Descobertas científicas que comprovam a Teoria da Evolução #1

Desde o seu surgimento, a Teoria da Evolução das Espécies é um dos estudos científicos mais discutidos e polêmicos, principalmente porque muitas pessoas não entendem o que esse estudo propõe e acham que ele explica o surgimento da vida.

A teoria criada por Darwin descreve como as espécies se modificam com o passar do tempo, gerando novos animais e plantas. Quando ele surgiu com a ideia, muitas pessoas acharam tudo um absurdo, mas diversas descobertas científicas, que se quer estavam tentando provar a Teoria da Evolução, acabaram esbarrando em novas provas que reforçam ainda mais que Darwin, no final das contas, estava certo:




DNA

hqdefault

Quando a Teoria da Evolução foi proposta, acabou não sendo muito bem aceita por dois motivos. O primeiro era religioso, muitas pessoas não queriam desacreditar seus livros sagrados e preferiam continuar com a explicação de que um deus criou tudo e ponto final. O outro ponto que deixou Darwin em uma saia justa foi o fato de que, apesar de entender como a evolução funcionava, ele não sabia qual era o mecanismo que permitia seu funcionamento.

Seria como saber que um carro é capaz de andar, mas não ter ideia de que existe um motor a combustão debaixo do capô. Por isso, a Teoria de Darwin não foi muito bem aceita, mas, em 1869, as coisas começaram a melhorar. Nessa época, o médico suíço Friedrich Miescher fez as primeiras descobertas em componentes celulares que depois permitiram a descoberta e entendimento do DNA.

Mas foi somente em 1944 que a humanidade descobriu que os seres vivos eram capazes de transmitir informações de uma geração para outra e a Teoria de Darwin, que antes mais parecia um chute, começou a ganhar novos contornos.




Mutações

evolucao-humana-armas-20110321114808

A Teoria de Darwin diz que, com o passar do tempo, as espécies tendem a se adaptar ao ambiente em que vivem. Por exemplo, um animal que viva em um local frio, tende a criar pelos. Um ser que viva onde existem frutas em abundância, vai começar a ser alimentar disso. No final, os animais que mais rápido e melhor se adaptam ao ambiente sobrevivem. Quem não consegue, acaba morrendo e sua linhagem se finda. Essas transformações pequenas, no decorrer de milhões de anos, acabam gerando novos seres, bem diferentes dos seus antepassados.

Mas para que um ser que consiga transferir seus dados para que a próxima geração seja um pouquinho diferente, é necessário existir uma ligação entre elas e isso é o DNA.

O DNA contém as informações para “construir” um ser. Ou seja, o DNA pode ser comparado a planta de uma casa. Quando seus pais “viveram uma intensa noite de amor”, eles geraram um óvulo fecundado, que nada mais é que um pacotinho com seu DNA dentro. Aquele DNA foi o responsável por gerar todas as suas caraterísticas físicas.

Só que a fusão do DNA de sua mãe com o de seu pai não gera uma cópia idêntica deles. Assim, pequenas mudanças são enviadas para você. Algumas vezes elas podem ser boas, como uma melhoria na vista ou a falta do siso. Ou podem ser ruins, como um músculo defeituoso ou um problema de coração.

DNA_stock

Na natureza, essas pequenas mudanças fazem toda a diferença. Imagine se um pássaro nasce com uma asa menor do que a outra. Isso pode lhe impedir de voar e ele provavelmente vai morrer antes de chegar à idade adulta, ou seja, não irá se reproduzir e essa característica acabará morrendo com ele. Agora, imagine que um pássaro nasce com um bico mais afiado, capaz de cortar melhor os alimentos. Ele provavelmente vai se desenvolver muito bem e se reproduzirá na fase adulta. Ou seja, seus genes, com um bico mais afiado vão passar adiante.

Os filhos do pássaro do bico afiado também vão ter seus filhos, alguns com características melhores e outros com piores, pois as mutações são randômicas. No fim, os melhores também irão sobreviver e se procriar. Depois é a vez dos netos, que terão outras pequenas mudanças e apenas os melhores seguirão vivos.

