Erros inevitáveis cometidos por não-leitores de quadrinhos

Você tem um amigo que ainda está esperando o Superman aparecer nos Vingadores? Você é zoado na escola/trabalho/faculdade por ler HQ? Sim, existem algumas coisas bem comuns que fazem parte do cotidiano dessa massa não-leitora de quadrinhos mas que vivem parte de suas vidas imersas no mundo dos super-heróis, pois foram influenciados pela mídia que trouxera nada mais nada menos que dezenas de filmes e séries do tipo.




1 - Confundir as grandes editoras

É um grande clássico.

Aquele seu velho amigo ainda insiste em perguntar onde está o Batman em Vingadores: Era de Ultron? Que tal o Superman lutando contra aquele cara roxo que aparece no pós-créditos? Apesar da definição entre a Marvel e a DC ter ficado mais clara nos últimos anos devido ao apelo do Universo Cinematográfico, é comum ver um ou outro desavisado cometendo erros crassos vez ou outra, até pelo fato de estar no imaginário popular a junção de grandes heróis como Homem-Aranha e Batman em encontros.

3786fc854ea62dd45f6f78ec39bd4698




2 - Subestimar alguns personagens e superestimar outros

Existe um certo fascínio entre não-leitores e leitores em exaltar certos personagens e diminuir outros pela sua sua aparência ou características.

Exemplo? O Batman se tornou um “meme” nos últimos anos, o “preparo” - argumento tão insaciavelmente usado por parte de seus fãs - virou alvo de piadas e o personagem que carrega uma imensa legião de fãs, hoje também carrega um público que julga qualquer fã do Batman por “modinha” ou “fanboy”. E existe palavra pior do que “MODINHA”?

Outro exemplo prático é o Capitão América. Por carregar o nome de sua nação e vestir a bandeira, Steve Rogers é incansavelmente taxado de imperialista, fantoche do governo e esses clichês.

O Superman? Por representar toda a ideia de heroísmo puro, altruísmo e bondade, é considerado chato e ultrapassado por muita gente que não o conhece, mas sabemos que não é bem assim.

1




3 - "Super-herói sem uniforme não é super-herói de verdade"

Graças às Eras de Ouro e de Prata nos quadrinhos, o conceito visual dos super-heróis ficou bastante estereotipado: colante, capas e muita cor.

Essa é a imagem primária de um super-herói que vem a mente de qualquer um, mas na verdade existem heróis de todos os gostos e formas. Luke Cage por exemplo, é um Vingador e não usa nada mais do que uma camiseta e uma calça jeans para bater em quem for preciso.

2




4 - Pensar que HQ's são apenas sobre super-heróis

Vivemos em uma época onde vemos adaptações de quadrinhos o tempo inteiro e alguns sequer imaginam isso. Séries como The Walking Dead e filmes como Estrada Para Perdição são uma boa prova que nem sempre as pessoas sabem que estão vendo algo que originalmente era um gibi. Além do mais, a qualidade de histórias em quadrinhos nos últimos anos se encontra muito mais fora do âmbito de super-heróis do que dentro.

HQ’s como Saga e The Wicked + The Divine e Sex Criminals da Image Comics chamam mais atenção pelo conjunto narrativa e arte do que quase todos os títulos atuais de Marvel e DC.

3




5 - Pensar que a DC é só trevas, escuridão, coisa pra adulto e a Marvel é apenas amor, alegria, piadas bestas, Mickey Mouse.

O impacto causado pelos filmes de super-heróis desde o Batman de Christopher Nolan e o Homem de Ferro da Marvel Studios praticamente moldou o conceito que o grande público tem das duas empresas nos dias atuais. Hoje, as pessoas pensam que as histórias da Marvel são um eterno mar de felicidade, alegria e falsos perigosos enquanto a DC Comics é mergulhada nas trevas e melancolia. Bom, ambas as editoras possuem suas próprias características, mas nenhuma delas é monocromática. A Marvel consegue sim ser leve e divertida com heróis como o Homem-Aranha e a nova Ms. Marvel, mas consegue estabelecer um clima mais pesado e sério como os Vingadores do Hickman (atuais) e até épico com o Thor de Jason Aaron. Falando em Vingadores, a equipe hoje em dia possui um tom muito mais sério do que possuía há 4 anos atrás, quando era escrita por Brian Michael Bendis, especialista em fazer a equipe interagir de forma engraçada e rechear as histórias de diálogos espertos.

