Desvendando o Origami

imagem_origami

O famoso Origami nada mais é que a arte de criar representações de seres e objetos a partir de dobraduras feitas em papel de forma geométrica sem cortes ou colagens.

A prática que tem origem no Japão, utiliza-se de um número pequeno de diferentes dobras, porém estas podem ser combinadas de várias maneiras, a fim de construir desenhos mais trabalhados, geralmente parte-se de um pedaço de papel quadrado, cujas faces podem ser de cores ou estampas diferentes, prosseguindo-se sem cortar o papel. Ao contrário da crença popular, o origami tradicional japonês, que é praticado desde o Período Edo (1603-1897), frequentemente foi menos rígido com essas convenções, permitindo até mesmo o corte do papel durante a criação do desenho, ou o uso de outras formas de papel que não a quadrada (retangular, circular, etc.).

origami-rose

“Reza a lenda” que o indivíduo que criar 1000 origamis da garça de papel japonesa terá um desejo realizado, crença que foi disseminada pela história de Sadako Sasaki, vítima da bomba atômica.




História:

Com o passar dos anos a tecnologia e métodos de fazer papel foram avançando, tornando-o mais acessível às classes menos favorecidas, ainda assim as pessoas menos abastadas se esforçavam em não desperdiçar, guardavam sempre todas as pequenas réstias de papel e usavam-nas nos seus modelos de origami.

origami-753647-753669

Durante muito tempo não existiram instruções para a confecção de origamis, pois o conhecimento era passado de geração para geração de forma verbal, contudo, em 1797 foi publicado um livro (Hiden Senbazuru Orikata) contendo o primeiro conjunto de instruções origami para criar um pássaro sagrado da Índia, entretanto, a prática tornou-se uma forma de arte muito popular, conforme indica uma impressão em madeira de 1819 intitulada "Um mágico transforma folhas em pássaros", que mostra pássaros a serem criados a partir de folhas de papel.

origami1_webEm meados de 1845 a arte teve outro livro publicado (Kan no mado), que continha uma cerca de 150 modelos, este livro introduzia o modelo do sapo, muito conhecido hoje em dia.

A partir dessa publicação o Origami acabou se tornando uma atividade recreativa no Japão.

Segundo a história, Os Mouros também adotaram a prática para a criação de figuras geométricas, já que era proibido por sua religião criar formas animais.




A divisão do Origami:

Por volta de 1950 a arte sofreu modificações devido ao trabalho de Akira Yoshizawa, foi ele quem teve a idéia de dobragem criativa (Sasaku Origami) e criou um conjunto de métodos que revolucionaram a prática, permitindo assim a criação de uma série de animais, porém, ainda precisava de duas partes de papel para conseguir animais de quatro patas, o que só viria a ser ultrapassado com a invenção das Bases Blintzed em meados da década de 1950 por outros entusiastas, particularmente o norte-americano George Rhoades.

origami-12




Aprenda:

  1. Zetsu

    29 de julho de 2012 em 20:29

    quando começar a fazer isso ja vou estar velho

  2. Psycho The Cat

    4 de junho de 2012 em 06:45

    muito difícil, mas vou tentando

  3. Remilia Scarlet

    12 de abril de 2012 em 17:07

    Eu não consigo fazer nem um barquinho… LOL

  4. Perry

    17 de novembro de 2011 em 14:09

    Depois de amassar a folha inteira eu desisti.

  5. Caio Jusi

    13 de julho de 2010 em 23:53

    Alguem pode me explicar como ele pintou a flor ? depois

  6. João Otávio Pinotti

    11 de julho de 2010 em 07:49

    eu soh sei fazer patinho e shuriken

    antes eu sabia fazer o tsuru,akele passaro no começo, + eh meio complicado

    uns 6,7 anos atras, quando eu morava no japão, eu sabia faze monte de coisas, pena q esqueci.

  7. Diego Martins

    10 de julho de 2010 em 20:50

    Seu Madruga era o rei desse bagulho LOL

  8. Online na web

    10 de julho de 2010 em 16:59

    Muito legal a matéria e os vídeos ensinando. Gostei!

  9. Levy Medeiros

    10 de julho de 2010 em 16:07

    Ah legal eu so sei fazer tsuru, nem chapéu, barco só o tsuru. É hora de aprender mais^^

  10. Aida Saadeh

    10 de julho de 2010 em 15:50

    Acho isso muito, muito lindo mesmo! Uma arte espetacular! Eu sempre fui péssima em dobraduras, só faço chapéu e envelope! hsuahsuahsuahsuashuas
    Mas admiro que faz bem! 😀

    • Adriano Saadeh

      10 de julho de 2010 em 15:51

      O legal que o chapéu também serve de barco =)

      • Aida Saadeh

        10 de julho de 2010 em 18:53

        Vlw pelo incentivo! hsuhaushaus

12 Comentários
mais Posts
Topo