Minilua

É possível parar a luz?

A luz, além de ser uma das coisas mais loucas do Universo, possui o grande título de “mais veloz de todos”. Mas será que é possível fazer a super-velocista universal ficar totalmente parada no espaço?

A grande velocidade

A luz, que pode ser considerada uma onda eletromagnética ou uma partícula (devido as suas estranhas propriedades), se descola no vácuo a uma velocidade inimaginável. Ela é tão rápida, que usar padrões humanos normais não servem para exemplificar sua capacidade de deslocamento no espaço.

A velocidade máxima da luz é 299792458 metros por segundo. Em um único segundo, a luz consegue dar sete voltas e meia na Terra. Para se ter uma ideia do quanto rápido é isso, basta compararmos essa velocidade com o som. Andando a velocidade do som, são necessárias 34 horas para se dar uma única volta no planeta!

Essa incrível velocidade pode ser muito útil para a computação, por isso, cada vez mais, estudos que tentam manipular a luz de uma maneira na qual consigamos usar os fótons da mesma maneira que usamos os elétrons. Esse controle desencadearia uma nova revolução digital, onde tudo seria milhões de vezes mais rápido, gastaria menos energia e seríamos capazes de escrever e ler dados a velocidade da luz.

Em busca desse sonho, alguns cientistas alemães deram um passo importante ruma ao controle da luz:

Parando a luz

Para usarmos a luz como transportadora de dados, nós precisamos pará-la de algum jeito. Desde os anos 90, diversos cientistas tentaram essa façanha. Ainda em 1999, alguns pesquisadores chegaram a fazer a luz andar a apenas 17 m/s e, dois anos após isso, eles conseguiram parar a luz completamente, mas por apenas uma fração de segundo.

Agora, o professor Thomas Halfman e o aluno de doutorado George Heinze conseguiram parar a luz por um minuto inteiro, em uma experiência feita na Universidade de Darmstadt, Alemanha.

Usando materiais que dificultam a passagem da luz e obrigando ela a seguir um caminho complexo, eles foram diminuindo a velocidade da luz, até que, em certo ponto, ela parou por completo, devido a impossibilidade de seguir em frente. O recorde deles foi um minuto completo, mas os dois ainda acreditam que podem melhorar esse tempo, algo realmente impressionante, afinal não é todo dia que paramos algo que viaja a 300 milhões de metros por segundo.