A DC é a mesma coisa, consegue estabelecer uma didática para o Batman e outra completamente diferente para o Flash por exemplo. É tudo questão de quem escreve e do ambiente em que o herói se encontra.

4




6 - Desconhecer a noção de legado ou título e, por isso, confundir muitos personagens

“Batman é Bruce Wayne” “Homem-Aranha é Peter Parker” “Flash é Barry Allen”

Todas as sentenças estão corretas, mas existem OUTRO Batman, OUTRO Homem-Aranha e OUTRO Flash.

Existe algo de errado nisso? Não.

Personagens de histórias em quadrinhos da Marvel e da DC existem há 70, 60, 50 anos. São personagens que já foram escritos das mais diversas maneiras e, vez ou outra, precisam descansar. Barry Allen, o Flash da Era de Prata e fundador da Liga da Justiça, voltou a ser popular nos últimos anos com o advento dos Novos 52 e a recente série televisiva, mas até pouco tempo atrás, a imagem do Flash que as pessoas tinham era do ruivo Wally West, esse mesmo, que víamos no desenho da Liga que passava no SBT todo dia antes da escola. Barry estava morto desde os anos 80 e Wally o substituiu de forma grandiosa por quase três décadas como o Flash principal da editora, sendo o único Flash para uma geração inteira de leitores!

Recentemente, Peter Parker do Universo Ultimate morreu (já voltou, relaxa) e foi substituído por um menino chamado Miles Morales. Isso é errado? Não. O manto de Peter naquele universo foi passado para frente. Peter Parker sempre será o Homem-Aranha, mas isso não quer dizer que ninguém mais possa ser.

5




7 - "Batman do Nolan é o Batman dos quadrinhos, Heath Ledger era o Coringa em pessoa e jamais será superado"

O que Christopher Nolan fez aos filmes de super-heróis é inesquecível e deve ser respeitado. O diretor atribuiu maturidade em um gênero que até então não era visto com tanta seriedade, e não poderia ter escolhido personagem melhor para a empreitada.

A Trilogia do Cavaleiro das Trevas é excelente, o problema é torná-la imune à críticas.

Não é difícil ver em qualquer fórum de discussão (ou aqui mesmo nos comentários) pessoas que tratem a obra como algo intocável, que defendam essa interpretação como o Batman legítimo e tratem Heath Ledger como algo a ser canonizado.

Ledger foi excelente, uma performance memorável para o Coringa daquele contexto. Mas isso não quer dizer que tenha sido precisamente igual ao material fonte, porque não foi. E isso não quer dizer que foi ruim, pelo contrário, o grande problema é atribuir à obra uma característica que não a pertence.

6




8 - "Só criança lê quadrinho"

Nem é, mamãe!

Quadrinhos deixaram de ser material exclusivamente infantil (apesar deste ainda ser o público alvo) há muito tempo.

A vinda de escritores britânicos como Alan Moore e Neil Gaiman ao mercado em meados dos anos 80 mudou completamente a visão que se tinha das histórias em quadrinhos. Elas passaram a ser utilizadas para discutir temas como filosofia, política, pobreza, criminalidade entre tantas coisas. Existem quadrinhos, e não são poucos, até hoje no mercado que são direcionados a um público mais adulto.

7




9 - "Quadrinho é coisa de adulto, filme é pra moleque"

Geralmente quem fala isso não é o cara que lê, mas sim o cara que finge ler para tentar ser o “diferentão”.

Continuando o que falei no item anterior, existem HQ’s com temáticas mais complexas, mas é de um pedantismo sem tamanho afirmar que HQ é coisa só para adulto com o intuito de tentar desmerecer quem só vê os filmes. É óbvio que quadrinhos são, originalmente e em sua maior parte para um público infanto-juvenil, não é algo que apresente sinais de mudança e isso não coloca quem apenas vê os filmes abaixo de ninguém.

