Minilua

Espanhol inventa lâmpada que pode durar até cem anos e é ameaçado

Não sei se vocês sabem, mas no mundo capitalista vários produtos que compramos têm uma baixa durabilidade quando na verdade deveriam ter uma alta. Pois bem, isso ocorre para que a rotatividade do mercado não diminua o seu ritmo – afinal, que mal tem produzir mais e mais a cada dia? Parece até que temos recursos infinitos… Enfim, saibam que quando essa lógica, chamada de obsolescência programada, tenta ser alterada, algumas consequências podem ocorrer.

Um exemplo disso é o espanhol Benito Muros, ele ignorou a tal obsolescência e decidiu seguir em frente com sua pesquisa para produzir uma lâmpada que dure cerca de cem anos e que pode chegar a economizar cerca de 92% de energia, se comparada às atuais, além disso, ela não se queima quando a acendemos e apagamos diversas seguidas.

Benito conseguiu desenvolver a lâmpada e ela já está quase pronta para ser lançada ao mercado, mas foi nesse ponto em que o “mercado” resolveu dar um aviso ao inventor dizendo que se a tal lâmpada fosse liberada para comercialização, ele e sua família seriam ANIQUILADOS. Isso mesmo, o capitalismo, mais uma vez, matando para proteger o capital e não o mundo, através de menos gasto de energia e tudo o mais – quem precisa do mundo, não é mesmo?

Benito relatou o ocorrido à polícia, mas, apesar de tudo, ele pretende continuar com seu projeto, mesmo com as inúmeras ofertas milionárias que recebeu para que não lançasse o seu produto para o mundo.

A base para sua pesquisa surgiu de um corpo de bombeiros da Califórnia, onde existe uma lâmpada que está acesa há 111 anos. Lá, ele procurou os descendentes de quem havia inventado o aparato e conseguiu os fundamentos de que precisava.

Mas não pense que o caso de Benito Muros é o único. Sem dúvida existem milhares de outras tecnologias que tiveram o mesmo caso, por exemplo, as primeiras máquinas de lavar e de secar duravam bem mais do que as de hoje, embora a eficiência tenha sido aumentada de forma muito significante, a durabilidade foi deixada de lado justamente por causa da obsolescência programada… Outra coisa: acha mesmo que nenhuma outra fonte de energia renovável já não foi inventada e refreada por comerciantes de petróleo?

Pois bem, acho que já deu para entender que sim, poderíamos estar vivendo em um mundo bem mais sustentável do que vivemos hoje, mas, infelizmente, ganhar dinheiro é mais importante do que se preocupar com a vida.

 

Me adicione no Facebook: Nandy Martins

E faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/