Contos Minilua: A vida sem Internet #161

Pois é, e para participar, não tem mistério: Para tal, envie o seu texto para: [email protected]! Se preferir, envie também a sua matéria. A todos, é claro, um excelente fim de semana!




A vida sem Internet

Por: Marcus Vinícius de Melo

Em certa cidade do Brasil, a vida fluía normalmente. As pessoas acordavam; comiam seus cafés da manhã; pagavam impostos; deixavam seus filhos na escola; pagavam impostos; iam para o trabalho; pagavam impostos; fingiam que trabalhavam, quando na verdade estavam na Internet; pagavam impostos; pegavam os filhos, na escola; pagavam impostos e de noite, ficavam na Internet para descansar antes de dormir.

Até que, em um certo dia, uma garota tentou comprar mais vidas, para seu “Sugar Crush”, mas não conseguiu. Um homem, foi assistir a um gordo atrapalhado se humilhando, no “TheyTube”, por coincidência ele também não conseguiu. Um garoto, resolveu assistir a vídeos pornô, misteriosamente não conseguiu. Por toda cidade, as pessoas tentavam acessar à internet, mas não conseguiam. Era como se, em toda a cidade, a Internet tivesse parado de funcionar. E de fato, ela tinha.

Durante, as primeiras semanas, as únicas consequências foram o aumento nas vendas de livros e revistas pornográficas -E, tenho certeza de que se alguns vendedores não se recusassem a vender as revistas, para menores de idade, o aumento de venda delas seria bem maior-. Mas, com passar dos meses, as coisas começaram a ficar estranhas, muito estranhas. As pessoas, começaram a enlouquecer; começaram a se afastarem da realidade; começaram a se sentirem vazias; começara a trazerem ao mundo real, a Internet.

Marta, entrou no carro, ligou o motor e começou a dirigi-lo. Estava ansiosa, tinha esperado a semana inteira para ter tempo para ir à Praça Pero Vaz de Caminha, recentemente apelidada de Praça Novo Facenote. No entanto, ela não contava com a enorme multidão, que estava parada no meio da rua. Decidiu que seria melhor ir a pé. Mas antes, queria saber o que estava acontecendo, naquele lugar. Ela estacionou, se aproximou da multidão e perguntou a um homem, o que estava acontecendo.

- Um bebê e um gato, estão dançando valsa. -Ele respondeu.
Marta, decidiu que precisava ver àquilo. Passou pela multidão, que discutia se aquilo infringia os direitos dos bebês ou/e se aquilo era real ou uma ilusão de ótica. Ela, conseguiu chegar à frente da multidão. E, era real. Enquanto algumas pessoas seguravam cartazes com logomarcas alheias, um bebê e um gato dançavam valsa no meio da multidão. Era incrível. Porém, depois de uns dez minutos, ela começou a se sentir entediada. E, continuou seu caminho até à Praça Novo Facenote. Dessa vez, a pé.

Não demorou muito, para ela chegar. Na verdade, ela soube que estava perto quando ouviu centenas de pessoas gritando. Não era possível saber o que exatamente as pessoas gritavam. Os “Vejam as minhas fotos, que eu tirei seminua”; “Em baile funk, zumbi passa fome”; “Ateísmo mata” e outras sábias frases, se misturavam formando um único som irreconhecível. Marta, não fez diferente, começou a gritar para chamar atenção.

- Deus não existe -Ela repetia o mais alto possível.
Até que, ela foi respondida.
-Você vai queimar no inferno, pelo ódio que carrega no coração - Gritou uma mulher.
Logo, as duas começaram a discutir. Com os mais diversos argumentos. “Você vai ter câncer”, “O mundo está assim por sua causa” e outras coisas do tipo. No final, as duas se sentiram cansadas e foram para casa. Enquanto estava indo para sua casa, Marta viu um homem entregando um importante aviso. Ela observou, prestando atenção em cada palavra. Aquilo era horrível, todos precisavam saber.

Decidiu, que iria avisar a todos sobre aquilo, no dia seguinte, quando voltasse à praça. Para ter certeza que não ia esquecer, ela anotou em um papel. “Tsunami irá chegar a Brasília, dentro de 9 dias”.

  1. Nove De Espadas

    28 de janeiro de 2014 em 02:07

    Tudo aconteceu porque a cidade só tinha conexão net.

  2. Luís Felipe

    27 de janeiro de 2014 em 13:04

    Legal, melhor q pseudoterror.

