Conheça um pouco da subcultura gótica

O que é uma subcultura?

De acordo com o livro “A Happy House in a Black Planet”, do ilustrador Henrique Kipper,  uma subcultura se constitui de forma paralela á cultura oficial. Seu objetivo, por sua vez, não é combater a cultura dominante, e sim,  buscar constituir um universo a parte, que faça sentido para seus membros, integrando música, pintura, literatura, vestimenta, lojas, trabalho.

image00

Principais filmes admirados pelos adeptos do estilo: Nosferatu, O Gabinete do Dr Caligari, Drácula, Fome de Viver, Entrevista com Vampiro, O Corvo, O Fantasma da ópera, The Rock Horror Picture Show, além de animações como O Estranho Mundo de Jack e a Noiva Cadáver.

image01

Na foto acima você vê Bela Lugosi, um importante ator húngaro do começo do século 20. Lugosi interpretou com maestria o papel do personagem Drácula no cinema, no longa-metragem de 1931. Muitos anos depois, em 1979, a banda inglesa Bauhaus faria uma homenagem para o astro, na canção Bela Lugosi's Dead (considerado por muitos como o “hino gótico”).

Uma expressão muito difundida na cena gótica brasileira é “Carpe Noctem”, termo do antigo latim que significa “aproveite a noite”.

image02




A Literatura

Vários estilos literários são apreciados entre os adeptos, entre os quais:

- Romance gótico (Horace Walpole, Mary Shelley)

- Ultra-romantismo (William Blake, Byron, Edgar Allan Poe)

- Poesia simbolista/decadentista (Charles Baudelaire, Rimbaud, Oscar Wilde).

- Romance existencialista (Camus, Sartre).

- Literatura Beat (Ginsberg, Burroughs)

SDAKFJLSDKJFKJSDRH




Dúvidas comuns

- Góticos só se vestem de preto?

Não, seus adeptos utilizam outras combinações de cores também, destaque para o branco ou o roxo.

- Góticos são depressivos?

De forma alguma, depressão é uma doença, e deve ser tratada como tal.

- Góticos devem gostar de cemitérios?

É uma opção de cada um. Cada adepto é livre para frequentar ou não os cemitérios. Muitos apreciam o clima de tranquilidade que o local proporciona, ou se interessam pela chamada arte cemiterial (especialmente em cemitérios como o da Consolação e Araçá na cidade de São Paulo).

cemiterio-gotico-2

- Góticos são etnicamente brancos?

Não, os góticos costumam (não todos) usar maquiagem baseada no cinema e teatro antigo, até para expressar maior grau de dramaticidade ou androginia (especialmente em festivais e baladas).

goticos1




Outras curiosidades

Principais peças utilizadas pelos adeptos: Sobretudo, coturnos, anéis, ankn, crucifixos… Corpets e corselets (no caso das garotas).

Crucifixos: Sua utilização se deve em parte pela temática de sofrimento (paixão). Muitos góticos adotam ainda o chamado Ankn de origem egípcia, o amuleto representa vida eterna, e foi adotado de forma constante após o filme Fome de Viver de 1983.

Religião: A subcultura gótica é laica, ou seja, não existe a necessidade de se cultuar esta ou aquela doutrina. Cada adepto é livre para optar pela prática religiosa de sua predileção.




Principais bandas admiradas por góticos

Nos anos 80: Bauhaus, Cocteau Twins, Dead can dance, Clan of Xymox, Joy Division, The Smiths, The Cure, Sisters of Mercy, Depeche Mode, Mecano, Malaria, Trisomie 21, Killing Joke, Front 242, X-mal Deutschland, Siouxsie and the Banshess,etc.

Nos anos 90: London after midnight,Wolfsheim, Cruxshadows, Ikon, Faith and the muse, etc.

Século 21: Ghost of Lemora, Anders Manga, Collide, Blutengel, Scary Bitches, etc.

Bandas brasileiras: Plastique Noir, Zigurate, Tears of Blood, Bells of Soul, etc.

Para mais informações o Minilua indica o livro “Um passo na escuridão - As singularidades do universo gótico”, lançado pela Editora Biblioteca 24×7. Confira abaixo os dados da obra:

image03- Número de páginas: 140

- Entrevistados: 20

- Autores: Aender Fernandes, Jefferson Dantas, Juliana Assumpção, Thaís Belarmino, Thiago Escobar e Tiago Alcântara.

