Costumes de uma época #129

E sim, a cada semana, você confere os mais diferentes costumes. Com vocês, mais alguns interessantes, veja só:

1421: Urinar no muro da escola: E não, não pense que eu fazia isso. Aliás, não apenas no muro, como também, nas salas, no lixo, ou pior, no cantinho da quadra.

1422: Andar de ambulância pela primeira vez: É, e por mais estranho que seja, muitos desejavam. E olha, que não apenas de ambulância, mas sim, de carro, de moto, a cavalo. Sabe como é né? Crianças…

1423: Ser tratado como criança: E uma coisa, acredite, é você ser uma criança. Ou seja, com 7, 8, 9 anos de idade. Agora, se tratado como 01, com 12, 13, ou 14 anos… Haja paciência, não?

1424: Comprar um óculos colorido: E hoje, claro, é a coisa mais fácil do mundo. Ou melhor fácil, tranquilo, “moderno”. Já no passado, bem, uma das coisas mais difíceis, e o pior: cercada de vários preconceitos.

1425: Fazer luzes no cabelo: E sim, houve um tempo em que todo mundo fazia. Os homens, mulheres, adultos. E o mais curioso: com as mais curiosas colorações…

1426: Cantar “Erguei as mãos”: É, e pensando bem, quem não se lembra dessa música? O refrão então, um dos mais inesquecíveis: “Erguei as mãos, e dai glória a Deus. Erguei as mãos, e dai glória a Deus…”

1427: Fingir que foi roubado: E realmente, pra se andar de ônibus, se valia de tudo. De esquecer o RG, passando pelos roubos, e claro, pelos supostos assaltos.

1428: Usar uma blusa com capuz: E esta talvez, uma das peças mais utilizadas. Ou ainda, na escola, cursinho, faculdade…

1429: Terminar a amizade pela Internet: E olha, se é “frio” ou não, fica a critério de cada um. Eu, por exemplo, sempre busco conversar. Sabe, conversar, dialogar, entender o outro lado.

1430: Passar um Fax para uma empresa: E se no trabalho, já era dificil, o que dirá em casa. E um detalhe: com os mais variados códigos.

1431: Ser fã do Felipe Dylon: E acredite, com 12, 13 anos, todas garotas gostavam. E não só isso: conheciam todas as músicas.

1432: Gostar de Hanson e Spice Girls: É, e no caso dos Hanson, até hoje eu me pergunto o porque. Estão lembrados: “Mmmbop, ba duba dop. Ba du bop, ba duba dop…”

1433: Matar aula pra assistir futebol: E bem, se é certo ou errado, eu não sei. Mas que era uma “febre”… ah, isso com certeza! (risos).

  1. Gabriel Frigini

    22 de fevereiro de 2015 em 00:59

    mandou bem Jeff!

  2. Pequena_Corvo

    19 de fevereiro de 2015 em 18:54

    nunca fui fã do Felipe acho que por que minhas primas eram e me enxiam o saco com aquelas musicas repetitivas peguei uma raiva louca desse Felipe ksksksks….
    [img]http://http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2015/02/14630d7f2410b8fc5f7f88b6a9bfa4fa.jpg[/img]

  3. Sigmatos

    17 de fevereiro de 2015 em 23:07

    Não sei se sou muito nova pra não ter vivido essa época… Mas nunca fiz nada dessa lista ‘-‘

  4. Caciano Genz

    17 de fevereiro de 2015 em 22:12

    Urinar no muro da escola – quase nunca vi isso na minha vida
    .
    minha madrinha maluca dirigiu bêbada, uma ambulância, em uma festa no interior. então não é só coisa de criança.
    .
    “Erguei as mãos”? acho que nunca ouvi essa na minha vida…
    .
    todo mundo já usou blusa com capuz, amenos que seja de um lugar que não “exista” inverno..
    .
    Tchau pessoal! =)

  5. Lucas Rodrigues

    17 de fevereiro de 2015 em 18:38

    Acho que essa é a primeira edição em que não fiz nada das coisas listadas e.e

  6. Blue

    17 de fevereiro de 2015 em 17:57

    1423: Ser tratado como criança: É só superproteção dos pais, que ainda querem cuidar do filhinho querido mas não percebem que ele já tem barba, “filho, leva um casaco, você pode acabar pegando um resfriado”, é amor.
    1428: Usar uma blusa com capuz: Gosto, sou tímido e amo o frio, quando era mais jovem eu achava que ficava meio “misterioso” haha.
    1433: Matar aula pra assistir futebol: Não gosto de futebol, mas já fiquei sem ir pra aula por estar chovendo muito forte, não precisar mais de nota, ficar doente (mas em dia de prova importante eu tinha de ir espirrando no meio da chuva), esse tipo de coisa.

  7. Mutley

    17 de fevereiro de 2015 em 16:56

    1434 : Comprar um X-box 360 quando todo mundo tem Playstation 3 só pra mostrar que você é diferente do resto u_u
    Tudo bem , eu não fiz isso , mas conheço muita gente que só tem X-box pra se sentir o ”único” do bairro que tem um vídeo-game diferente e_e

    • Caciano Genz

      17 de fevereiro de 2015 em 22:18

      video game diferente é o polystation cara… ainda vou comprar o 2!

      • Frank the Rabbit

        19 de fevereiro de 2015 em 19:03

        Pff… já anunciaram Polystation 4, seu pobre

  8. Jeff Dantas

    17 de fevereiro de 2015 em 16:20

    Pior, q eu conheço várias pessoas que gostavam: http://imagem.band.com.br/zoom/cnt_ext_196460.jpg

    • Caciano Genz

      17 de fevereiro de 2015 em 22:16

      musa do verão,
      calor no coração,
      ja foi modinha como o justin,
      mas o felipe não é biba!

      não rimou, mas dane se..

  9. Frank the Rabbit

    17 de fevereiro de 2015 em 16:05

    Não sei se já passou por essa matéria, mas outro costume de infância era escutar Hey Oh do Tragedie… quem nunca?

    [img]http://photos1.blogger.com/blogger/4732/991/1600/Tragedie%20front.jpg[/img]

    Admitam, que nunca cantou aquele “ô, ô, ô, hô, ô” e improvisou o refrão em francês?

    • Lucas Rodrigues

      17 de fevereiro de 2015 em 18:34

      Eu nunca ._.

      • Frank the Rabbit

        17 de fevereiro de 2015 em 19:52

        Pô cara, nunca cantou essa música? Hehe, lembro que na época que ela tava forte aqui no Brasil todo mundo da minha rua tinha ela no celular e ficava cantando que nem um retardado em “portufrancês”.

    • Jeff Dantas

      17 de fevereiro de 2015 em 16:16

      Tai, não seria má ideia! De repente… 🙂

  10. Jeff Dantas

    17 de fevereiro de 2015 em 15:59

    • Caciano Genz

      17 de fevereiro de 2015 em 22:14

      não cara, tem banheiro pra isso, amenos que não tenha mesmo…

17 Comentários
mais Posts
Topo