  3. Penguim Game

    26 de janeiro de 2014 em 01:57

    Legal que nos comentarios ninguem ri sobre o tsunami em brasilia

    • TRETAS

      26 de janeiro de 2014 em 09:19

      É MEIO TOSCO UM TSUNAMI NO MEIO DO PAIS KKKKKKKKK

      • Garota Infernal

        26 de janeiro de 2014 em 10:02

        Bem lembrado, Zé!

  4. Homer Simpsom

    26 de janeiro de 2014 em 00:28

    Idaí se não tem internet? Tem os games pra gente se divertir também!

  5. El Barto

    25 de janeiro de 2014 em 22:45

    Deve ser o melhor conto que eu li aqui.

    • Shun dlç

      25 de janeiro de 2014 em 23:03

      Isso tá parecendo ironia…

      • El Barto

        25 de janeiro de 2014 em 23:45

        Ironia não, to falando serio.

      • Emmanov Kozövisck

        25 de janeiro de 2014 em 23:04

        Ele fala isso em todo o post…

        • Shun dlç

          25 de janeiro de 2014 em 23:06

          Hmmm suspeitei que tinha algo de errado mesmo ‘-‘

  6. Diego Vaz dos Santos

    25 de janeiro de 2014 em 22:32

    legal esse conto, só precisa melhorar as virgulas

  7. Shun dlç

    25 de janeiro de 2014 em 22:07

    Queria ver se alguém do Miniilua iria ter coragem de me chamar de gay na minha cara… hahaha aí a história muda de figura, iam ficar todos com medo =P

    • Aatrox the Darkin Blade

      25 de janeiro de 2014 em 22:14

      Para de falar sozinho, Shun.

    • Shun dlç

      25 de janeiro de 2014 em 22:09

      Ficariam com tanto medo que até se encolheriam pedindo perdão, com medo de apanhar de mim u.u

      • Lucas D

        25 de janeiro de 2014 em 22:12

        E ia fazer eles ouvirem os CDs do OD da sua irmã?

        • Shun dlç

          25 de janeiro de 2014 em 22:14

          Não sou tão mal assim e.e

  8. Lucas Rodrigues

    25 de janeiro de 2014 em 20:48

    Esse foi o conto mais rápido que eu li nesse ano até agora.
    Vou ser sincero: Não gostei! Muito corrido, fraco desenvolvimento de personagens, ficou completamente aquém das minhas expectativas. Dá a impressão de que o autor só criou a história sem nenhum comprometimento para tentar agradar o leitor, ou seja, ao meu ver fez o conto apenas por diversão. Vi críticas ácidas também, mas elas não deixam as falhas do conto se esconderem.
    Poderia ser melhor desenvolvido e melhor trabalhado, mas achei muito curto, o meu tempo de leitura, acredito eu, que foi de 2 minutos, mais ou menos.
    Nota: 3,0 – Ruim

    • Angel Bob

      26 de janeiro de 2014 em 04:15

      Na verdade, esse conto crônica. Por isso, ela é pouco desenvolvida.

    • Emmanov Kozövisck

      25 de janeiro de 2014 em 23:03

      Aposto que é o fake do Lucas. Jamais no Minilua eu vi ele dando uma nota menor que 9. Ou é o fake ou é muito ruim. Lereo.

      • Lucas Rodrigues

        26 de janeiro de 2014 em 07:53

        Sou o Lucas verdadeiro, pode acreditar rsrsrsrs
        Realmente não gostei desse conto, mas esse não foi o único que dei nota baixa.

      • Emmanov Kozövisck

        25 de janeiro de 2014 em 23:09

        Lerei*

    • Walter White

      25 de janeiro de 2014 em 20:55

      Fora o uso constante de vírgulas.

      • Lucas Rodrigues

        25 de janeiro de 2014 em 21:24

        Sim, isso foi um problema que fez o conto perder alguns pontos… e me fazer chegar a essa nota que eu acabei de dar.

      • Hisoka

        25 de janeiro de 2014 em 21:09

        As pessoas, começaram a enlouquecer; começaram a se afastarem da realidade; começaram a se sentirem vazias; começara a trazerem ao mundo real, a Internet.

        =>As pessoas começaram a enlouquecer. Se afastaram da realidade. Começaram a se sentir vazias. Começaram a trazer a internet ao mundo real.

