Contos Minilua: Sonhos que sonhamos acordados #36

E confesso a vocês, jamais imaginei tanto sucesso para este quadro. Os textos então, um mais criativo que o outro. Valeu mesmo!

                                                         Sonhos que sonhamos acordados

Por: Wagner Cezário

Todas as noites, eu sonhava com um lugar maravilhoso. Estava sempre ao lado do meu pai e da minha mãe. Uma família novamente reunida. O ruim do sonho é que não era para sempre. Todas as manhãs, acabava acordando.

Desde que meu pai morreu, eu e minha mãe vendíamos picolés nas ruas. Essa era a nossa única fonte de renda. Antes de ir dormir, via minha mãe fazendo picolés para vender no dia seguinte e conseguir o pouco que nos fazia sobreviver. Estudava de manhã para poder ajudar minha mãe e minha única amiga nas vendas à tarde.

Tracei o meu rumo até a escola, o mais devagar possível. Detestava aquela escola. Detestava meus colegas. Detestava meus professores. Detestava tudo.  Muitos me julgavam por eu não ter mais um pai e também por não passar de um “pé-rapado”. Frequentava a escola porque pensava em dar um futuro melhor para a minha mãe (e para mim também). Ela merecia o maior conforto do mundo.

Depois de uma cansativa manhã na escola fui para casa. Em um momento, achei que estava sendo seguido. Logo depois eu tinha certeza. Uns cinco colegas meus me pegaram e me jogaram no chão de um beco. Lá começaram a me chutar e socar. Depois de passar mais de 10 minutos me batendo, resolveram ir embora. Tudo isso porque recusei passar cola durante a prova de umas horas atrás. Machucado, tracei meu rumo novamente para casa.

Depois de ver meu estado, minha mãe falou que conversaria com a diretora do colégio para que fizesse algo relacionado ao ocorrido. Eu disse para não fazer isso. Não queria apanhar mais. Ela olhou para mim e me abraçou fortemente. Nunca havia sentido tanto carinho em abraço como aquele. Era quente e confortável. Disfarcei o choro falando que ela estava me machucando. Desculpou-se e tratou das minhas feridas.

Mais tarde fomos vender picolés. Mãezinha (como a chamava constantemente) insistiu para que eu ficasse em casa, mas em um dia quente como aquele ela precisaria de toda ajuda durante as vendas. Esses dias eram os melhores. Poderíamos faturar mais do que o normal e isso cooperaria muito. Voltamos para casa quando estava quase anoitecendo. Como sentia dores no corpo, fomos bem devagar. Até que a noite chegou, estranhamente, bem rápida.

Faltando uns dois quarteirões para chegar à nossa casa, fomos abordados por um homem encapuzado que anunciou um assalto. Queria tudo o que tínhamos no momento. Minha mãe disse que entregaria a grana, porém não achei isso certo. Tanto suor e tanto esforço seria levado embora. Não poderia deixar que fizessem essa maldade com a minha mãe.

Pulei em direção do ladrão e gritei para mãezinha correr, mas ela não me escutou. O bandido me deu um soco e caí no chão. Dessa vez, minha mãe quem o atacou, mas antes de alcançá-lo, escutei dois tiros. Tiros no escuro. Um grito de dor e um último suspiro. O ladrão pegou o dinheiro e fugiu.

Na minha frente estava a única pessoa que eu amava nessa vida, porém estava morta. Ajoelhado ao seu lado, a envolvi em meus braços. Tudo aquilo foi minha culpa. Minha grande culpa. Levantei-me e corri para longe, para aonde meus pés e minha força pudessem me levar. Como um covarde, a deixei ali, sozinha.

Quando voltei a si, estava em um beco escuro. O mesmo de manhã? Não sei. Só sei que sem forças, deitei ali mesmo. Adormeci… Acordei.

Não estava mais em um beco, mas na minha casa. Estava tão claro. Uma porta se abriu e por aquela entrada apareceu minha mãe, ao lado do meu pai. Ela me abraçou fortemente. Nunca havia sentido tanto carinho em abraço como aquele. Nem mesmo no dia anterior. Era mais quente e muito mais confortável. Saí com eles para rua e tudo estava tão calmo. As pessoas pareciam gostar de mim.

Cumprimentavam-me, sorriam para mim. Não me jogavam olhares repugnantes como antes. Eu estava feliz. Muito feliz. Parecia um sonho.

E era um sonho.

Mas era tão bom… Minha família reunida novamente de um jeito que eu sempre quis. Aquela era a vida que eu desejava.

Queria ficar nesse sonho.

Queria presenciar esse sonho.

Queria viver esse sonho.

Queria estar acordado para sonhá-lo.

Não posso acordar. Não quero acordar. Não, eu não vou acordar. Quero que isso dure para sempre.

