Curiosidades mórbidas sobre a pena de morte #1

A pena de morte é um dos modos de justiça mais antigos do mundo, usado pelo homem desde muito antes de existirem tribunais e toda a burocracia que é nossa justiça atualmente. Essa longa história é cheia de fatos bizarros e acontecimentos macabros:




A arte do enforcamento

23w6ew

Enforcar uma pessoa parece ser algo fácil. Basta enrolar uma corda em volta do pescoço e pendurar o infeliz, mas a verdade é que isso envolve mais detalhes do que você imagina. Caso a corda seja muito curta, a força gerada pela queda pode não quebrar o pescoço e criar uma morte lenta e dolorosa. Esse tipo de erro acontece muito com pessoas que tentam se suicidar, transformando a morte em algo ainda pior.

Também existe o problema do peso, pois uma pessoa muito pesada pode acabar sendo decapitada pela corda, em uma cena nada bonita de se ver. Inclusive existe o caso de um homem, chamado Mitchell Rupe, no qual ele, após várias apelações a justiça, foi poupado da morte, pois era pesado demais para ser enforcado.




Guilhotina

guilhotina

Quando falamos nesse instrumento de morte, logo pensamos na era medieval, porém a verdade é que a guilhotina foi usada durante muito mais tempo do que você imagina.

Durante o regime nazista, os alemães adoravam cortar uma cabeça a maneira antiga. Tal prática perdurou até 1977, quando Hamida Djandoubi tornou-se o último homem do mundo, pelo menos de maneira oficial, a ser decapitado por uma guilhotina. A proibição final para tal punição só ocorreu em 1981, tornando ilegal o uso de guilhotina.




Vida após decapitação

2218055

A guilhotina foi feita para ser uma forma mais “humana” de matar as pessoas, pois ela, supostamente, é capaz de causar uma morte rápida e indolor. Só que as coisas podem não ser tão rápidas quanto se imagina e no final ela pode causar uma agonia sem tamanho.

Quando a cabeça é cortada do corpo, existe a possibilidade, nem que seja por alguns poucos segundos, dela continuar viva! Antes acreditava-se que uma pessoa poderia falar caso sua cabeça fosse cortada, mas, hoje em dia, sabe-se que a queda de pressão sanguínea impossibilita tal coisa, mesmo assim, a consciência sem corpo pode existir.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

  1. Hanna Maia

    22 de novembro de 2013 em 13:35

    “Guilhotina: Quando falamos nesse instrumento de morte, logo pensamos na era medieval,” Mas ela não foi inventada na época da revolução francesa?

  2. jhajá

    18 de novembro de 2013 em 17:58

    afff…
    foi um post foi!!

  3. jhajá

    18 de novembro de 2013 em 17:55

    este fou um post de perder a cabeça!!!
    [img]http://http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2013/11/guilhotina_thumb.jpg[/img]

  4. Herzeleid

    18 de novembro de 2013 em 03:31

    Interessante, cara. Hoje aprendi que a minha sogra pode ser enforcada. 😀

  5. Fantasma Renegado

    17 de novembro de 2013 em 19:08

    Uma pena de morte cruel: Transformar uma música do Justin Bieber em funk, colocar o bonde das “maravilhas” para cantar ela e obrigar a vítima a ter que ouvir por mais de 3 minutos. Muahahahahahahahaa

    • jhajá

      18 de novembro de 2013 em 17:57

      prefiro ser guilhotinado!!!!!

    • Herzeleid

      18 de novembro de 2013 em 03:32

      Isso ai é pior do que ver as suas próprias tripas saindo de você lentamente como se fosse espaguete.

    • Lucas Rodrigues

      17 de novembro de 2013 em 20:54

      Por mais de 3 minutos!? é tempo suficiente pra acabar com a sanidade mental do indivíduo kkkkkkk

    • Jaque-chan

      17 de novembro de 2013 em 19:30

      AAAAAAAAAHHH NÃO ME FAÇA PENSAR NISSOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!! MEUS TÍMPANOS ESTÃO EXPLODINDO SÓ DE PENSAAR!! AAAAAAAAAAAAAHH!!!

  6. Dark J

    16 de novembro de 2013 em 23:49

    Não tem muito haver com o post, mas, na era Sengoku do Japão, se um estrangeiro entrase naquele país sem permissão, (acho eu) ele seria morto na hora.

