Minilua

A evolução de grandes ícones automotivos

Já no século XVII, se idealizavam veículos que fossem movidos a vapor. Mas foi só em 1807 que começaram a aparecer os primeiros carros movidos por um motor de combustão, o que levou à introdução em 1885 do “moderno” motor com combustão a gasolina.

A linha de produção em larga escala de automóveis a preços acessíveis foi lançada por Ransom Olds em 1902. Este conceito foi amplamente expandido por Henry Ford, com início em 1914. De lá pra cá surgiram muitas montadoras produzindo diversos modelos de veículos ao redor do mundo. Os carros produzidos por elas foram se modificando e se modernizando através dos tempos, levando em conta a tecnologia, o gosto e o costume da sociedade na época.

Alguns destes automóveis estão no mercado a muito tempo. São clássicos que, embora permaneçam com o mesmo nome, se modificaram completamente desde seu modelo original. Vamos ver o quanto os clássicos veículos originais se modificaram através das gerações.

BMW 3 Series

A BMW lançou o Série 3, em 1975. A primeira geração da série foi produzida de 1975 a 1982. Durante oito anos, foram vendidos cerca de 1,4 milhões de unidades, o que foi o recorde mundial da época. 40 anos depois, com a sexta geração do veículo, já foram vendidos mais de 14 milhões de unidades no mundo inteiro, tornando a BMW 3 Series o modelo mais vendido da montadora.

Camaro

O original Camaro chegou às ruas em 1966, no auge da era dos muscle cars (carros com potência, tamanho e performance elevadas). O Camaro foi criado para ser o principal concorrente do Ford Mustang da época, conhecido como Pantera. O atual é a sexta geração deste carro icônico.

Corvette

Quando a Chevrolet introduziu o Corvette em 1953, ninguém poderia ter previsto o quanto este veículo se tornaria um ícone desportivo de 2 lugares. Apenas algumas centenas foram construídos naquele primeiro ano, mesmo assim o carro marcou sua época uma vez que era o único americano de 2 lugares no mercado, além de ter utilizado um material novo e revolucionário chamado de fibra de vidro. O novo Corvette possui impressionantes 650 cavalos de potência, tornando-o o carro de produção mais potente da General Motors.

Impala

O Impala é outro clássico da Chevrolet sendo posto à venda pela primeira vez em 1957. Ele teve algumas interrupções em sua produção desde então, mas atualmente está na décima geração.

Suburban Carryall

Depois de fazer experimentação fixando um vagão a um chassi comercial, a Chevrolet lançou o Suburban Carryall em 1935. Ele tinha capacidade para até oito passageiros. O nome atual é apenas Suburban.

Fiat 500

O Fiat 500 foi projetado para desenvolver e renovar a gama de produtos da Fiat após a devastação da Segunda Guerra Mundial. O pequeno Cinquecento (italiano para o “500” ) tinha a missão de fornecer transporte eficiente e acessível durante o período de reconstrução e recuperação econômica da Itália. A versão moderna do 500 foi lançada em 2007 e é vendida atualmente em 80 países.

Mustang

Em 17 de abril de 1964, a Ford mostrou o novo Mustang pela primeira vez na Feira Mundial em Nova Iorque. A previsão inicial de vendas de 100 mil unidades para o primeiro ano foi batida em apenas três meses. A versão atual do Mustang é a sexta geração que tem o cavalo icônico como símbolo principal. O veículo vendeu mais de 9 milhões de unidades desde o original. Mesmo tendo sido completamente refeita, a versão atual ainda é facilmente reconhecível como um Mustang.