- Participações especiais: Bandas Plastique Noir, The Tears of Blood e Zigurate.

- Outras participações: Regina Rodrigues, responsável pela Loja Profecias na Galeria do Rock de SP. Cid Vale Ferreira do site Carcasse. Penna, apresentador do programa Mask, além de Mariângela Santiago, da novela De Corpo e Alma, da Rede Globo.

Para adquirir o livro acesse o site da editora neste link e clique em “Jornalismo, Reportagem” na lista do lado esquerdo da página, leitura recomendada!

  1. Tiago Antolini

    18 de julho de 2015 em 19:56

    G´lt

    G[

    Sou gótico e estou de bem com a vida. Super bem. Góticos não precisam ser sérios, podem ser sorridentes e extrovertidos. Góticos não gostam do Diabo.
    Você não pode dizer que é opinião algo que não está certo – isso seria ignorância.

  2. Milo - I'm back

    27 de fevereiro de 2013 em 10:50

    jeff safado ‘-‘

  3. Sado The Reverend Maggot Avenger

    12 de junho de 2012 em 19:19

    kkkkkkkkkkkkkkkkk
    verdade Dr.Brendow e Killer Wolf

  4. Killer Wolf

    12 de setembro de 2011 em 02:55

    Coloridos = Viados

  5. Brendow washington

    18 de agosto de 2011 em 10:25

    ACHO AS GOTICAS LINDAS COM ESTILO CARISMA ATITUDE MUITO MASSA…..

    TAMBEM GOSTO DE COMO OS EMOS SE VESTEM (EXCETO OS COLORIDOS)

  6. Luna Terra

    17 de agosto de 2011 em 20:02

    povo estranho

  7. vlad dracul

    16 de agosto de 2011 em 12:35

    mas depois o movimento renascentista acabou com o movimento gotico no seculo XI.
    Agora pessoas góticas pela historia não tem nexo nenhum com o estilo gotico, do seculo x

  8. vlad dracul

    16 de agosto de 2011 em 12:32

    Gotico pra mim sempre foi e sempre será um tipo de arquitetura antigua.

  9. SRªThexuga arqueza pepper DUQUESA VON baronesa

    26 de julho de 2011 em 01:46

    eu amo ser gothic lolita medieval MUA HA HA

  10. capetinha

    7 de julho de 2011 em 14:50

    A minha opinião a respeito é a seguinte:o termo obscuro ,é pesado e ja diz td,o que á de bom agradável prazeiroso nas coisas obscuras?contidas,reprimidas? pra mim os goticos nada mais são do que pessoas,sei lá de alguma forma de uma baixa alto extima com sede de ser tornado,notáveis pra os demais pra sociedade como um td,tem a nessecidade de se mostrar se sobresair,na sua alto inferioridade entende?que eles próprios criam com esse”estilo”. Que deixem a obscuridade para o maligno este sim,conhece bem este universo,a ele pertence,se o mesmo merece,a detalhe!não tenho religião,mais leio o livro mais sábio e instrutivo que existe,abraço amigos

    • Vinicius Ortega Ferreira

      19 de setembro de 2012 em 17:07

      Cale-se.

    • Fabio Mattes

      22 de junho de 2012 em 21:45

      Pra quem tem o nick de capetinha, você ta falando demais do gramunhão

    • Morgan Derelictum

      8 de julho de 2011 em 19:33

      Minha “auto estima” (não “alto extima “) é ótima. =)
      Mais alguém ? rs
      Eu tenho uma mania um pouco arrogante, eu leio o escrito, analiso se a pessoa tem condições de entender caso eu explique… caso não tenha… Somente dou risadas. Logo, não vou nem gastar pontas dos dedos.

  11. Morgan Derelictum

    20 de junho de 2011 em 21:43

    Parabéns pelo post!
    Primeiro sobre subcultura gótica que não me ofendo e/ou acho totalmente “nada a ver”.

  12. Camila Giacomo

    12 de março de 2011 em 22:03

    Adoro essa subcultura, vivo eternamente na noite, mais um ser da noite

    • Benedito Carvalho

      30 de maio de 2011 em 01:05

      Essa moçada, quando quer não tem pra ninguem, bonita discussão sobre os goticos.
      Bem vejamos, essa cultura não conheço, mas já gostei, pois na minha época, quem usava
      o preto, como vestimenta, era luto, então uma viuva no pedaço, namorar pra quem sempre tava
      duro, muro de cemiterio, algo a mais dentro do cemiterio, muita paz. Tudo isso de cara limpa,
      sem medo de ser feliz. Então sem novidades, devemos nos preocupar, pois vai faltar banana no mundo, vai faltar potassio, to preocupado.

