Minilua

Como a internet mudou o mundo (para o bem e para o mal)

A internet foi uma das maiores revoluções da história da humanidade e mudou nossa vida de diversas maneiras, tanto para o bem quanto para o mal:

Fim da paz

A internet acabou com os momentos de paz. Antigamente, era normal ficar no quarto sozinho, apenas ouvindo música, pensando na vida ou curtindo a solidão, mas hoje estamos conectados em todos os momentos. Seja no banheiro, na sala de aula, vendo TV, não existe mais uma pessoa que não passe boa tarde do seu tempo checando as notificações.

Autodiagnóstico

Tentar tratar uma doença sem ir ao médico não é uma das coisas mais inteligentes do mundo, mesmo assim, a internet trouxe um benefício à saúde. Hoje em dia, mais pessoas buscam pelos sintomas do que estão sentido e acabam descobrindo que doença tem. Uma boa parte delas acaba se tratando em casa, porém um grande grupo, influenciado por suas pesquisas online, acaba indo ao médico para confirmar os problemas, o que gerou uma melhora na saúde mundial.

Fim dos grupos de estudo

Quem estudou no final dos anos 90 e início dos anos 2000, certamente passou muitas tardes dentro de uma biblioteca com os colegas estudando os mais diversos assuntos. Hoje em dia, não é tão incomum vermos pessoas na biblioteca, mas mesmo estando cercadas de livros, elas passam mais tempo na frente do computador do que olhando nas páginas de papel.

Não é nada incomum que alunos façam trabalhos inteiros sem nunca se reunirem, a não ser no dia da apresentação. Obviamente a falta de contato social piorou, porém, por outro lado, o acesso à informação está melhor, porque todo mundo tem acesso aos mesmos conteúdos online.

Multitarefa ineficiente

Seja no trabalho ou em casa, ter dezenas de abas abertas no navegador, um editor de textos e mais outros programas rodando é o padrão, quase que universal. Isso parece que estamos com um maior rendimento, porém, na verdade, estamos ficando menos eficientes com o passar do tempo.

Sem paciência

Pesquisas mostraram que nós somos mais impacientes por causa da internet. Bastam dois segundos de espera para começarmos a achar que as coisas estão erradas e dez segundo é o tempo limite na paciência de uma internauta para que um vídeo ou um site carreguem.