A esperança de um mundo melhor

Quando vemos o jornal ou conversamos com as pessoas, muito se fala que o mundo está indo de mal a pior, porém as coisas não são bem assim e temos muitas melhorias para mostrar:




Guerras

hat-no-war

A humanidade sempre viveu fazendo guerras e lutando entre si. Os avanços tecnológicos feitos no século passado nos deram armas de destruição em massa e as duas Guerras Mundiais levaram a vida de milhões de pessoas. Esse cenário aterrador parece revelar um futuro macabro, porém as coisas estão cada vez melhores.

Mesmo levando em conta as guerras no Afeganistão e Iraque, a humanidade nunca viveu um momento de tanta paz em sua história e os números de mortos causados por guerras é irrisório, se comparado a outras épocas. “O mundo parece um lugar mais violento do que realmente é. Isso ocorre, pois há muito mais informações sobre as guerras, mas poucas guerras.”




Menos preconceito

preconceito-iii

Pode ser que ainda haja muito preconceito em todos os cantos, seja com negros, gays ou qualquer outra minoria, porém as coisas estão muito melhores do que um dia já foram. Basta pensar um pouco.

Há pouco mais de um século atrás, a escravidão e a crença de que os negros eram inferiores fazia parte do cotidiano. Em alguns países, ser gay ou ter qualquer tipo de relação que não fosse homem com mulher era considerado crime e podia acabar levando gente para cadeia.

Há poucos anos atrás, qualquer pessoa diferente, com um cabelo de cor esquisita, com roupas rasgadas ou tatuada era vista com um preconceito gigante, mas isso também melhorou. Claro que o mundo ainda é preconceituoso e falho, contudo, estamos cada vez mais criando uma sociedade tolerante e, quem sabe um dia, o preconceito vire algo de minorias estúpidas.




Educação

educação1

Pode até parecer algo inesperado, mas a verdade é que nunca se leu tanto na história da humanidade! Apesar dos livros ficarem de lado com as novas tecnologias, as pessoas, cada vez mais, estão recebendo acesso à leitura.

Pesquisas feitas em solo americano revelaram que dobrou o número de leitores nos últimos 60 anos. Além disso, quase todos os países do globo possuem mais pessoas alfabetizados do que há uma década atrás, ou seja, cada vez mais humanos podem ler.




Pobreza enfraquecida

pobreza

Ainda existe muita desigualdade e muitos problemas socioeconômicos no mundo, mas a verdade é que nunca houveram tantas pessoas bem de vida e com acesso ao básico.

De 1990 a 2012, metade do número de miseráveis do planeta simplesmente subiu de degrau, tendo acesso as coisas que nunca tiveram antes, como saúde, alimentação e trabalho.

Tudo isso ocorreu pois muitos países, antes fechados ao comércio internacional, abriram suas portas, criando espaço para seu crescimento e de toda a população. O capitalismo pode ter seus problemas, mas quando bem usado pode ser uma grande solução.

Esperamos que, em 2014, esses números continuem a melhorar e que a humanidade só ande para frente.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

  1. Max C. Almeida

    4 de janeiro de 2014 em 23:13

    [img]http://cdn.minilua.org/wp-content/uploads/2014/01/hat-no-war.jpg[/img]

    Porra!

    Se fosse pelo greem peace, não se tirava um mato pra plantar feijão ou criar gado afim de abastecer o mercado. Todo mundo deve morrer de fome pra salvar o meio ambiente.

  2. Marques Roberto

    3 de janeiro de 2014 em 19:23

    que hipocrisia essa matéria… tantas geurras civis como na siria…no egito na africa entre outras regiões. Não se pode nem sair no portão de casa á vontade pois pode vir algum malandro te assaltar e meter um balaço na cara pq vc só teria R$3,00 pro busão. Onível de educação no Brasil ficou atrás até da Etiópia!!! E a carnificina praticada em hospitais do SUS q são verdadeiros açougues humanos…. aaa… Queremos positividade nesse mundo, mas tambem não precisa de uma matéria tão mentirosa como essa ..afff

    • Marques Roberto

      3 de janeiro de 2014 em 19:31

      *guerras

  3. João Paulo Carvalho Rodrigues

    3 de janeiro de 2014 em 18:55

    instalação de fé na humanidade modelo 2014
    em progresso…

  4. Maloqueiro popai

    3 de janeiro de 2014 em 18:48

    Aqui no Brasil a cultura está cada vez + em decadência, cada vez + pessoas ouve musicas ruins , educação cada vez + e deixada de lado , poucos realmente lê livros , por sermos um dos paises de maior desigualdade social no mundo o preconceito e grande por aqui mesmo sendo comum coisas como gays e emos atualmente + ainda e um pais atrasado em relação a vários do mundo em seus conceitos.