8




10 - Se achar menos fã ou inferior a alguém que lê HQ

É uma mania chata e inconveniente de parte dos leitores de quadrinhos acharem que são melhores que os outros porque leem alguns gibis. E o pior de tudo é que a grande massa, essa que só consome os filmes e ama os personagens pela mídia em que lhes são apresentados, fica intimidada em adentrar nesse mundo dos quadrinhos pela pressão que essa comunidade “nerd” exerce em quem está começando.

Meus queridos, vocês não são menos fãs do que outros só porque gostam dos filmes, não existe nada de errado em gostar da versão cinematográfica de algo. Se for procurar algo para ler e se aprofundar ainda mais nesse universo, ótimo, melhor para você e para todos, mas não se preocupe. E eu te prometo que ninguém vai te morder.

Fonte: Legião dos Heróis

Gostou? Comenta aí!

  1. Bruno Diniz

    4 de setembro de 2015 em 11:38

    No item 8, quanto ao preconceito de achar que só criança lê quadrinho está certo, mas outros autores anteriores aos mencionados , faziam quadrinhos de adultos nas décadas de 60 e 70. Está esquecendo dos quadrinhos de jornais, de Moebius, da revista Heavy Metal. Os autores citados só fortaleceram a minha vontade de ler quadrinhos. Valeu pela matéria

  2. Fabiano Lacerda

    1 de setembro de 2015 em 20:28

    Nada contra o texto, mas eu traduziria tudo isso em um termo de seis letras: “mimimi….”
    Esse desespero por ter seus próprios hobbies aceitos é meio coisa de gente insegura…

  3. Hotarius Hilarius Repugnants

    31 de agosto de 2015 em 17:16

    Eu adoro Tex Willer, desde criança lia, e assim como acho que é em todos as HQs, depois de uns dias após ter lido, voce fica lembrando das cenas, mas na cabeça da gente passa como se fosse um filme que tivesse assistido, com movimento, sons, etc… por isso que pra mim, uma boa hq é algo que só quem tem sensibilidade e a mente criativa consegue apreciar de forma plena. É mais que imagens estáticas.

  4. Lynn Rock

    31 de agosto de 2015 em 14:31

    adoro os super-heróis, mas conheço mais pelos filmes e séries e pelo q os amigos q leem as hqs contam, porque eu mesma nunca li nenhum. mas não me sinto menos fã por isso.

  5. Leucothea a Ninfa

    31 de agosto de 2015 em 09:59

    Poderia ter uma matéria desse tipo que falasse sobre animes (:
    Nunca fui muito fã, mas ultimamente tenho tido um pouco de interesse, e acho bem complicadas algumas “gírias” que essa galera usa, sobre como ler os mangás, enfim.. Seria bacana ^-^

  6. lucas

    30 de agosto de 2015 em 09:23

    já perceberam que nunca vemos Bruce Wayne e homem aranha o mesmo lugar?suspeito.

  7. Cesar Marques

    29 de agosto de 2015 em 21:12

    Quadrinhos é coisa de criança, videogame é coisa de criança, figurinha é coisa de criança, se divertir é coisa de criança…
    Ainda bem que nasci em uma época que adultos podem ter hobbies, devia ser chato pacaramba ser um “adulto respeitavel” a umas decadas atras.

  8. Luiz Moraes

    29 de agosto de 2015 em 19:59

    Existe uma lacuna aí entre os gibis e os filmes que são os desenhos animados. Sou grnade fã de super heróis desde antes dos filmes atuais, mas li poucos quadrinhos. O consumo mesmo era através dos desenhos e dos brinquedos.

