Como a crucificação mata uma pessoa?

A humanidade já inventou muitos métodos para matar pessoas e um dos mais conhecidos de todos os tempos é a crucificação, mas, apesar disso, poucos sabem como ela realmente funciona.




Métodos de crucificação

crucificado

Em uma época onde os direitos humanos se quer eram imaginados, ver a desgraça alheia era uma das grandes diversões. Nesse tempo, as crucificações ganhavam diversas variações, sempre visando dar a maior dor e sofrimento ao preso.

A mais clássica e conhecida crucificação fala de uma pessoa pregada na cruz pelas mãos e pelos pés, mas esse método deve ter sido pouco usado. Pregar alguém dessa maneira pode acabar, literalmente, arrebentando a mão do preso, o que não seria nada bom para o “espetáculo”. O modo mais comum era a “pregação” pelos pulsos.

Outro ponto importante eram os pés, pois quando alguém fica pendurado pelos braços, a dor é insuportável. Por isso, os pés servem de apoio para aliviar essa dor. Só que os crucificadores adoram ver sofrimento e, em muitos casos, quebravam as pernas dos presos, para que eles tivessem que escolher entre a dor nos braços ou a dor nas pernas.

Enfim, não há um método padrão para uma crucificação. As variações são tantas, que existem relatos de gente crucificada de cabeça para baixo, amarrada pelas mãos, presa com os braços juntos e todo tipo de atrocidade que pode-se imaginar.




Morrendo na cruz

jesus crucificado1

Muito se discutiu sobre como a crucificação mata uma pessoa e um cientista chegou a se dependurar nela para tentar entender o funcionamento. No final das contas, o consenso é de que não importa a posição na cruz ou o jeito que uma pessoa é grudado a ela, pois o que mata mesmo é a falta de ar.

Antigamente, quando uma pessoa era colocada na cruz, ela normalmente apanhava e era furada com armas brancas, por isso, acredita-se que muitos tenham morrido em decorrência dos ferimentos. Já os mais resistentes, podem ter morrido por desidratação.

Contudo, acredita-se que a maior parte das pessoas tenha morrido por falta de ar. Quando alguém é preso pelos braços, isso cria uma dificuldade enorme na respiração.

Você mesmo pode testar: Erga os braços bem para cima e tente ficar respirando. Depois de algum tempo, a dificuldade começa a aumentar. Agora imagine ter que sustentar todo o peso do corpo e ainda conseguir colocar ar nos pulmões.

Por isso, os cientistas acreditam que uma pessoa pendurada com os braços para cima, se quer dure uma hora. Já quando os braços são colocados na horizontal, a mesma coisa ocorre, porém é mais lenta, causando mais sofrimento. É por esse fato que a cruz foi altamente adotada em certa época, pois trazia grande sofrimento, podendo matar a pessoa de várias maneiras e no pior dos casos, asfixiar alguém lentamente.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

  1. Márcio Andrade

    29 de janeiro de 2015 em 00:06

    Faltou falar das câimbras e sede que possivelmente a pessoa crucificada sente antes de morrer.

  2. Rodrigo Martiniano

    14 de abril de 2014 em 11:07

    Chupa TJ’s que dizem que Jesus não morreu em uma cruz….

  3. Rodrigo Martiniano

    14 de abril de 2014 em 11:06

    Chupa TJ’s, que dizem que Jesus não morreu em uma cruz….

  4. jhajá

    23 de dezembro de 2013 em 09:46

    Isso só prova que Jesus é realmente o senhor dos senhores…
    Imagina o sofrimento; e tudo por nós.

    • Diego Martins

      30 de dezembro de 2013 em 12:32

      Por nós? Para que? Para resolver os problemas que eles mesmo criou?

      • Skayton

        14 de janeiro de 2014 em 01:56

        Que problemas seriam esses a que vc se refere?

  5. Tisus Craisti

    21 de dezembro de 2013 em 17:44

    Estou chorando mais uma vez …

  6. Fabricio Soares Escano

    21 de dezembro de 2013 em 12:23

    Ôpa! Se muitos Ateus acham que ele teve alucinações, isso significa que já estão adimitindo a existência do Cristo (homem). Legal… já estão na metade do caminho!

    • question

      21 de dezembro de 2013 em 21:01

      só corrigindo amigo não existe “Cristo (homem)”; já vi Estudiosos, teólogos, teorizadores e afins… dizendo, haver provas de que o homem “jesus de Nazaré” tenha existido realmente, mas o Cristo, não a provas e nem relatos desse fato fora os evangelhos, é claro.

  7. Maloqueiro popai

    20 de dezembro de 2013 em 21:22

    Amém xD
    [img]http://dharion.tumblr.com/image/47837752117[/img]

  8. Terrorista

    20 de dezembro de 2013 em 21:00

    Pobre Jesus…

  9. Finn

    20 de dezembro de 2013 em 20:52

    k
    daora

  10. Wagner

    20 de dezembro de 2013 em 20:46

    Que loucura.

  11. Felino

    20 de dezembro de 2013 em 20:46

    mata bem morrido

    • Wagner

      20 de dezembro de 2013 em 20:47

      Não é de morte morrida. É de morte matada.

      • Slender Junior

        20 de dezembro de 2013 em 21:01

        Não, é matando bem matado.

