Minilua

Costumes de uma época #21

173: Se assustar com os trovões: E quem nunca se assustou, não é mesmo? Era cada raio, cada trovão…

174: Dormir na sala de aula: Na sala, ainda era o de menos. A maioria, por sinal, dormia na quadra ou na área de alimentação.

175: Tomar banho de meia hora: Depois de um dia de trabalho, nada melhor que um banho, certo? No inverno então, debaixo de um chuveiro quentinho…

176: Fazer xixi no ralinho: Na hora do aperto, tudo acabava valendo, do matinho amigo ao ralinho do banheiro.

177: Ser picado durante a noite: Pois é, um verdadeiro tormento. Na realidade, não se sabia o que era pior: Se o barulho dos mosquitos, ou a sua respectiva picada.

178: Roer as unhas: Durante a infância, um dos hábitos mais conhecidos. Acrescido, pois, pelas situações de medo e de insegurança.

179: Tomar uma gemada: Bom, na falta das vitaminas, porque não experimentar uma gemada? Seu sabor, digamos, um tanto quanto pitoresco.

180: Cantar as músicas de carnaval: E cá entre nós, não faltavam temas. Entre os quais, a tradicional canção da pipa: “A pipa do vovô não sobe mais…”

181: Se afogar na praia: Por conta própria ou não, muitos costumavam se afogar na praia. O único dilema era chamar o salva-vidas. Isso, claro, quando havia um. (risos)

182: Ter uma diarréia: Viu só: quem manda comer uma feijoada inteira. E detalhe: Se a pessoa ficasse apenas na feijoada…