  5. Lucas Lozano

    3 de janeiro de 2014 em 15:14

    O mundo melhorou,sim,mas obviamente ainda estamos longe de um mundo perfeito… pelo menos é um ótimo post,é uma boa reflexão para esse começo de ano

  6. Lucy

    3 de janeiro de 2014 em 10:54

    Postagem falando de preconceito, educação e guerras e o povo falando sobre funk. Ué, isso também não é preconceito?

    • gato do apocalipse

      3 de janeiro de 2014 em 11:05

      mas se acabar com o funk diminuirá a criminalidade no brasil
      #fato

      • Lucas Rodrigues

        3 de janeiro de 2014 em 11:23

        O funk não é o único fator que contribui para a criminalidade, vale ressaltar também o tráfico de drogas, esse sim o principal fator para o crescimento da violência.

        • gato do apocalipse

          3 de janeiro de 2014 em 12:19

          trafico de drogas feito por funkeiros.
          assine a petição fim do funk no brasil

          • Lucas Rodrigues

            3 de janeiro de 2014 em 15:50

            Essa petição existe? Se existir eu apoio com todo prazer.
            A maioria dos traficantes de drogas (acredito eu) não são funkeiros, tá certo que tem funkeiros que traficam drogas, até armas entram no meio, mas nem todo funkeiro é bandido e nem todo bandido é funkeiro.

          • King Bradley, Führer

            3 de janeiro de 2014 em 18:34

            por mim fazia uma lei pra acabar essa porcaria de funk, destruiu completamente a música no brasil e ainda faz apologia a tudo que é desgraça e ainda mais rebaixando as mulheres como se todas fosse prostitutas.

  7. gato do apocalipse

    3 de janeiro de 2014 em 08:53

    guerra traz ótimos negócios
    por isso elas sempre vão existir
    E isso é bom, pois precisa mais de investimentos em armas
    vai que a terra seja invadida por extraterrestres, precisaremos de armas avançadas para nos defender

  8. Kurama Youko

    3 de janeiro de 2014 em 02:08

    antes de falarem nas armas ou coisa do tipo, lembrem-se: armas não matam pessoas, mas sim pessoas matam pessoas…
    #fato

    • Lucas Rodrigues

      3 de janeiro de 2014 em 07:05

      Mas pessoas matam outras COM armas.

      • Kurama Youko

        3 de janeiro de 2014 em 15:28

        com armas de fogo, armas brancas, fios, sacos plásticos, etc…
        se você já jogou Manhunt, dá pra saber pelo o menos um 30 jeitos de matar alguém…

        [img]http://images4.wikia.nocookie.net/__cb20111228233253/manhunt/pt-br/images/2/26/Manhunt_remixes.jpg[/img]

        • Kurama Youko

          3 de janeiro de 2014 em 15:28

          *uns

      • Lucy

        3 de janeiro de 2014 em 10:55

        Mas quem usa as armas são as mãos das pessoas, que são interligadas ao pensamento das PESSOAS.

  9. Kurama Youko

    3 de janeiro de 2014 em 02:07

    no Brasil, tudo isso se aplica, mas você tem que multiplicar por 100X de pior… fato

  10. Arqueiro de Araluen

    2 de janeiro de 2014 em 23:54

    No mundo ta tudo bem, mas no Brasil…

  11. Lucas Rodrigues

    2 de janeiro de 2014 em 22:04

    Um post bem otimista. Com relação ao preconceito, acredito que não diminuiu coisa nenhuma, ainda tem muita discriminação espalhada por aí, como casos de bullying, que são bem comuns no cotidiano.

  12. Hugo Almeida

    2 de janeiro de 2014 em 20:46

    Enquanto as pessoas erradas estiverem no poder tudo isso de ruim vai continuar, não adianta adquirir conhecimento se não souber como utiliza-lo, enquanto as pessoas se definirem como raças diferentes em vez de apenas uma, que é a raça humana o racismo e preconceito vão continuar ,o que é prciso é uma mudança cultural na humanidade na forma em como veem o mundo.

    • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

      2 de janeiro de 2014 em 20:52

      Enquanto as pessoas erradas estiverem no povo de uma sociedade democrática as pessoas erradas estarão no poder…. .-.

  13. Maria Tereza

    2 de janeiro de 2014 em 20:30

    NÃO ao preconceito!!

  14. Grell Sutcliff

    2 de janeiro de 2014 em 19:40

    Menos preconceito sei?
    Então porquê o menino branco/loiro/de olhos claros está no centro em?

    [img]http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2014/01/preconceito-iii.jpg[/img]
    \\m/ DEATH!!!!

    • Guerreiro Templario

      4 de janeiro de 2014 em 18:42

      Pq ele é um [email protected]

    • eduardo (eduh)

      2 de janeiro de 2014 em 20:18

      pq o ombro ele é o maior

  15. eduardo (eduh)

    2 de janeiro de 2014 em 19:33

    finalmente uma matéria boa.Uma coisa que também melhorou no mundo foi que as pessoas estão deixando de ser passivas em relação ao controle absoluto e o papel sujo que eles fazem, estamos deixando de ser simples espectadores em nossa própria sociedade, estamos nos virando contra esses governantes e dizendo de quem eles governa somos nós.
    Antigamente isso era difícil de acontecer, as pessoas tinham medo porque acham que eram uma minoria rebelde, já hoje graças a internet ela estão mais empenhadas a dizer um basta as barbaridades que essa ”gente” faz com quem eles deviam querer o melhor.
    A primavera Árabe e os protestos aqui no Brasil é um exemplo do que estou falando.

    • eduardo (eduh)

      2 de janeiro de 2014 em 19:34

      e dizendo que quem governa eles somos nós*

  16. Vayne, A Caçadora de Travestis

    2 de janeiro de 2014 em 19:21

    A esperança de um mundo melhor e não ter shemales(tanto homem para mulher ou mulher para homem)

    • Sra.Derpette

      2 de janeiro de 2014 em 19:54

      então desbaratina daqui traveco

      • Vayne, A Caçadora de Travestis

        2 de janeiro de 2014 em 23:43

        Você também, eu sei muito bem que tem piróc@ no meio da perna.

        • Sra.Derpette

          3 de janeiro de 2014 em 07:46

          no meio da perna eu tenho um joelho seu trevesti jumento

          • Vayne, A Caçadora de Travestis

            3 de janeiro de 2014 em 13:11

            Sua traveca oferecida.

  17. Guerreiro Templario

    2 de janeiro de 2014 em 19:17

    O unico preconceito que vem crescendo, é contra os religiosos

    • Diego Martins

      7 de janeiro de 2014 em 14:12

      Na verdade não. O que vem crescendo é o número de pessoas não religiosas, daí parece que tem mais preconceito, mas na verdade dó tem mais gente que discorda da religião.

    • eduardo (eduh)

      2 de janeiro de 2014 em 19:42

      mas ainda sim eles são a maioria…pra você vê religiosos tem preconceito contra outros religiosos…

      • Wagner

        2 de janeiro de 2014 em 19:54

        De certa forma, o preconceito é contra as crenças. Evangélico gosta de falar mal de católico, que gosta de falar mal de TJ, que gosta de falar mal de evangélico.

        • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

          2 de janeiro de 2014 em 19:58

          E todos falam mal dos ateus…. e ainda dizem que são os religiosos que tão sofrendo preconceito .-.

          • eduardo (eduh)

            2 de janeiro de 2014 em 20:03

            e todos falam mal dos candomblecista* admita que todo mundo já falou mal dos ”macumbeiros” .-.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 20:07

            A maioria das pessoas nem lembram que essa palavra existe mais…. mas os ateus continuam sendo o bode espiatório da sociedade .-.

          • eduardo (eduh)

            2 de janeiro de 2014 em 20:12

            sim,já já tão criando cotas pra ateus e universidade .-.

