Costumes de uma época #126

E sim, a cada semana, você confere os mais diferentes costumes. Abaixo, como sempre, alguns dos mais interessantes, veja só:

album

1382: Completar um álbum de figurinha: E não, não pense que era fácil. Em alguns meses, acredite, a pessoa demorava 03 meses para tal. E não só isso: para juntar cada uma das figurinhas.

1383: Esquecer o dinheiro da passagem: Pois é, e tinha horas, que isso realmente irritava. E um detalhe: sem bilhetes, e o pior: sem o passe escolar.

1384: Puxar a cordinha do ônibus: E sim, há quem o fizesse várias e várias vezes. E o mais chato: sem que ninguém entendesse o recado.

1385: Dançar durante o banho: E olha, antes que perguntem, não! Eu não fazia isso. Quando muito, pensava na vida, ou claro, em problemas familiares.

1386: Cair ou escorregar da escada: É, e se em dias normais já era chato, o que dirá com chuva. O pior de tudo: com a calça completamente molhada.

1387: Tomar picolé na praia: E sabe como é né, com o calor que tem feito, nada melhor do que isso. Nos anos 80 então, um dos costumes mais aceitos. Em especial, na cidade do Rio de Janeiro.

1388: Assobiar a letra de uma música: E entre elas, alguns dos maiores hits até hoje. Estão lembrados? “Patience”, “Every Breath you Take”, “Wind of Change…”

1389: Cair na cadeira da escola: E uma ou duas vezes, ainda ia. Agora três ou quatro, e na frente de todos…Bom, acabava com a sua reputação.

1390: Ser vítima de um trote: E acredite, haja paciência com isso! Imagine, você dormindo meia noite, e a pessoa te ligando várias seguidas. E o mais chato: todas elas a cobrar.

1391: Usar a camiseta no avesso: É, e parece que não, mas isso já foi moda no passado. Eu mesmo, aliás, cheguei a fazer várias e várias vezes.

1392: Escorregar no chão molhado: E uma coisa, era você escorregar em sua casa, hotel, restaurante. Já outra, durante o intervalo da escola.

1393: Estourar a tinta da caneta: E pensando bem, eu não sei o que era pior: Se a tinta estourada, ou sua mão completamente suja.

1394: Desejar ser um astronauta: E eu pergunto a vocês, quem nunca sonhou com isso? Entre os nomes conhecidos, o lendário Lucas Silva e Silva.

1395: Andar descalço na rua: E bem, se é certo ou não, muitos faziam isso. Em muitos casos, correndo ou jogando futebol…

  1. Diego Rodrigo Dos Santos

    25 de janeiro de 2015 em 20:46

    Andar descalço era foda. Perdi o número de vezes q perdi o tampão do dedão por tomar sem calçados kkkkk

    • Diego Rodrigo Dos Santos

      25 de janeiro de 2015 em 20:47

      Andar*

  2. Blue

    25 de janeiro de 2015 em 20:35

    1382: Completar um álbum de figurinha: nunca fiz isso, mas ainda tenho meu deck de Yu-Gi-Oh!
    1385: Dançar durante o banho: não danço, mas canto, penso, faço poesia, às vezes eu me imagino como um maestro e canto uma melodia, é tão relaxante.
    1387: Tomar picolé na praia: Muito bom para refrescar, afastar o calor, meu favorito é o de chocolate, amo chocolate, barra, bolo, sorvete, bombom, etc.
    1388: Assobiar a letra de uma música: Principalmente as belas melodias da série The Legend of Zelda, assobiar Zelda’s Lullaby é muito bom, mas também canto as músicas da série The Elder Scrolls, Age of Aggression (hail the Empire!) é uma das minhas favoritas.
    1391: Usar a camiseta no avesso: Já fiquei dias inteiros usando a camiseta virada sem perceber.
    1392: Escorregar no chão molhado: Sou desastrado, já perdi a conta de quantas vezes quase morri.

  3. Webber Anohito

    25 de janeiro de 2015 em 17:15

    Eu nunca entendi esse negócio de figurinha… gastar dinheiro comprando adesivos…

    • chapolim do mal

      25 de janeiro de 2015 em 19:15

      Apenas para completar o álbum e se divertir trocando e ostentando.