  9. Petche gatiche

    29 de agosto de 2015 em 14:07

    Marvel + DC= Virjaum
    kkkkkkkkkkkkkk

  10. Dark

    29 de agosto de 2015 em 02:52

    As nuvens de saadeh são um erro eterno a humanidade
    https://c2.staticflickr.com/8/7206/6817208546_8cc192357b_b.jpg

    • Leucothea a Ninfa

      31 de agosto de 2015 em 10:00

      Não entendir kk

  11. Leonardo Luiz

    28 de agosto de 2015 em 22:35

    dc > marvel

    • Greg

      28 de agosto de 2015 em 22:57

      cara .. nao comece uma treta

  12. Little Uchiha™

    28 de agosto de 2015 em 21:42

    Descansar wtf? Eu sempre achei q o problema de HQs era essa suruba de personagens, sem falar das adaptações pra televisão e cinema q toda vez contam uma história diferente de como começaram, ou interagiram com outros heróis.
    Eu sou o cara q só vê os filmes então quando começam a falar sobre HQs nos comments do YouTube eu fico boiando.
    Aquele vídeo do Batman “com preparo” kkkkkkkk vs Goku foi muito engraçado, eu não posso ver a palavra “preparo” q já Caio na risada.

    • Mutley

      28 de agosto de 2015 em 22:51

      [img]https://s.yimg.com/hd/answers/i/f6833380f4ab4985abbedd4bac0ef52f_A.png?a=answers&mr=0&x=1440820215&s=03fe2733c0e4bfffdf5dd64884ff6634[/img]

  13. Mutley

    28 de agosto de 2015 em 21:21

    Acho que internet trouxe muito disso a tona , mas principalmente porque elevou a outro nível , vejo muito em fóruns sobre HQ’s discussões intermináveis e totalmente superficiais , a bola da vez agora é a velha e acesa chama entre os fanboys de Batman e Superman , cara é tão chato , principalmente eu que sou fã do Batman , isso acaba te saturando também , como eu queria voltar naquele tempo que olhar desenhos e ler hq’s não tinha tanta discussão como tem agora , sério , hoje tu não pode falar na internet que gosta disso ou daquele personagem que já te apedrejam , o pessoal não sabe respeitar , pior ainda é quando você é o único que não gosta de algo , e hoje ta fácil não gostar das coisas hein ? eu já pego nojo de alguma série ou Hq só porque já aparecem uma legião de ”fãs” dizendo que é o melhor , fazendo comparações etc . Por isso eu já sempre procuro coisas que não sejam muito o ”centro das atenções” , já para evitar presenciar tamanha babação por personagens de filmes, séries , animes , mangás , Hq’s etc.

    • Little Uchiha™

      28 de agosto de 2015 em 21:52

      Tipo os fãs de One piece q acham a obra a última bolacha do pacote, Se falar de Naruto eles já vêm com paus e pedras.

      • Mutley

        28 de agosto de 2015 em 22:30

        Fã de Naruto depois de entrar em um fórum só com fanboys de One Piece :
        [img]http://www.joaodefreitas.com.br/fotos/fogueiracatolica.jpg[/img]

    • Wayne Griffin

      28 de agosto de 2015 em 21:43

      Tem um fato interessante que aconteceu comigo.
      Eu li Batman:Cavaleiro das trevas de Frank Miller – Disse uma vez em uma queda de fanboyzice minha que o batman acabava com o super homem tinha relatos e meus amigos(sim, os “fanzaços” que só assistem filmes) disseram que era ridículo, disseram que cavaleiro das trevas era o cúmulo da palhaçada e totalmente mentiroso…
      Hoje depois do anúncio do trailer eles não poupam as piadas de “sangra”.

  14. Leo Carvalho

    28 de agosto de 2015 em 21:14

    DC comics é phoda, marvel é pra criança kkkkk
    concordo pois disney tem o direito sobre avengers, e ta deixando ele cada vez mais “pra criança”

  15. Greg

    28 de agosto de 2015 em 21:05

    O que eu mais admiro… nos quadrinhos… é o desenho que é muito bem desenhado de forma bem bacana… mas prefiro assistir filmes mesmo… sei lá… nunca consegui ver muita graça em ler os hqs …

  16. Wayne Griffin

    28 de agosto de 2015 em 21:03

    Saádeh de onde é a imagem 4? Lembra muito a arte de Orquídea Negra.

