Conheça o cristal que pode armazenar até 360 Terabytes de arquivos

Os cientistas da Universidade de Southampton, Inglaterra, conseguiram dar um grande passo na criação de armazenamento de dados digitais capazes de sobreviver por bilhões de anos. Usando vidro nanoestruturado, os pesquisadores do Centro de Investigação da Universidade de  Optoelectronica (ORC) desenvolveram um novo processo de gravação e recuperação em cinco dimensões (5D) para os dados digitais escritos a laser femtossegundo.

cinco de armazenamento de dados de cristal 5d dimensional

O dispositivo permite salvar dados de até 360 terabytes (TB) por disco, além de possuir uma estabilidade térmica de até 1.000°C e uma vida virtualmente ilimitada à temperatura ambiente, abrindo uma nova era para o arquivamento de dados externos.

Como uma forma extremamente estável e segura de memória portátil, a tecnologia poderia ser muito útil em organizações com grandes arquivos, como arquivos nacionais, museus e bibliotecas, para que suas informações e registros sejam perfeitamente preservadas.

A tecnologia foi demonstrada experimentalmente em julho de 2013, quando um arquivo de texto de 300 kb simples foi gravado em 5D. Agora, os principais documentos de toda a história humana - como a Declaração Universal dos Direitos Humanos, Opticks de Newton, Magna Carta e Kings James Bible - foram guardadas como cópias digitais que poderiam sobreviver a raça humana.

cinco de armazenamento de dados de cristal 5d dimensional

Os documentos foram gravados usando um laser ultra-rápido, produzindo pulsos extremamente curtos e intensos de luz. O arquivo é escrito em três camadas de pontos nanoestruturados separados por cinco micrômetros (um milionésimo de metro). As nanoestruturas auto-montadas alteram a forma como a luz viaja através do vidro, modificando a polarização da luz, que é então lida por uma combinação de microscopia óptica e um polarizador, semelhante ao encontrada nos óculos de sol Polaroids.

Os pesquisadores estão apresentando suas pesquisas hoje na Sociedade Internacional de Conferência de Engenharia Óptica em San Francisco, EUA. A equipe está agora à procura de parceiros da indústria para desenvolver e comercializar a sua tecnologia inovadora.

  1. Wald

    12 de abril de 2016 em 15:29

    acho que nossa civilização esta caminhando novamente na trilha na qual nao se deixará nada de informação palpável para a posteridade, caso aconteça uma catástrofe de proporções mundiais, fazendo com que os remanescentes tenham de começar do zero. Eu acredito que talvez seja por isso que não temos informações de um passado longíquo, embora algumas peças arqueológicas apontem que a humanidade é muito mais antiga do que se pensa, não existe nada que se possa provar com exatidão. Se todas as informações hoje estão se tornando virtuais, o que acontecerá caso uma mancha solar gigastesca destrua todos os sistemas eletronicos do planetas, ou combinado com outro tipo de catastrofe como um meteoro atingindo a superficie terrestre? os que sobrarem, seus filhos, e filhos de seus filhos, terão que recomeçar do nada, apenas os mais velhos teriam algumas recordações que passariam aos seus descendentes, que entenderiam como lendas e imaginações de velhos apenas. Um filme que ilustra muito bem isso é o mad max, nao lembro se é o 2 ou o 3, onde no finalzinho as pessoas sobem naquele avião que esta abandonado na areia…

  2. Eduardo Azrael

    11 de abril de 2016 em 23:13

    Pronto, o próximo passo é inventarem os cristais dos filmes antigos do Super-Homem, que sintetizavam todo o conhecimento de Kripton e podiam construir cidades e continentes!

  3. Crow666

    9 de abril de 2016 em 12:36

    Finalmente poderei guarda todos meus pornôs, filmes, serie, Animes, Mangás

  4. Willyam Ricardo

    8 de abril de 2016 em 21:37

    A pergunta é : como é que esses FDP fazem isso O_o

  5. Hadriel Henrique

    8 de abril de 2016 em 20:16

    Com essa parada eu posso ter o Xvideos inteiro armazenado na palma da minha mão … ahsukdhakushdukas

  6. Daniel Da Silva Rodrigues

    8 de abril de 2016 em 20:06

    Vi isso com o contente!

    • Raul Seixas

      8 de abril de 2016 em 20:56

      gehdoisaahhhh,links na descrição hein?

7 Comentários
mais Posts
Topo