Como o sexo virou amor e moldou a civilização

Nem sempre nós fomos animais tão sociais, nem sempre houve casamentos ou qualquer tipo de relacionamento entre homens e mulheres. Há muito tempo, os humanos ainda eram outra espécie e o sexo era bem diferente do que estamos acostumados.




Há milhões de anos

australopitecus

Quando os seres humanos pareciam macacos, cheios de pelos, pequenos e vivendo em árvores, ainda na época dos Australopitecos, o sexo e amor eram bem diferentes. Não existia uma sociedade com famílias, como ocorre atualmente. Naquele tempo, os homens e mulheres viviam separados e as fêmeas “mandavam no pedaço”.

A coisa era mais ou menos assim. As mulheres viviam em grupos, separadas dos machos e, na época da ovulação, entravam no cio, do mesmo jeito que outros animais, como cães e gatos. Como a vagina ficava mais próxima dos anus, na hora de se reproduzir, as fêmeas desciam das árvores e ficavam de quatro. Essa posição, além de expor o órgão sexual, permitia que os famosos Feromônios se espalhassem pelo ar. Em pouco tempo, os machos sentiam a presença da fêmea no cio e faziam uma grande excursão sexual.

Após toda aquela loucura, onde uma mulher transava com vários machos para aumentar as chances de fertilizar o óvulo, os parceiros sexuais se separavam e nunca mais se viam. Assim, as fêmeas voltavam para sua vida em meio a outras mulheres. Sozinhas, as mães criavam as crianças. Não havia amor, nem laços sentimentais, tudo se resumia a sexo, na hora em que a mulher queria e pronto. Os homens só serviam como meros reprodutores.

Mas eis que o tempo passou e as coisas mudaram.




A grande mudança

2dc60850-b5c3-11e3-8320-71c12c576b7f_amor630

Um milhão de anos mais tarde, aquele sexo de quatro na savana começou a mudar. O canal vaginal feminino, que antes ficava “bem para trás”, começou a ficar mais para frente. Dessa maneira, o sexo de quatro ficou complicado. Lá pelas tantas, o machos, que tentavam sem sucesso colocar a “linguiça de molho” tiveram que mudar a posição. Sem outra opção, eles viraram as mulheres de frente. Assim, no meio da savana, surgiu a famosa posição “papai e mamãe” e isso mudou a história da humanidade.

Quando o sexo era de quatro, havia apenas aquele momento de penetração. Em seguida, o macho virava as costas e ia embora. Porém, com a nova posição, surgiu o contato visual. Isso iniciou a liberação de oxitocina (hormônio do amor) durante o sexo. E aos poucos a paixão surgiu…

A oxitocina é conhecida como o hormônio do amor, pois é liberado quando estamos perto de quem amamos. Isso nos dá uma sensação gostosa. Como o sexo de quatro não envolvia contato visual, muitas vezes, o macho nem sabia com quem tinha transado. Mas, agora, ele conhecia sua parceira e, caso a encontrasse de novo na floresta, o reconhecimento era imediato.

Juntando o hormônio do amor, com o reconhecimento e o sexo mais íntimo, muitos machos e fêmeas começaram a ser ver novamente e criaram os primeiros casais. Em pouco tempo, os machos que antes viviam separados das fêmeas e não conheciam seus filhos, começaram a ajudar na criação e o que antes era apenas sexo casual, virou família.

Assim, graças a mudança de posição sexual, a humanidade deixou de ser apenas grupos de homens e mulheres separados e se tornou a espécie da família e do amor.

  1. Emmanov Kozövisck

    23 de janeiro de 2015 em 15:42

    Interessante texto, mas a questão pendente é: como a vagina afastou-se do ânus e por quê?

    • Alfred Edmund

      23 de janeiro de 2015 em 17:23

      sabe como é,ela nao gostava do fedor e por isso decidiu se mudar

      • Mutley

        23 de janeiro de 2015 em 22:28

        Acho que brigaram …

  2. SnesTalgia

    23 de janeiro de 2015 em 11:52

    Não mudou muito não 0.o kkkk

  3. Little Uchiha™

    23 de janeiro de 2015 em 02:50

    Linguiça de molho é a primeira vez q vejo isso kkkkkkk, mas tipo o macho poderia reconhecer de volta a fêmea com.o cheiro não?
    Resumindo: não dá pra se apaixonar de quatro? Lol

  4. Blue

    23 de janeiro de 2015 em 00:44

    Pena que ainda existam “macacos” assim andando entre nós, parece que o amor e a arte estão sendo esquecidos, a mídia só mostra sexo, as pessoas só falam de sexo, tudo é sexo, aí quem fala de amor é chamado de gay como se isso fosse um insulto, isso me deixa triste.