  1. Frodo, o frodedor de novinhas

    18 de abril de 2014 em 00:22

    E depois ele virou o batman

  2. Charlotte Scarlet

    23 de setembro de 2012 em 18:02

    conto sem graçaaaa pra caraí

  3. Psycho The Cat

    23 de setembro de 2012 em 08:18

    Não gostei do titulo, não lerei. 

    • João Fernandes

      2 de fevereiro de 2013 em 18:38

      Não devia julgar um livro pela capa. Ou seria, um conto pelo nome…

  4. VAMPIRO DOIDÃO

    22 de setembro de 2012 em 21:48

    ohnos oãn etnemselpmis uE

    • Till Lindemann

      22 de setembro de 2012 em 22:05

      E eu achando que vc escrevia essas letras aleatóriamente.

      • VAMPIRO DOIDÃO

        22 de setembro de 2012 em 22:13

        …augníl artuo me odnevercse avatse ue es maratnugrep em snuglA
        AHAHAHAH

  5. Milhouse Van Houten

    22 de setembro de 2012 em 21:44

    Já li todos os contos e acompanho desde o inicio 😉

  6. jeandeassis

    22 de setembro de 2012 em 21:44

    Momento : “Imagem nada a ver com o post”….

  7. Super

    22 de setembro de 2012 em 21:41

    achei aqui nas net’s

    • Gabriele Gomes

      22 de setembro de 2012 em 22:03

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ri pra caralho agora

  8. jeandeassis

    22 de setembro de 2012 em 21:25

  9. Philippe Xim

    22 de setembro de 2012 em 21:23

    Bem legal esse, estou terminando o meu, espero que gostem, tem duas partes…

    • Mano Brown

      22 de setembro de 2012 em 21:48

      É erótico? 

    • Pedro

      22 de setembro de 2012 em 21:32

      é terror?

  10. Super

    22 de setembro de 2012 em 21:20

    quem julga pessoas por aparência tem que leva SOCONACARA!!!! 

  11. Mano Brown

    22 de setembro de 2012 em 21:16

    Conto mais envolvente do que a novela das 21:00

  12. Jeff Dantas

    22 de setembro de 2012 em 21:04

    Galera, não se esqueçam de curtir o conto… PS: Prevejo vários “me obrigue”. hauahahahaha

    • Super

      22 de setembro de 2012 em 21:27

      desculpe mais eu aposentei o meu, talvez ressuscite o 

    • jeandeassis

      22 de setembro de 2012 em 21:16

      #1MeObrigue.

      • Otirra Madeira (C&A)

        22 de setembro de 2012 em 21:19

        #1 ? tem certeza?

        • jeandeassis

          22 de setembro de 2012 em 21:20

          eu coloquei o 1 propositalmente.

    • Otirra Madeira (C&A)

      22 de setembro de 2012 em 21:15

      M-E-O-B-R-I-G-U-E

      • Jeff Dantas

        22 de setembro de 2012 em 21:16

        Certeza? hauahahaa

        • Otirra Madeira (C&A)

          22 de setembro de 2012 em 21:18

          você não me assusta, ja vi minha avó pelada!

          • Jeff Dantas

            22 de setembro de 2012 em 21:19

            Nossaaaaaaaa, melhor não imaginar. hahaahhaha

          • Otirra Madeira (C&A)

            22 de setembro de 2012 em 21:21

            depois daquilo nada me assusta ‘-‘

  13. Alicia Fernandes

    22 de setembro de 2012 em 20:54

    eu quero mandar um conto, mas criatividade q é bom…

    • Pedro

      22 de setembro de 2012 em 20:57

      se tranque num quarto e consuma drogas…

      • Mano Brown

        22 de setembro de 2012 em 21:02

        De preferencia as que de fazem der alucinações! 

      • Alicia Fernandes

        22 de setembro de 2012 em 21:02

        porque, vc já fez isso…

        • Pedro

          22 de setembro de 2012 em 21:08

          sim…

          depois da quinta puxada depois que o unicórnio passa surge um arco-íris, siga até o fim  lá estará o baú com a inspiração…
          • Alicia Fernandes

            22 de setembro de 2012 em 21:10

            e lá se vê o papai noel, dançando gangnam style?…

          • Pedro

            22 de setembro de 2012 em 21:14

            talvez…

            mas ele deve estar muito ocupado essa época do no…
  14. Jeff Dantas

    22 de setembro de 2012 em 20:53

    Mudando de assunto, o Roberto Bolaños permanece vivo…Não sei pq tentam matá-lo. hauahahaha

    • Vault Boy

      22 de setembro de 2012 em 20:57

      Nossa, e eu achando que só tinha sobrado o senhor barriga…

      • Jeff Dantas

        22 de setembro de 2012 em 21:00

        Que nada, o Quico ainda está vivo, e aparecendo em vários programas de TV. Ah, a Florinda e o Girafales tb. ^^

        • Super

          22 de setembro de 2012 em 21:19

          então quem da serie esta morto alem do don ramon e a bruxa do 71? 

