Eternas promessas do futebol: Fernando Torres #11

Nesse capítulo da série “Eternas promessas do futebol”, muitos vão dizer que ele não é uma promessa, visto que já jogou bem em alguns clubes e até mesmo na seleção. No entanto, pelo início que o Fernando Torres teve na carreira, a projeção é de que ele estivesse, hoje, no mesmo nível de Cristiano Ronaldo, se compararmos a posição.

Fernando Torres surgiu como um meteoro no Atlético de Madrid, muito rápido e com faro de gol aguçado, o espanhol parecia ter um futuro brilhante, visto que suas atuações chamavam a atenção de todo o mundo. Por infernizar as zagas adversárias e fazer muitos gols, o jovem atacante logo ganhou o apelido de “El Ninõ”.

1854340_w2

Suas atuações indiscutíveis acabaram chamando a atenção dos principais clubes do mundo, sendo que o Liverpool venceu os demais concorrentes e acabou fechando com o jogador. Na Inglaterra, Fernando Torres continuou em boa fase e em seu primeiro ano, consagrou-se como artilheiro da Premier League.

Torres continuava indo muito bem no Liverpool, até que uma renovação de contrato iniciou um mal estar entre o espanhol e a diretoria do clube inglês. Por não concordar com os valores de seu salário, “El Niño” pediu para ser transferido da terra dos Beatles.

O Liverpool atendeu ao pedido de Fernando Torres e o vendeu para o rival, Chelsea. Em Londres, Torres esteve longe daquele atacante que encantou os torcedores do Atlético de Madrid e Liverpool. Com atuações muito apagadas e poucos gols, o espanhol acabou no banco e passou a ser muito questionado pela imprensa.

fernando_torres_23141c

Diante da má fase de Fernando Torres no Chelsea e também na seleção, o clube londrino resolveu emprestá-lo ao Milan. Na Itália, Torres não deu certo e fez apenas um gol em dez jogos. Bastante criticado, o atacante agora está emprestado no Atlético de Madrid, na tentativa de revitalizar a sua carreira.

Na sua estreia, dois gols contra o Real Madrid e uma falsa impressão de que tudo seria diferente, no entanto com o passar das partidas, a torcida e imprensa acabaram por perceber que Torres continua procurando o bom futebol do início de carreira. Na seleção ele é presença constante, visto que Vicente Del Bosque mantém uma base há vários anos.

  1. Rosy Siqueira

    6 de junho de 2015 em 14:20

    Promessa? Pqp… Torres foi um grande jogador, na época do Liverpool ele era muito fera. Um cara não é escolhido 3º melhor do mundo e melhor da Eurocopa de 2008 à toa. Artilharia em Copa das Confederações também não vem de graça.
    Não é porque o Chel$ea acabou com o futebol do cara que ele se torna uma “eterna promessa”.

  2. Alysson Cunha

    20 de fevereiro de 2015 em 00:59

    Promessa? El niño torres é de seleção.

  3. Igor Cabral

    15 de fevereiro de 2015 em 11:59

    kkkk quem é esse cara que faz essa serie?
    Desculpa ae mano, mas tu tem que se informar mais!
    Muita informação errada como o apelido.
    O cara mal voltou pra o Atlético e já tão assim. ”Falsa impressão”
    Chamar ele,Quaresma e Pedrinho de eterna promessa é sensacional.

    Eterna promessa pra mim é um jogador novo que se destaca e depois some e não ganha nada.
    Como o Lulinha,André,Bernardo,Dentinho (esse mais ou menos)
    Lenny,Keirriso etc

    • Wladmir Meneghello Lobo

      15 de fevereiro de 2015 em 19:46

      Pra mim ele n foi nem metade do q se esperava dele, a uns 5 ou 6 anos q n joga nada.. começou voando no atletico, no liverpool só foi bem nos 2 primeiros anos, e no chelsea nunca conseguiu se firmar, foi praticamente escorraçado do milan.. e voltou pro atletico, pq la foi o unico lugar q foi craque.. ele pode n ser uma eterna promessa, mas foi um jogador q todos achavam q seria um craque, e n passa de um jogador mediano pra bom! Os números n mentem!

  4. Guilherme Dias

    14 de fevereiro de 2015 em 14:37

    Eu tbm acho que o Torres não e promessa pq um cara q foi 3° melhor do mundo melhor da euro 2008 entre outros prêmios foi ao menos um bom jogador…

    • Gabriel Frigini

      14 de fevereiro de 2015 em 15:50

      Teve boas temporadas, mas nunca conseguiu alcançar o nível que indicavam a ele no início de carreira, visto que o comparavam a Cristiano Ronaldo.

  5. Keven Fongaro Fonseca

    14 de fevereiro de 2015 em 14:19

    Fernando Torres é uma eterna promessa? Cê tá louco, fera? Me surpreendeu o Pedrinho no outro post, mas chamar o Torres de promessa é maluquice lol

    • Gabriel Frigini

      14 de fevereiro de 2015 em 15:49

      O conceito de promessa não se aplica somente a jogadores que nunca foram algo, mas também a aqueles que conseguiram atingir bom nível, mas sem conseguir de forma concreta, alcançar o nível que era esperado que alcançassem. Compreende? Torres apareceu bem no ATM, foi bem no Liverpool, mas sem conseguir ser o craque que todos contavam.

8 Comentários
mais Posts
Topo