Agora, imagine essas mutações de DNA ocorrendo ao longo de milhares de geração. Depois de milhões de anos, os pássaros que são descendentes do que tinha o bico mais afiado, terão características totalmente diferentes de seu antepassado. Por serem capazes de comer melhor, eles serão maiores e provavelmente estarão tão diferentes do pássaro original, que não serão considerados da mesma espécie.

E assim, um pássaro mudou de espécie. Agora imagine essa mudança estendida por um período de 10 milhões de anos. Em um tempo assim, as pequenas mudanças somadas são tantas, que um pássaro pode virar outro bicho. Como um pinguim, que é descendente de pássaros, mas não voa. Com o tempo necessário, até mesmo um pequeno roedor pode se transformar em um ser semelhante a um elefante, basta que a evolução lhe guie por esse caminho e que hajam alguns milhões de anos disponíveis.

Um bom exemplo para entender a evolução é uma carta. Imagine uma folha de papel com um texto nela. Agora, essa folha deve ser passada para uma pessoa diferente a cada hora e cada pessoa pode acrescentar uma nova letra ou característica a folha. Em alguns dias, o texto original não vai ser mais legível, mas ainda teremos uma carta. Depois de um ano, a carta vai estar tão riscada, que provavelmente vai ganhar uma ou mais folhas novas. Em cem anos, aquela simples carta vai ter virado um livro ou um jornal, dependendo de quais características foram adicionadas com o passar do tempo. Em milhares de anos, aquele papel pode ser usado para criar uma jangada e o que era uma simples carta virou algo totalmente novo e diferente.

Apesar de não sabermos exatamente como a carta vai estar no futuro, podemos traçar um caminho de todas as pequenas mudanças e letras adicionadas. Assim, como podemos vasculhar o DNA e ver de onde os seres vieram e como evoluíram.

Por isso, o DNA é a principal prova científica da Teoria da evolução das espécies.

  1. Paulo Roberto

    24 de outubro de 2015 em 23:05

    engraçado que o crocodilo tem 200 milhões de anos e nem aprendeu a voar, de um macaco ate um homem evoluiria em quanto tempo? e o gorila? e os miquins? os dinossauros nao evoluiram em nada antes de desaparecerem? ou vieram de que forma? enfim, qerer explicar esse misterio em uma teoria parece locura…

  2. Leucothea a Ninfa

    28 de setembro de 2015 em 10:48

    Sempre me perguntei porque é que a gente não encontra uns seres símios em fase de transição andando por aí.. Pararam de evoluir?

    • lucas

      28 de setembro de 2015 em 13:23

      nenhum ser vivo “parou de evoluir”. Apenas a evolução acontece muito mais lentamente do que muita gente gostaria. A escala de tempo dos humanos é em dias, semanas, meses, anos. Até décadas e séculos podemos entender.

      Mas a evolução trabalha em milhares de anos, centenas de milhares de anos, milhões de anos, bilhões de anos. Nossa mente sequer consegue imaginar tanto tempo.

      se tiver outras dúvidas talvez isso possa ajuda-la:
      http://ceticismo.net/comportamento/tipicos-erros-criacionistas/

      • Leucothea a Ninfa

        28 de setembro de 2015 em 13:43

        Entendi bem Lucas, valeu pela explicação ^^
        Mas sério, parando pra pensar (eu sou curiosa mesmo kkk), porque hoje em dia não tem uns ancestrais nossos por aí, um bicho no meio da evolução, sabe? Não tô conseguindo expressar bem a ideia kkk

        • lucas

          28 de setembro de 2015 em 14:06

          não tenho certeza,mas acho que esses ancestrais foram sobrepujados pelas novas espécies que foram aparecendo,por exemplo os Neandertais, As teorias de seu desaparecimento apontam para o Homo sapiens (nós) vencendo-os na disputa por comida e território.

          • Leucothea a Ninfa

            28 de setembro de 2015 em 14:12

            Ah sim, faz bastante sentido mesmo 😀

  3. José Batista

    27 de setembro de 2015 em 12:33

    Na minha opinião é mais fácil acreditar Teoria da Evolução das Especies do que em outra forma de teoria. A bíblia diz que deus criou (humanos) Adão e depois Eva, mas não teria como a especie humana vir deles, sendo que apos a procriação haveriam filhos de Adão e Eva o que tornaria impossível a expansão da espécie a partir desse momento já que o nível próximo de parentesco genético causaria ma formação e mutações das gerações futuras. Longe de mim,claro, querer criticar religiões ou gêneros semelhantes, estou apenas expressando minha opinião.