          • eduardo (eduh)

            2 de janeiro de 2014 em 20:12

            em*

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 20:01

            Mas estão ué.
            Ateus sofrem preconceito de religiosos.
            E religiosos sofrem preconceito de ateus e religiosos.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 20:06

            Vai olhar o post “Os mais odiados do país” postado ano passado aqui de novo e me diz a posição das pessoas MUITO religiosas e a posição dos ateus no ranking .-.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 20:10

            Não estou falando quem é mais odiado por quem.
            Estou falando que sofrem preconceito.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 20:19

            TODA pessoa de TODO grupo étnico, religioso, sexual, finânceiro e etc sofre algum preconceito de alguém em algum momento na vida .-.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 20:24

            Tá cara, e o que isso tem a ver?
            Inicialmente estávamos falando de um preconceito crescente contra religiosos e cê já tá falando que todo mundo sofre preconceito.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 20:26

            “Não estou falando quem é mais odiado por quem.
            Estou falando que sofrem preconceito.” — CEZÁRIO, Wagner
            Isso que tem a ver .-.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 20:31

            Falei isso porque você veio com mimimi pra passar a imagem que ateu é coitado por sofrer preconceito de todos os religiosos e que são os mais odiados, sendo que eu somente disse que tanto ateus e religiosos sofrem preconceito (o que já tinha mais nada a ver).

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 20:39

            E eu disse que tanto ateus quantos religiosos quanto todo mundo sofre perconceito…. TUDO a ver .-.

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 20:43

            Vocês perceberam que se desviaram do foco central do que estavam discutindo a muito tempo? heuheueuhehu nem vcs mesmos sabem mais do que tão falando kkk

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 20:57

            Você percebeu que eu já disse que isso não tinha mais nada a ver com o assunto inicial?

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 21:01

            Eu percebi que o cês tão muito crazy viajando legal, e eu vou zarpar antes que vcs confundam minha mind tbm xD

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 21:08

            E se foi você quem confundiu a nossa?

          • Garota Infernal

            2 de janeiro de 2014 em 21:11

            Briga,briga,briga,briga,briga,briga,briga. Sangue,sangue,sangue,sangue… Não, não Metalborn, solta essa faca!

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 21:13

            Se isso é briga, imagina suas discussões.

          • Garota Infernal

            2 de janeiro de 2014 em 21:33

            Minhas discussões pelo menos mantem o mesmo assunto até o final.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 21:39

            Sério que você não percebeu que tudo isso foi proposital?
            E depois diz que os outros não entendem sarcasmos.

          • Garota Infernal

            2 de janeiro de 2014 em 21:45

            Eu não gasto tempo e energia refletindo sobre coisas insignificantes, apesar de gastar os dedos para escrever coisas insignificantes.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 22:00

            Percebe-se pelo tanto que você comenta ._.

          • Garota Infernal

            2 de janeiro de 2014 em 22:52

            Eu não estava falando dos comentários, estava falando dos contos, eu tenho que parar com isso.

          • Lucas Rodrigues

            2 de janeiro de 2014 em 22:59

            Então você não gosta de seus próprios contos?

          • Garota Infernal

            2 de janeiro de 2014 em 23:03

            Não é bem assim… Sim e não… O fato é que eu acho que escrevo de maneira muito insana… As vezes eu sinto vergonha do que escrevo, parece muito sujo, muito indigno, cruel, algo que as pessoas não gostam de ler…

          • Lucas D

            2 de janeiro de 2014 em 23:20

            Eu gosto do que você escreve, claro que tem alguns que eu gosto mais que outros, mas isso é normal.
            To me intrometendo de novo. e.e’

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 21:42

            Wag 2 X Cat 1 (quer saber, cansei de contar… todo mundo perdeu nessa bagaça e boas)

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 21:57

            Menos eu, eu nunca perco .-.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 22:01

            Mas também nunca ganha ´-´

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 23:14

            Pelo menos eu não sou shemale travesti como o Satirista .-.

          • Wagner

            3 de janeiro de 2014 em 09:05

            Você venceu na vida.

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 21:36

            Waguinho 1 X 1 Cat kkk

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 21:14

            kkkkkkkkkk Waguinho 1 X Cat 0

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 21:10

            kkkk é por isso vou sair fora, senão sobra pra eu ^^

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 21:12

            Oc é culpado, nem respondeu a pergunta e já tá vazando -_-

          • eduardo (eduh)

            2 de janeiro de 2014 em 20:56

            esses dois aí se gostam

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 20:58

            Percebe-se kkk

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 20:42

            Você tem sérios problemas cara.
            Até agora cê não entendeu o que eu disse.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 20:50

            Jovem, você disse que o assunto num é sobre quem sofre mais preconceito e sim sobre quem sofre preconceito, mas todo mundo sofre preconceito então quem mudou o foco do assunto e abrangeu ele para todos e não aénas ateus e religiosos foi você .-.
            Se é pra falar de quem sofre preconceito vamos falar de quem sofre preconceito, não de apenas dois grupos e manter o resto afastado num canto….