        • Slenderzinho (Governante dos bosques)

          20 de dezembro de 2013 em 22:22

          ou morrendo bem morto e morrido

          • ultramen Tiga

            21 de dezembro de 2013 em 10:46

            [img]http://i0.kym-cdn.com/photos/images/newsfeed/000/173/576/Wat8.jpg?1315930535[/img]

  12. Phantom Lord / Hyoga

    20 de dezembro de 2013 em 20:38

    daora

  13. Garota Infernal

    20 de dezembro de 2013 em 19:49

    O mais assustador era a máquina de matar. Era uma máquina com lâminas afiadas que giravam enquanto a enorme máquina se movia. As pessoas eram enterradas até a cabeça no chão enquanto os outros jogavam coisas nelas, todo o tipo de lixo e então a lâmina alcançava-as degolando elas. Olhe esse vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=SIxm3Z7s5ZI
    Antes de morrer a pessoa passava por uma humilhação absurda… Pelo menos a morte era rápida…

    • Emmanov Kozövisck

      21 de dezembro de 2013 em 22:58

      Não, a máquina de matar não é assustadora. A morte é rápida, logo, não serve como uma forma de tortura física eficaz.

      • Garota Infernal

        22 de dezembro de 2013 em 00:14

        E a aflição de ver as lâminas vindo lentamente até a sua cabeça, além de ser agredido moralmente e as pessoas jogarem ovos na sua cara? Sorry, mas isso é algo meio agonizante.

    • Lucas D

      20 de dezembro de 2013 em 22:33

      Essa maquina é meio ridícula.

    • Wheatley

      20 de dezembro de 2013 em 21:02

      Os romanos amarravam as pessoas à cilindros de madeira e faziam rolar por uma montanha, a força G gerada é suficiente para matar uma pessoa instantâneamente, também tem o touro de bronze que tinha uma corneta na boca e a pessoa era presa dentro dele e o touro era posto em uma fogueira para começar a derreter. A pessoa ia na boca do touro e tentava respirar ar fresco e fazia isso gritando, e graças à corneta ela fazia o barulho de um touro… O ser humano é um bicho nojento

      • Garota Infernal

        20 de dezembro de 2013 em 21:37

        Essa da força G eu não entendi direito, como exatamente a pessoa morria?

        • Wheatley

          21 de dezembro de 2013 em 10:34

          As voltas que o negócio gerava forças de 100 Gs, e a força G é a multiplicação da gravidade da Terra, então a se a pessoa presa na roda pesasse 60 quilos, o peso dela viraria 6000 quilos. E ainda tem o peso da roda! Na verdade eu não me lembro bem quantos Gs a roda gerava exatamente, mas de qualquer maneira, uma quantidade significativa de Gs aplicadas a lugares vitais do corpo, como cabeça, peito e coluna é suficiente para matar

      • Li Syaoran

        20 de dezembro de 2013 em 21:11

        Na Idade Média uma forma muito comum de punir prostitutas era por meio da “pêra”. Uma máquina de metal no formato de uma pêra era inserida na vagina da mulher e depois aberta mecanicamente até a vítima morrer pelo sangramento.

  14. Wheatley

    20 de dezembro de 2013 em 19:26

    As cruzes que os romanos usavam não eram as tradicionais cruzes do cristianismo que vemos hoje. Elas tinham a forma da letra tau, “?” “?”, ou simplesmente a letra T de hoje em dia

    • dr.v

      20 de dezembro de 2013 em 19:33

      verdade,vi isso em um site uns tempos atras.

      • Dunha

        20 de dezembro de 2013 em 20:56

        Jesus é lindo,pega facil

        • ultramen Tiga

          21 de dezembro de 2013 em 10:40

          [img]https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQAAVLrrqp3NKiNQNkQWll3NtkqyNUaLb5CnFsvfvf_mbRFs0zY[/img]

        • dr.v

          21 de dezembro de 2013 em 10:10

          [img]http://geradormemes.com/media/created/oqv3g7.jpg[/img]

    • Wheatley

      20 de dezembro de 2013 em 19:28

      O minilua não reconheceu os caracteres das letras tau ;-;
      Pra que tem curiosidade de saber como eram e estão com preguiça de pesquisar

      [img]http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/4/4a/Tau_uc_lc.svg/160px-Tau_uc_lc.svg.png[/img]

  15. eduardo (eduh)

    20 de dezembro de 2013 em 19:23

    hum…vi em certo luga que jesus morreu devido a perda de sangue(muitos ateus acha que isso poderia ter causado alucinações),causado pela tortura e por de fato ter sido pregado e além de que a posição ajudou ainda mais na perda que apesar disso foi lenta.

    • gato do apocalipse

      20 de dezembro de 2013 em 21:04

      não se esqueça da lança do destino. o golpe de misericórdia dada por um soldado romano (esqueci o nome) que encerrou o vida jesus

      • eduardo (eduh)

        21 de dezembro de 2013 em 01:53

        isso é balela.sim,o soldado romano o perfurou com uma lança,mas isso não o matou instantaneamente.

        • gato do apocalipse

          21 de dezembro de 2013 em 09:11

          isso é um pensamento seu, o que é diferente do que esta registrado

          e olha que essa é uma das poucas partes da historia de jesus que acho que é verdade

    • Emmanov Kozövisck

      20 de dezembro de 2013 em 19:58

      Interessante, é uma boa suposição. Segundo relatos, ele fora pregado pelo pés e nas mãos, mas o interessante é que, quando pregado pelos pés, os joelhos ficaram dobrados para facilitar o seu posicionamento na cruz.

    • dr.v

      20 de dezembro de 2013 em 19:26

      faz sentindo O.0

  16. Tati

    20 de dezembro de 2013 em 19:22

    Quanta crueldade!

  17. robo_louco 2.0

    20 de dezembro de 2013 em 19:15

    Matando hueuehue

    • Luiza Lopes

      20 de dezembro de 2013 em 19:20

      Era para ser engraçado? O.o Essa parte eu perdi… 😛

  18. Greg

    20 de dezembro de 2013 em 19:14

    Zica hein

43 Comentários
mais Posts
Topo