        • Garota Infernal

          25 de janeiro de 2014 em 21:12

          Obg

  9. Seth .

    25 de janeiro de 2014 em 20:40

    legal… so isso msm …

  10. Walter White

    25 de janeiro de 2014 em 20:34

    Marcus Vinícius de Melo, tem um conto na sua vírgula.

  11. Jeff Dantas

    25 de janeiro de 2014 em 20:30

    Ah, no fundo, tem coisas piores…A net discada, por exemplo… ^^ http://www.culturamix.com/wp-content/gallery/1_86/internet-discada-1.png

    • Ismael Siqueira

      26 de janeiro de 2014 em 01:30

      pior do que não ter internet é ter uma que demora séculos, ai ja é o demonio

    • Lucas Rodrigues

      25 de janeiro de 2014 em 21:03

      Jeff, não acha acha melhor postar a última parte do Anjo Vingador na próxima edição?
      Eu acharia isso ótimo rsrsrs

      • Emmanov Kozövisck

        25 de janeiro de 2014 em 22:43

        Anjo Vingador? Hahaha. É hoje que vou dar aquela crítica.

        • Lucas Rodrigues

          25 de janeiro de 2014 em 22:47

          Mas só quando o Jeff…. mas pode ser que poste no meu blog, as 3 partes ._.

          • Lucas Rodrigues

            25 de janeiro de 2014 em 22:48

            *Quando o Jeff postar

      • Lucas D

        25 de janeiro de 2014 em 21:18

        Já vai começar… de novo.

        • Garota Infernal

          25 de janeiro de 2014 em 21:25

          Deixa o menino ser ejaculação precoce.

          • Lucas D

            25 de janeiro de 2014 em 21:30

            Analogia peculiar essa sua.

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 21:36

            Oh, é só um jeito descolado de dizer ansioso, aprendi com Satirista.

          • Lucas D

            25 de janeiro de 2014 em 22:47

            Nope, pra ser descolado tem que andar como se tivesse uma arma no quadril, com óculos escuros, cigarro na orelha, gola levantada e a barra da calça no joelho.

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 22:49

            kkkkk Mas eu sou menina, como seria uma menina descolada?

          • Lucas D

            25 de janeiro de 2014 em 23:06

            Hmm. O cigarro pode continuar na orelha, andar como se estivesse numa corda bamba, gargantilha, anéis, 3 brincos diferentes e meia calça com rasgos nos joelhos.

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 23:20

            Melhor eu voltar para a depressão. Remédios e blusão, aí vou eu!
            (Eu sei que era mais descolada neste tempo pois todo mundo se preocupava em dizer que eu era linda, inteligente e jovem.)

          • Emmanov Kozövisck

            25 de janeiro de 2014 em 23:05

            Uma menina descolada é uma menina sexualmente atrativa com uma longa rede de “amigas”. Muito batom e maquiagem.

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 23:21

            Garotas cultas te atraem, Nerd Prodígio?

          • Emmanov Kozövisck

            26 de janeiro de 2014 em 00:21

            Sim, e muito. Garotas cultas me deixam mais excitado do que prostitutas, mas tudo é uma combinação de características, não basta ter apenas uma (isso para mim). Eu costumo a me apaixonar por garotas inteligentes e bonitas (e olha que eu encontro muitas), mas além disso, elas precisam ter um bom caráter e outras exigências internas que eu aplico mas não devo contar para nenhuma mulher. Entretanto, eu sou jovem para me preocupar com isso, embora atualmente com 10 anos já se é falado de sexo para uma criança – mas eu não sou a maioria, eu não sou a massa.

            E para evitar equívocos, eu não tenho ereções na sala de aula quando a professora me ensina, foi apenas um expressão.

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 00:32

            Gosta de devótchecas horrorshow?

          • Emmanov Kozövisck

            26 de janeiro de 2014 em 12:19

            Concordo plenamente com o Jabuscrêison (que nome estranho), mesmo não tendo a menor ideia do que você esteja falando. Só espero que não seja algo gótico.

            E você voltou a ser a Garota Infernal?

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 13:35

            Grudes=Peitos Horrorshow=Legal Litso=Rosto Choodessnyoso=Maravilhoso Umne=Inteligente, coisas assim

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 13:51

            Você também gosta do Alex? Ele não é um veque horrorshow? Eu queria dar uns belos golpes de britva no Tapado e no George.