    • Cold

      28 de agosto de 2015 em 23:20

      Sandman

      • Wayne Griffin

        29 de agosto de 2015 em 13:09

        Só percebi que era Sandman depois de ter perguntado aqui…
        porra…

  17. Wayne Griffin

    28 de agosto de 2015 em 20:59

    Em relação ao tópico 5, na verdade, não consigo levar alguns personagens da marvel a sério. Eles são mais humanizados enquanto os da DC por vezes mitológicos de mais, mas tudo bem. O problema é que eles são superficiais em relação à trama, parece que os alguns personagens da marvel são meio dispersos ( Ñ digo no caso do Deadpool ou Homem-Aranha pq essa é a personalidade deles). X-men por exemplo eles, apesar da grande intertextualidade nas histórias e a inserção nelas, não aparentam a dramaticidade necessária e por vezes se desviam demais dos assuntos.

  18. Adriano Hidden®

    28 de agosto de 2015 em 20:06

    Nossa, isso é um assunto tão amplo que se eu fosse discutir não daria pra ficar na questão de quadrinhos.
    O ser humano tem na essência essa mania de o que ele gosta, a bandeira que ele levanta, a ideologia que ele defende é maior que tudo e todos. Não há espaço pra discussão e até ignora fatos pra continuar batendo na mesma tecla…
    Enfim, fã é tudo muito chato e imbecil. Seja qual for o tipo de fã: musica, desenhos, livros, quadrinhos, filmes, artistas, clubes de futebol.
    Eu gosto de alguns hqs… não sou fã de hq
    gosto de alguns filmes de heróis… não sou fã desse gênero
    Pra mim nem precisaria de um texto desses porque é tão lógico…
    Mas é uma boa matéria.

  19. Jp Cartman

    28 de agosto de 2015 em 20:04

    cara faltou a maior blasfemia……
    “que Goku e mais forte que todos os herois das duas editoras!”
    cara Goku marcou minha infancia tambem mais existem herois e anti herois das duas editoras que são verdadeiros Deuses(diferente daquele “deus churumela” do novo filme do Dragon Ball)

    a marvel tem como superior o one above all – o deus supremo do universso marvel

    [img]http://static.comicvine.com/uploads/original/0/7044/262157-17892-one-above-all.jpg[/img]

    a DC tem o superman prime one million

    [img]http://img3.wikia.nocookie.net/__cb20131230001603/marvel_dc/images/8/8c/Superman_Prime.jpg[/img]

    • chapolim do mal

      29 de agosto de 2015 em 22:02

      Esse One Above All da imagem é o líder dos celestiais, o OAA que é o deus da marvel é outro.

    • Felino

      28 de agosto de 2015 em 20:22

      Isso sem contar o Dr. Manhattan, cujo fodeza é tão extrema que pode manipular qualquer átomo existente no universo, resumindo, ELE PODE FAZER O QUE QUISER. Deis de piscar o olho direito e criar um novo big bang 100000000X mais destrutivo até criar um buraco negro em sua própria boca denso o bastante para engolir o universo.
      e aí,
      vai encarar?

      • Mutley

        28 de agosto de 2015 em 21:28

        Depois ficam dizendo que o Superman é o mais over-power …
        #posers

      • arthur mendes

        28 de agosto de 2015 em 20:55

        1ª que vc nem precisava ir tão tão alto nos quadrinho, sentry já está de bom tamanho
        2ª que apesar de ser verdade isso já se encaixa no tópico “superestimar personagens “

      • [email protected]

        28 de agosto de 2015 em 20:52

        deis de que ele não use seu português , eu encaro o/ !

        • Jp Cartman

          29 de agosto de 2015 em 22:05

          digitei rápido e esqueci de passar a limpo antes de dar enter….
          [img]http://crieseumeme.com/media/created/qzzbdg.jpg[/img]

  20. chapolim do mal

    28 de agosto de 2015 em 19:59

    Apesar de já ter visto essa matéria no Legião de Heróis é sempre bom mostrar erros de leitores e não leitores, porque tem muito fanboy besta e muito sabichão que na verdade não sabe de nada.

35 Comentários
mais Posts
Topo