  7. Raul Seixas

    16 de novembro de 2013 em 22:45

    Pena de morte só deve existir em países com capacidade de investigarem direito as coisas,e na minha opinião quem comete crimes fortes merece morrer de forma lenta e dolorosa,se isso existisse no brasil, teríamos menos homicídios,pois os criminosos seriam de certa forma intimidados.

  8. Lucas Rodrigues

    16 de novembro de 2013 em 21:05

    Legal essas curiosidades, mas a pena de morte é algo que não apoio.

    • moonlight

      17 de novembro de 2013 em 12:42

      concordp

  9. L

    16 de novembro de 2013 em 20:21

    por que proibiram o uso da guilhotina???…se for levar em consideração….ela é bem mais efetiva do que a cadeira elétrica por exemplo…afinal ela mata a pessoa bem mais rápido, e o individuo não sofre,não gasta energia e sua manutenção com certeza seria mais barata….

    • Estudante

      16 de novembro de 2013 em 21:57

      triangulo de braço e mais efetivo q guilhotina
      so e um pouco mais dificil de se usar ne

      • Matheus S.

        17 de novembro de 2013 em 11:20

        Pedi sua opinião?

        • Estudante

          17 de novembro de 2013 em 12:34

          Eu já esperava essa sua resposta de baixo nível, típico de você.

          • Matheus S.

            17 de novembro de 2013 em 12:45

            Sem pseudo-intelectualismo aqui, por favor…

          • Estudante

            17 de novembro de 2013 em 14:31

            A internet é muito boa não? Duvido que metade do que você fale aqui no Minilua seja algo que você realmente apoia na vida real.

          • Matheus S.

            18 de novembro de 2013 em 21:12

            Parece um bom filme.

          • Terrorista

            17 de novembro de 2013 em 16:01

            concordp

  10. Wagner

    16 de novembro de 2013 em 19:59

    Mas por que o uso da guilhotina foi proibido?

    • Diego Martins

      16 de novembro de 2013 em 22:30

      Porque as pessoas gostam de ver morte, mas não sangue.

      • Wagner

        17 de novembro de 2013 em 10:09

        Ôxi, então poderia colocar o pessoal dentro da água para matarem eles shaushaus

    • Harry Alone Potter

      16 de novembro de 2013 em 20:11

      Violação aos direitos humanos…Criação da prisão para ”reeducar” infratores…Mas ainda existe pena de morte, porém de jeitos mais ”humanos”.

      • Android

        16 de novembro de 2013 em 22:17

        Eletrocutar e se der errado, fritar o condenado vivo é um jeito muito “humano” msm!
        Sem contar que quando eletrocutado, o cérebro cozinha, os globos oculares explodem, e por ai vai.

        • Herzeleid

          18 de novembro de 2013 em 03:35

          Seria mais humano ser Fuzilado, isso sim era uma morte com honra.

    • Estudante

      16 de novembro de 2013 em 20:08

      Na verdade, é meio falso e meio verdadeiro,irei te mostrar porque .:
      A Guilhotina é uma Submission completamente rara de se aplicar,geralmente utilizada quando o oponente está praticamente exausto, sendo assim as chances de aplicar a Guilhotina são maiores do que a prevista no começo de uma luta , além disso é preciso danificar a perna do adversário , para que Guilhotina tenha sucesso, pois é uma submisison que é aplicada quando ambos estão no chão . (Sentados ou Deitados )
      O que essa lei quis dizer é que há uma idade de experiência para aplicar a Guilhotina corretamente , para isso experiência é adquirida após ter conseguido a faixa preta .
      Deve ter falado isso pela sua idade ,pois é um submission que precisa ser aplicada corretamente .
      Então meio falso e meio verdadeiro .

      • Anderson Fickel

        16 de novembro de 2013 em 22:23

        cara,tenho algum problema…eu li isto tudo e quando cheguei na metade só percebi que tavas falando de luta…fiquei boiando e pensando em outras coisas,só dpois meu cerebro foi processar oque eu li :v

      • Wagner

        16 de novembro de 2013 em 20:15

        Sei não… Você respondendo não deve ser nada sério, então nem vou ler.

  11. Li Syaoran

    16 de novembro de 2013 em 19:57

    Mitchell Rupe… comprovando que existem benefícios em ser gordo.

    • Gato Endiabrado

      17 de novembro de 2013 em 00:39

      Nyah Nyah. Então eu não posso me suicidar hoje de manhã, que lastima.