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 20:58

            Mas não era disso que eu tava falando inicialmente.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 21:07

            Mas dai você mudou o foco da conversa .-.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 21:08

            Porque oc falou coisa que não tinha nada a ver do marido da foca.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 21:13

            O próprio comentário do auto-proclamado “Guerreiro Templário” sem acento no ‘a’ não tem nada a ver com o foco do post…. então a culpa é toda dele .-.

          • Wagner

            2 de janeiro de 2014 em 21:16

            Nada a ver, a culpa é do Shun.

          • eduardo (eduh)

            2 de janeiro de 2014 em 20:09

            o cezário já tinha concordado contigo,cara.

  18. Wagner

    2 de janeiro de 2014 em 18:59

    O correto seria guerra nenhuma, mas como isso não é possível…

  19. Shun dlç

    2 de janeiro de 2014 em 18:55

    As condições de vida tão melhores, mas o nível cultural e musical só decai…
    Ler livros da Saga Crepúsculo qualquer guria faz, isso não quer dizer que a educação melhorou… e eu acho que esse nº de leitores só aumentou pq a população tbm cresceu kk

    • Diego Martins

      7 de janeiro de 2014 em 14:10

      Na verdade, o que cresceu foi a porcentagem de pessoas lendo. Falar que aumentaram só porque aumentou as pessoas seria burrice.

    • Logan

      2 de janeiro de 2014 em 20:38

      Guria? Vc se refere a sua mesma espécie…kkkkkkkkkkk

      • Shun dlç

        2 de janeiro de 2014 em 20:41

        Sexo feminino não é uma espécie O.o
        (e eu sou macho, com M de matador)

    • Wagner

      2 de janeiro de 2014 em 19:22

      Quanto mais pessoas alfabetizadas, mais pessoas poderão ler.
      Essa parte fala de alfabetização. Não tem nada a ver com a escolha da pessoa do que ela quer ler.

      • Shun dlç

        2 de janeiro de 2014 em 19:34

        De qualquer forma, nº de leitores não é algo tão bom pra se comparar… tem muitos alfabetizados que não costumam ler, e muitos leitores analfabetos funcionais… não necessariamente indica uma educação melhor

        • Wagner

          2 de janeiro de 2014 em 19:50

          Poder ler e ter acesso à leitura não quer dizer que eles sempre vão ler.

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 19:58

            Ou seja, são leitores pq sabem ler, e não pq costumam ler… entendi, mas tá meio estranho, como se fosse no caso de leitores assíduos .-.

      • Estudante

        2 de janeiro de 2014 em 19:31

        Também eu não lembro de existir um ”nível” musical. Isso é apenas uma maneira preconceituosa de prejulgar deturpadamente o caráter de alguém pela preferência musical. Mostra como estes avanços na educação são meramente ilustrativos,tal que apenas acreditar que existe o tal nível musical já não é um ato tão racional assim. Idem para o nível cultural, não se mede isto por hobbies,leituras,ou qualquer coisa do tipo,tal que seria como julgar um índio como sem cultura por não ler ou não ouvir a música considerada ”inteligente” pela sociedade,sendo que o mesmo possui muito mais cultura que qualquer um de nós,apenas não tem a mesma formação.Mas em uma coisa a citação dele está correta,a educação não melhorou mesmo. Só de ler isso se percebe 😀

        • Shun dlç

          2 de janeiro de 2014 em 19:43

          Me referia ao nível musical em questão de letra (no caso das músicas brasileiras), que perdeu muito em conteúdo e inteligência. E tbm dos dois tipos de sons existentes, os regulares (possíveis de serem grafados) e os irregulares (ruídos, não fazem parte da notação musical, bastante utilizados no funk)… Gosto é pessoal, mas gostaria que vc desse uma olhada no top 100 de músicas mais ouvidas antigamente… de 2005 em diante perdeu muito em criatividade, e até mesmo a MPB foi desvalorizada…

          • Estudante

            2 de janeiro de 2014 em 19:57

            Não interessa o que as pessoas ouvem ou não ouvem,ou o que está no top 100 de antigamente ou de hoje,música não se nivela…Mas essa do tipo de som é nova.Quer dizer que uma música que só tenha ruídos é burra? Não se julga um livro pela capa,uma pessoa pode ouvir funk e ser tão inteligente quanto outra que não ouve. Então antes de 2005 as músicas ouvidas eram ”melhores”? Isso não muda em nada na educação,o post mesmo está dizendo isso…Ou você acha que a qualidade da educação era melhor em antes de 2005 do que é agora? Totalmente antitético e paradoxal(parece redundante mas não é). MPB não é superior a nenhum estilo de música, nem tampouco qualquer outro estilo é.