          • Emmanov Kozövisck

            26 de janeiro de 2014 em 14:00

            Eu irei me retirar desta conversa, está muito complexa para a minha inocente mente de adolescente.

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 13:56

            O Pete também é outro drugue que merece palmas até do grande Bog que todos nós vamos ver quando ficamos afiados com o glorioso moloko de facas, pena que ele tem umas 4 falas no filme ;-;

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 14:01

            Se eu não me engano, a única coisa que ele disse foi “certo, certo”. Pete até que não é tão vonento quanto os outros traidores. Pobre Alex, no seu odinoque neste mundo, nem mesmo pê e eme cuidaram dele.

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 14:09

            Aqueles veques estarres, brétchenes e merecem nadar horrorshow no próprio crove depois de umas estaladas de uze no litso feio e vonento deles

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 14:12

            “Se tem uma coisa que eu odeio é um veque estarre bêbado gofrando as canções sujas de seus ancestrais. Na verdade, não suporto ver ninguém assim, de qualquer idade.”

          • Emmanov Kozövisck

            26 de janeiro de 2014 em 13:47

            Obrigado, é o problema é que eu não compreendo gírias sexuais. Mas continuo concordando.

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 12:22

            Não aguentava mais ser boazinha. Não acredito que não sabe que se trata de nadsat o°o

          • Emmanov Kozövisck

            26 de janeiro de 2014 em 13:55

            Nadsat… Hm… Precisei pesquisar. Mas que linguajar estranho esse Nadsat.

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 14:02

            Não é estranho, é genial! Nunca ouviu falar em Anthony Burguess? Daqui a um tempo a moda do nadsat vai voltar, algo me diz isso…(algumas palavras estão dentro do nosso vocabulário trivial.)

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 14:11

            Se voltar, quero você como drugue líder do meu bando u.u

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 14:13

            Aceito, drugue. Sou uma devótcheca destemida.

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 14:17

            Mas é bom de britva? Se aquele bolche vonento da pele oleosa do Billy Boy e seus subordinados bezúmines nos encontrar no meio de uma nótchi de ultraviolência, tem que ser pra uma dratsa de verdade

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 14:26

            Na britva, na uze, no rúquer, o que for, eu já disse que sou uma devótcheca corajosa, Billy Boy? Aquela vonenta garrafa de óleo de batata frita usada 123 vezes? Eu arranco aquela pele sebenta e mando para a eme dele.

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 15:09

            Acredito ou lamba minhas cherres, casa comigo?

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 15:10

            Se prometer aparecer mais aqui pelo minilua…

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 15:18

            Eu venho aqui todo dia há um tempão, mas só fiz uma conta um tempo atrás e ainda não usei ela pra quase nada. Mas pretendo aparecer mais por aqui sim u.u

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 15:46

            Promete? É tão horrorshow achar alguém com afinidades…

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 15:49

            Tinha prometido pra mim mesmo, porque não iria prometer pra você?

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 15:53

            ^^ Ainda bem que você não é um maldito troll, o pessoal deve gostar de você.

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 14:18

            Correção marota: encontrarem

          • Emmanov Kozövisck

            26 de janeiro de 2014 em 14:05

            Prefiro me dedicar a aprender inglês e japonês. Depois disso estarei tranquilo para virar especialista em línguas (embora eu seja um matemático).

          • Jabuscrêison

            26 de janeiro de 2014 em 01:16

            Mas não basta só ter grudes horrorshow e um litso choodessnyoso, tem que ser umne também, pô

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 02:14

            Casa comigo?

          • Lucas Rodrigues

            25 de janeiro de 2014 em 22:33

            É sério que você acha ele realmente engraçado?

          • Lucas D

            25 de janeiro de 2014 em 22:45

            Tem louco pra tudo, até pra gostar do Satirista.

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 23:23

            Eu não gosto dele, apenas tento ajuda-lo em suas dúvidas e contradições, como quando, na mesma conversa, ele diz que transa com travestis e depois diz que é virgem. Vai entender…

          • Son Goku

            26 de janeiro de 2014 em 21:58

            kkkkkk transa com travestis

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 22:41

            The king Of Zuera… Brincadeira, eu estava apenas brincando, ninguém acha ele engraçado. Ontem fiz uma seção de psico-análise com ele e ele é virgem, masturbador compulsivo e tem alucinações. Estou tentando trata-lo melhor.

          • Lucas Rodrigues

            25 de janeiro de 2014 em 22:50

            Se está tentando trata-lo melhor, sugiro que desista, porque é perda de tempo.

