguei de vez

    • Helicopterinho

      28 de janeiro de 2015 em 21:07

      Coisas inúteis? E o que seria algo útil para você? .-.

    • Karamelo

      28 de janeiro de 2015 em 16:12

      A vida é feita de putaria e coisas inúteis. A vida de alguns tem mais coisas inúteis do que putaria, de fato. Mas esses são elementos basicos da vida ‘-‘

  13. diego diniz

    28 de janeiro de 2015 em 15:18

    Um grande problema essa coisa dos cachorros, os humanos não registraram informações históricas sufcientes. É tipo como se antigamente soubessem e hoje em dia não. Caso fosse descoberto serviria para estudar a domesticação de outros animais…

  14. Matheus

    28 de janeiro de 2015 em 14:44

    Agora eu já sei porque não tem o reino dos viros.

  15. Max_Power

    28 de janeiro de 2015 em 14:42

    O.o
    Naruto Shippuden na PlayTv?
    Isso só pode ser um sonho………

    • Jeff Dantas

      29 de janeiro de 2015 em 00:16

      Sim, ta passando Bleach, todas as tardes…Além de Death Note!! ^^

      • Kratosm4niaco ÷=÷

        19 de fevereiro de 2015 em 12:47

        Dublado…

  16. Greg

    28 de janeiro de 2015 em 14:22

    Pergunta dificil… ” Por que as mulheres são muito complicadas”???

    • Jeff Dantas

      29 de janeiro de 2015 em 00:16

      Depende, tem algumas que são um pouquinho mais… 🙂

24 Comentários
mais Posts
Topo