Como os dinossauros realmente eram?

Desde 1993, a humanidade se transformou em fã de dinossauros. O filme Jurassic Park popularizou esses enormes seres do passado e transformou tais animais em temas correntes e corriqueiros. Mas será que eles são tão amedrontadores como nas telonas?




Pássaros que não voam

1764565_orig

Hoje em dia, não existem mais dinossauros, afinal eles foram extintos há 65 milhões de anos em um evento conhecido como Extinção KT (Cretáceo/Terciário). Mesmo assim, apesar dessa extinção ter eliminado três quartos da vida no planeta, nem tudo foi perdido. Alguns descendentes dos dinossauros conseguiram sobreviver e deram origem a animais modernos.

Conhecidos como Terópoda, esse grupo de dinossauros surgiu no triássico e teve seu ápice no cretáceo. Nessa época, esse grupo era enorme, tinha representantes de diversos tamanhos, desde pequeno seres com dez centímetros até alguns que passam dos cinco metros. Os maiores acabaram não sobrevivendo a vida dura pós-extinção, mas os pequenos deram um jeito e acabaram dando origem aos pássaros que temos hoje em dia vivendo na Terra.

Centenas de características dos pássaros atuais batem com fósseis de dinossauros, o que permitiu aos cientistas chegarem a essa conclusão de parentesco com bastante precisão. Mas existe uma caraterística que você nunca imaginou que essas duas espécies de seres poderiam ter em comum:




O jeito do bicho

jp3_male_velociraptor_by_yankeetrex-d3iqgr0

A imagem do Velociraptor que você está acostumado a ver em filmes, pode não ter tanto a ver com a realidade. Quando olhamos para o corpo desse ser, podemos ver claramente sua ligação com as aves. Leve em conta uma galinha:

928249-chicken

Tirando o rabo mais comprido do Velociraptor e seu tamanho maior, o resto do corpo se assemelha muito a uma galinha e o mais incrível de tudo é que, diferentemente daquela pele verde que vemos no filme, os dinossauros dessa espécie também deviam ter penas por todo o corpo.

A descoberta de um dinossauro chamado Zhenyuanlong suni, que teve o fóssil encontrado na China, confirmou a dúvida sobre as penas que os cientistas tinham. O estudo publicado na Scientific Reports revelou que o parente próximo do Velociraptor tinha penas, que podem ser vistas claramente no fóssil:

close-up_of_wing_feathers_of_zhenyuanlong_suni_i._credit-_junchang_lu

Agora, novos estudos devem ser feitos em outras espécies, próximas ou não aos temidos Velociraptor. Quem sabe até mesmo o poderoso T-Rex tenha sido apenas uma galinha gigante:

  1. Paulo Tavares Junior

    11 de junho de 2016 em 10:05

    Somente os dinossauros pequenos e avianos evoluíram para as aves. Os grandes foram extintos pelo inverno nuclear ocasionado pelo asteroide e seus eventos cataclísmicos. Até hoje o planeta ainda se recupera disso, pois tanto a fauna como a flora se tornaram menores e menos variadas do que no final do período cretáceo. Gigantes não evoluem para menores sem um evento cataclísmico que gere escassez. E mesmo os répteis que sobreviveram, como os crocodilos, se tornaram menores, pois a oferta de comida se tornou menor.

  2. Isaias Natan

    3 de agosto de 2015 em 00:58

    então quer dizer que dinossauros tinham gosto de frango?! maquina do tempo agora! quero fazer um nugget de Velociraptor!

  3. Li Syaoran

    23 de julho de 2015 em 16:21

    Atualmente a ciência já tem evidências suficientes para afirmar que raptores até tiranossauros possuíam penas. Já é possível inclusive teorizar quais seriam os tipos de penas apresentados por cada um deles.
    Pensemos em como se formam as penas nas aves atuais:
    -1° Passo: algumas células da pele da ave vão se multiplicando mais rapidamente formando uma saliência conhecida como “papila”, essa papila continua a crescer a ponto de afundar as células vizinhas gerando uma pequena estrutura conhecida como folículo. O folículo é constituído por um cilindro de pele e um “fosso” ao seu redor chamado colarinho.
    -2° Passo: uma artéria nasce no interior do folículo favorecendo o crescimento e produção de colágeno das células. As células internas vão se diferenciando e crescendo helicoidalmente para gerar as estruturas raque (o eixo principal da pena), barbas (ramificações da raque) e bárbulas (ramificações das barbas).
    -3° Passo: as células morrem deixando apenas um esqueleto de queratina que é a pena propriamente dita. O colarinho também é queratinizado para gerar o cálamo, estrutura protetora da base da pena. Penas penáceas (próprias para o voo) apresentas ganchos nas bárbulas para “fechá-las” e um formato assimétrico para dar efeito aerodinâmico. Penas plumáceas (próprias para isolamento térmico, típicas de filhotes) não apresentam uma raque bem desenvolvida e muito menos ganchos nas bárbulas, apenas um emaranhado de barbas e bárbulas longas partindo do cálamo.
    Existe um ramo da biologia evolutiva chamado “evo-devo”, especializado em estudar como as estruturas se desenvolvem com o tempo. Os cientistas dessa área conseguiram relacionar os passos do desenvolvimento acima com a evolução dos dinossauros, chegando aos seguintes estágios:
    -Estágio 1: apenas um folículo oco.
    -Estágio 2: tufo de barbas sem bárbulas partindo do cálamo.
    -Estágio 3: aqui os cientistas ainda não têm certeza de como as penas se desenvolveram por isso surgiram duas hipóteses: a de uma pena com barbas e bárbulas partindo do cálamo (como a dos filhotes atuais) ou de uma pena planar com uma raque central bem desenvolvida e barbas sem bárbulas. De qualquer maneira ambas as hipóteses convergem para o mesmo ponto: uma pena planar com raque desenvolvida, barbas e bárbulas mas sem ganchos. É nesse estágio em que se encontra o T-Rex.
    -Estágio 4: lâmina penácea fechada (com raque, barbas, bárbulas e ganchos). É aqui onde fica o velociraptor.
    -Estágio 5: lâmina penácea fechada e assimétrica como a das aves atuais.

