Minilua

Com problemas? Tire uma soneca!

Uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia comprovou que dormir com algum problema oferece uma espécie de terapia para memórias ruins.

Quando a pessoa dorme, o estresse do cérebro fica desativado, dando espaço a memórias emocionais recentes.

Através de ressonâncias magnéticas percebeu-se que, após o sono, o emocional do cérebro fica quase inativo, enquanto as áreas que governam a racionalidade controlam, o que nos ajuda a superar experiências dolorosas anteriores.

O estudo também explica porque vítimas de estresse pós-traumático que sofrem de distúrbios do sono têm grande dificuldade em superar memórias difíceis.

Matthew Walker, um dos autores da pesquisa, diz que sonhar “nos dá uma forma de terapia noturna, um ‘chá de erva-cidreira’ que remove as pontas afiadas dos dias anteriores”.

Foi comprovado através deste estudo que experiências emocionais, durante o sono são aliviadas, nos fazendo sentir melhor quando acordamos.

Para esta pesquisa com 34 voluntários tiveram sua atividade cerebral monitorada, enquanto cerca de 150 imagens eram repassadas, por duas vezes no intervalo de 12 horas.

De acordo com este estudo, aqueles que dormiram entre os períodos em que as fotos foram repassadas tiveram muito menos reação emocional quando viram as imagens pela segunda vez.

Segundo responsáveis pela pesquisa, este resultado pode explicar porque os remédios para pressão sanguínea, que tendem a diminuir os sinais de estresse no cérebro durante o sono, comprovaram ser efetivos em desordens pós-traumáticas, e podem levar a novos tratamentos para problemas relacionados ao sono e doenças mentais.

 

Adaptado de hypescience