  12. Harry Alone Potter

    16 de novembro de 2013 em 19:52

    Ta aí uma dica para condenados a pena de morte, engordar engordar e engordar.

    • Wagner

      16 de novembro de 2013 em 19:58

      Não cara, nada a ver.
      Sabemos muito bem que o que não mata, engorda. Ah não, péra…

      • Harry Alone Potter

        16 de novembro de 2013 em 20:12

        Huahuauahu. Essa frase realmente caiu bem nesse contexto.

  13. Terrorista

    16 de novembro de 2013 em 19:25

    Apenas que eu acho que a pena de morte é a única solução para acabar com a criminalidade,criminosos não merecem julgamento, todos deveriam ser mortos sem nenhum pouco de compaixão.

    • Raphael Garbayo

      18 de novembro de 2013 em 16:39

      Esse foi o comentário mais estúpido que eu já vi na vida, você é burro assim mesmo?

    • xxPaulo mata

      17 de novembro de 2013 em 19:32

      Para os criminosos serem considerados criminosos, é necessário que eles sejam julgados, com a apresentação de provas e etc, não se pode sair condenando todo mundo por aí a morte.

    • Jaque-chan

      17 de novembro de 2013 em 19:24

      Nossa… Momento Light Yagami agora… Mata todo mundo que a taxa de criminalidade abaixa. Kkkk’
      Acredito que parte disso tá certo:
      Acho que, dependendo do crime, a pessoa deve ser morta mesma.
      Como dizem, olho por olho, dente por dente. Ladrão? Pegue bens materiais do bandido e dê para as vítimas. Assassino? Mata. Serial Killer? Mata. Estuprador? Chama um monte de negão pra foder o infeliz.
      Mas acho que precisam não exatamente de um julgamento, mas sim de uma grande investigação, para não ter erro de que tal pessoa é a culpada, pois seria muito errado matar alguém inocente.
      Bem, essa é só a minha opinião. Cada pessoa tem a sua, então não dá pra discutir muito o assunto, pois muita gente será contra. ;/

    • moonlight

      17 de novembro de 2013 em 12:42

      q tipo de criminalidade?

      • Luis Antonio Peres

        17 de novembro de 2013 em 15:53

        Espero que um dia a mãe de todos os que são contra a pena de morte seja estrupada e morta na sua frente.

        • Phantom Lord / Hyoga

          17 de novembro de 2013 em 16:28

          espero q um dia todos aqueles q sejam a favor da pena de morte sofram essa sentença por engano

    • Luís Felipe

      17 de novembro de 2013 em 01:22

      N acredito q começaram uma discussão a partir de um comentário do Satirista, bando de abestados…

      • Lucas Rodrigues

        17 de novembro de 2013 em 07:27

        “bando de abestados…” eu li com a voz do Tiririca kkkkkkkkkk

    • Emmanov Kozövisck

      16 de novembro de 2013 em 22:14

      A questão ética da pena de morte é discutível: a forma de “purificação” deste planeta segundo aqueles que já chegaram perto de dominá-lo foi o extermínio. Mas, pergunte-se: como você se sentiria se alguém matasse um parente seu? Gostaria que ele fosse julgado pela (In)justiça brasileira, condenado à 20 anos mas permanecesse apenas 1 ano e meio na prisão, ou gostaria que ele fosse morto e que ele nunca mais existisse? Bem, é difícil de se imaginar. Eu sou contra a pena de morte, mas sou extremamente a favor da diminuição da burocracia nas leis brasileiras, maior rigorosidade e cumprimento das mesmas e a pena perpétua. Todos podem ser corrigidos com o tempo. Poucos querem.

      • Terrorista

        16 de novembro de 2013 em 22:22

        Sem pseudo-intelectualismo aqui, por favor…

        • Emmanov Kozövisck

          17 de novembro de 2013 em 00:03

          Eu não sou pseudo-intelectual, meu caro. Se a cada comentário que você me enchesse o saco eu ganhasse um real, já estaria rico. Já não posso mais discordar da opinião de ninguém e já me chamam de pseudo-intelectual. Esse imbecil deveria ser banido. Satirista infame.