  13. Tereza

    3 de janeiro de 2011 em 00:43

    É interessante saber mais sobre os diferentes estilos , nos informar pra não criar um conceito sem saber sobre o assunto, como dizer que góticos são satanistas…
    Não sou gótica, e acho que não serviria pra ser…rs, mas respeito e admiro qualquer pessoa que tem seu estilo, sua personalidade e se expressa sem medo de sair do padrão da sociedade e ser rotulado por isso.
    Quanto à questão do cemitério, enfim…é estranho, maaas gosto não se discute …afinal tem gente que gosta de lugares barulhentos, abarrotados de pessoas suadas te empurrando e pisando no seu pé, e tem que prefira um lugar mais calmo, silencioso…né?

  14. Jeff Dantas

    24 de julho de 2010 em 17:33

    Sobre o termo “subcultura”, indico o seguinte link: http://www.gothicstation.com.br/Coluna%20Kipper/02_Subcultura_Gotica_polemicas.htm

    Para mais informações: Leiam “A Happy House in a Black Planet”, do DJ e ilustrador, Henrique Antonio Kipper”, além do livro-reportagem que realizei “Um passo na escuridão- As singularidades do universo gótico”.

  15. Jeff Dantas

    24 de julho de 2010 em 17:15

    Bom, até diante dos comentários postados, me vejo na obrigação de corrigir alguns dados.. Em primeiro lugar, não existe nenhuma relação entre os adeptos do estilo com alguma doutrina em específico..Ou seja, acaba sendo uma visão deturpada a de que góticos são satanistas, ou que ainda, se interessam por assuntos relacionados..Cada representante do estilo, tem o livre arbítrio para seguir a doutrina de sua predileção..Aliás, durante o trabalho que resultou no livro-reportagem citado nesse post, eu tive acesso a dezenas de pessoas que seguem esse segmento.. Posso garantir a todos, que encontrei pessoas que vem de famílias católicas, evangélicas, etc. Outra coisa, como gótico e representante desse meio, posso dizer que a questão dos cemitérios é muito mais complexa do que muitos possam supor..Muitos apreciam o espaço pelo clima intimista e tranquilo.. Já outros pela chamada arte cemiterial..

  16. BRUNO LIMA

    24 de julho de 2010 em 12:55

    QUE RIDÍCULO!! ACHO MUITO FEIO ESSA “SUB CULTURA” GÓTICA. PREFIRO PESSOAS QUE CURTEM UMA ENERGIA BOA E ESTÃO DE BEM COM A VIDA, DE BEM COM DEUS E NÃO COM O DIABO. POR QUE SIM, QUEM CURTE ESSES ESTILOS RADICAIS DE SER SÃO PESSOAS COM SÉRIOS PROBLEMAS MENTAIS!!

    E ANTES QUE ALGUÉM (DO MINI LUA OU OUTRO MEMBRO – E TAL) VENHA ME JULGAR, ESSA É MINHA OPINIÃO. TENHO O DIREITO DE DIZER O QUE QUERO, CASO CONTRÁRIO ESSES COMENTÁRIOS NEM PRECISARIAM EXISTIR!! 😉

    • Adro Santangelo

      10 de julho de 2013 em 03:36

      Desculpa, sou um tanto neutro, prefiro a paz, mas pelo visto você não. Pelo que li logo acima, eles não tem uma doutrina ou opção religiosa obrigatoria, e quem tem o direito de dizer alguma coisa é por que permite outros também dizerem, creio estar certo 🙂 . E se a matéria(noticia ou com for) estiver correta, a vestimenta usada não deve ser tão diferente do habitual, segundo o que esta na noticia, além do preto a destaque para certas cores, com branco e roxo. É uma questão de ler, ponderar e logo tirar conclusão, a final de contas discriminação não é legal, inclusive é crime. Mas o que estou dizendo é como alguém neutro que leu o texto acima, apenas na paz. Abraços :).

