Como você pode ser manipulado e nem notar

Todo mundo se acha dono de si e capaz de tomar sempre a melhor decisão, como se nada pudesse afetar os próprios pensamentos. Essa sensação de poder sobre si é algo comum a todos, porém nosso cérebro é extremamente falho e pode ser manipulado de diversas maneiras:




Frio ou quente

429985

Imagine se você fosse chamado para ser jurado em um caso de assassinato. No primeiro momento, todo mundo pensa em dar o melhor de si e tentar fazer a escolha certa para a justiça, porém existem coisas que podem modificar nosso julgamento, por mais sincero do que ele seja, sem notarmos.

Um estudo, apresentado na famosa publicação Science, revelou que nós somos afetados pela temperatura da sala em que estamos e que isso muda nossa maneira de pensar sobre a pessoa que estamos julgando. O estudo fez com que alguns voluntários ficassem em uma sala fria, enquanto analisavam os bandidos, e outros fizeram a mesma coisa, só que em uma sala mais quente.

Ao final, foi revelado que as pessoas na sala fria tendiam a tratar os bandidos como mais perigosos e acreditavam que eles teriam agido a sangue frio, ou seja, teriam premeditado os crimes. Já quem ficou na sala quente, apostou que os bandidos eram menos perigosos e teriam agido no “calor do momento”. Por isso, a temperatura da sala onde está acontecendo um julgamento pode interferir diretamente no resultado do mesmo e manipular você a pensar de maneira diferente.




Criatividade

criativo

Diversos estudos já revelaram que nosso cérebro é uma máquina que pode ser melhorada com estímulos externos. Tanto que pequenas descargas elétricas em partes específicas podem resultar em uma melhora de determinado aspecto. Por isso, Juliet Zhu, pesquisadora da University of Carolina, resolveu estimular o cérebro de alguns voluntários para que eles se tornassem mais criativos.

Para medir os resultados, os cientistas usaram o teste chamado Torrance Test of Creative Thinking, que usa diversos parâmetros, tais como: fluência, flexibilidade, originalidade e elaboração. A soma dessas partes gera o resultado do nível de criatividade da pessoa em determinada situação. Sendo assim, os voluntários fizeram o teste sobre o efeito dos impulsos elétricos no cérebro e o resultado foi bom.

Porém, o resultado realmente incrível desse teste foi o que ocorreu com os voluntários que fizeram o teste sobre o falso efeito dos impulsos elétricos. Ou seja, alguns participantes foram informados que receberiam os impulsos para melhorar a criatividade, contudo era mentira. Eles fizeram o teste sem nenhum auxílio, como em um dia normal e o resultado desse grupo foi 7,4% maior do que os “turbinados”.

Isso revelou que o cérebro pode ser manipulado para pensar em ser mais criativo, sem ter que recorrer a estímulos externos, bastando uma boa dose de confiança. Por outro lado, esse teste revelou o quanto somos facilmente influenciados e mudamos até nossa maneira de pensar apenas pela sugestão externa.

  1. VanDrak SubZero

    1 de junho de 2015 em 16:28

    Quer dizer que eu sou mal, e vejo o Scorpion com maus olhos, por causa de viver no meio do frio?! :O

  2. Caynan Son

    16 de maio de 2015 em 12:52

    Bugay;;

  3. Gênesis

    15 de maio de 2015 em 15:03

    Sala quente ou fria para quem? Quais participantes estavam incomodados com a temperatura? Os que estão mais “relaxados” julgarão menos periculosamente. Claro, é como a pobreza brasileira que tem um estimulo maior a violência e por também terem uma tolerância maior as desgraças que lhes são impostas.

    …PS não sou dos Direitos Humanos. kkk

  4. Bruno Silva

    15 de maio de 2015 em 00:16

    Gostei muito da matéria…
    Segue lá no insta> bruno_snoww

  5. Frank the Rabbit

    14 de maio de 2015 em 11:17

    Fita de Moebius.
    Fuck Yeah.

  6. Miroslau

    14 de maio de 2015 em 08:09

    [img]http://charges.uol.com.br/upload/bobagens/falhou.jpg[/img]

  7. Smoker

    13 de maio de 2015 em 19:35

    O maior motivo da manipulação masculina:

    [img]http://http://photo3.ask.fm/959/139/394/2390003028-1rhb69i-gl76dgo9m093lo5/preview/peitos1.jpg[/img]

    • Mutley

      13 de maio de 2015 em 22:02

      Edificante …

      • chapolim do mal

        14 de maio de 2015 em 11:49

        Édificio não ficar alegre.

  8. Mutley

    13 de maio de 2015 em 19:18

    Eu realmente não sei o que é ser criativo , quando criança me lembro que era fácil ”inventar” coisas para brincar , ficava nos fundos de casa e fazia estradinhas de terra para os carrinhos transitarem , eu também construía QG’s para os heróis e os vilões e rodeava eles fazendo muros com pedras , isso tudo porque eu assisti um episódio da turma da Mônica em que o Cebolinha e o Cascão faziam o mesmo , eu achei aquilo tão massa que quis fazer igual , me lembro que tinha uma parte com grama que eu fazia de floresta xD , quando era só calçada eu pegava um pedaço de tijolo e riscava no chão pra traçar as ruas huahuahua

  9. Elyane

    13 de maio de 2015 em 19:15

    Boa matéria, já participei de muitos desses testes “influenciáveis” (na verdade fui cobaia..kkk.. para ajudar amigos que cursavam publicidade e administração ) que quando vc percebe, já respondeu algo que não devia ou não queria. Isso realmente funciona que até chega a ser assustador.

  10. Rodrigo Duarte

    13 de maio de 2015 em 18:39

    Somos um bando de Maria vai com as outras…

  11. Greengineer

    13 de maio de 2015 em 17:51

    [img]https://herpeederp.files.wordpress.com/2011/07/trolandosal.jpg[/img]

    No dia que faltar sal vocês já sabem o que fazer…

    • Dark

      15 de maio de 2015 em 01:10

      Mano eu ja fiz isso uma vez quando era pequeno, tinha gosto de sal ‘-‘

    • Wyvern Björk

      14 de maio de 2015 em 12:15

      To fazendo a uns 10 minutos e ainda não senti o gosto do sal…

      • Greengineer

        14 de maio de 2015 em 17:09

        [img]http://cdn.head-fi.org/e/ea/900x900px-LL-eaf9aeec_half-trollface.jpeg[/img]

    • meu nome é um grande texto que não faz sentido e que faz apologia a drogas e sexo, mas nem todas as drogas, esse nome não faz apologia a droga que é o DC he-he-he, onde será? que eu posso chegar aqui no nome, pois é óbvio que em algum momento o esp

      13 de maio de 2015 em 18:55

      Eu vi que era trollagem, mas fiz mesmo assim para ter certeza.

  12. chapolim do mal

    13 de maio de 2015 em 17:47

    Quem assiste aqueles programas do NatGeo vê como o cérebro pode ser enganado facilmente, tipo:
    [img]http://http://passapalavra.info/wp-content/uploads/2012/05/geo1.png[/img]

  13. M_igor

    13 de maio de 2015 em 17:46

    Só eu achei o titulo confuso?

    • Diego Martins

      14 de maio de 2015 em 09:37

      Sim XD

    • Dark Ghost

      13 de maio de 2015 em 22:11

      Sim

21 Comentários
mais Posts
Topo