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 23:22

            Todo ser humano precisa de amor, afeto, carinho e respeito. Se Satirista não for humano, podem xinga-lo, mas é um menino perturbado.

          • Emmanov Kozövisck

            25 de janeiro de 2014 em 22:43

            E isto foi uma piada? Eu discordo desta tua avaliação psicológica do Satirista.

          • Um qualquer

            25 de janeiro de 2014 em 21:29

            Esse comentário foi no estilo da “Garota Infernal”…..(sim eu sei que é você, mas já que você mudou de personagem, ficou estranho)

        • Lucas Rodrigues

          25 de janeiro de 2014 em 21:22

          É minha ansiedade atacando de novo :/

  12. Garota Infernal

    25 de janeiro de 2014 em 20:28

    Eu achei muito legal. A ideia da internet neurotizada na vida real é genial, e poderia ser melhor aproveitada com mais diálogos bem sacados como o do tsunami. Pontos para o bebê e o gato dançando valsa, são as duas criaturas mais fofas do mundo e nesse mundo do conto, dos episódios relatados, parece ser a única coisa boa.
    Um ponto negativo foi o tamanho do conto, você poderia, sim, ter feito um conto bem maior, pois sei que com a sua criatividade você poderia ter relatado muito mais fatos e ter passado melhor a ideia da internet=consumismo=exposição=vazio.
    Copiando o comentário do Fantasma Renegado, o conto passou a ideia de que viver sem internet = viver de verdade.
    Prós: Ideia genial, um conto que pode ser muito bem aproveitado.
    Contras: Poderia ter explorado melhor esse mundo criado e ter contado mais histórias dentro deste contexto.
    Nota: 8,0
    Aproveitando para pedir pro Nerd Prodígio criticar meus contos (contosocontadordehistorias.blogspot.com.br) e avisar pro Jeff que estou escrevendo mais um conto pra mandar pra cá, mas ainda não mandei, quando mandar aviso.

    • TRETAS

      25 de janeiro de 2014 em 20:34

      NÃO LI

      • Garota Infernal

        25 de janeiro de 2014 em 20:37

        “Eu quebrei o nariz” essa frase faz tanto sentido quanto o seu comentário.

        • Lucas Rodrigues

          25 de janeiro de 2014 em 20:50

          Como você divulga seu blog aqui no site?

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 20:52

            Tem um negócio em configurações onde a gente coloca o link do blog.

          • Lucas Rodrigues

            25 de janeiro de 2014 em 20:57

            Só uma dúvida: Onde fica essas configurações?

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 21:03

            Clique em si mesmo, depois clique em editar perfil depois procure por “site” e cole seu link lá… Pode me passar o link do teu blog?

          • Lucas Rodrigues

            25 de janeiro de 2014 em 21:06

            Eu até posso, mas só que ainda não postei nada lá rsrsrsrs Mas vou publicar um ou dois contos amanhã mesmo 😉

          • Garota Infernal

            25 de janeiro de 2014 em 21:11

            Então passa 🙂

          • Lucas Rodrigues

            25 de janeiro de 2014 em 21:15

            Tá abaixo do meu comment acima, só clicar ^^

          • Lucas Rodrigues

            25 de janeiro de 2014 em 20:55

            Obrigado por ajudar ^^
            É que eu criei um blog pra postar os meus contos.

  13. Jeff Dantas

    25 de janeiro de 2014 em 20:27

    Vida sem Internet? Não, impossívellllllllllll!!! http://kultplay.hu/media/image/2008/07/world_without_internet.jpg

    • Garota Infernal

      25 de janeiro de 2014 em 20:40

      Acho bem possível em Jeff, as melhores coisas do mundo são as que fazemos fora do Facebook.
      [img]http://enokmodaalternativa.files.wordpress.com/2012/07/nino-e-amelie.jpg[/img]

      • Yuri Matheus

        26 de janeiro de 2014 em 13:50

        ou seja…aqui
        http://m.fuq.com/

      • Kyle Broflovski

        26 de janeiro de 2014 em 01:04

        ou seja, no redtube

        • Garota Infernal

          26 de janeiro de 2014 em 02:15

          Ou seja: motel.

  14. Ismael Siqueira

    25 de janeiro de 2014 em 20:27

    viver sem internet até deu um medinho, mas foi legal o conto, os analfabetos e preconceituosos iam se fuder porque sem a proteção da internet se falasse na cara ou ia apanhar ou ser zoado até umas horas, ao vivo.