    • Li Syaoran

      23 de julho de 2015 em 16:25

      P.S: Velociraptors mal chegavam a um metro de altura.

  4. Qwer Gamer

    23 de julho de 2015 em 13:06

    O motivo por eu ter trauma de galinhas é que quando eu tinha 4 anos, eu tava com um pacote de salgadinho na mão e tava no quintal. Uma das galinhas caipiras da minha vó chegou perto e roubou :'(

    • Maurício Rocha

      28 de julho de 2015 em 19:41

      As galinhas da minha avó comem coxas de frango.

  5. FunkyEmChamasCat

    23 de julho de 2015 em 11:48

    Galera, grupo no WhatsApp para quem gosta do Minilua! Me chama lá: 31 9167-3796

  6. Caciano Genz

    23 de julho de 2015 em 10:08

    É a mesma coisa que dizer que o ser humano veio do macaco… [quem sabe a da teoria certa, fique quieto, não precisa ficar me explicando]

    • Cold

      23 de julho de 2015 em 11:07

      “ain mas não viemos do macaco…. viemos de um ancestral em comum” – intelectual, pseudo

      • André Silva

        23 de julho de 2015 em 11:57

        Por que quem fala isso é pseudointelectual? Não é a teoria correta?

        • Cold

          23 de julho de 2015 em 17:45

          eu quis ironizar aquelas pessoas que gostam de corrigir os outros mas sabem quase nada sobre o assunto, como dito pelo Caciano: “quem sabe a da teoria certa, fique quieto, não precisa ficar me explicando”

  7. Lenyyfla lenyy

    23 de julho de 2015 em 10:01

    [img]http://cdn.minilua.org/wp-content/uploads/2015/07/Feathered_T-Rex-001-600×375.jpg[/img]

    sabe em que eu estava pensando ao ver essa imagem?:

    [img]http://cdn.receitasdeminuto.com/wp-content/uploads/2012/04/armazenar_ovos_cozidos.jpg[/img]

  8. Jeff_Silveira

    23 de julho de 2015 em 09:54

  9. Canal LF

    23 de julho de 2015 em 08:28

    Não sabia que minha ex namorada era parente dos dinossauros.
    Entendo o apelido que ela tinha: brotossauro…

  10. Lucas Rodrigues

    23 de julho de 2015 em 07:31

    “Quem sabe até mesmo o poderoso T-Rex tenha sido apenas uma galinha gigante.”
    Torço para que não. Seria meio brochante.

    • Caciano Genz

      23 de julho de 2015 em 10:10

      acho que so animais mais pequenos desenvolveram tal material, algo parecido com penas, mas ninguém estava la pra ter certeza..

  11. Blue

    23 de julho de 2015 em 01:22

    Apenas uma galinha gigante carnívora com dentes enormes e afiados, é, só, claro, tranquilo

    • Leviathan

      23 de julho de 2015 em 02:07

      É, nada demais, não é como se ela fosse matar a gente com uma bicada

  12. André Silva

    23 de julho de 2015 em 01:06

    Detesto galinhas, são muito abusadas. Poxa, eu doido pra mudar minha foto de perfil pra uma mais fodastica mas não da pelo celular, muita coisa fica omitida aqui 🙁

    • Miroouuww

      23 de julho de 2015 em 17:55

      kk se quiser eu mudo procê! Add no face e me passa sua senha do ML depois vc muda ela ^^

      • André Silva

        23 de julho de 2015 em 19:28

        Valeu cara, mas não dá, primeiro que eu não tenho face, e segundo que nem eu sei a minha senha do minilua kkk, eu to sempre logado.

  13. Miroouuww

    22 de julho de 2015 em 23:47

    Um ovo desses daria uma bela omeletes ^^

  14. Greengineer

    22 de julho de 2015 em 23:02

    Só pense as coxinhas…
    [img]http://i.telegraph.co.uk/multimedia/archive/02914/dinosaur_2914494b.jpg[/img]

    • Caciano Genz

      23 de julho de 2015 em 10:12

      humm.. coxinhas…

  15. Léo Oliveira

    22 de julho de 2015 em 22:14

    Gostaram de estragar minha infância

    • Dark

      22 de julho de 2015 em 22:50

      Dinossauros comendo pessoas nos filmes, andando nas ruas, fazendo um terror e tal, é infância que é bom nada né? ‘-‘

      • Léo Oliveira

        22 de julho de 2015 em 23:43

        Mas foi assim qye me acostumei com dinossauros, e nao como galinhas gigantes

  16. chapolim do mal

    22 de julho de 2015 em 21:59

    Legal, mas e dai que eram apenas galinhas gigantes? Se existissem galinhas gigantes seria foda do mesmo jeito.

28 Comentários
mais Posts
Topo