    • Alfred Edmund

      23 de janeiro de 2015 em 17:22

      RACISTA!!!!!!!!!

    • DCemblemático

      23 de janeiro de 2015 em 11:49

      Sexo>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Amor. O choro é livre he-he-he

  5. Tolerância Zero

    23 de janeiro de 2015 em 00:40

    Senhor Diego, aqui diz que estou com o mesmo IP de outro usuário, sendo que eu nem conheço esse tal. Gostaria que pudessem dar uma olhada nisso.
    Agradeço desde já.

    • Luís Felipe

      24 de janeiro de 2015 em 00:11

      Ei, q merda é essa???

    • André Silva

      23 de janeiro de 2015 em 02:20

      Ah cara, acho difícil eles arrumarem. Faz umas 2 semanas que um tal de Vitor Assis apareceu aqui como no mesmo IP que eu, reclamei e até agora nada, acho que nem olharam.

  6. Tolerância Zero

    23 de janeiro de 2015 em 00:35

    Mas ainda não há nada melhor que uma mulher assim:
    [img]http://media.tumblr.com/7055e8fe8ea8d574db59799628bbef56/tumblr_inline_mvgatl0grh1rpuf0v.jpg[/img]

    • Tolerância Zero

      23 de janeiro de 2015 em 00:39

      Senhor Diego, aqui diz que estou com o mesmo IP de outro usuário, sendo que eu nem conheço esse tal. Gostaria que pudessem dar uma olhada nisso.
      Agradeço desde já.

      • DCemblemático

        23 de janeiro de 2015 em 11:46

        Aqui acontece a mesma coisa he-he-he

  7. Kuwabara

    22 de janeiro de 2015 em 22:09

    ”Assim, graças a mudança de posição sexual, a humanidade deixou de ser apenas grupos de homens e mulheres separados e se tornou a espécie da família e do amor.” e assim começou toda essa putaria 🙂

  8. Wayne Griffin

    22 de janeiro de 2015 em 21:54

    Fazer sexo de frente mudou a humanidade!? OMG

    • Rodrigo Romeu

      29 de março de 2016 em 01:57

      Exatamente rs

  9. TKD kyosanim

    22 de janeiro de 2015 em 21:45

    [img]http://www.blogcdn.com/slideshows/images/slides/254/256/3/S2542563/original.gif?v=1[/img]

    “Além de expor o órgão sexual, permitia que os famosos Feromônios se espalhassem pelo ar”.
    =)

    • Aguiar

      22 de janeiro de 2015 em 22:02

      Velho, fico lendo seus posts, tu viaja demais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk muito bom kkkkkkkkkkkk

  10. André Silva

    22 de janeiro de 2015 em 21:27

    Lendo o texto eu comecei a lembrar do The Noite, rs. Tipo na parte que fala ”Assim, no meio da savana, surgiu a famosa posição “papai e mamãe” e isso mudou a história da humanidade”, o Danilo com certeza faria um comentário zuando o Marcos Kleine, tipo: ”O Marcos Kleine deve estar pensando agora ”Nossa, como assim papai e mamãe…”, sei lá, até imaginei como seria a situação e comecei a rir aqui…

  11. Ana Vitória Almeida da Sliva

    22 de janeiro de 2015 em 20:39

    Segunda de novo. :/

  12. Aguiar

    22 de janeiro de 2015 em 20:24

    “Naquele tempo, os homens e mulheres viviam separados e as fêmeas “mandavam no pedaço” ”

    até parece que mudou muita coisa…

    • DCemblemático

      23 de janeiro de 2015 em 11:45

      Tinha um tempo onde os homens mandavam em casa, as mulheres tinha que obedecer os maridos ai veio as feminista e acabaram com isso he-he-he

25 Comentários
Topo