          • alfredo

            17 de novembro de 2013 em 01:25

            Bora fazer petição pra bani o satirista 🙂

          • Lucas Rodrigues

            17 de novembro de 2013 em 07:27

            Eu apoio u.u

          • Terrorista

            17 de novembro de 2013 em 15:58

            Ficam ai de invejinha porque sou rico, bonito e mais inteligente que vocês ne

          • Emmanov Kozövisck

            18 de novembro de 2013 em 18:56

            Conte-me mais sobre a sua vida no colo de Satã…

          • Lucas Rodrigues

            17 de novembro de 2013 em 16:42

            Finalmente você fez uma piada boa kkkkkkkkkkkk

    • Emmanov Kozövisck

      16 de novembro de 2013 em 22:10

      Minha ideia de punição perfeita no Brasil, mas que poderia ser utilizada por todo o mundo: ao invés de levar os presidiários para regiões continentais para ocuparem grandes propriedades e causaram prejuízos ao Governo, eles deveriam prendê-los em uma ilha isolada com plantações (as quais deveriam ser colhidas para a alimentação dos próprios presos, diminuindo o custo na alimentação). A água deveria ser racionada: um banho com duração de 1 minuto e 30 segundos; a água da descarga não seria potável e não haveria disponibilidade de luz elétrica para os presos: a única fonte de luz viria do fogo. A prisão seria completamente fechada, mas seu teto seria aberto todo o dia das 6:00 – 10:00 para o banho de sol dos presos. Caso houvesse algum plano de fuga, haveriam soldados destemidos que os barrariam e os matariam sem dó ou piedade alguma. Mesmo se escapassem da prisão, não poderiam ir muito longe, pois estariam no meio do oceano: a única forma de escapar seria pelo ar, pois na água salgada haveriam ferozes predadores aquáticos, como o Tubarão Branco. Caso algum preso fugisse pelo ar, a guarda aérea seria chamada e eles seriam considerados inimigos de alto risco. Aquele que tentaria fugir mas foi capturado seria, obrigatoriamente, condenado à pena perpétua.

      • Phantom Lord / Hyoga

        16 de novembro de 2013 em 22:22

        pouco custo na comida mas alto custo no trafego de presos a essa ilha .-.

        • Emmanov Kozövisck

          17 de novembro de 2013 em 00:04

          O custo do tráfego de presidiários seria menor do que o custo de manutenção da alimentação deles.

          • Phantom Lord / Hyoga

            17 de novembro de 2013 em 00:25

            haveria excesso de prisioneiros fazendo com q haja mais viagens sem contar tb o pagamento das pessoas q efetuam esse transporte e tb o fato de q essa ilha vah ficar meio cheia dependendo de qual vao escolher

      • Black King Mello

        16 de novembro de 2013 em 22:14

        Parece um bom filme.

        • Emmanov Kozövisck

          16 de novembro de 2013 em 22:17

          Mas, obviamente, tais condições seriam só de um filme. Nunca em uma sociedade como a nossa tal regime carcerário seria aceito.

    • Harry Alone Potter

      16 de novembro de 2013 em 19:53

      A internet é muito boa não? Duvido que metade do que você fale aqui no Minilua seja algo que você realmente apoia na vida real.

      • Lucas Rodrigues

        16 de novembro de 2013 em 21:02

        Nada do que ele fala é realmente sério. Um conselho: Ignore.

        • Terrorista

          16 de novembro de 2013 em 21:22

          Ambos estão errados coleguinhas, realmente a maioria dos meus comentários são sátiras ou trollagens à idiotas (vocês), mas em certos comentários eu expresso a minha opinião verdadeira e digo quais ideais eu sigo.

          • Lucas Rodrigues

            16 de novembro de 2013 em 21:27

            Enfim, eu bem que queria discutir, mas não tô afim. Opinião é nem cu, cada um tem o seu mesmo u.u

          • Terrorista

            16 de novembro de 2013 em 21:33

            Opinião e cu são coisas que você adora dar. .-.

          • Lucas Rodrigues

            16 de novembro de 2013 em 21:36

            Eu já esperava essa sua resposta de baixo nível, típico de você.

          • Terrorista

            16 de novembro de 2013 em 21:44

            Eu já esperava essa sua resposta de baixo nível (intelectual), típico de você.

          • Lucas Rodrigues

            16 de novembro de 2013 em 21:55

            Não me considero um intelectual, que isso fique bem claro.

          • Black King Mello

            16 de novembro de 2013 em 22:09

            Eu também não te considero, que isso fique bem claro.

          • Estudante

            16 de novembro de 2013 em 22:47

            Pedi sua opinião?

          • Estudante

            16 de novembro de 2013 em 22:04

            Eu também não te considero, que isso fique bem claro.

          • Little Uchiha™

            16 de novembro de 2013 em 22:37

            Essas discussões não agregam status karas.