    • lucas

      28 de setembro de 2015 em 16:04

      sim,mas criacionistas dizem que as passagens bíblicas não são literais(ainda acho algumas partes incoerentes).

  4. David de Melo

    26 de setembro de 2015 em 19:13

    isso é obvio todos os seres vivos tem um DNA por ser um SER único , e é só para e olha em volta que mesmo como o mundo é hoje , o que temos é maravilhoso temos a lua pra bilhar durante a noite o sol pra nos aquecer , a natureza o mar, o mundo é perfeito demais do modo como tudo funciona, isso são só teorias…Teoria é uma ideia , o mundo e tudo que tem nele é muito perfeito pra pensar que viemos assim do nada .. Bato o pé e digo que não viemos de um macaco , como também nunca existiu Dinossauros isso é invenção .. somos humanos imaginamos coisas .. e as vezes são coisas absurdas . deixa o coitado do macaco queto, Tá se viemos dos macacos por que os de hoje não evoluem ? não podemos explicar o inexplicável .

    • Guilherme Gonçalves da Silva

      27 de setembro de 2015 em 04:22

      Nçao viemos do macaco e sim de um ancestral em comum. E sobre os dinossauros, os fosséis sçao fruto da imaginação humana também? E Deus? O ser supremo que ninguém nunca viu mas “todos” acreditam? Beleza, é bastante irônico alguém com a sua visão de mundo precisar de provas para acreditar na evolução mas não precisar de prova alguma para crer em outras coisas… é contraditório. Tá na cara que tu nunca leu livro algum de ciência na vida, biologia… nada.

      • Felino

        27 de setembro de 2015 em 11:41

        Mano, chega a ser engraçado o comentário desse pessoal. Santa ignorância! Sinto vergonha de saber que a um ano atrás eu era um desses que só de ler o termo “evolução” já ligava o CAPS LOCK e começava bostejar :\

  5. Samba Ferreira

    26 de setembro de 2015 em 09:40

    Teoria é sempre teoria, eu não acredito em evolução, problema? E não estou defendendo nenhum fundamentalismo não, estou abordando o meu ponto de vista, no pôste esta que comprova a teoria da evolução e não comprova porra nenhuma, pra mim vai continuar sendo um mera teoria acritica, dialética, de livre aceitação o não, agora você não vai me sodomizar com as duas ideias “científica” que pelo conceitos precisa ser crítica e de comprovação se você não ou ninguém não consegue provar o que fala, o fica apenas no disse me disse isso pra MIN não serve pra pika nenhuma se não gostou, aconselho você pegar todas as teorias, teoria e enfiar no seu celebro bem •científico• eu só acredito no que eu vejo no que eu levo a comprovar.

    • lucas

      28 de setembro de 2015 em 16:29

      jovem você já tomou vacina?

    • chapolim do mal

      26 de setembro de 2015 em 11:15

      Tudo bem, eu não respeito a sua opinião e te acho um idiota.

      • Felino

        26 de setembro de 2015 em 14:20

        Ache a diferença entre esse cara e o Professor Garrisson (South Park) explicando evolução https://www.youtube.com/watch?v=LNLLngNHPqo

        • Samba Ferreira

          26 de setembro de 2015 em 15:11

        • Samba Ferreira

          26 de setembro de 2015 em 15:02

          Eu? desde de quando me submetir a explicar algo? só falei que nao acredito na TEORIA não LEi, TEORIA da evolução, so irei acreditar quando eu ver com os meus próprios olhos, desculpe mas esse é o eu jeito pra uma teoria passar a ser Ciencia da evolução ou LEI da evolução precisa de testes feitos por situações controladas!!!! Não me diga que voce acredita na teoria da expansão da Terra, teoria da Terra estática, Teoria do Efeito Borboleta ou do caos, eu conheço muitoss Cientistas que apontam que a teoria da evolução tem varias, nao poucas e sim varias contradições, ou seja, a Teoria da evolução não explica tudo é apenas um mera, dialética, sistematica, acrítica que é muito contraditória do conhecimento científico, PRA MIN (para eu) a teoria da evolução tá mais pra conhecimento filósofico com DOGMAS pois se eu me colocar contra ela vou ser acusado de funcionalista ou qualquer que seja.
          “Mais se eu tiver errado vou está pois os seres estão em constantes evoluções jaja tem um cavalo com asa porque não? ou se voce colocar um Pinguim ou uma morsa no deserto elas nao morrem e sim evoluem….” Alieandos, darwinistas.
          Ou daqui a 5000*** e mais zeros os humanos vão se transformar em peixe denovo.
          Oia ai a minha teoria da Disgevolução.