          • Jeff Dantas

            22 de setembro de 2012 em 21:20

  15. Vault Boy

    22 de setembro de 2012 em 20:53

    Parabéns Wagner gostei 🙂

    • Wagner

      22 de setembro de 2012 em 21:03

      Valeu o/

  16. O Patriota

    22 de setembro de 2012 em 20:51

    • Super

      22 de setembro de 2012 em 21:25

      vei acho melhor tu sonhar com um mac book não acho que iphone vale tanto a pena.. 

    • Mano Brown

      22 de setembro de 2012 em 21:00

      Mano, os Corinthianos ja estão no japão!!!

      • O Patriota

        22 de setembro de 2012 em 21:07

        Eu ri kkkkkkkkkkkkkkkkkk MDS

        • Um qualquer

          22 de setembro de 2012 em 21:36

          MDS porque?
          Tem uma tirinha sobre este acontecido e a tirinha tem a frase que ele falou….
          Se for, é plágio 😉

          • Wagner

            22 de setembro de 2012 em 21:39

            Cara… Nós dois já ganhamos o MDS com plágio. Deixa ele KKKKKKKK’

          • Um qualquer

            23 de setembro de 2012 em 17:40

            Hum… tem razão, a 1ª camisa foi um plágio mesmo rsrsrs

        • Mano Brown

          22 de setembro de 2012 em 21:20

          kkkkkkkkkkkkkkkkk, Vlw

    • Pedro

      22 de setembro de 2012 em 20:54

      li isso no ônibus hoje…

      eu rindo a beça e o povo olhando pra mim estranho…
      • O Patriota

        22 de setembro de 2012 em 20:58

        Aquele momento em que você lembra de uma piada no meio de um velório é muito mais tenso…

  17. Marcox(Minitsuki Zero)

    22 de setembro de 2012 em 20:49

    Na verdade esse sonho é a realidade do Brasil.

  18. Wagner

    22 de setembro de 2012 em 20:48

    “Sonhei que estava acordado, mas quando acordei estava dormindo”

    • Andreza Souza

      22 de setembro de 2012 em 20:56

      Cara… isso é ‘Paralisia do Sono’ uahsuahsuahuas xD

    • Estudante

      22 de setembro de 2012 em 20:50

      Quem ia querer pegar cola de você…Tirou zero em história da engenharia .-.

      • Wagner

        22 de setembro de 2012 em 20:53

        Eu não, fiquei com 7,0 \o/

  19. Pedro

    22 de setembro de 2012 em 20:48

    bom, mas seria melhor se ele cometesse suicídio….

  20. Jeff Dantas

    22 de setembro de 2012 em 20:48

    E sendo honesto, jamais imaginei tantas participações. Para que vocês tenham ideia, são mais de 20 contos por semana…^^

    • Pedro

      22 de setembro de 2012 em 20:49

      eu vou organizar uma história minha aqui e vou te mandar por partes…

      cara você ta ganhando dinheiro as nossas custas .-.
      lol
      • Jeff Dantas

        22 de setembro de 2012 em 20:51

        Que nada, Pedro. Você não imagina o trabalho que dá…Desde a edição, até a divulgação dos contos. Isso claro, sem contar os textos sem pontuação… Ou pior: com 5 linhas apenas… hehehehe

        • Pedro

          22 de setembro de 2012 em 20:53

          você é o herói da galera…

          • Jeff Dantas

            22 de setembro de 2012 em 20:54

            Valeuuuuuuuuuu! Ou melhor, não tem por onde. heheheheh

  21. Vault Boy

    22 de setembro de 2012 em 20:46

    bom, vou deixar pra moça do “Gugou” ler pra mim 🙂

    • João Fernandes

      2 de fevereiro de 2013 em 18:37

      Pena que ela lê mal pra caramba.

  22. Wagner

    22 de setembro de 2012 em 20:45

    Valeu Jeff \o/

    • Super

      22 de setembro de 2012 em 21:17

      ótimo conto, cara! parabéns! 

