Minilua

Colisão de buracos negros pode ter iniciado o Apocalipse

Em algum momento, o mundo que conhecemos vai acabar. Seja por uma catástrofe local, seja por um evento cataclísmico que destruirá o Universo. Mas enquanto nosso fim não chega, podemos assistir de camarote a destruição a nossa volta:

Buracos negros

Os buracos negros são as coisas mais poderosas que podemos encontrar no Universo visível. Eles são grandes corpos de massa que possuem milhões ou mesmo bilhões de vezes a massa do Sol, sendo assim, a gravidade deles é tão grande, que nem mesmo a luz consegue escapar de suas garras. Daí o nome de “buraco negro”, pois como a luz que bate neles nunca se reflete, olhar para um desses corpos é como ver a escuridão em pessoa.

Ao mesmo tempo em que destroem tudo que existe a sua volta, sugando qualquer coisa que passe por perto, os buracos negros são importantes em diversos aspectos. Nossa galáxia possui um enorme buraco negro no meio dela que mantém as coisas unidas. Sem eles, muitas galáxias jamais teriam se formado e a vida seria ainda mais complicada de acontecer.

Quando estão no coração de uma galáxia ou estão vagando pelo vazio, os buracos negros são inofensivos, mas quando dois deles se aproximam, as coisas podem ficar bem feias:

O final do mundo

Até onde vai nosso conhecimento, estamos livres de qualquer problema com buracos negros nos próximos anos. Mas uma galáxia há 3,5 bilhões de anos-luz está passando por uma catástrofe sem precedentes.

Localizada na constelação de Virgem, uma galáxia está vivendo a sombra de um sistema binário de buracos negros supermassivos, conhecido como PKS 1302-102. Sistemas binários são comuns em nosso Universo. Por alguma razão, certos corpos acabam se aproximando, como dois sóis, e a gravidade entre eles cria uma união. Assim, os dois corpos ficam girando um em torno do outro até que um dia a gravidade vence e os dois acabam se batendo e criando um novo corpo ou uma catástrofe.

Exatamente isso está acontecendo com dois buracos negros gigantes na galáxia que fica na Constelação de Virgem. Os dois buracos estão se rodeando e se aproximando um do outro. A primeira vista isso não parece ser um grande problema, mas algo inacreditável vai acontecer ou já aconteceu por lá.

Atualmente, nós podemos observar que os dois buracos negros voam juntos pelo espaço e que a cada dia a distância entre eles diminui. Em algum momento vai ocorrer o choque e algo jamais antes visto vai ocorrer. O impacto desses dois monstros com a massa de bilhões de sóis, vai gerar uma explosão que será maior do que 100 supernovas! Se você não sabe o que é supernova, leia aqui: “Incrível morte de uma estrela”.

O impacto vai ser tão grande, que essa galáxia deve simplesmente desaparecer do mapa! Com a explosão, as estrelas e planetas locais serão arremessados para longe, como pequenas bolas de golfe. E quem sobreviver deve acabar sendo engolido pelo buraco enorme que vai se formar quando os dois se fundirem.

Infelizmente, por essa galáxia estar há 3,5 bilhões de anos, nós estamos enxergando ela no passado. E o impacto dos buracos deve se tornar visível daqui a 100 mil anos para nós. Mas se estivéssemos mais perto dela, já poderíamos ter perdido seu brilho no céu. Pois o apocalipse local já teria devastado tudo.