          • Felino

            26 de setembro de 2015 em 19:12

            Não sei se racho o bico ou se choro com seus comentários, vou dar o nome de Rachoro o bico

      • Samba Ferreira

        26 de setembro de 2015 em 13:19

        Será que vou capiturar um blastoise? Pois uma tartaruga poderia fazer sexo com um canhão ai daria um bastoise ou um macaco fazendo sexo com gato daria um magato, vamos esperar.

      • Samba Ferreira

        26 de setembro de 2015 em 13:17

        Eu não esperaria nada mais construtivo vindo de você, obviamente.

    • Cold

      26 de setembro de 2015 em 10:04

      Tudo bem, eu respeito a sua opinião :3

      • Samba Ferreira

        26 de setembro de 2015 em 10:14

        Ai que esta espero ter mais pessoas como você nesse meio, a chave é essa respeitar, não precisa aceitar (impondo) como tem muitas aqui que pensa dessa forma, se você não acreditar na utopia/interralidade/especulação tantas barras (teoria)que eu acredito então você vai passar a acreditar na marra.
        Meus obrigado caro e educado leitor você respeita minha opinião mais não precisa aceitar.

  6. Samba Ferreira

    26 de setembro de 2015 em 07:58

    Teoria vai ser sempre uma teoria.
    Significado de Teoria
    s.f. Conhecimento especulativo, ideal, independente das aplicações.
    Conjunto de regras, de leis sistematicamente organizadas, que servem de base a uma ciência e dão explicação a um grande número de fatos.
    Conjunto sistematizado de opiniões, de idéias sobre determinado assunto.
    Fam. Utopia, irrealidade.

    Ou seja não tem nada de comprovado se fosse porque nos dias de hoje não tem relato sobre uma espécie que evolui novamente, tipo um peixe por causa da poluição (que nos dias de hoje está muito pior que 1750) , mudou as suas caracteristicas? porque os humanos tem os ultimos dentes, porque nem todos os macacos evoluiram, porque os cienticas não fazem um ser (animado) evoluir em situação controladas? na base de testes? Se nao responde essas indagações então a teoria da evolução não passa de especulação.

    • Emerson Soliz

      27 de setembro de 2015 em 01:24

      A teoria da gravidade é só uma “teoria” também, pq vc não para de acreditar nela e sai voando entao?

      • Felino

        27 de setembro de 2015 em 11:35

        Boa, kkkkkkkk

    • Ian Almeida

      26 de setembro de 2015 em 17:11

      Bem você possui conceitos extremamente errados da evolução. Em primeiro lugar é absurdamente impossível que peixes se adaptem a poluição. Num primeiro momento por que o espaço de tempo que você propôs é demasiado curto em perspectivas evolucionistas

      • Ian Almeida

        26 de setembro de 2015 em 17:30

        Em segundo lugar é muito mais provável que eles sejam extintos do que evoluam pois muito provavelmente não possuem variabilidade genética para resistir a uma mudança como essa. Quanto ao ser humano ainda possuir tais dentes . É justamente por conta da seleção natural. Para uma caraterística sumir (como por exemplo dentes) ela precisa apresentar desvantagem evolutiva , ou seja, impedir o ser de sobreviver e reproduzir. Ninguém morre está condenado há não se reproduzir por possuir o dente siso e devido a isso ele se reproduz e passa a característica de possuir esse dente adiante. Logo o dente não sumiu e de acordo com a teoria neodarwiniana nem vai . quanto a fazer experimentos também é impossível, a teoria da evolução por seleção natural é muito nova e nem sequer existe interesse financeiro para pesquisas como essa além de como eu disse a evolução demandar muito mais tempo do que imagina … Entretanto você pode perceber essas mudanças acontecendo em seres que possuem uma enorme variabilidade genética já estabelecida. Por exemplo bactérias. E não é necessário sequer um laboratório para provar isso .o motivo de termos que usar antibióticos até o final é justamente por que ao ingerirmos ele expomos as bactérias a um novo ambiente em que só aquelas que possuem de antemão uma característica de resistência irão sobreviver e fazemos assim uma “seleção natural” das mais aptas oque não é nada vantajoso e por isso não é recomendável fazê-lo.