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 20:15

            Não disse que quem ouve funk é burro, eu mesmo até curtia Valesca Popozuda, apesar de odiar outras músicas do estilo funk. Na minha opinião, MPB é superior ao sertanejo universitário, mas essa é só minha opinião. Vc pode achar que não, mas pra mim antes as pessoas tinham um gosto musical melhor… hj tá cheio de adolescente e até adultos que aceitam qualquer barulho. É mais difícil compor músicas estilo Chico Buarque do que Show das Poderosas… Não tenho um gosto musical refinado, já que como eu disse, eu ouvia Valesca e talz… mas nem por isso vou dizer que ela canta bem, eu sei que é uma bosta, e o fato de eu gostar não faz com que a música seja boa… não sou hipócrita, o meu nível musical (pra mim ele existe) não é dos melhores tbm 😛

          • Felipe Langame

            4 de janeiro de 2014 em 22:07

            A verdade é que o auge das músicas foram quando criticaram a sociedade (minha opinião), coisa que hoje não se faz, por que todo mundo acha que se ter toddynho na mesa é solução dos problemas, saber usar a música, os filmes e outras artes com inteligência e senso crítico pra mim é a verdadeira esperança de um mundo melhor. Gosto de Rock, mas a música “Isso é Brasil” ilustra muito bem o que estou falando.

    • Mel ¬¬

      2 de janeiro de 2014 em 19:10

      vc ganhou meu respeito d novo Shun

      • Shun dlç

        2 de janeiro de 2014 em 19:35

        kk pelo visto vc é uma das poucas que me respeita, pq a maioria acha q sou gay .-.

        • Felipe Langame

          4 de janeiro de 2014 em 22:01

          Acabou o preconceito aos gays u.u, zoa te gasto por causa do avatar msm kkk

        • ultramen Tiga

          2 de janeiro de 2014 em 21:15

          eu repeito pow

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 21:28

            Eh nóis brother 😉

        • The Tóchicos Dog

          2 de janeiro de 2014 em 20:27

          Eu também te respeito, Shun! Não é porque alguém é mais expressivo com suas amizades que a pessoa é gay.

          • Shun dlç

            2 de janeiro de 2014 em 20:31

            A gente é amiguinho, cara… amiguinhos se respeitam \o/
            só me chamam de gay por causa do avatar :/ (eu acho)

  20. Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

    2 de janeiro de 2014 em 18:44

    Tudo isso é graças o Lula e a Dilma, vlw flw!

  21. Vegetto

    2 de janeiro de 2014 em 18:42

    pq o moleq loro ta no meio, isso isso quer dizer que loros sao superiores seos homofobicos

    • ultramen Tiga

      2 de janeiro de 2014 em 21:23

      o trunks aprova kkk

  22. Estudante

    2 de janeiro de 2014 em 18:40

    A esperança é,tecnicamente,de um nível de qualidade de vida maior,não de um mundo melhor…É preciso citar os clichês e bordões a respeito da natureza? Creio que não,qualquer um sabe que não demorarão as guerras pelo controle hídrico,combustível(é um adjetivo e não substantivo),e etc…Ignorância achar que apenas porque está se vivendo um pequeno período de estabilidade(instável) o mundo irá melhorar progressivamente,mesma ignorância que foi presumida pela população mundial no período procedente à Grande Depressão,acharam que a vitória da tríplice entente,o New Deal e a liga das nações iriam estabilizar a paz e a economia no mundo,e daí veio a 2 guerra mundial. Mas não é condenável agarrar-se a certas presunções pseudo-moralistas e comunistas quando se vê o contrário,é semelhante a agarrar-se a uma religião 🙂

    • Ponto.