    • Vinicius Ortega Ferreira

      19 de setembro de 2012 em 17:05

      Quanta ignorância. Parece que temos mais um “sou ignorante e preconceituoso, e Deus gosta de pessoas como eu”. Babaca. O mundo está uma bosta por causa de lixos estigmatizados e controlados pela mídia e pelo sistema como você, seu podre. Faça a si mesmo e à sociedade um favor, deixe de ser alienado, ou então atire em sua própria cabeça. Boçal.

    • Sado The Reverend Maggot Avenger

      12 de junho de 2012 em 19:09

      retardado tu leu essa parte 
      “Religião:  A subcultura gótica é laica, ou seja, não existe a necessidade de se cultuar esta ou aquela doutrina. Cada adepto é livre para optar pela prática religiosa de sua predileção”
      ou seja , eles decidem se seguem Deus ou o Diabo ou a puta que pariu vc não tem liberdade de expressão vc tem preconceito por eles terem um estilo diferente ou uma religião diferente
      vc simplismente julga uma pessoa sem nem ao menos conhece-la direito
      então, faz um favor, fica na tua pq preconceituosos não tem vez aqui

    • Morgan Derelictum

      6 de julho de 2011 em 20:08

      Problema mental maior é a “Acefalês Aguda” do que fala.
      Hahahahahaa… Como pode tanta ignorancia? Olha garotinho, se vc acredita em Deus, reza para ele te dar um cérebro com capacidade de aprendizagem no mínimo parea para uma ameba. 🙂

    • Lucas

      23 de junho de 2011 em 16:21

      Ignorancia e preconceito de sua parte!

    • killed by death

      2 de janeiro de 2011 em 15:03

      Você tem direito de dizer oq pensa mesmo, mas eu tbm..
      Tá obvio q você não tem o menor interesse em saber mais sobre outros “estilos”
      Se vc acha q gótico tem de andar com o diabo, ou não, ta muito enganado..
      Independente de qlqr coisa, qlqr um pode ‘andar com o diabo’, ou seja, seu amigo pagodeiro pode muito bem oferecer sacríficios humanos… isso não o torna gótico, e ele ser pagodeiro, não o torna fiel a Deus…
      Eu não sou gótica, muito menos pagodeira, nem ando com o diabo, mas isso q vc disse sim, foi rídiculo.

      • thor

        18 de março de 2011 em 09:42

        bruno voçe nao gosta de coisas obscuras?????? restart pra voçe entao!! que o martelo de thor proteja todos os góticos

    • Edenilson Lisboa

      24 de julho de 2010 em 13:20

      • BRUNO LIMA

        24 de julho de 2010 em 14:35

        CARA, ELES CURTEM CEMITÉRIOS, NAMORAM, TRANSAM E VIVEM LÁ (SE FOSSE POSSÍVEL, PELA VIDA INTEIRA), E AINDA TÊM ADORAÇÃO PELO DIABO E COISAS MALÉFICAS E OBSCURAS/NEGRAS, ETC.

        AGORA ME DIZ UMA COISA, TEM COMO GOSTAR DE PESSOAS ASSIM?! SÃO PESSOAS TOTALMENTE “LOUCAS”! EU, SINCERAMENTE, TENHO REPÚDIO SÓ DE PENSAR EM VIVER DE TAL FORMA!! X|

        • Vinicius Ortega Ferreira

          19 de setembro de 2012 em 17:09

          Bruno, desligue a televisão e vá procurar cultura de verdade.

        • Frederico Fernandes

          14 de março de 2011 em 13:12

           Antes que venham me jugar huahuahuahauhua quem fala oque quer invariavelmente acaba escultando oque não quer. O maximo que posso dizer sobre seus comentarios é que são dados por um aborrecente de 11 anos criado pela vó que não tem uma minima noção doque é a vida … e por falar de DEUS onde ele tava esse fim de semana que não viu oque aconteceu no Japão ??????

        • killed by death

          2 de janeiro de 2011 em 15:07

          EU NÃO LI ISSO      -.-‘

        • João Ricardo

          26 de dezembro de 2010 em 22:29

          humm…..tenho muitos amigos goticos,sim eles tem uma visão diferente para a morte,mas quando alguem diz que é gotico e tem adoração ao Diabo,ele esta errado,pois os goticos não tem adoração ao Diabo.é raro ver um gotico que não tenha uma visão cristã,sinceramente é ridiculo falar o que você falou,as pessoas tem a liberdade de acreditar no que elas quiserem,se querem ser goticas,neopagãs ,ou outra coisa que seja e não fale nada dessas pessoas e nem a chamen de “loucas”,pois estão seguindo o que elas acredtitam,ao contrario de muitos cristões que são apenas por “força do habito” e não por que fizeram a sua escolha.