          • Lucas Rodrigues

            16 de novembro de 2013 em 22:10

            Pedi sua opinião?

    • Kuzan

      16 de novembro de 2013 em 19:50

      E se matarem voce por engano?

      • L

        16 de novembro de 2013 em 20:07

        Engano??? vamos pensar o que seria de maior ajuda a própria sociedade….. conduzir todos os criminosos a uma pena de morte mesmo que haja um inocente entre eles, ou deixar que tenham sua liberdade mesmo tendo cometido crimes abomináveis e sabendo que terá um certo nível de reincidência por parte deles, ou seja,que alguns ainda voltarão a cometer crimes?…..claro que existem casos de pessoas que são julgadas erroneamente (infelizmente) e são consideradas culpadas mesmo sendo inocentes, mas pensar que por outro lado a pena de morte causaria uma sensação de ”medo” e isso resultaria em um taxa de criminalidade bem mais baixa e evitaria também essas possíveis reincidências….então o que é melhor? o bem ”individual” ou o bem ”conjunto?”

        • Black King Mello

          16 de novembro de 2013 em 22:01

          Países que aceitam a pena de morte não necessariamente possuem um índice de criminalidade baixo. A pena de morte é algo que não deve ser aceito jamais, é impossível apontar com 100% de certeza o culpado de algum crime e matar inocentes é algo fora de cogitação. O crime deve ser punido, mas apenas ele, inocentes não. O problema não é com o fato de que “o criminoso voltará a cometer delitos, por isso devemos matá-lo”, é com o sistema carcerário todo que não cumpre o papel que deveria. Você acha que o medo das pessoas faria com que elas se comportassem de maneira “adequada” só pelo fato de poderem ser mortas? Só crimes pesados causariam pena máxima e pode ter certeza que quem comete crimes desse tipo não deixariam de cometer pelo simples medo da morte. Isso só funcionaria para pessoas como e, provavelmente, você que não se envolvem com o criminosos ou que nunca cometeram nenhum delito.

          • Phoenix Whight

            17 de novembro de 2013 em 13:55

            Ou qualquer que fosse o crime tivesse pena de morte.
            Matou? Pena de Morte,roubou um pão françês? Pena do Morte.
            Países que aceitam pena de morte é só em casos muito graves,se todo e qualquer crime fosse punido com pena do morte você realmente acha que o medo não tomaria conta?
            O medo é um aliado,pessoas com medo andam na linha.

          • Phoenix Whight

            17 de novembro de 2013 em 13:57

            Esqueci de algumas coisas:
            Se quem cometer qualquer crime fosse condenado a morte,inocentes morreriam é claro, porém seriam sacrifícios necessários para um objetivo maior,algo que está acima de uma pessoa,os fins justificam os meios.

          • Phantom Lord / Hyoga

            17 de novembro de 2013 em 14:05

            matar pessoas q nao tiveram nada a ver com isso msm junto aos criminosos eh a melhor forma de acabar com a criminalidade? isso eh absurdo eh como explodir uma bomba no predio com 100 pessoas pra matar somente 1

        • Phoenix Whight

          16 de novembro de 2013 em 20:36

          Na verdade concordo com você,o ser humano só aprende através do medo.
          Imagine um mundo onde todos que cometem um delito são condenados a morte,uma pessoa pensaria duas vezes antes de roubar/sequestrar/matar.

        • Phantom Lord / Hyoga

          16 de novembro de 2013 em 20:22

          o melhor eh prender os filhos da puta pra nao correr risco de matar pessoas inocentes por um simples engano

      • Wagner

        16 de novembro de 2013 em 19:56

        Favor à humanidade?

        • Phantom Lord / Hyoga

          16 de novembro de 2013 em 20:08

          nao soh ao minilua msm

    • Phantom Lord / Hyoga

      16 de novembro de 2013 em 19:48

      eh mas se matarem um inocente por engano? .-.

      • Terrorista

        16 de novembro de 2013 em 20:20

        Não tem engano, se a pessoa fosse inocente ela não seria suspeita, é com o terror que se coloca ordem.