        • Samba Ferreira

          26 de setembro de 2015 em 17:41

          A questão é que a Teoria da evolução sempre vai ser uma teoria, pra torna-se LEI da evolução precisa de testes que por interesses (religiosos, financeiros, ideológico ou culturais) nunca vai ser realizados.
          Então pra min teoria na passa de senso comum.
          Quero saber de você caracterize o conhecimento cientifico, agora caracterize o conhecimento filosofico agora por BASE nisso olha aonde a TEORIA da evolução se encaixa, simples.
          Da uma olhadinha se quiser.
          http://inconscientecoletivo.net/os-dez-maiores-problemas-da-evolucao/#

          • Ian Almeida

            26 de setembro de 2015 em 18:12

            Bem, na verdade a retenção da anuência não é um bom argumento. De Max Planck e a sua teoria quântica a ciência deixou de usar o termo lei, por que na verdade foi visto que as leis do movimento newtoniano não se aplicavam naquele novo conhecimento e isso criou grandes incertezas no campo do conhecimento científico que evita usar o termo lei e passa a usar o termo teoria. Baseado nisso se fossem feitas hoje as leis de newton elas seriam consideradas teorias, entretanto, você tem que concordar comigo que ela é bem convincente, ela é verdade. Entretanto ela não explica TUDO , como buracos negros por exemplo. Oque eu estou querendo dizer é que todo conhecimento recente produzido pela ciência não leva o título de lei apenas porque pode estar inserido em um paradigma maior que ainda não conhecemos ,mas isso não retira a sua importância e aplicabilidade. E nesse ponto a teoria da evolução pela seleção natural é extremamente aplicável toda a biologia praticamente gira em torno dessa teoria. A próprio agrupamento dos seres vivos em níveis de semelhança (reinos,filos,famílias etc) indicam para um ancestral em comum. Além disso essa teoria é suportada da por diversas evidências. Como por exemplo a existência de órgãos vestigiais , o código genético compartilhado por todas as espécies vivas, a existência de fósseis diferentes em diferentes estruturas geológicas , a existência de espécies exclusivas em ambientes isolados (animais restritos a ilhas por exemplo as tartarugas de galápagos) entre muitos outros que poderia recitar. Com a relação a essa postagem desse site ele também traz diversos erros e afirmações errôneas que poderia te descrever, se ainda estiver interessado.

          • Samba Ferreira

            26 de setembro de 2015 em 18:26

            Pelo o que eu entendi depende de nos aceitarmos ou não essas teorias, entre a teoria da evolução que nos viemos do macaco ou da igreja que todos nos somos bastardos e fruto de incesto, sinceramente não o que escolher, ajuda ai.
            Eu nao evolui do macaco eu evolui de um SER que voa é mais legal.
            Ian Almeida ja foi a uma palestra de Ariano Suassuna? Se não, olha as obras que ele fez, é um genio. Para de responder quero sair esse sabado!!! kk.

          • Ian Almeida

            26 de setembro de 2015 em 18:39

            Bem, na verdade não evoluímos dos macacos … Evidências apontam para um último ancestral em comum com os chimpanzés modernos a 65 milhões de anos ee olha que nossa espécie homo sapiens surgiu há 200 mil anos e nossa subespécie (homo sapies sapiens) há apenas 50 mil. Eu acho que realmente é uma questão de fé acreditar no criacionismo, se me perguntar de onde o homem veio eu responderia que não sei,entretanto, eu sei que as evidências que suportam a teoria da evolução são muito fortes e é praticamente impossível que ela esteja completamente enganada. Na verdade os seres que voam são realmente muitos superiores a nós … Quando nós ainda éramos musaranhos (mamíferos) eles já eram dinossauros (as aves vieram dos dinossauros) , não é de se espantar que são melhores do que nós. Mas quem sabe um dia achem um fóssil perdido que nos liguem a eles kkk na verdade não tive a oportunidade… Agora que me indicou lerei sim .. Na verdade apenas já vi o filme do alto da compadecida que é muito bom rsrs ….