      2 de janeiro de 2014 em 21:51

      As disputas por combustíveis acontecem já a algumas décadas ,por hídrico já não sei se seria provável de ter uma guerra em busca de seu monopólio -entre grandes potencias – já que guerras para o domínio de alguns rios do oriente médio existem, principalmente nos arredores de Israel, também acho ignorância pensar q estar vivendo em um período de estabilidade é justificativa para achar que o mundo irá melhorar. Porém voce deixou de fora um fato importante que mudou e muda rumos da historia , a ciencia

    • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

      2 de janeiro de 2014 em 18:49

      Nós só teremos paz real quando o último político morrer enforcado nas tripas do último padre .-.

      • Terrorista

        2 de janeiro de 2014 em 20:25

        BORN KIBE

        [img]http://img21.imageshack.us/img21/9837/3os8.png[/img]

        • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

          2 de janeiro de 2014 em 20:36

          “O homem só será livre quando o último rei for enforcado nas tripas do último padre”
          Jean Meslier, editado por Voltaire

          Não venha se fazendo de vitíma com burrices…. nós tiramos nossos pensamentos do mesmo lugar…. no meu caso eu apenas adequei ao post e modernizei…. enquanto você adequou ao post e usou nomes .-.
          Tsc tsc…. Além de kibar oc ainda proclama a frase como sua e se faz de vitíma….

          • Terrorista

            2 de janeiro de 2014 em 22:20

            MAS DO Q IMPORTA
            SE EU POSTEI PRIMEIRO FICA SENDO MEU
            ENTAO OC KIBOU
            EU SO MODERNIZEI

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 23:12

            Quem postou primeiro foi o Jean Meslier, então é dele…. seu ladrão .-.

          • Terrorista

            2 de janeiro de 2014 em 23:22

            PARA D ZUA KAIO
            E N ME CHAMA DE LADRAO SE N VO EMBORA DA VILA

      • Terrorista

        2 de janeiro de 2014 em 19:07

        deja vu

      • Estudante

        2 de janeiro de 2014 em 18:52

        O corpo dele também deveria ser higienizado com sabão feito da gordura epitelial do último otaku.

        • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

          2 de janeiro de 2014 em 18:58

          E a última refeição deles deveria conter torresmo feito com as últimas gotas de sangue do último funkeiro .-.
          (se eles fugirem antes da execução pelo menos vão morrer de Aids depois)

          • Estudante

            2 de janeiro de 2014 em 19:05

            E o malhete que o juiz bateu na mesa quando proclamou a condenação à morte do político deveria ser feito utilizando as fibras de uma angiosperma plantada num terreno enriquecido com húmus feito dos restos orgânicos do último novato pseudo-intelectual.

          • Metalborn (I want the night just to colour the day, the morning to chase all my nightmares away)

            2 de janeiro de 2014 em 19:07

            Agora entramos num acordo .-.

          • Estudante

            2 de janeiro de 2014 em 19:11

            Talvez eu tenha me empolgado um pouco .-.

  23. Santo Amaro

    2 de janeiro de 2014 em 18:38

    a esperança de um mundo melhor pra mim é não ter fanboys.

  24. Um qualquer

    2 de janeiro de 2014 em 18:37

    Senti falta de dados mais concretos… ainda que de bases tupiniquins. Mas, será que as pesquisas estão considerando os dados como um todo, ou só o que a mídia mostra?

    • Diego Martins

      7 de janeiro de 2014 em 14:11

      Infelizmente não encontrei uma pesquisa feita em nosso solo com os dados necessários. Aqui eles só pesquisam coisas que interessam ao governo…

      • Um qualquer

        8 de janeiro de 2014 em 10:17

        Entendo…. trágico.

  25. Logan

    2 de janeiro de 2014 em 18:31

    Mais educação no Brasil tá ruim, desde sempre…”Uma Copa do mundo não é feita com hospitais”, assim dizia o “filosofo” Ronaldo.

    • Lucas Rodrigues

      2 de janeiro de 2014 em 21:57

      Essa frase me revoltou bastante, claro, só podia ter sido o Ronaldo :/

    • Logan

      2 de janeiro de 2014 em 18:32

      Mudando de pau pra cacete é lógico…

  26. Usagi-chan (Jaque-chan)

    2 de janeiro de 2014 em 18:20

    Img 3 – Sou só eu que detesto esses lápis feitos com essa madeira? .-.

    • Mel ¬¬

      2 de janeiro de 2014 em 19:05

      vc não é a unica

    • dr.v

      2 de janeiro de 2014 em 18:24

      Nao eu tambem nao gosto,quebram muito facil :-:

132 Comentários
mais Posts
Topo