  4. Webber Anohito

    25 de janeiro de 2015 em 17:14

    Costume de uma época: tentar ser o first e ser xingado por isso.

  5. Caciano Genz

    25 de janeiro de 2015 em 16:50

    andar descalço na rua não faz sentido, agora no interior sim! e não sabem como é bom, ainda mais quando criança, nos dias embarrados quando arrebentava o chinelo.

  6. chapolim do mal

    25 de janeiro de 2015 em 16:44

    Scorpions poha, muito foda.
    Uma vez eu já tinha até entrado no ônibus quando vi que tava sem a carteira me lasquei, tive que voltar de outro bairro a pé e ir pra casa pegar a carteira, cheguei 1 hora atrasado.
    Eu caí da escada quando tava passando o pano nela, rolei até o fim e cai de costas no chão.
    Não sei porque mas eu adoro ver as pessoas caindo, uma vez vi um mendigo caindo de bêbado e comecei a rir.

  7. André Silva

    25 de janeiro de 2015 em 15:40

    ”1382: Completar um álbum de figurinha: E não, não pense que era fácil. Em alguns meses, acredite, a pessoa demorava 03 meses para tal. E não só isso: para juntar cada uma das figurinhas.” – Eu adorava albuns de figurinhas, nunca consegui completar um.
    ”1384: Puxar a cordinha do ônibus: E sim, há quem o fizesse várias e várias vezes. E o mais chato: sem que ninguém entendesse o recado.” – O pior é quando pega um ônibus velho e a porra da cordinha tá bugada, fico igual um bocó puxando a corda e ela sem fazer barulho.
    ”1385: Dançar durante o banho: E olha, antes que perguntem, não! Eu não fazia isso. Quando muito, pensava na vida, ou claro, em problemas familiares.” – Eu só danço no início do banho e quando a água tá gelada, serve pra me aquecer antes de encarar a água fria.
    ”1392: Escorregar no chão molhado: E uma coisa, era você escorregar em sua casa, hotel, restaurante. Já outra, durante o intervalo da escola.” – O pior é passar por baixo de uma mangueira e escorregar numa casca de manga, já aconteceu muito comigo, e ainda mela todo o sapato.
    ”1393: Estourar a tinta da caneta: E pensando bem, eu não sei o que era pior: Se a tinta estourada, ou sua mão completamente suja.” – O pior é quando a caneta estourava na mochila e eu enfiava a mão lá dentro pra pegar a caneta, aí sujava a minha mão e a mochila.

  8. Max_Power

    25 de janeiro de 2015 em 15:35

    “Andar descalço na rua”.
    Eu nunca fiz isso,isso é coisa de gentinha pobre……..

    • Max_Power

      25 de janeiro de 2015 em 16:55

      Eu nunca andei descalço porque onde eu morava não tinha rua,tinha estrada,andar descalço na pedra é f0da…….

    • Caciano Genz

      25 de janeiro de 2015 em 16:50

      tu é rico então? .-.

  9. Jeff Dantas

    25 de janeiro de 2015 em 13:42

    Fala sério, e ninguém pra ajudar! hauahaahahh http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2011/04/pisomolhado.jpg

    • Blue

      25 de janeiro de 2015 em 20:07

      Acontece um acidente e ao invés de fazer alguma coisa eles tiram uma foto e postam no Facebook, hoje em dia essa é a primeira reação.

    • Webber Anohito

      25 de janeiro de 2015 em 17:13

      Pela reação dos caras, parece que é um homem bomba que caiu…

    • chapolim do mal

      25 de janeiro de 2015 em 16:39

      E a dúvida cruel, rir ou ajudar? eu escolhia rir.

  10. DCemblemático

    25 de janeiro de 2015 em 13:33

    A pior coisa quando a tinta estourava na mochila ai eu ia pega a caneta ai ficava minha mão e a mochila cheio de tinta 😐 he-he-he

    • Max_Power

      25 de janeiro de 2015 em 16:57

      E quando a caneta começa a falhar,ai o “bocó” inventa de chupar o “tubinho” pra ver se volta a funcionar,e acaba engolindo a tinta……

      • Blue

        25 de janeiro de 2015 em 20:03

        A boca ficava toda azul 😀 hahahaha

20 Comentários
mais Posts
Topo