Minilua

Entrevista Minilua: Juliana Lopes #7

Pois é, e no especial de hoje, uma das leitoras mais participativas do site. A todos é claro, uma excelente leitura!

Entrevista Minilua – Juliana Lopes

1– Olá, Ju! Tudo bem? Então, para começar a entrevista, gostaria que você contasse um pouquinho mais sobre você. Seus gostos, seus hobbies, o que você gosta de fazer?

Olá, bem eu sou o que se pode chamar de uma criatura perdida… kkk A verdade é que nem eu sei me definir muito bem. Eu sempre adorei escola, sempre gostei de estudar, trabalhos escolares eram uma questão de honra (na maioria das vezes). Eu sempre fui tímida, sempre falei pouco.

Consigo me expressar melhor digitando, escrevendo do que falando, tanto que eu não gosto muito de ficar falando ao telefone porque na maioria das vezes eu não tenho assunto e sou péssima pra ficar criando um.

Apenas com algumas pessoas que eu consigo ter mais assunto, no caso meus amigos de longa data. Eu gosto de ler, gosto de escrever, faço meus contos quando estou entediada ou deprimida ou com vontade de matar alguém…Eu sempre tive vontade de colecionar facas, até hoje só ganhei um estilete do meu (agora ex) namorado kkk. Em relação a música eu gosto de rock, os clássicos e algumas atuais, enfim eu gosto de tudo um pouco mas eu sempre fui a “estranha do rolê”, porque eu sempre tava indo contra as modinhas kkk

2– Há quanto tempo você escreve? Sempre gostou de contos?

Sempre gostei de escrever, lembro que eu tomei gosto quando eu tinha nove anos e fiz uma pequena redação onde a professora pedia para escrever o que aconteceu depois do final feliz da Branca de Neve… Eu simplesmente escrevi que ela virava a bruxa má que vivia com ciúmes do príncipe e matava todas as garotas que chegavam perto dele, um dia ela matou ele, sem querer, e se jogou de uma das torres do castelo com remorso… kkk

Desde então, só havia feito mesmo redações na escola, retomei a escrever ano passado com o incentivo de um super amigo, e montei meu blog comecei a postar meus contos e agora to aí, escrevendo e lendo sempre que posso.

3– Hum, que bacana. Qual o seu gênero favorito?

Não tenho um gênero definido, eu leio independente do gênero. Tipo eu começo a ler um livro, se ele me chamar atenção logo nos primeiros capítulos eu vou até o final, senão eu acabo largando de lado, é uma questão de se prender na história, independente do que ela fale…

4– Que autores você mais gosta?

Meus favoritos por enquanto são: Douglas Adams, Edgar Allan Poe, Neil Gaiman e Rick Riordan. (Por enquanto porque eu sei que vou gostar de outros tanto quanto gosto destes). E também adoro os poemas e contos do meu corvo maior Aleks Durden e do meu corvinho Eric Oliveira.

5– Mudando de assunto, como você conheceu o site?

Que eu me lembre foi por indicação do meu corvinho Eric, ele me mostrou uma matéria do “Lado Negro”, ai eu comecei a buscar outras e outras e assim foi, nós dois gostamos muito das matérias do “Lado Negro” assim como os “Mistérios da humanidade”, entre outras.

Ano passado resolvi mandar um conto, mesmo insegura mandei, e como o retorno foi bom, o pessoal gostou resolvi mandar outros que também me alegraram com o bom retorno que teve. Estou trabalhando numa série que estou pensando também de mandar para o site.

6– Que legal! E entre as seções, qual a mais interessante?

As matérias do “Mistérios da humanidade”, “Por trás da música” assim como as outras que falam de zumbis ou de conspiração são bem interessantes, sempre que posso dou uma olhada para saber as novidades, e claro sempre que posso leio os contos que os leitores mandam, que são ótimos e me inspiram bastante também!

7– Ah, voltando aos contos, qual você mais gostou?

O último que foi postado, “Vítimas do Ciúme” eu amei. Me lembrou o “Meu querido” que eu escrevi assim como outros textos curtos que eu já postei no meu blog, a história, os personagens, ficou tudo perfeito!

8– Se interessa por teatro, cinema? Quais seus gêneros favoritos?

Cinema. Eu gosto de ir ver filmes, ultimamente me falta tempo kkk. Mas normalmente gosto de ver animações e filmes de ação. Não sou muito chegada a filmes de terror (é eu fico com medo depois) e os romances são meio melosos as vezes kkk. Entre os meus favoritos, gosto mais dos filmes “ A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça”  e “Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet” ambos com o Depp.

9– E sobre música, o que você mais gosta de ouvir?

Ultimamente tenho variado um pouco, mas gosto muito de Matanza e Motorhead. Sem falar da minha paixão que é o Ozzy Osbourne. Mas tenho ouvido também a banda Eels que é muito boa, ZZTop, tenho ouvido Zeca Baleiro que eu gosto bastante, Skrillex e Aoki entre outras.

10– Costuma viajar, que lugares gostaria de conhecer?

Viajar? Quem dera kkk. Eu vivo muito presa em casa, em parte por causa da minha família mas é algo que eu já estou acostumada e outra por falta de companhia mesmo. Tenho vontade de ir paro sul, (prefiro o frio) e também para lugares com campo aberto e bosques.

11– Você é daqui de São Paulo mesmo?

Sim, sim. Sou de uma cidade que se eu falar o nome todo mundo vai dar risada mas é a verdade. Lembrem-se do Raul Gil agora kkk Eu moro em Itaquaquecetuba. É meio longe mas ainda não é interior kkk

12– Namora, fica, é viúva? Abra seu coração…

Então né, atualmente estou solteira e estou feliz assim. Ainda não me sinto segura para ficar com ninguém e também evita certas dores de cabeça… Mas quem sabe alguém aparece e rouba meu coração kkk Só não pode reclamar se depois eu chamar de “meu amor” kkk

13– O que mais gosta nas pessoas, e o que mais odeia?

Gosto de pessoas que falem comigo e puxem assunto. Sério eu sou péssima com isso. As vezes a pessoa fica muda e reclama que eu não falo nada, mas eu já deixo bem claro que eu não consigo manter um assunto por muito tempo, é chato, mas acontece.

Odeio pessoas mesquinhas, aquelas que se acham superiores, que ficam ofendendo o tempo todo mesmo dizendo : ah é só uma brincadeira. Não é. Eu tenho amigos que brincam comigo sobre minha altura ou sobre minha cara de psicopata.

É uma brincadeira saudável, não ofende. Você percebe na forma que a pessoa fala quando ela quer ofender. Me ofendiam muito quando eu era criança, eu sempre fui a “feia” da escola, por isso prezo pessoas que sabem respeitar as outras e que sabem fazer brincadeiras saudáveis sem ofender.

14– Se pudesse, o que você mudaria em si?

Minha timidez, já me atrapalhou tanto. Mas quem sabe né, um dia eu tomo coragem e fico por ai falando mais do que a pessoa mais tagarela do mundo kkk.

15– E para encerrar, que mensagem gostaria de deixar?

Uma mensagem… Bem, leiam bastante. Ouçam muita música. Façam o que vocês gostam. Nunca desistam, mesmo que tenha um zé ou dois falando pra você desistir e parar. Não se preocupem tanto com a opinião dos outros e quando fizer uma coisa, não faça esperando elogios, faça esperando o pior, pois a rejeição existe. Faça esperando pelo pior pois tenho certeza que você será surpreendido com o sucesso.

Acho que é isso, não desistir e seguir naquilo que te faz bem e feliz independente do que as pessoas digam.