  15. Terrorista

    25 de janeiro de 2014 em 20:17

    OS OTOCOS N CONSEGUIRIAM VIVER SEM NET
    AONDE MAIS ELES IRIAM ACHA OS DESENHOS FAZENDO SEXO E ONDE MAIS ELES PODERIAM LAMENTAR O FRACASSO Q ELES SÃO NA VIDA? :/

    • Leticia Rosalem

      28 de janeiro de 2014 em 21:58

      Provavelmente você é uma criança de 12 anos atrás dessa telinha meu amigo… Ficar falando dos outros é fácil. Eles te incomodam com o passatempo deles? É a mesma coisa que eu chegar xingando aqui oque você gosta de fazer… Idade mental sua ta a anos luz abaixo de 0, vê se faz algo de útil pra si mesmo e para de julgar os outros pelo que eles gostam de fazer! Crianças…

    • Monkei D. Luffy

      27 de janeiro de 2014 em 15:52

      pelo amor de deus,ñ generalize,sou OTAKU e ñ OTOCO,se for zoar,zoe alguém q conheça e fala só dela,eu sou otaku mas,ando de skate,jogo bola,namoro,etc…para de falar mal de quem vc ñ conhece,e que eu saiba,pra ser gay deve sentir atração pro alguém do mesmo sexo e dor o brioco,gostar de um anime ñ faz de ninguém gay(apesar que eu ñ goste daqueles que defendem com o sangue o suor o seu anime favorito,isso já é fanatismo).

    • Ismael Siqueira

      25 de janeiro de 2014 em 20:28

      se vai falar mal, que seja correto, é otaku, você perde totalmente o direito de falar mal de alguém se você já está cometendo um erro.

      • Nove De Espadas

        28 de janeiro de 2014 em 02:11

        Você tem a foto do goku, você não e o goku isso e um erro.

      • Seth .

        25 de janeiro de 2014 em 20:39

        KLA BOKA OTAQUINHO

        • Ismael Siqueira

          25 de janeiro de 2014 em 23:26

          hahaha, continuem, isso só mostra que o fracassado na vida não é o otaku, são os manés que perdem a vida falando isso, xingar só mostra a inferioridade de vocês, por isso, quero que continuem.

          • Luiz Felipe Tartaglia

            25 de janeiro de 2014 em 23:57

            prefiro ver anime…serie é coisa de bixa

          • Nove De Espadas

            28 de janeiro de 2014 em 02:13

            Cara se você fala que serie e coisa de bixa e porque não viu Gossip Girl, só tem adrenalina e aventura e tiro de batom pra todo lado cara.

          • Kyle Broflovski

            26 de janeiro de 2014 em 01:02

            naruto é gay, one piece mais ainda, death note tudo lixo, só south park presta

          • Luiz Felipe Tartaglia

            4 de fevereiro de 2014 em 22:37

            engraçado que vc só falou de anime de poser lixo, quando vir fullmetal e higurashi no naku koro ni vc fala cmg

          • Nove De Espadas

            5 de fevereiro de 2014 em 12:52

            Mas eu ja vi o fullmetal, então falta só mais o higurashi pra eu ser um sem vida social completo pra você?? ok vou dar uma olhada nele =D sou quase um sem vida social mesmo.(ta no inferno abraça o cape… a emine house)

          • Luiz Felipe Tartaglia

            5 de fevereiro de 2014 em 15:58

            já vi alguns outros animes, além de jogar varios jogos, mas meus animes preferidos são higurashi e fullmetal, por isso dei exemplo deles

          • Nove De Espadas

            28 de janeiro de 2014 em 02:15

            Seu judeu filho da put#, vai abraçar seus simbolos seu Merd@.

          • Son Goku

            26 de janeiro de 2014 em 21:52

            judeuzinho de merda, volta pro centro de concentração o hitler fugiu um aqui porra

          • Carl Murphy

            4 de fevereiro de 2014 em 14:33

            quero ve tu ser corajoso assim na frente de maomé, babaca

      • TRETAS

        25 de janeiro de 2014 em 20:33

        TA BOM ROBINSON JÁ TERMINO DE VER O HENTAI?

      • Ave Fênix

        25 de janeiro de 2014 em 20:29

        Xiu lixo, otaco = Posers e são iguais aos rockistas..
        >2014
        >não sabe o que é otaco
        Puts..

