Minilua

Costumes de uma época #9

55- Usar a pasta Tandy: Durante a infância, um dos hábitos mais frequentes. Com ele, os inigualáveis sabores de uva e morango.

56- Jogar paciência: Bom, se a Internet não ajudava…Melhor que ele, só o tradicional “campo minado”, concordam? 

57- Comer o recheio da bolacha: Quantos já não fizeram isso, não é mesmo? A sensação então, maravilhosa!

58- Jogar o Jogo da Vida: Até pouco tempo atrás, um dos jogos mais cultuados. Em sua base, os tradicionais carrinhos e cartões.

59- Tocar a campainha dos vizinhos: Todo final de semana era a mesma coisa. Passava das 22h00, e a garotada resolvia atacar. Detalhe: A cada intervenção, o atormento de 10 a 15 minutos.

60- Imitar uma celebridade: Rockeiros, atrizes e atores. Enfim, ninguém ficava imune. Nos casos mais excêntricos, aliás, a aquisição de fantasias, ou ainda, de batons.

61- Se machucar no playground: Oh, que dô, que dô! O pior, sem dúvida, nem era cair do balanço, mas sim, se deparar com o temível merthiolate. (risos)

62- Pintar a rua: Na época da Copa, uma verdadeira febre. Entre as peças de decoração, as tradicionais cornetas e bandeirinhas.

63- Brincar na máquina de bichinhos: Opções, por sinal, não faltavam. De leões e sapinhos a ursinhos e coelhos.

64- Tomar um biotônico: Muito antes do Gatorade, os chamados “biotônicos” costumavam agradar. Visto com certo temor, eles dividiam opiniões. Dos adoradores por excelência aos “haters totais”.