          • Ian Almeida

            26 de setembro de 2015 em 18:41

            6milhoes de anos * teclado ruim rs

        • Ian Almeida

          26 de setembro de 2015 em 17:39

          Quanto aos outros macacos não terem evoluído está errado. Eles Evoluíram , os seres humanos não descendem de macacos modernos e sim de primatas primitivos que deram origem a ambos, a única diferença é que o nosso ramo na evolução seguiu um caminho diferente. Além disso uma ideia muito errada é que a evolução pressupõe melhora .O que não é verdade.

        • Ian Almeida

          26 de setembro de 2015 em 17:34

          Agora me desculpem por fazer um texto além de picado, sem vírgulas. Acontece que estou pelo celular e apertei sem quer o botão de publicar antes. E para por vírgulas preciso apertar três teclas, não estou nem um pouco afim de fazer isso toda hora rsrs

    • chapolim do mal

      26 de setembro de 2015 em 08:43

      Não sei se vc sabe ler mas irei por aqui uma frase bem explicativa: basta que a evolução lhe guie por esse caminho e que hajam alguns milhões de anos disponíveis. Milhões de anos e não centenas, por exemplo, o ser humano como homo sapiens existe a pouco mais de 100 mil anos, como o ser dominante a pouco mais de 10 mil anos e como ser que pesquisa a natureza pouco mais de 400 anos, o que é 400 anos no meio de milhões de anos. E além do mais, perguntas não fazem mal a uma teoria, no caso lei mesmo, apenas a ajudam a evoluir. Tente não ser mente fechada.

      • Samba Ferreira

        26 de setembro de 2015 em 09:43

        Os seres estão sempre em evolução espero encontrar um Golbat, um macaco-cavalo ou um pikachu ou até mesmo um chatizard antes que eu mora. KappaPride.

    • Felino

      26 de setembro de 2015 em 08:39

      Ei, otário, você mesmo. O termo teoria cientifica não é o mesmo que a teoria que usamos no dia a dia, significa um conjunto de idéias testadas e provadas; Pra algo chegar a ser teoria não é só um cara qualquer afirmar e já é uma teoria, seu trouxa. O segundo parágrafo eu nem vou responder, porque você só resumiu o quão retardado é em palavras. Nunca estudou evolução, nem sabe o que é, e já quer críticar… Todas as perguntas que você fez tem respostas, mas não vou perder tempo com um idiota desses que repele qualquer tipo de informação que contrária sua crença

  7. Felino

    26 de setembro de 2015 em 07:49

    Gostei do texto, dei meu like. Eu já sabia mais ou menos como era isso, mas depois de ler esse texto, clareou um pouco mais minha mente. Só tem uma dúvida que me resta, tipo, vou tentar explicar com o exemplo do pássaro. O pássaro estava lá, de boas, com seu pequeno bico, resolveu fazer a reprodução, e nasceu o filhote dele, o pássaro com bico grande. Qual foi a causa do DNA dele mudar nessa característica, pois, que eu saiba, nada acontece do nada e sem motivo nenhum. Uma vez meu professor estava conversando sobre isso e disse que é a radiação que faz o DNA mudar suas características afim de evoluir. Está correta essa afirmação? Nesse caso, faz sentido as pessoas terem descendentes defeituosos quando são expostos a radiação, pois a radiação pode afetar o seu DNA, e quando você se reproduzir, seu filho nascer com DNA “estranho” e você nasce com alguma característica física que (na maioria das vezes) na verdade será um defeito físico. Abraços, continuem com posts científicos <3

