Minilua

Costumes de uma época #61

E confira abaixo, mais alguns costumes interessantes. A todos, uma excelente diversão!

573: Ouvir axé e pagode: Não, nada contra quem ouve. Há quem, por exemplo, não se esquece do Molejo, lembra? “Brincadeira de criança, como é bom, como é bom…”.

574: Jogar cândida no banheiro: Pois é, e dependendo do banheiro, nem a cândida resolvia. O mais traumático, sem dúvida, o entupimento da privada.

575: Colocar flores no cemitério: E de fato, todos os anos é a mesma coisa. Dia de finados, e lá estão elas, as famosas flores. Entre os mais antigos, por sinal, os retratos e as velas.

576: Separar o miolo do pão: Por insegurança ou não, muitas mulheres ainda fazem isso. O mais importante, é claro, a manutenção do regime.

577: Usar copinhos como telefone: E ainda na infância, um dos costumes mais interessantes. Com ele, inclusive, os dois copinhos básicos, e mais, o barbantinho.

578: Brincar na piscina de bolinhas: Já nas creches, um dos itens mais requisitados. As bolinhas, por que não, das cores mais diferentes possíveis.

579: Vender produtos no Mercado Livre: Cuecas, calcinhas, soutiens. Enfim, tem para todos os gostos. Para os fetichistas então, com odores e saliências.

580: Enviar músicas pelo MSN: E cá entre nós, quem já não fez isso, não é mesmo? De músicas avulsas, a coletâneas inteiras.

581: Guardar o bolo da festa: O bolo, os brigadeiros, beijinhos… Hum, dava uma fome!

582: Criar um perfil fake: E pouca gente sabe, mas foi no Orkut, onde tudo começou. No auge, principalmente, dezenas de perfis assim.