Eternas promessas do futebol: Kerlon Foca #2

Continuamos com a série “Eternas promessas do futebol”, onde contando um pouco mais sobre alguns jogadores que eram joias nas categorias de base, mas que acabaram não vingando e hoje vivem em busca de afirmação em algum clube.

O jogador de hoje ficou bastante famoso no futebol brasileiro, visto que a sua velocidade e técnica chamavam a atenção dos apaixonados por futebol. No entanto, não foi só pelo seu talento que Kerlon ganhou as páginas dos jornais de esportes e foi presença constante em programas de futebol, um drible, em específico, foi o principal responsável pela ascensão meteórica do atleta.

Nascido no dia 27 de janeiro de 1988, na cidade de Ipatinga, em Minas Gerais, Kerlon Moura de Souza era mais um garoto brasileiro que sonhava em ser jogador de futebol. Após insistir muito, essa oportunidade veio. Bastante novo, o atleta entrou para as categorias de base do Cruzeiro.

Com apenas 18 anos, Kerlon já era destaque da base cruzeirense, principalmente por ter inventado o “drible da foca”, por isso o jogador passou a ser chamado de Foquinha, apelido esse que se espalhou pelo país.

kerlon

Diante do seu talento, logo subiu para o time profissional, onde fez sua estreia em maio de 2005, mais precisamente em uma partida válida pela Copa do Brasil, contra o Baraúnas, time do Rio Grande do Norte. A sua primeira aparição não poderia ter um palco melhor, o Mineirão, casa do Cruzeiro.

Após o sucesso no Cruzeiro, Kerlon foi vendido para o Chievo, clube italiano da cidade de Verona. Atuando uma temporada por lá, o jogador chamou a atenção da poderosa Internazionale de Milão.

Contratado pela Inter de Milão, Kerlon já não conseguia mais desempenhar o mesmo futebol, fora que o seu drible já estava “manjado” na Europa, visto que outros jogadores já o realizavam.

Com atuações fracas pelo clube italiano e poucas chances, Kerlon foquinha foi emprestado ao Ajax da Holanda, no entanto, uma grave lesão o afastou dos gramados por quase um ano, sem ter ao menos disputado uma partida pela Eredivise.

Em junho de 2010, Kerlon voltou a Internazionale de Milão, momento esse em que foi integrado ao elenco principal. Mais uma vez, a falta de oportunidades e as péssimas atuações, resultaram no empréstimo do jogador, que foi parar no Paraná Clube.

Kerlon chegou ao Paraná em janeiro de 2011, após não conseguir se firmar, o foquinha pediu dispensa, ao alegar que estava longe de sua condição física ideal. Sobre a sua passagem no clube paranaense, Kerlon disputou apenas quatro jogos, sem ter atuado 90 minutos completos em nenhum deles.

Em julho de 2011, o jogador acertou com o Nacional Esporte Clube LTDA., clube empresa de Minas Gerais. Suas atuações foram melhores que nas equipes anteriores, o que acabou resultando em uma transferência para o Fujieda MYFC do Japão. De lá, Kerlon foi para o Weymouth Wales de Barbados, clube onde está atualmente.

Com 26 anos, Kerlon parece estar cada vez mais decadente, no entanto, o mundo do futebol é recheado de surpresas e quem sabe, o foquinha não voltará a fazer seus dribles e poder retomar os rumos de sua carreira que parecia bilhante.

  1. Adriano Saadeh

    8 de setembro de 2014 em 08:45

    Não gosto de futebol! é muita tristeza lembrar como é ser sempre o último a ser escolhido da galera!
    kkkkkkk
    Mas quando era o penúltimo ou mesmo o antepenúltimo, ganhava o dia!

    Baseado em fatos reais!

    • VanDrak SubZero

      12 de setembro de 2014 em 17:14

      Nem sei o que era isso :p
      No tempo que jogava futsal, quase sempre era escolhido.
      Era alto, tipo físico forte e rápido aí sempre me botavam na zaga.

      Também joguei muito como goleiro no campo e na quadra, onde me especializei em pegar pênaltis :p
      Na quadra só levava 1 gol em cada 10 penaltis cobrados.
      No campo só levava 2 em cada 10. ^^
      Nesse tempo fiz até uma aposta com o atacante e artilheiro de um time da cidade.
      valendo R$ 50 se ele fizesse 5 gols ele ganhava, se ele perdesse o pênalti (com eu defendendo ou ele errando) 40 vezes eu ganhava… Faturei os R$ 50, ele só conseguiu fazer 4… dos 40 eu defendi 28 cobranças as outras 12 ou foi na trave ou botou pra fora XD

      Na quadra tbm cheguei a jogar como meia.
      ficava ajudando na marcação e fazendo ligação com o ataque ^^

      No ataque joguei algumas vezes, mas nunca fui muito bem, só tinha de vantagem a minha arrancada… na hora de finalizar de perto era uma negação, só conseguia converter cerca de 10% dos chutes de perto. :p
      Fiz mais gols de longa distancia, afinal tinha um chute bastante forte e chutava bem com qualquer uma das pernas, obtendo efeitos diferentes com cada uma ^^

      • Adriano Saadeh

        12 de setembro de 2014 em 17:16

        Exibido!