        • Hudson Vieira

          24 de julho de 2010 em 14:36

          bruno leia também sobre relativismo cultural. vai ser muito bom pra vc.

  17. Hudson Vieira

    24 de julho de 2010 em 03:24

    estudo antropologia entao sou muito capaz de falar

    NAO EXISTE SUBCULTURA

    isso é um conceito etnocentrico, usado para favorecer uma cultura em detrimento de outra.
    qualquer cultura que cresça inserida em outra, nao é tangente desta primeira. Tomando Clifford Geertz como base, cultura é tudo o que vai contra a natureza, entao tudo o que o homem cria é cultura, se subcultura existisse, seria criada por quem para carregar esse prefixo?

    VAMOS PESQUISAR ANTES DE NOTICIAR!

    • Morgan Derelictum

      6 de julho de 2011 em 20:04

      Olá Hudson, é interessante não tornar pejorativa a palavra subcultura embora possa remeter a essa conotação o prefixo sub não se refere a “inferior”. Podemos dizer que é uma cultura dentro de outra “dominante” ou maioria. (não que a dita DOMINANTE seja SUPERIOR)
      Se você persquisar a definição da palavra poderá ver que a mesma está da seguinte forma ou parecido: Cultura caracterizada por um grupo(pequeno) específco, paralela a cultura dominante que não é contra ou a favor da mesma.  Somente isso. A interpretação errônea vem justamente do prefixo. 🙂

    • Edenilson Lisboa

      24 de julho de 2010 em 13:16

      Interessante esse ponto de vista, como você nomearia então esse “universo a parte” como diz o texto?

      Não acho o autor tenha pecado na postagem e menos ainda que não tenha pesquisado, muito pelo contrário, note que apesar da sua discordância o termo é bastante utilizado.

      http://www.infopedia.pt/%24subcultura
      http://www.google.com.br/search?q=subcultura

      • Hudson Vieira

        24 de julho de 2010 em 14:35

        leia mais sobre relativismo cultural. é muito enriquecedor

      • Hudson Vieira

        24 de julho de 2010 em 14:34

        ficaria satisfeito se o autor do post simplesmente mudasse para :
        CONHEÇA UM POUCO DA CULTURA GÓTICA.

        nao precisa mais que isso.

        nao sou gotico mas o prefixo sub, leva a entender que é algo que está abaixo em uma linha de classificação. e como eu disse antes, nao existe uma cultura melhor que a outra.

        a muitos anos atrás, com a variação dos universos, que logo resultaram nas variações sociais, começou a formar-se a variação cultural. as pessoas se uniram para formar familias, tribos e reinos… e assim surgiram as distintas culturas, que incorporaram suas caracteristicas, exemplo:
        certas tribos africanas aceitam o canibalismo, coisa abominada aqui no Brasil e em muitas partes do mundo, mas se um japonês vier passar ferias aqui no país, ele sentirá uma grande repulsa pelo fato do porco fazer parte da nossa comida.

        quem tem razão? o africano que come carne humana ou o brasileiro que come porco? ou o chinês que come cachorro?

        na verdade todos tem razão, cada um com sua particularidade. cada um com suas caracteristicas culturais. é errado dizer que somos melhores.
        se uma cultura cresce dentro de outra, essa nao é nada mais que outra cultura, que toma por base os preceitos dos costumes de onde veio.

        • Edenilson Lisboa

          24 de julho de 2010 em 14:42

          Muito bom amigo, tenho de concordar com você.

  18. Agelus Leite

    23 de julho de 2010 em 23:30

    Gosto dessa cultura gótica, acrescenta uma diferença nessa sociedade onde se valoriza ser o mais igual aos outros possível.

    Infelizmente não vejo muitos góticos por aqui, a preferência geral é pela mediocridade =/

    • Paulo Victor CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM ES

      25 de julho de 2010 em 10:36

      O que eu gosto é que tem umas góticas lindas…

      • SRªThexuga arqueza pepper DUQUESA VON baronesa

        26 de julho de 2011 em 01:43

        A MAIORIA de nós gothic somos belas

49 Comentários
mais Posts
Topo