    • Ave Fênix

      25 de janeiro de 2014 em 20:26

      É otaco já sei que tem 12 anos e não transa, além de ser fã do venom e monerk

      • Nove De Espadas

        28 de janeiro de 2014 em 02:10

        “Ja sei que tem 12 anos e não transa” poco pedofilu di sua parti meu sinhô.

      • TRETAS

        25 de janeiro de 2014 em 20:30

        É OTACO JA SEI QUE EM JOGO DE PICA DEFENDE COM O TRASEIRO

      • Terrorista

        25 de janeiro de 2014 em 20:28

        É OTACO JÁ SEI QUE TEM MEDO DE MULHER E NAMORA SHEMALES PELA NET 😉

    • TRETAS

      25 de janeiro de 2014 em 20:24

      FIQUEI SABENDO QUE EXISTE UMA COISA CHAMADA ANIMECON QUE UM MONTE DE GORDO VIRJ SE REUNE PRA VE UM MONTE DE JAPINHA GOSTOSA

      • Nove De Espadas

        28 de janeiro de 2014 em 02:09

        Asiáticas são superiores, japinhas são 2 lugar, ASIÁTICAS S2.

  16. Wagner

    25 de janeiro de 2014 em 20:16

    Razoavelmente razoável.
    E sinceramente, nunca vi usarem a vírgula de forma tão constante e imbecil do jeito desse conto. Fico tipo cansado quando leio coisa assim, parece até que tenho asma.

    • Kyle Broflovski

      26 de janeiro de 2014 em 01:08

      wagner, tudo, bem, com, sua, mãe?, seu, asmatico

      • Wagner

        26 de janeiro de 2014 em 09:36

        Ela etá bem sim. Fala para os seus amiguinhos da creche que ela volta depois das férias, tá bem?

        • Lucas D

          26 de janeiro de 2014 em 11:52

          Wagner, não aceita ele. O menino quer atenção? Ele que vá descer a ladeira vestido de Sailor Moon.

          • Garota Infernal

            26 de janeiro de 2014 em 12:04

            Tá normal, aceitaram Vayne e Satirista e não acetarão o menino só porque ele é negro e idiota? Preconceituoso!

        • Garota Infernal

          26 de janeiro de 2014 em 11:46

          Wagner, tenta aceitar ele no grupo, o menino quer atenção, finge que ficou irritado pra ele não se sentir excluído.

    • Um qualquer

      25 de janeiro de 2014 em 21:28

      Wagner, sério, você é professor de português?

      • Wagner

        26 de janeiro de 2014 em 09:36

        Não, mas quando uma pessoa se disponibiliza a mandar uma matéria ou um conto para um site, tem que rever algumas coisas né. Não tô falando que o texto tem que ser perfeito com nenhum erro, já que isso é praticamente impossível. O texto foi postado e está aí para receber críticas, tanto pelo conteúdo como pela escrita.

  17. Little Uchiha™

    25 de janeiro de 2014 em 20:13

    Porra , até em contos os kara colocam as suas opiniões haters, seja imparcial rapaz.

  18. Jasiel Mizumoto

    25 de janeiro de 2014 em 20:13

    Razoável…

  19. Bernardo

    25 de janeiro de 2014 em 20:11

    Legal.

  20. Lucas D

    25 de janeiro de 2014 em 20:09

    Foi legalzinho até, mas bebê dançando valsa com gato foi um pouquinho exagerado., só um pouco. e.e

  21. Fantasma Renegado

    25 de janeiro de 2014 em 20:09

    Viver sem internet = viver.

    • Nove De Espadas

      5 de fevereiro de 2014 em 12:54

      Viver sem internet = viver = sem cyber bulling = sem zuera = sem diverção virtual = vida social = apanhar se zuar qualquer um cara a cara = machucado = hospital = morte

  22. TRETAS

    25 de janeiro de 2014 em 20:05

    MUITO BOM MENENO VOC ESCREVE BEM

    • TRETAS

      25 de janeiro de 2014 em 20:05

      NEM LI AINDA

      • TRETAS

        25 de janeiro de 2014 em 20:10

        AGORA EU LI, KKK DIFERENTE SEU CONTO, MUITO BOM.

        • Nove De Espadas

          5 de fevereiro de 2014 em 12:53

          Treta isso eim amigo.

143 Comentários
mais Posts
Topo