      • Wagner

        22 de setembro de 2012 em 21:20

        Valeu também \o/

    • Jeff Dantas

      22 de setembro de 2012 em 20:49

      A pergunta que não quer calar: em quem vc se baseou? xD

      • Wagner

        22 de setembro de 2012 em 20:52

        Lembro que li uma história da turma da Mônica em que o título era “Sonhos que sonhamos dormindo” E eu pensei “Não, imagina, sonhos que sonhamos acordados”. Dias depois, falei nos comments o nome do conto de zoeira. Depois fiquei em uma difícil escolha entre um conto de humor ou um de drama. Quase que fiz um misturado rsrsrs

        • Jeff Dantas

          22 de setembro de 2012 em 21:01

          Gostei do conceito. Ele tem muito a ver com a nossa realidade.. Em especial, nos grandes centros urbanos. 🙂

          • Wagner

            22 de setembro de 2012 em 21:04

            Já a região aonde imaginei estar acontecendo o conto foi em um centro urbano. Bem movimentado durante o dia e não tão tranquilo à noite

          • Jeff Dantas

            22 de setembro de 2012 em 21:06

            Como a Praça da Sé? ^

          • Wagner

            22 de setembro de 2012 em 21:08

            Não sei, não conheço tal lugar rsrsrs

          • Jeff Dantas

            22 de setembro de 2012 em 21:12

            Bom, é um dos pontos principais de São Paulo. E mais: um dos lugares mais movimentados da cidade. 🙂 PS: Adoro a catedral ali atrás, em estilo neogótico. 🙂

  23. Vault Boy

    22 de setembro de 2012 em 20:45

    Não tenho criatividade pra criar contos :c

  24. Ernandes,Conde de Melo

    22 de setembro de 2012 em 20:44

    Gostei cara,muito bom,muito bom mesmo,parece um sonho,não,péra…

    • Wagner

      22 de setembro de 2012 em 20:48

      Cuidado pra não acabar acordando, ou continuar dormindo…rsrsrs

      • Ernandes,Conde de Melo

        22 de setembro de 2012 em 20:49

        Jeff sempre zoando e Wagner,eu acordei e fiz da minha vida um sonho faz um bom tempo… XD

    • Jeff Dantas

      22 de setembro de 2012 em 20:46

      Me gusta sonhos, me gusta mucho. ^^

  25. Pedrão e as batata

    22 de setembro de 2012 em 20:44

    Diga,os que seja por leitores e Adm…

    esse foi feito pelo  Wagner Cezário
    • Pedrão e as batata

      22 de setembro de 2012 em 20:49

      Isso não era pra ter saido aki….

  26. Nosferatu Alucard

    22 de setembro de 2012 em 20:43

    quando sonhamos acordados é sinal que devemo parar de usar drogas

    #vampirobebao 
    • Super

      22 de setembro de 2012 em 21:31

      dessa vez não vai ganhar meu joinha por que o conto foi bom.. 

    • Nosferatu Alucard

      22 de setembro de 2012 em 20:51

      devemos*

      #vampirobebao 
  27. Andreza Souza

    22 de setembro de 2012 em 20:42

    Esses contos são feitos por leitores do minilua ou o quê?

    • Jeff Dantas

      22 de setembro de 2012 em 20:44

      Sim, Andreza. E todos podem participar. ^^

  28. Jeff Dantas

    22 de setembro de 2012 em 20:41

    E como sempre digo, os temas são livres.. Conto com a sua participação. ^^

    • Super

      22 de setembro de 2012 em 21:30

      hum.. por que não, acho que vou fazer um, jeff eu ia fazer um vídeo mas to com uns problemas aqui.. 

      • Jeff Dantas

        22 de setembro de 2012 em 21:34

        Um vídeo? Sobre o que? ^^

        • Super

          22 de setembro de 2012 em 21:37

          talvez jogando minecraft, mas como é um jogo parado iria abranger vários temas, polemicas, ideias, tenho uma cara muito feia pra fazer vlog..  

    • Pedrão e as batata

      22 de setembro de 2012 em 20:42

      Jefff …. cara tava com uma saudade sua!!!!

      • Jeff Dantas

        22 de setembro de 2012 em 20:45

        Valeuuuuuuuu, Pedrão! 🙂

  29. Hard Lohan

    22 de setembro de 2012 em 20:40

    viva la revolución

    • Pedrão e as batata

      22 de setembro de 2012 em 20:48

      Pão de Bataaaaaaaaaaaaaata

      • Hard Lohan

        22 de setembro de 2012 em 20:50

        isso lute pela sua causa

        • Super

          22 de setembro de 2012 em 21:23

          vou lutar pelo reconhecimento de trabalhos de baixa renda agricultura, pedreiro, entre outros.. 

          • Hard Lohan

            22 de setembro de 2012 em 21:32

            boa camarada super, os pedreiros vao precisar mesmo

        • Pedrão e as batata

          22 de setembro de 2012 em 20:53

          KKKKKKKKKKKKKK

  30. Pedro

    22 de setembro de 2012 em 20:40

    lerei…

99 Comentários
mais Posts
Topo