        • VanDrak SubZero

          12 de setembro de 2014 em 17:20

          kkkkkkkkkkkkkkk que nada XD
          isso foi no tempo em que eu jogava :p
          Já faz mais de 8 anos que não jogo XD

          Quando tava no auge, eu treinava na zaga e conseguia sozinho marcar 3 pessoas XD
          agora não consigo nem marcar minha sombra XD

    • Gabriel Frigini

      8 de setembro de 2014 em 19:01

      Comovente, rsrsr!

    • Mutley

      8 de setembro de 2014 em 14:09

      Compartilho da mesma experiência ='[

      • Adriano Saadeh

        8 de setembro de 2014 em 14:55

        Triste!
        =(

  2. Péres Neto

    8 de setembro de 2014 em 00:12

    Sou torcedor do Paraná Clube, onde o Kerlon jogou no ano de 2011. Diferente do dito na matéria, ele se lesionou em uma partida contra o Coritiba pelo campeonato paranaense, logo no comercinho da partida, e foi mandado embora pelo fato de, durante sua recuperação, ter frequentado baladas e afins, tal como nosso grande Adriano rs

    • Gabriel Frigini

      8 de setembro de 2014 em 19:01

      Agradeço a informação!
      Abraço!

  3. Marvelunatico

    7 de setembro de 2014 em 20:58

    Tá legal que ele não virou merda nenhuma, mas o drible dele foi muito loco.
    ps: pensei que teria o vídeo de quando ele fez o drible da foca pela primeira vez :/

  4. Jeff Dantas

    7 de setembro de 2014 em 15:21

    Olha só, confesso que não o conhecia! Em todo caso, achei bastante interessante… 🙂 http://minilua.org/wp-content/uploads/2014/09/kerlon.jpg

  5. Tio Page

    7 de setembro de 2014 em 14:28

    Ele so nao teve a mesma sorte que o Pato.

  6. André Silva

    7 de setembro de 2014 em 14:17

    Esse é o problema desses jogadores, eles mal começam a jogar no futebol profissional brasileiro e já vão jogar em um time de fora, tudo bem que é o sonho deles, mas poderiam pelo menos se firmar um pouco no Brasil pra depois ir pra lá. O futebol de lá é muito pesado, com os melhores jogadores, então eles brilham aqui e antes de ganhar mais experiência vão pra fora, e consequentemente não conseguem desempenhar o mesmo futebol.

    • DCemblemático

      7 de setembro de 2014 em 15:53

      Nem sempre, conheço muitos jogadores que jogaram muito pouco aqui no Brasil e se deram bem lá fora he-he-he

      • André Silva

        7 de setembro de 2014 em 16:09

        Eu não conheço!

        • Marvelunatico

          7 de setembro de 2014 em 20:56

          Hulk, Rafael, Fábio, e o Etc.

  7. Terrorista

    7 de setembro de 2014 em 13:59

    Eu também, era promessa do futebol pros meus pais, só que daí eu não jogava nada e decepcionei eles.

  8. Daniel Champoski

    7 de setembro de 2014 em 13:27

    da próxima faz do keirrison (acho q é assim q escreve), pq pelo tanto que falavam dele não jogou quase nada…

    • Mateus Camargo

      7 de setembro de 2014 em 15:24

      pqp cara lembro quando o palmeiras ( meu time 🙂 ) contratou o keirrison e eu fiquei maluco , ” pqp agora vai , esse vai ser próximo romario do futebol ” kkkk q decepção cara … XD

      • Marvelunatico

        7 de setembro de 2014 em 20:55

        Pior que no Palmeiras ele era o “K9 Matador”, depois que foi pro Barça, emprestado pro Benfica, não virou nada.

        • Mateus Camargo

          7 de setembro de 2014 em 23:01

          s vdd , mas ele foi matador só no começo durante o paulistão daquele ano , dps já n tava fazendo mt coisa n

    • Gabriel Frigini

      7 de setembro de 2014 em 14:09

      Excelente sugestão!

    • Terrorista

      7 de setembro de 2014 em 14:02

      keiribom

    • Kairos

      7 de setembro de 2014 em 13:34

      foi artilheiro do ano, ae depois q foi pro barça (acho q foi) soh se quebrou

      • Adriano Saadeh

        8 de setembro de 2014 em 08:42

        Sumiu de fato, ninguém mais lembra

25 Comentários
mais Posts
Topo