    • Ian Almeida

      27 de setembro de 2015 em 00:19

      Na verdade seu professor está correto em partes. São vários os fatores que podem gerar uma alteração nos conjuntos gênicos. No caso do pássaro por exemplo na verdade ele nao vai gerar a outro pássaro sozinho. Haverá uma fecundação com a mistura dos conjuntos gênicos de seus dois ancestrais gerando uma variabilidade genética. Mas voltando ao ser questionamento principal seria de como surgiu o primeiro pássaro de bico grande. Bem, é preciso observar que muito provavelmente o tamanho do bico de uma ave é regida apenas por um par de genes em uma relação de dominância como acontece com as ervilhas de Mendel. Essa teoria apenas explica organismos bem menos complexos ( entenda complexo no sentido do estudo do ser, seus mecanismos são bem mais simples)que as aves, estima-se por exemplo que apenas para determinar a cor do olho humano estão no mínino 6 pares de alelos com relação quantitativa entre eles e estes seis com relação de dominância com o par de genes do albinismo. Ou seja o modelo Mendeliano não se aplica aqui. Na verdade darei um chute, mas é apenas para exemplificar … É possível que o tamanho do bico seja determinado por 6 pares genes com relação quantitativa (quanto mais dominantes ,mais forte é a característica) e os genes “a,b,c,d,e,f” determine bico pequeno e os alelo “A,B,C,D,E,F” bico grande. Assim um pássaro “aabbccddeeff” possui o menor bico possível, enquanto que o pássaro que contenha ao menos um dominante em cada par (AaBbCcDdEe) o maior possível. Agora suponha que uma ave de bico médio (AABbCCddeeff) forme um gâmeta ABCdef que se une com outro gâmeta abcDEF de outra ave de bico médio (aabbccDDEEFF) gerando um descendente AaBbCcDdEeFf que possui o maior bico possível mesmo sem nenhum de seus dois ancestrais possuírem.Além disso uma outra fonte de mudanças são as mutações gênicas que ocorrem por acaso (assim como um câncer) mas que podem ter fatores que facilitam essa mutação como seu professor disse radiação (entretanto é preciso salientar que não é qualquer radiação, a única radiação capaz de penetrar no DNA de um indivíduo adulto é a radiação Gama ) , durante o processo de mitose das células pode ocorrer também erros na transcrição do DNA mudando-o (existem substâncias químicas mutagênicas que facilitam esse erro, mas ele pode acontecer inclusive sem essa influência afinal as células então sempre nesse processo e as vezes elas simplesmente erram) , e o processo de formação dos gametas por meiose que é bem mais complicado que a mitose e por isso suscetível a mais erros ,além do linkage que ocorre nesse processo (se quiser lhe explicou melhor oque é isso) originando a cada meiose 4 gametas diferentes 2 parentais e 2 recombinantes.
      P.s : Apesar da radiação causar mudança no DNA os caracteres adquidos não são passados adiante. Se você por exemplo for exposto a radiação Gamma e ela alterar o conjunto gênico da celulas da sua médula óssea inibindo a produção de glóbulos brancos, essa característica não será passada aos seus descendentes, entretando se a radiação afetar as suas células germinativas alterando o conjunto gênico delas , essa característica será passada aos seus descentes, mas você não irá desenvolvê-la.

      • Felino

        27 de setembro de 2015 em 11:34

        Eu acho q entendi o que você quis dizer com o “aAbBcCdDeEfF” e no geral, só que depois você usou uns termos que eu não sei o que significa como “mitose” “meiose” e “linkage”… É que eu nem sequer estudo química ainda, sou muito novo, só me interesso em aprender o básico mesmo porque algumas coisas realmente ainda são meio complicadas no meu ver. Obrigado pela explicação cara!

        • Ian Almeida

          27 de setembro de 2015 em 11:44

          Por nada . Bem isso é matéria do segundo ano do ensino médio, se vc estudar em uma boa escola provavelmente vai entender . Se quiser saber mais joga no YouTube “in a nutshell -kurzgesagt” principalmente o vídeo “how evolution works”. está em inglês mas possui legendas é bem básico e já dá pra entender bastante 😉