        • Phantom Lord / Hyoga

          16 de novembro de 2013 em 21:25

          entao um caso tiver uns 10 suspeitos o jeito eh matar todos? ridiculo esse metodo cara

          • Terrorista

            16 de novembro de 2013 em 21:42

            Eu não queria argumentar citando a maior nação da história (Alemanha nazista) mas não me resta escolhas…Na Alemanha nazista a taxa de crimes era baixa,haviam atentados contra Hitler e o partido nazista por parte dos comunistas e marxistas,haviam crimes menores também,mas a taxa de crimes era extremamente baixa,isso era causado por medo das pessoas,pois havia pena de morte no país,e todos eram executados sem nenhuma piedade,isso causou medo à população e resultou num país com menos crimes,então se houvesse algo parecido por aqui os crimes diminuiriam e as chances de inocentes serem executados também, e para haver certeza de que não haveria morte de inocentes, precisariamos de um governo totalitarista, com um líder justo.

          • Phantom Lord / Hyoga

            16 de novembro de 2013 em 22:19

            eh vdd mas nesse processo muitos (mas MUITOS) inocentes morreram nessa desgraça q foi a alemanha nazista

          • Wesley Smithd

            14 de junho de 2015 em 00:10

            eu também não te considero, que isso fique bem claro!

          • Terrorista

            16 de novembro de 2013 em 22:28

            As únicas pessoas inocentes são as crianças,mas perdem a inocencia quando crescem, o ser humano nunca vai ser inocente.

          • Phantom Lord / Hyoga

            16 de novembro de 2013 em 23:06

            entao q o mundo cometa suicidio coletivo

          • Terrorista

            16 de novembro de 2013 em 23:30

            Isso seria impossível, só havendo uma terceira guerra mundial (uma guerra nuclear), e diversas devastações climaticas.

          • Phantom Lord / Hyoga

            16 de novembro de 2013 em 23:58

            de qlquer forma pena de morte nao eh a melhor soluçao para acabar a criminalidade

          • Black King Mello

            16 de novembro de 2013 em 22:07

            Não compare um regime totalitário/ditatorial com um democrático. E não há como ter certeza da inocência de alguém ou de sua culpa, um regime totalitário com um “líder justo” não seria alternativa para evitar mortes de inocentes. Com certeza ele se deixaria levar pelo poder, todos deixam, ele apenas julgaria de modo que fosse favorável a ele próprio, além de ser inviável que apenas uma pessoa julgue todos os casos de crime em um país.

          • Terrorista

            16 de novembro de 2013 em 22:18

            Lógico que não, eu por exemplo, seria justo, e um regime ditatorial poderia ser bom para colocar ‘ordem’ no país, o que estraga o totalitarismo é o poder que o líder político acaba tendo e subindo à cabeça, como você abordou bem, mas com um líder que soubesse se portar bem perante o poder, poderia sim um regime totalitário dar certo,até antes da guerra a Alemanha havia crescido de uma maneira impressionante…E em relação aos julgamentos,poderia haver encarregados do Estado para julgar os criminosos.

          • Black King Mello

            16 de novembro de 2013 em 22:32

            Todos somos bons e justos até a hora em que precisamos realmente sermos bons e justos.
            A Alemanha cresceu economicamente e militarmente bem, não sei como eram os crimes lá dentro ou os julgamentos já que nunca tive curiosidade de procurar por isso. Volto a repetir, é impossível condenar alguém por algo que não se tem 100% de certeza que ela cometeu, isso é burrice. Agora, quanto ao “líder” é mais do que óbvio que ele se beneficiaria do poder, imagine sendo você o líder e tendo que julgar um crime que sua mãe cometeu e as opções seriam pena de morte ou prisão. É claro que você tenderia a aplicar o menor castigo possível, ou até mesmo evitar isso, e não venho com “eu mandaria matar minha mãe, cometeu o crime tem que cumprir” porque ninguém faria isso, ao menos que sofra algum distúrbio mental.

          • Terrorista

            16 de novembro de 2013 em 23:26

            As chances de minha mãe cometer um crime são nulas…Se fosse outro membro da familía eu mandaria matar sim,mas continuo achando que existir uma pessoa justa e capacitada para se tornar um líder totalitário, mas isso é mais uma opinião particular minha mesmo.

          • Bonecão do Posto

            17 de novembro de 2013 em 10:32

            nem o seu poderoso Hitler era justo cara

          • Phantom Lord / Hyoga

            16 de novembro de 2013 em 22:20

            nao ha lider cujo poder nao suba a cabeça isso jah eh caracteristica dos seres humanos

  14. Lhama Charmosa

    16 de novembro de 2013 em 19:18

    Essa da cabeça ficar alguns segundos viva depois da decapitação eu já sabia…

98 Comentários
Topo