    • Felino

      26 de setembro de 2015 em 08:29

      Isso me fez refletir sobre quantos seres nasceram defeituosos em vez de nascer com uma característica física que os fará superiores (evoluir). As pessoas dizem que não faz sentido o acaso ter montado tudo isso, e sim, que teve uma interferência de um ser superior e divino, pois tudo é perfeito de mais por ter acontecido assim, do nada, sem querer. Já eu, não acredito que tenha sido tão difícil sermos tão evoluídos hoje em dia por obra de uma série de acontecimentos, sem interferência de outro ser. Tipo, antes de um homo sapiens sapiens aparecer, podem ter aparecido milhares de “falhas”, então era uma possibilidade que uma dessas evoluções seria positiva. É tipo aquele paradoxo de colocar um macaco pra digitar numa maquina de escrever por tempo ilimitado. Ele iria escrever um monte de letras aleatórias, mas uma hora ou outra, ele iria acabar escrevendo uma série de letras que faça sentido. Com o tempo, ele poderia escrever até grandes obras literárias “na sorte”. Ele poderia escrever a bíblia inteira, a obra inteira de Shakespeare, ou um livro com a história do universo inteira. Depois, você poderia mostrar uma das obras que o macaco fez para um humano, o humano com certeza não acreditaria que foi o macaco que escreveu aquilo, e sim um ser “Superior” a um macaco. Nesse paradoxo, que também pode ser visto como uma metáfora, vamos trocar os papéis para entendermos a evolução. O macaco seria o “acaso”, ou até a radiação; a maquina de escrever seria a evolução, e as obras que o macaco escreveria seria nós, humanos.

  8. joao rm

    26 de setembro de 2015 em 07:00

    O texto não está necessariamente incorreto, pois Darwin defendia sim que as espécies tendem a se adaptar ao ambiente em que vivem, mas que essa adaptação ocorre pela seleção dos mais aptos a sobreviverem e a transmissão dos seus genes( Darwin não sabia o que era um gene na época) as próximas gerações, já na teoria de Lamarck, as espécies se adaptavam pela lei do uso e desuso e as características adquiridas passariam para a próxima geração.

  9. Greg

    25 de setembro de 2015 em 22:16

    Convertam – se ateus … Deus nos fez …

    • Mutley

      28 de setembro de 2015 em 15:49

      Me obrigue ²

    • madson luiz

      25 de setembro de 2015 em 23:22

      Me obrigue

  10. Fabio Rodrigo Soares Machado

    25 de setembro de 2015 em 22:08

    O ser humano não evoluiu, o macaco é mais inteligente…
    Acho que foi uma evolução inversa, do mais inteligente para o ser-humano

    • Richard de Oliveira

      27 de setembro de 2015 em 14:42

      O ser humano não veio do macaco animal, veio de um primo símio comum entre o macaco e o homem, resumo somos só uma segunda linha de evolução de um símio que passou adiante a caracteristica que o ser humano mais apresenta, adaptar e sobreviver em qualquer meio…

    • Tolerância Zero

      25 de setembro de 2015 em 23:46

      Então vá ter aulas com os macacos, ao invés de ir pra escola. Demente.

      • Felino

        26 de setembro de 2015 em 07:39

        Melhor, lança ele numa jaula com uns 5 gorilas famintos, pra ver se lá ele vai ter uma inteligente conversa sobre evolução, como surgimos, e etc.. HUEHUEHUEHUEHUE

  11. leo

    25 de setembro de 2015 em 22:01

    prevejo muitas coisas sarcarticas darwinistas,criacionistasunicentistas,monocentitas,etc. critiquando ou apoiando o paranae entao so vendo o circo pega fogo em discurçoes

    • Leucothea a Ninfa

      28 de setembro de 2015 em 10:45

      Que loucura cara

  12. Gandalf Bengtsson

    25 de setembro de 2015 em 21:05

    O texto está incorreto, a Teoria de Darwin não diz que “as espécies tendem a se adaptar ao ambiente em que vivem”, mas sim que os aptos sobrevivem e passam suas características adiante, enquanto os inaptos morrem e, consequentemente, não passam suas características adiante. Sendo assim, as espécies não se adaptam ao meio, elas sobrevivem graças às características herdadas que lhes permitem sobreviver. Lamarck era quem dizia que as espécies se adaptam ao meio, ou seja, o texto é lamarckista, não darwinista.

    Além disso, é bom recordar de Mendel, contemporâneo de Darwin, cujo trabalho pioneiro no campo da genética foi o que deu início aos estudos sobre DNA, e corroborou a Teoria da Evolução.

    • Tolerância Zero

      25 de setembro de 2015 em 23:45

      Muito bem.

54 Comentários
mais Posts
Topo